sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Mais 83 linhas passam a fazer parte da integração metrô/ônibus em Salvador

Mobilidade

Nessa primeira fase, que tem início já no domingo, serão 24 linhas integradas. As outras fases acontecem no dia 13 (21 linhas), 20 (21 linhas) e 27 de novembro (17 linhas). “O metrô é ponto estratégico e fundamental dentro da Política Estadual de Mobilidade Urbana e, desde a concepção do projeto, sempre foi pensado como um transporte em rede, interligado aos demais modais para beneficiar o maior número possível de usuários do transporte coletivo”

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
A partir deste domingo (6), até o final de novembro, 83 novas linhas de ônibus serão integradas ao metrô de Salvador, garantindo mais mobilidade ao usuário do transporte público, que pode contar com os dois modais ao custo de apenas uma passagem. Nessa primeira fase, que tem início já no domingo, serão 24 linhas integradas. As outras fases acontecem no dia 13 (21 linhas), 20 (21 linhas) e 27 de novembro (17 linhas). “O metrô é ponto estratégico e fundamental dentro da Política Estadual de Mobilidade Urbana e, desde a concepção do projeto, sempre foi pensado como um transporte em rede, interligado aos demais modais para beneficiar o maior número possível de usuários do transporte coletivo”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Carlos Martins.
A ampliação da integração também vai assegurar mais qualidade ao transporte público, com mais conforto e comodidade nos deslocamentos. “Além da previsibilidade, já que os trens saem de seis em seis minutos, o metrô é mais rápido, confortável e sem risco de engarrafamento. Sem falar que é um meio de transporte movido à energia elétrica limpa e renovável e, portanto, não poluente. A população e a cidade, portanto, só têm a ganhar”, pontuou a superintendente de Mobilidade da Sedur, Grace Gomes.
Atualmente, são 170 linhas urbanas integradas ao metrô, que fazem a conexão nos terminais das estações Retiro, Acesso Norte, Lapa e Pirajá, e 19 linhas metropolitanas, que fazem conexão no Retiro, contemplando as cidades de Dias D’Ávila, Mata de São João, Candeias, Simões Filho, Camaçari, Madre de Deus, São Sebastião do Passé e Lauro de Freitas. O benefício para as urbanas é válido mediante o uso do cartão do metrô ou do SalvadorCard, por um período de duas horas - o cartão do metrô, inclusive, vale também para a integração ônibus-ônibus, desde que entre linhas já integradas e dentro do intervalo de duas horas. Já para as linhas metropolitanas, a integração é válida com cartão do metrô ou Metropasse, por um período de três horas.
A Linha 1 do metrô transporta em média, diariamente, 50 mil passageiros, das 5h à meia-noite. Desde que a integração entrou em vigor, houve um aumento de 120% no número de passageiros. Com a ampliação da integração e o avanço das obras da Linha 2, cujo primeiro trecho será inaugurado em dezembro, do Acesso Norte ao Detran, a demanda esperada é de 500 mil passageiros por dia.
Com informações da Secom Ba.  04/11/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"