segunda-feira, 27 de março de 2017

Kuala Lampur receberá mais 27 composições Innovia Metrô 300 da Bombardier

Transportes sobre trilhos  🚇

A entrega dos trens Drive Less (sem condutor) com quatro carros e capacidade para até 786 passageiros cada,deverá ser concluída em 2022, e aumentara a capacidade de atendimento da demanda para  30 mil.passags/h.sentido

Da Redação
Foto - Bombardier
A Bombardier  fornecerá 27 novos trens da série Innovia Metro 300,juntamente com seu parceiro local Hartasumaparaa, para a Linha de Trens Leves Light Rail (LRT) da Kelana Jaya em Kuala Lumpur na Malásia.O Anuncio foi feito nesta terça,27/03/2017
O contrato com Prasarana Malaysia Berhad,o maior operador de serviços de transporte público na Malásia,é avaliado em aproximadamente € 359 milhões.
A entrega dos trens Drive Less (sem condutor) com quatro carros e capacidade para até 786 passageiros cada,deverá ser concluída em 2022, e aumentara a capacidade de atendimento da demanda para  30 mil.passags/h.sentido
A montagem final dos trens será concluída na fábrica Westport do consórcio da Bombardier com a Hartasuma.
A linha já opera com 14 composições,Innovia Metro 300,fornecidas pela Bombardier resultado de um contrato concedido em março de 2013.
Pregopontocom  27/03/2017

TSE pode julgar na semana que vem cassação da chapa Dilma-Temer

Política  👀

A última etapa do processo foi concluída nesta tarde pelo relator, que enviou aos demais integrantes do colegiado o relatório final. No relatório, que é mantido em sigilo pelo relator, há uma síntese sobre a fase de coleta de provas, entre elas os depoimentos de delação premiada de ex-executivos da empreiteira Odebrecht, que citaram supostos pagamentos irregulares para a campanha presidencial.

André Richter
Repórter da Agência Brasil

foto - ilustração
O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin liberou hoje (27) para julgamento a ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, que disputou as eleições presidenciasis de 2014. Com a decisão, a ação poderá ser julgada a partir da semana que vem, mas caberá ao presidente do tribunal, Gilmar Mendes, marcar a data. Herman é o relator do processo.
A última etapa do processo foi concluída nesta tarde pelo relator, que enviou aos demais integrantes do colegiado o relatório final. Ao concluir o processo, Herman pediu a Gilmar Mendes que inclua o processo imediatamente na pauta, conforme prevê a Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar 64/1990).
No relatório, que é mantido em sigilo pelo relator, há uma síntese sobre a fase de coleta de provas, entre elas os depoimentos de delação premiada de ex-executivos da empreiteira Odebrecht, que citaram supostos pagamentos irregulares para a campanha presidencial. O voto de Herman Benjamin será conhecido somente no dia do julgamento.
Apesar do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, a ação prosseguiu porque os dois integrantes da chapa podem ficar inelegíveis por oito anos se o TSE entender pela cassação do resultado da eleição de 2014.

Composição do TSE
O TSE é formado por sete ministros, dois oriundos do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes e Luiz Fux; dois do Superior Tribunal de Justiça, Herman Benjamin e Napoleão Nunes Maia Filho; e dois da advocacia, Luciana Lóssio e Henrique Neves.
Nos próximos dois meses, Neves e a ministra Luciana vão encerrar seus mandatos no TSE e serão substituídos. O STF já indicou para ocupar a vaga de Henrique Neves o nome de três advogados. Fazem parte da lista tríplice elaborada pelo STF os advogados Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira, que já atuam como substitutos no TSE, e Sérgio Silveira Banhos. Gonzaga foi o mais votado da lista, com oito votos. Caberá ao presidente Michel Temer fazer a indicação.

Processo
Em dezembro de 2014, as contas da campanha da então presidenta Dilma Rousseff e de seu companheiro de chapa, Michel Temer, foram aprovadas com ressalvas, por unanimidade, no TSE. No entanto, o processo foi reaberto porque o PSDB questionou a aprovação, por entender que há irregularidades nas prestações de contas apresentadas por Dilma, que teria recebido recursos do esquema de corrupção investigado na Lava Jato. Segundo entendimento do TSE, a prestação contábil da presidenta e do vice-presidente é julgada em conjunto.
A campanha de Dilma Rousseff nega qualquer irregularidade e sustenta que todo o processo de contratação das empresas e de distribuição dos produtos foi documentado e monitorado. No início do mês, a defesa do presidente Michel Temer sustentou no TSE que a campanha eleitoral do PMDB não tem relação com os pagamentos suspeitos. De acordo com os advogados, não se tem conhecimento de qualquer irregularidade no pagamento dos serviços.
Fonte - Agência Brasil  27/03/2017

Travessia marítima Salvador/Itaparica pelo Ferry-Boat nessa segunda (27)

Travessia marítima  🚢

Agora a tarde o sistema mantem em operação as embarcações  Anna Nery, Agenor Gordilho, Pinheiro e Ivete Sangalo,com saídas nos horários regulares com intervalos de hora em hora. O fluxo é moderado somente para veículos em Bom Despacho, em São Joaquim o movimento segue tranquilo para passageiros e veículos.

