quinta-feira, 7 de abril de 2016

Energia de Belo Monte já está chegando aos consumidores

Energia

Usina atingirá capacidade máxima em 2019, com 11.233 MW de potência instalada.A primeira turbina a entrar em operação, na Casa de Força Principal (sítio Belo Monte) iniciou a sincronização com SIN no domingo, com capacidade de gerar até 611,1 MW. Uma outra turbina menor, de 38,9 MW, foi sincronizada na Casa de Força Complementar (Sítio Pimental) na segunda-feira (4/4).

Ministério de Minas e Energia
foto - ilustração
A energia elétrica da Usina Hidrelétrica Belo Monte já está chegando às linhas de transmissão do Sistema Interligado Nacional (SIN) desde o último domingo (3/4), informou nesta terça-feira (5/4) a empresa Norte Energia, concessionária do empreendimento. A primeira turbina a entrar em operação, na Casa de Força Principal (sítio Belo Monte) iniciou a sincronização com SIN no domingo, com capacidade de gerar até 611,1 MW. Uma outra turbina menor, de 38,9 MW, foi sincronizada na Casa de Força Complementar (Sítio Pimental) na segunda-feira (4/4).
As duas unidades geradoras estão na fase pré-operação comercial, e a próxima etapa é receber a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para começar a operação comercial, o que deve ocorrer nos próximos dias. No leilão de venda da energia produzida pela usina, em 2010, foram firmados contratos com 27 empresas distribuidoras que atendem consumidores de 17 Estados.
Belo Monte, que terá capacidade instalada total de 11.233 MW, é formada por duas casas de força, sendo a Principal dotada de 18 turbinas tipo Francis, com capacidade de 611,1 MW cada uma, totalizando 11 mil MW. Quando concluída, essa casa de força responderá por 97% da energia do empreendimento.
A Casa de Força Complementar terá seis turbinas do tipo bulbo, com 38,9 MW, e capacidade total de 233 MW. Ou seja, toda a energia que será gerada na casa de força Complementar corresponderá a apenas 38% da capacidade de uma única turbina das 18 que serão implantadas na casa de força principal. O início de suprimento da energia gerada pelo empreendimento, previsto nos contratos, é proporcional à motorização da usina, que se encerrará no final de 2018. Em janeiro de 2019, com sua potência máxima instalada, Belo Monte iniciará a operação comercial de sua última turbina.
Com informações do Ministério de Minas e Energia  06/04/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"