quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Representantes do governo francês conhecem projetos de mobilidade da Sedur

Mobilidade

Na pauta do encontro, investimentos para o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e intervenções de acessibilidade para o metrô. Ainda está prevista, na segunda fase do projeto, a construção de um túnel para ligar o Comércio e Lapa (9 km), integrando-se ao metrô. “Vamos mudar a cara de Salvador e conectar toda a cidade por trilhos”, ressaltou Martins.

Da Redação
foto - ilustração/Pregopontocom
Uma comitiva da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), braço do governo francês voltado para a cooperação financeira com o setor público de outros países, reuniu-se com o secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Carlos Martins, nesta terça-feira (27), para conhecer mais detalhes dos projetos de mobilidade coordenados pela Secretaria. “Esse tipo de intercâmbio é fundamental para aprimorarmos nossos projetos e firmarmos novas parcerias, para assegurar os avanços nas obras que já estão em curso e consolidar um plano maior de acessibilidade para toda Bahia”, destacou Carlos Martins.
Na pauta do encontro, investimentos para o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e intervenções de acessibilidade para o metrô. Ainda está prevista, na segunda fase do projeto, a construção de um túnel para ligar o Comércio e Lapa (9 km), integrando-se ao metrô. “Vamos mudar a cara de Salvador e conectar toda a cidade por trilhos”, ressaltou Martins.
O modal, que está em fase de conclusão da Linha 1, com início da operação comercial previsto para o mês que vem, prevê uma série de ações complementares para facilitar o acesso direto da população às estações, sem a necessidade do uso de outros meios de transporte.
Já está em estudo, inclusive, a viabilidade da instalação de teleféricos em pontos estratégicos, bem como a construção de túneis de pedestre - o primeiro irá ligar a estação da Lapa a Barroquinha, com extensão de 400 metros. A estimativa do Governo do Estado é de beneficiar, diariamente, cerca de 240 mil pessoas com os projetos.
AFD - A AFD iniciou suas atividades no Brasil em 2007. A Agência já firmou acordos com governos e prefeituras para contratação de estudos e elaboração de planos estratégicos destinados à mobilidade urbana e tem amplo know-how em projetos de teleféricos (financiou o de Medelín, na Colômbia, o de Quito, no Equador, e também no Rio de Janeiro), tecnologias inovadoras e sistemas de transportes inteligentes.
Com informações da Sedur Ba.  27/10/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"