Da Redação
foto - ilustração
O sistema Ferry-Boat, operou com movimento tranquilo nos dois terminais,São Joaquim e Bom Despacho na manhã desta segunda-feira (27).Quatro embarcações estiveram em serviço na travssia marítima entre Salvador e Itaparica,- Zumbi dos Palmares, Agenor Gordilho, Pinheiro e Ivete Sangalo-, com saídas em intervalos programados de hora em hora. A embarcação Anna Nery esteve em stand by,(reserva) para integrar a operação caso fosse necessário.
Agora a tarde o sistema mantem em operação as embarcações  Anna Nery, Agenor Gordilho, Pinheiro e Ivete Sangalo,com saídas nos horários regulares com intervalos de hora em hora. Neste momento, o fluxo é moderado somente para veículos em Bom Despacho, em São Joaquim o movimento segue tranquilo para passageiros e veículos.
Informações sobre o serviço de Hora Marcada pelo site da ITS,portalsits.internacionaltravessias.-
Contatos pelo Tel - 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  27/03/2017

VLT do Rio tem 5 mil pessoas multadas por não pagarem passagem

Notícias  🚄

A verificação do pagamento da passagem é feita por fiscais da concessionária do VLT, que atuam ao lado de guardas municipais, os responsáveis por aplicar as sanções. Dados da prefeitura mostram que, desde o início da fiscalização, foram aplicadas em média 25 multas por dia. Das 1.475 guias emitidas, no valor de R$ 170 cada, 935 foram pagas, o que gerou um montante de R$ 158.950 para o Tesouro Municipal.

Extra - RF
foto - ilustração/arquivo
A advogada mineira Pâmella Alqualo decidiu, na semana passada, ir com o marido à Zona Portuária para visitar o AquaRio de VLT. Mas o que seria um passeio divertido virou dor de cabeça. Ao não conseguir usar um RioCard, ela pediu ajuda a uma fiscal, que, em vez de orientá-la, chamou um guarda municipal. Pâmella acabou se tornando uma das 5.085 pessoas multadas desde setembro do ano passado por viajar sem pagar passagem.
"Como tinha acabado de usar o cartão para pagar duas passagens no metrô, imaginei que poderia fazer o mesmo no VLT. Abordei a fiscal para pedir uma informação e fui tratada como desonesta, como se estivesse me recusando a pagar R$ 3,80. Achei um absurdo" reclamou Pâmella.
A verificação do pagamento da passagem é feita por fiscais da concessionária do VLT, que atuam ao lado de guardas municipais, os responsáveis por aplicar as sanções. Dados da prefeitura mostram que, desde o início da fiscalização, foram aplicadas em média 25 multas por dia. Das 1.475 guias emitidas, no valor de R$ 170 cada, 935 foram pagas, o que gerou um montante de R$ 158.950 para o Tesouro Municipal. Do total de autuados, 660 recorreram, mas, até agora, nenhum recurso foi deferido. Ao ser multado, é responsabilidade do passageiro emitir a guia de pagamento pela internet.
Um dos recursos foi apresentado pela designer baiana Ana Paula Esteves, que veio passar o carnaval no Rio. Ela viveu situação semelhante à de Pâmella. Ao não conseguir pagar duas passagens com um único cartão e pedir ajuda, foi multada.
 A guarda já veio pedindo meu CPF, pensei que fosse apenas para fazer um cadastro e me dar informação. Mas ela me entregou uma multa de R$ 170 e ignorou quando pedi que deixasse a gente descer para comprar outro cartão. Fiz o recurso porque achei um abuso, uma forma de usurpar a gente.
Já o técnico em eletrônica gaúcho Juliano Mattos fez tudo certo: comprou dois cartões, para ele e a mulher, e colocou crédito para ir e voltar do Centro ao AquaRio. Na volta, ao fazer uma baldeação obrigatória na Parada dos Navios, foi abordado por um fiscal e multado por um guarda municipal.
"Não sei se, ao passar o cartão na baldeação, fomos cobrados indevidamente. O fato é que eu tinha o comprovante da compra dos nossos bilhetes de ida e volta, com o horário que os adquirimos, e mostrei ao guarda. Ele sabia que não tínhamos feito nada de errado" criticou Juliano.
O diretor de operações do VLT, Paulo Ferreira, alegou que, em pesquisa do Ibope com 600 usuários, o VLT obteve 88% de satisfação. Segundo ele, o que pode ser julgado como uma atitude radical é, na verdade, uma regra que deve ser cumprida.
 Quando você transporta 35 mil passageiros por dia não tem como identificar quem está bem-intencionado e quem não está.
Fonte - Revista Ferroviária  27/03/2017

domingo, 26 de março de 2017

Evento SSA Mapping mobiliza Centro Histórico de Salvador

Arte & Cultura  🎥

A realização do festival é resultado de uma parceria entre as produtoras Baluart e Ilimitado, com o objetivo de movimentar a cena das artes visuais na capital baiana, promovendo aproximação e troca entre artistas e criando diálogo entre artes, intervenção urbana e história. A curadoria é da artista visual paraense Roberta Carvalho.

