quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Secretários da prefeitura de Aracaju visitam sistema ferroviário da CBTU Maceió

Transportes sobre trilhos

Os secretários de Infraestrutura, Luiz Durval, da Defesa Social e Cidadania, Georlize Oliveira Teles e o superintendente da SMTT, Nelson Felipe, fizeram uma viagem de VLT até o distrito de Fernão Velho, onde observaram o trecho para iniciar estudos no sentido de viabilizar este sistema de mobilidade urbana para a cidade de Aracaju

CBTU

Secretários da prefeitura de Aracaju estiveram na manhã desta quarta-feira visitando o superintendente da CBTU Maceió, Marcelo Aguiar, onde receberam informações sobre toda a operação do sistema ferroviário no trecho compreendido entre Maceió e Lourenço de Albuquerque. Na reunião participou também o secretário de Planejamento da Prefeitura de Maceió, Manoel Messias.
Os secretários de Infraestrutura, Luiz Durval, da Defesa Social e Cidadania, Georlize Oliveira Teles e o superintendente da SMTT, Nelson Felipe, fizeram uma viagem de VLT até o distrito de Fernão Velho, onde observaram o trecho para iniciar estudos no sentido de viabilizar este sistema de mobilidade urbana para a cidade de Aracaju, numa extensão prevista de sete quilômetros.
Durante o encontro, o superintendente da CBTU fez uma explanação sobre a operacionalidade do sistema, a expansão do VLT até o bairro de Jaraguá que deve acontecer até junho do próximo ano, além de novo ramal que chegará até o Shopping Maceió.
Fonte - CBTU  09/12/2015

Um comentário:

  1. P,ra colocar este VLT (veículo leve de trilho) em Aracaju, o lógico seria ter seu terminal no mercado, no centro, como foi com o trem suburbano nos anos 40 e quando chegou os anos 50, a LESTE transferiu o terminal final do mercado pra o bairro Siqueira Campos e como naquele tempo tudo era transportado por trem, era verdura e tudo, o trem começou a perder vez pra o caminhão pau de arara q chegava até o mercado pra comercializar os produtos, mesmo se pagando bem mais caro ao caminhão. E tbm é certo q o traçado ferroviário é arcaico, cheio de sinuosidades, sem oferecer segurança d,uma velocidade a mais, mesmo assim, São Cristovão terá de volta o seu transporte de trilho e até Rita Cacete dará seus 36 km

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"