sábado, 19 de novembro de 2016

Requalificação do Corredor Turístico na orla de Salvador será entregue em março

Infraestrutura Urbana  👪

As obras fazem parte de um conjunto de intervenções que estão sendo executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur) da Bahia,em outros pontos da orla marítima da capital como no Jardim de Alah, Costa Azul e Pituba.

Da Redação
foto -  Pedro Moraes/GOVBA
Um total de R$ 12,6 milhões reais foram disponibilizados pelo Ministério do Turismo ao governo do Estado para a execução das obras que estão com 40% de avanço e previsão de ficarem prontas no primeiro trimestre de 2017. Concluídas, as intervenções no trecho Pituba-Amaralina incluem a recuperação de passeios, balaustrada, e do Jardim dos Namorados.
As obras fazem parte de um conjunto de intervenções que estão sendo executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), em outros pontos da orla marítima da capital como no Jardim de Alah, Costa Azul e Pituba.
Conhecido pelos coqueiros que balançam ao ritmo do vento e pelas dezenas de massoterapeutas que há anos tiram das mãos o sustento das famílias, o Jardim de Alah é um dos pontos da orla que estão sendo requalificados e vai ficar ainda melhor para quem gosta de relaxar o corpo e a mente. No local, estão em fase de implantação itens de acessibilidade como piso tátil, aparelhos de ginástica, alargamento da ciclovia e parque infantil.

foto -  Pedro Moraes/GOVBA
Segurança

Os equipamentos vão promover mais conforto, diversão e segurança aos soteropolitanos e visitantes. Quem caminha diariamente pela região, como o aposentado Vagner Ribeiro, morador do Stiep, reconhece a necessidade das obras. “Essas obras são muito importantes. Agora mesmo, eu estava andando e dois ciclistas pediram pra eu sair da frente. Quer dizer, ter uma via maior e exclusiva para eles e outra para os pedestres é indispensável. Todos os dias estou por aqui. Isso [a obra] vai evitar acidentes com ciclistas e também com veículos”, afirma.
Para a presidente da Associação dos Massoterapeutas do Jardim de Alah, Rosemeire Conceição, que há 11 anos trabalha no local, as intervenções devem aumentar o número de clientes e turistas. “O mundo inteiro vem aqui no Jardim de Alah. Estou achando maravilhoso isso [as obras]. Vai ser muito bom pra gente”, comemora.

Alto padrão
foto -  Pedro Moraes/GOVBA
Durante visita ao canteiro de obras nesta sexta-feira (18), o superintendente de Qualificação Urbanística da Conder, Delly Villasboas informou que as características do Jardim de Alah estão sendo mantidas, respeitando inclusive as atividades desenvolvidas no local. “Ficará uma obra bonita com padrão elevado, conforme as obras que o governo do Estado tem feito. Está sendo executada com a maior cautela e respeito ao meio ambiente. É uma obra para a população”.
Quatro vezes na semana, o florista Joceval Cerqueira caminha e corre entre a Amaralina e o Jardim de Alah. De acordo com ele, o trecho que já foi concluído dá uma ideia de como a obra vai ficar quanto estiver 100% pronta. “Ficou melhor pra se locomover. Além da gente que faz exercício, tem crianças, idosos, pessoas de bicicleta transitando por aqui. Está ficando bem legal”.
No Costa Azul, a ponte sobre o Rio Camaragibe, que deságua no oceano, será alargada para dar mais fluidez ao trânsito. O trecho vai ganhar mais uma faixa em cada sentido. Na Pituba, além de calçadas e contenções, estão sendo construídas escadas para banhistas e rampas para pessoas com mobilidade reduzida. Juntas, as obras contemplam o Corredor Turístico Amaralina - Jardim de Alah.
Com informações da Secom Ba.  18/11/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"