Da Redação
Secom Ba.
Centenas de pessoas, entre baianos e turistas visitantes do Centro Histórico de Salvador, espaço de tradição cultural da cidade, se reuniram noite de sábado (25), na Praça Municipal, para assistir gratuitamente ao primeiro festival de vídeos realizado pelo evento SSA Mapping, que teve o patrocínio do Governo do Estado, por meio do Fazultura, e da Oi.
Além de trabalhos de artistas visuais do Brasil e do exterior, a programação constou de uma Mostra Aberta, com obras criadas a partir da paisagem e da história do Centro Antigo e do seu entorno, o Rolé Histórico e foi encerrado com o show de ÀTTØØXXÁ e OZ, dupla que bebeu das referências eletrônicas e do pagodão feito nas ruas da Bahia para criar uma seleção de sons suingados presentes no disco BLVCKBVN..
A realização do festival é resultado de uma parceria entre as produtoras Baluart e Ilimitado, com o objetivo de movimentar a cena das artes visuais na capital baiana, promovendo aproximação e troca entre artistas e criando diálogo entre artes, intervenção urbana e história. A curadoria é da artista visual paraense Roberta Carvalho.
O video Mapping (ou projeção mapeada) é uma das mais novas linguagens da arte contemporânea e tem se inserido em um número crescente de eventos ao redor do mundo. Com essa técnica, ainda pouco difundida na Bahia, os artistas realizam projeções em superfícies não-lineares para criar uma espécie de ilusão de ótica, reconstruindo os espaços com formas e movimentos, luzes e cores.
"O Fazcultura segue se renovando na perspectiva de se conectar com as várias linguagens culturais no nosso estado. Na Europa, por exemplo, o Festival Vídeo Mapping já está consagrado há mais de 20 anos. Mais uma vez, o Estado, por meio do Fazcultura traz uma atração dessa qualidade mostrando que o programa abarca, patrocina e faz acontecer para levar ao público e dinamizar a cena cultural que está recheada de projetos que têm atraído o público com sucesso absoluto", disse o superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), Alexandre Simões.

Secom Ba.
Além de Roberta, artistas visuais da Colômbia (Optika VJ), de Santa Catarina (VJ Vigas) e da Bahia (VJ Gabiru) levaram seus trabalhos para a “tela de projeção” – a fachada do Palácio Rio Branco. Para criar as obras, os artistas contaram com a consultoria de conteúdo do historiador Daniel Rebouças, pesquisador da Universidade Federal da Bahia (Ufba).
Também esteve presente no evento, Optika VJ, nome artístico da colombiana Laura Ramirez, artista que já participou de festivais em Roma, Paris e São Paulo e Nova Zelândia, o catarinense Leandro Mendes (VJ VIGAS), que foi campeão de torneios de VJs na Polônia, Cidade do México, Roma, Cidade do Cabo e Istambu e o DJ, VJ, fotógrafo, videomaker, cenógrafo e pioneiro de video mapping na Bahia, DIÁLOGOS – Além da Mostra Principal, o SSA Mapping promove iniciativas que visam estimular a criação artística e a difusão da história do Centro Antigo da capital baiana. Trata-se da Mostra Aberta e do Rolé Histórico.

Fazcultura
Parceria entre as secretarias estaduais de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz), o Fazcultura é um mecanismo que integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural, por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
Com informações da Secom Ba.



Salvador - A TERRA TREMEU

Notícias  🌏

Moradores relatam tremor de terra em Salvador e na ilha - Conforme posts nas redes sociais, a situação foi percebida em diversos bairros da capital baiana, como Brotas, Barra, Pituba, Graça, Rio Vermelho, Paralela, Barris, Subúrbio e Liberdade. Também há relatos na ilha e em algumas cidades do interior da Bahia.

A Tarde
Mila Cordeiro - Ag. A TARDE
Moradores de Salvador e da Ilha de Itaparica relataram que sentiram um tremor de terra neste domingo, 26, por volta das 7 horas. Conforme posts nas redes sociais, a situação foi percebida em diversos bairros da capital baiana, como Brotas, Barra, Pituba, Graça, Rio Vermelho, Paralela, Barris, Subúrbio e Liberdade. Também há relatos na ilha e em algumas cidades do interior da Bahia.
Algumas pessoas não entenderam o que aconteceu, como foi o caso da dona de casa Edinete Anunciação, que estava lavando roupa no quintal de casa no bairro de Periperi e ouviu um barulho estranho. "Pensei que fosse uma trovoada, mas o céu estava sem nuvens. Achei estranho. O som parecia de várias pedras caindo, uma por cima da outra", disse.
As publicações nas redes sociais falam em "explosão", "deslocamento de ar brutal" e "um estrondo".
Apesar dos comentários, não há confirmação dos órgãos oficiais em relação ao fato. A Superintendência de Telecomunicações das Polícias (Stelecom), que também registra ocorrências do Corpo de Bombeiros, informou nesta manhã que não recebeu nenhuma comunicação de tremor em Salvador ou na ilha.
A Defesa Civil de Salvador diz que não há registro de tremor em Salvador. Segundo a assessoria do órgão, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi procurado, mas também não teria notificado nenhuma ocorrência na capital baiana.
O curioso é que enquanto alguns moradores dos bairros supostamente atingidos relatam o fato nas redes sociais, outros dizem que estavam acordados e não ouviram nenhum barulho atípico, nem sentiram tremor de terra.
Fonte - A Tarde 26/03/2017

sábado, 25 de março de 2017

Novos VLTs começam a operar em Moscou

Transportes sobre trilhos  🚄

Cada VLT (Bonde) com três seções, terá piso baixo, capacidade para até 260 passageiros,60 sentados,e será equipado com CCTV, Wi-Fi,e um moderno sistema de informação para os passageiros .

Da Redação
Mosgortrans
A cidade de Moscou iniciou a operação no dia 17 de março,do primeiro VLT (Bonde) da próxima geração que circulará na capital russa, quando o prefeito da cidade, Sergey Sobyanin, colocou dois protótipos de veículos Vityaz-M no serviço de transportes de passageiros.
A Mosgortrans fechou no ano passado um contrato no valor de cerca de 56 bilhões de rublos (US $ 978 milhões) para fornecimento e manutenção por 30 anos,da frota de 300 bondes (VLTs) de piso baixo com uma "joint venture" russa das empresas, Metrowagonmash,Transmashholding,e a PK Transport Systems.
Cada VLT (Bonde) com três seções, terá capacidade para até 260 passageiros,60 sentados,e será equipado com CCTV, Wi-Fi,e um moderno sistema de informação para os passageiros .
As entregas dos veículos,na média de 100 por ano,devem estar concluídas em 2019.
Com informações do International Railway Journal 24/03/2017

Passageiros do metrô do Rio já podem ir da Tijuca à Barra sem trocar de trem

Transportes sobre trilhos  🚇

De acordo com a concessionária que administra o transporte, o tempo da viagem foi reduzido em 10 minutos. O trajeto entre a Barra e o centro passa a ser feito em 30 minutos.Os intervalos entre os trens da Linha 4 serão reduzidos para quatro minutos e 30 segundos, nos horários de maior movimento de passageiros.

Flávia Villela
Repórter da Agência Brasil

foto - ilustração/arquivo
A partir de hoje (25), os passageiros do metrô no Rio de Janeiro poderão ir da Estação Uruguai, Linha 1 na Tijuca, zona norte, até a Estação Jardim Oceânico, na Barra, Linha 4, zona oeste, em meia hora, sem trocar de trem. Antes, os passageiros precisavam fazer a mudança de trens na Estação General Osório, Ipanema, zona sul, para ir para a Barra da Tijuca, zona oeste.
De acordo com a concessionária que administra o transporte, o tempo da viagem foi reduzido em 10 minutos. O trajeto entre a Barra e o centro passa a ser feito em 30 minutos.
O trajeto da Linha 4 vai da Estação Jardim Oceânico até a General Osório, enquanto a Linha 1 vai da General Osório até a Uruguai. A Linha 2 começa na Estação Botafogo, na zona sul, e vai até a Estação Pavuna, na zona norte.
Os intervalos entre os trens da Linha 4 serão reduzidos para quatro minutos e 30 segundos, nos horários de maior movimento de passageiros. Com a integração, os intervalos entre os trens foram reduzidos em dois minutos.
A Linha 4 do metrô iniciou sua operação durante os Jogos Olímpicos, exclusivamente para os participantes do evento, e foi aberta ao público de maneira ampla em setembro do ano passado com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 6h às 21h. Em novembro, passou a operar aos sábados e, em dezembro, de segunda-feira a sábado, das 5h à meia-noite, e aos domingos e feriados, das 7h às 23h, tendo na Estação General Osório o ponto de transferência.
Fonte - Agência Brasil  25/03/2017

Bahia lidera índice de transparência da FGV pelo segundo ano consecutivo

Transparência/Bahia  👀

Pelo segundo ano consecutivo, o conselho baiano alcançou o nível A, o mais alto: de um total de 100 pontos, atingiu 96, mesmo desempenho de Minas Gerais.O resultado supera os números obtidos na última avaliação, quando a Bahia havia alcançado 90 pontos. 

Da Redação
foto - ilustração
O Conselho de Fazenda da Bahia (Consef), órgão colegiado vinculado à Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), ficou em primeiro lugar no Índice de Transparência do Contencioso Administrativo Tributário (iCAT), pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos Fiscais da Fundação Getúlio Vargas (NEF FGV/Direito), que avalia a transparência dos contenciosos administrativos brasileiros estaduais. Pelo segundo ano consecutivo, o conselho baiano alcançou o nível A, o mais alto: de um total de 100 pontos, atingiu 96, mesmo desempenho de Minas Gerais.
O resultado supera os números obtidos na última avaliação, quando a Bahia havia alcançado 90 pontos. A pesquisa da FGV é feita há quatro anos, e, desde que teve início, o desempenho baiano vem melhorando sucessivamente.
Com informações da Secom Ba.  24/03/2017

Analistas discutem delações de Odebrecht sobre chapa Dilma-Temer

Ponto de Vista  🔍

Para o cientista político Leonardo Paz, analista de Inteligência da FGV no Rio de Janeiro e professor de Relações Internacionais do Ibmec/Rio, não foi surpresa o conteúdo das declarações atribuídas a Marcelo Odebrecht:Precisamos ter muito cuidado com o que tem sido revelado. Tudo que se sabe através destas delações é proveniente de vazamentos. Então, o que se tem é o estabelecimento de que a Presidente Dilma Rousseff teve a sua campanha de 2014 abastecida com recursos de Caixa 2 e se procura preservar o então vice-presidente e hoje Presidente Michel Temer. São portanto revelações que precisam ser tomadas com certo cuidado e que não apresentam nenhuma prova.

Sputnik
foto - ilustração
Um analista de Inteligência e um cientista político discutem as delações de Marcelo Odebrecht vazadas para a mídia, incluindo o suposto fato de que a campanha de 2014 de Dilma Rousseff e de Michel Temer teria sido abastecida com recursos provenientes de Caixa 1 e de Caixa 2.
A divulgação de trechos do depoimento do empresário Marcelo Odebrecht ao Ministro Herman Benjamin, relator no Tribunal Superior Eleitoral das ações que pedem a cassação da chapa Dilma-Temer na eleição presidencial de 2014, causou intensa repercussão.
Não só pelo conteúdo do que foi revelado como, principalmente, pelo fato de que as revelações decorreram de vazamentos, prontamente criticados pelo próprio Ministro Herman Benjamin como também pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ministro Gilmar Mendes.
Entre outras citações, Marcelo Odebrecht disse ao ministro do TSE que Dilma Rousseff tinha pleno conhecimento de que sua campanha de 2014 foi abastecida com recursos provenientes de Caixa 1 e de Caixa 2.
De sua parte, a ex-presidente emitiu nota oficial, afirmando que jamais tratou do assunto com Marcelo Odebrecht, sendo totalmente inocente de tais acusações.
Para o cientista político Leonardo Paz, analista de Inteligência da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro e professor de Relações Internacionais do Ibmec/Rio, não foi surpresa o conteúdo das declarações atribuídas a Marcelo Odebrecht:
"De certa maneira, já era esperado o que Marcelo Odebrecht poderia revelar ao Ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral. Ele disse que havia alertado a então Presidente Dilma Rousseff de que o dinheiro fornecido pelo grupo Odebrecht para sua campanha eleitoral de 2014 era proveniente de Caixa 1 e de Caixa 2. Se a presidente sabia ou não, é algo que não poderemos ter certeza, embora ela própria garanta que jamais tratou do assunto com Marcelo Odebrecht. Mas o fato é que já se esperava por algo assim, partindo do empresário, inclusive pelo volume do dinheiro envolvido tanto em Caixa 1 como em Caixa 2."
Leonardo Paz considera ainda prematuro tirar qualquer conclusão sobre o desfecho do julgamento pelo Tribunal Superior Eleitoral das ações que pedem a impugnação e consequente anulação da chapa Dilma —Temer no pleito de 2014, devido às denúncias de recebimento de dinheiro de origem escusa:
"Ainda há muita coisa para ser provada a partir das delações. Mas é indiscutível que estas delações têm servido como ferramentas para a política nacional, abrindo uma caixa (não sei nem mais qual é a cor dela) que não se pode sequer enxergar o fundo. Mas esse risco de o TSE cassar a chapa existe. Até porque, pelo que se sabe através da mídia, a linha de comportamento do Ministro Herman Benjamin, relator dessas ações no Tribunal Superior Eleitoral, induz à suposição de que ele poderá votar pela cassação da chapa. E se a chapa for cassada o Presidente Michel Temer será inevitavelmente afetado."
Por sua vez, o cientista político Carlos Eduardo Martins, professor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), entende ser necessário adotar cautela com o que foi divulgado sobre as revelações de Marcelo Odebrecht:
"Precisamos ter muito cuidado com o que tem sido revelado. Tudo que se sabe através destas delações é proveniente de vazamentos. Então, o que se tem é o estabelecimento de que a Presidente Dilma Rousseff teve a sua campanha de 2014 abastecida com recursos de Caixa 2 e se procura preservar o então vice-presidente e hoje Presidente Michel Temer. São portanto revelações que precisam ser tomadas com certo cuidado e que não apresentam nenhuma prova. São falas de Marcelo Odebrecht que se tornam públicas após quase dois anos de sua prisão e que estão dentro de um certo espírito da Operação Lava Jato de buscar uma punição seletiva para os integrantes do PT e do Governo petista. Então, a meu ver, isto tem de ser visto com uma certa cautela, porque cai muito sob encomenda da atual situação. Busca-se preservar o Michel Temer e culpabilizar a Dilma Rousseff."
Carlos Eduardo Martins enfatiza o fato de que as revelações atribuídas a Marcelo Odebrecht surgiram quase dois anos após a sua detenção decretada pelo Juiz Sérgio Moro, da 13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba, no Paraná, responsável pela Operação Lava Jato:
"O que me parece é que estas declarações de Marcelo Odebrecht são muito mais um fato político do que documental, uma vez que ele não apresenta provas do que diz. Entendo que há, neste momento, um anseio muito grande para que sejam combinadas determinadas forças políticas."
Fonte - Sputnik  24/03/2017

sexta-feira, 24 de março de 2017

Exposição nas estações do metrô celebra aniversário de Salvador

Cultura  🏠

A mostra itinerária, com 10 totens e 20 lâminas, ficará aberta à visitação do próximo dia 27 a 7 de abril na Estação Lapa (27 a 29), Estação Acesso Norte (30 de março a 1° de abril), Estação Pirajá (2 a 4 de abril) e Estação Rodoviária (5 a 7 de abril). O objetivo da mostra é levar o público a fazer uma caminhada no tempo, visualizando panoramas do urbanismo e a arquitetura no passado, para uma compreensão das paisagens urbanas no presente.

Da Redação
foto - Lázaro Menezes
Graça, década de 20 - Acervo Museu Tempostal
Como parte das comemorações do aniversário da capital baiana (29 de março), o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), por meio da Diretoria de Museus, e a CCR Metrô da Bahia apresentam ao público, em quatro estações do metrô, a exposição ‘Salvador 468 anos: Uma Viagem no Tempo’, composta por fotos e postais do acervo do Museu Tempostal (Pelourinho), com imagens desde fins do século 19 a meados do século 20. A iniciativa prevê a realização de uma série de atividades educativas e culturais nas estações do sistema metroviário durante o ano de 2017.
A mostra itinerária, com 10 totens e 20 lâminas, ficará aberta à visitação do próximo dia 27 a 7 de abril na Estação Lapa (27 a 29), Estação Acesso Norte (30 de março a 1° de abril), Estação Pirajá (2 a 4 de abril) e Estação Rodoviária (5 a 7 de abril).

foto - Lázaro Menezes
Largo do Pelourinho, década de 70 - Acervo Museu Tempostal

Comentário Pregopontocom-As duas Kombis,"vermelha e branca",
faziam parte do sistema complementar de transportes da cidade,
reunidas em uma Associação chamada Atanks  ( Associação  de
Transportes Kombis de Salvador).O sistema que era clandestino
foi legalizado devido a grande carência de transporte público na
época na cidade.Esse sistema alguns anos depois foi desativado,
 e entre os motivos,um foi a falta de segurança e o outro grande 
numero de acidentes graves ocorridos com esses veículos. 

O objetivo da mostra é levar o público a fazer uma caminhada no tempo, visualizando panoramas do urbanismo e a arquitetura no passado, para uma compreensão das paisagens urbanas no presente.
A exposição retrata as transformações que a cidade viveu, por meio das mudanças políticas e econômicas desde a Colônia aos períodos contemporâneos. É possível visualizar mudanças e a expansão de ‘Norte a Sul’; do Centro Antigo (do Comércio, Pelourinho à Barra) e bairros do entorno, Nazaré e o Antigo Dique. “Um crescimento que se refletiu na evolução dos meios de comunicação e na vida cotidiana da cidade. Todos esses aspectos estão registrados nessas imagens o acervo que integram a mostra, para contemplação e homenagem à nossa cidade”, afirma a coordenadora do Museu Tempostal, Luzia Ventura.

foto - Lázaro Menezes
Cais do Mercado Modelo,
década de 70 - Acervo
 Museu Tempostal
“Esta mostra comemorativa sugere uma viagem no tempo, um mergulho na nossa história a fim de que possamos acompanhar, via imagens, as transformações que ocorreram principalmente na paisagem urbana e cultural da cidade de Salvador ao longo desses 468 anos”, diz a responsável pelo Núcleo de Articulação da Dimus, Fátima Soledade.
“Resgatar a história da primeira capital do Brasil e suas inúmeras transformações ao longo do tempo tem tudo a ver com o Metrô, que certamente integrará retrospectivas históricas das próximas décadas e séculos, como projeto que mudou a mobilidade e a qualidade de vida em Salvador, o que gradualmente já vem acontecendo”, ressalta o gestor de Atendimento e Operação da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade.
Com informações da Secom Ba.  24/03/2017


foto - Lázaro Menezes
Alfândega e Cais - Acervo Museu Tempostal

Novas linhas são integradas ao Metrô na Estação Acesso Norte a partir deste sábado (25)

Mobilidade  🚏 🚇

A partir deste sábado (25) algumas linhas de ônibus que trafegam pela Avenida Paralela vão estar integradas ao Metrô na Estação Acesso Norte. 

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
Dando continuidade ao processo de integração, o Governo do Estado irá facilitar para que mais pessoas da região Metropolitana possam ser beneficiadas para utilizarem o Metrô. A partir deste sábado (25) algumas linhas de ônibus que trafegam pela Avenida Paralela vão estar integradas ao Metrô na Estação Acesso Norte.
Para que a integração aconteça de forma gratuita o usuário terá que estar de posse do cartão Metropasse ou do cartão do Metrô, ou seja, o cidadão pagará a tarifa no ônibus e não precisará pagar mais nada no Metrô e na volta ele pagará no Metrô e complementará com a diferença no ônibus caso a tarifa seja diferente.
A partir do dia primeiro de abril, estas mesmas linhas deixarão de ir ao Terminal de ônibus da Lapa e ao Terminal da Barroquinha, pois terão o seu retorno na Estação Acesso Norte. Em caso de dúvida, os usuários podem procurar os orientadores da equipe CCR Metrô Bahia que estarão de prontidão na Estação Acesso Norte.

Relação das novas linhas que se integram ao metrô na Estação Acesso Norte:

8081URB       - (CAMAÇARI-ESTAÇÃO DA BARROQUINHA VIA BONOCÔ) Tarifa R$ 5,30

883.URB        - (PORTÃO-ESTAÇÃO DA LAPA VIA PARALELA) Tarifa R$ 3,60

883A URB     - (VIDA NOVA-ESTAÇÃO DA LAPA VIA PARALELA) Tarifa R$3,60

883A-2 URB - (VIDA NOVA-ESTAÇÃO DA BARROQUINHA VIA VASCO DA GAMA) Tarifa R$ 3,60.
Com informações da Secom Ba.  24/03/2017

Hong Kong decide retirar do mercado toda a carne importada do Brasil

Economia  🍖

Ao detalhar a decisão para jornalistas, o secretário para Alimentação e Saúde, Ko Wing-man, afirmou que as últimas informações fornecidas por autoridades brasileiras sugerem que “o risco à segurança alimentar não pode ser totalmente descartado”.De acordo com Wing-man, técnicos do Centro de Segurança Alimentar identificaram mais uma fábrica nacional que importou produtos derivados da carne brasileira, além das cinco que já tinham sido identificadas.

Alex Rodrigues
Repórter da Agência Brasil

Ag.Brasil
As autoridades de Hong Kong decretaram o recolhimento de toda a carnes e derivados procedentes dos 21 frigoríficos brasileiros investigados na Operação Carne Fraca. A medida foi anunciada poucos dias depois de o governo local suspender a importação de carne brasileira sob suspeita.
Ao detalhar a decisão para jornalistas, o secretário para Alimentação e Saúde, Ko Wing-man, afirmou que as últimas informações fornecidas por autoridades brasileiras sugerem que “o risco à segurança alimentar não pode ser totalmente descartado”.
De acordo com Wing-man, técnicos do Centro de Segurança Alimentar identificaram mais uma fábrica nacional que importou produtos derivados da carne brasileira, além das cinco que já tinham sido identificadas.
O secretário não informou qual o volume de carne brasileira bovina, suína ou de frango, bem como de seus derivados, pode estar, hoje, à disposição dos consumidores e comerciantes de Hong Kong.
Quanto aos produtos embarcados com destino a Hong Kong antes do próprio governo brasileiro embargar as exportações dos 21 frigoríficos sob suspeita, o secretário disse que eles ficarão retidos na chegada ao porto até que as investigações sejam concluídas.
Wing-man também não precisou quanto tempo durará a suspensão, mas garantiu que a população será devidamente informada sobre todo o processo.
Considerado um dos maiores mercados para a carne brasileira, Hong Kong já tinha proibido, na terça-feira (21), a importação de carne brasileira congelada e refrigerada. Na ocasião, o próprio ministro da Agricultura, Blairo Maggi, incluiu o território semiautônomo chinês no grupo de compradores aos quais o governo brasileiro estava destinando mais atenção. “ China e Hong Kong são os dois pontos que estamos olhando com mais atenção, em permanente contato, respondendo a todas as questões”, disse Maggi. China, como Hong Kong, também já tinha anunciado a suspensão temporária das importações.
Até a noite desta quinta-feira (23), pelo menos 14 países, além da União Europeia, tinham suspendido temporária e integralmente a importação de carne brasileira e seus derivados depois que a deflagração da Operação Carne Fraca pela Polícia Federal (PF), na última sexta-feira (17), trouxe à tona suspeitas de irregularidades na produção e fiscalização do setor.
Onze países e territórios suspenderam temporária e integralmente a importação: Argélia, Bahamas, China, Chile, Egito, Hong Kong, Jamaica, México, Panamá, Qatar e Trinidad e Tobago. Três países suspenderam as importações apenas dos 21 frigoríficos investigados pela PF ou de parte deles: África do Sul, Japão e Suíça. A União Europeia também integra o bloco dos que optaram pela suspensão parcial, proibindo a entrada de produtos provenientes de quatro plantas industriais brasileiras onde eram processadas carne bovina, suína e de aves.
Fonte - Agência  Brasil  24/03/2017

Ferry-Boat tem movimento moderado sentido Salvador/Bom Despacho na manhã desta sexta (24)

Travessia marítima  🚢

O sistema opera com quatro embarcações,- Zumbi dos Palmares, Agenor Gordilho, Pinheiro e Juracy Magalhães Jr.,- com saídas nos horários programados de hora em hora.

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
Os usuários do sistema Ferry-Boat,que realizaram a travessia marítima,Salvador/Bom Despacho,durante a manhã de sexta-feira (24),encontraram o movimento moderado de veículos no Terminal de São Joaquim e tranquilo no sentido Bom Despacho/Salvador para pedestres e veículos.O sistema opera com quatro embarcações,- Zumbi dos Palmares, Agenor Gordilho, Pinheiro e Juracy Magalhães Jr.,- com saídas nos horários programados de hora em hora. A embarcação Anna Nery encontra-se de reserva podendo integrar a operação, caso necessário.
Os usuários que desejarem optar pelo serviço de Hora marcada deverão consultar o site da ITS -portalsits.internacionaltravessias.-,para verificar a disponibilidade de vagas para embarques e adquiri as passagens,realizando o pagamento com cartões de credito ou débito .
Mais informações pelo TEL 071  3032-0475 e pelocac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS 24/03/2017

Ação na faixa de pedestres é realizada no Centro de São Luís (MA)

Trânsito  🚥  🚶

Por repetidas vezes, as educadoras do Detran-MA ocuparam toda a extensão da faixa de pedestres, segurando letras grandes para formar a palavra ‘PARE’ no meio da avenida, fazendo com que motoristas dessem preferência para o pedestre. Durante a ação, também foram feitas abordagens educativas com distribuição de material informativo sobre a importância de respeitar a sinalização de trânsito.

Da Redação
foto - divulgação
Só com um pare deste tamanho para os motoristas respeitarem a faixa”- A frase é da estudante Eduarda Sousa, que usa transporte público e todos os dias tem que passar na faixa de pedestres para chegar à parada de ônibus. Ela se referia à ação do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), realizada nesta quinta-feira (23) na faixa em frente ao Ceprama, na Região Central de São Luís.
Por repetidas vezes, as educadoras do Detran-MA ocuparam toda a extensão da faixa de pedestres, segurando letras grandes para formar a palavra ‘PARE’ no meio da avenida, fazendo com que motoristas dessem preferência para o pedestre. Durante a ação, também foram feitas abordagens educativas com distribuição de material informativo sobre a importância de respeitar a sinalização de trânsito.
O chefe da Divisão de Orientação de Trânsito, Gilmárcio Lopes, reforça que o trabalho de Educação para o Trânsito nas faixas não consiste em uma simples panfletagem, o educador conversa com o motorista e com o pedestre. “O objetivo da ação é sensibilizar, por isso fazemos as abordagens. Acreditamos que São Luís pode ser uma cidade que respeita a faixa de pedestre. Só depende que cada um faça a sua parte”, destacou Gilmárcio.
O advogado Luís Figueiredo foi surpreendido pela ação do Detran-MA quando dirigia e aprovou a iniciativa. “Parar na faixa é um gesto de gentileza e de proteção à vida, mas muitos ainda não têm essa consciência. O Detran-MA está de parabéns. Mudar o comportamento das pessoas é um trabalho de formiguinha, mas é necessário”, disse ele.
O respeito à faixa de segurança vale para motoristas e pedestres. Quem está a pé no trânsito deve usar a faixa para atravessar ruas e avenidas e não tentar chegar do outro lado, forçando a travessia ou em trecho sem a sinalização. Já o motorista deve parar sempre que houver pedestre no bordo da pista na altura da faixa. Deixar de dar preferência de passagem a pedestre é infração gravíssima com penalidade de multa e acréscimo de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Com informações do Gov.do Maranhão (Detran)  23/03/2017