quarta-feira, 22 de junho de 2016

Primeiro relatório global do Centro RIO+ é lançado hoje (22) na África

Sustentabilidade

Para apoiar a formulação de políticas para o desenvolvimento sustentável e trazer uma análise atualizada sobre as iniciativas inovadoras que florescem em todo o continente africano, o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD (Centro RIO+) e o Centro Regional do PNUD para a África lançaram nesta quarta-feira, 22 de junho, em Gaborone, capital da Botsuana, o primeiro relatório global do Centro RIO+.

Revista Amazônia
Capa do relatório do Centro RIO+.
Foto - ONU/A. Purcell
Tornar o desenvolvimento sustentável uma realidade até 2030 exigirá uma transformação substancial nas práticas atuais de desenvolvimento. O aumento significativo do número e da qualidade de iniciativas para o desenvolvimento social na África traz esperança renovada e entusiasmo, estabelecendo bases mais sólidas para a sustentabilidade. Esta mudança positiva pode ser uma poderosa força para que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) sejam cumpridos até o prazo de 2030.
Para apoiar a formulação de políticas para o desenvolvimento sustentável e trazer uma análise atualizada sobre as iniciativas inovadoras que florescem em todo o continente africano, o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD (Centro RIO+) e o Centro Regional do PNUD para a África lançaram nesta quarta-feira, 22 de junho, em Gaborone, capital da Botsuana, o primeiro relatório global do Centro RIO+.
O relatório “Proteção Social para o Desenvolvimento Sustentável: Diálogos entre África e Brasil” foi lançado em um evento da União Africana dedicado à elaboração do novo protocolo africano sobre desenvolvimento sustentável.
A publicação global baseia-se nas contribuições e recomendações do Seminário Internacional sobre Proteção Social realizado em Dacar, capital do Senegal, em abril de 2015, fruto da colaboração do PNUD (Centro RIO+ e Centro Regional para a África), a União Africana e os governos do Senegal e do Brasil.
As recomendações do evento de Dacar foram posteriormente aprovadas e adotadas pelos ministros africanos na primeira sessão do Comitê Técnico Especializado sobre o Desenvolvimento Social, Trabalho e Emprego e na Vigésima Quinta Sessão Ordinária da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da União Africana.
O evento de Dacar identificou uma demanda crescente por análise atualizada de políticas inovadoras e criativas para o desenvolvimento sustentável e por mais diálogo entre a África e o Brasil sobre iniciativas para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Serviço:
Página do relatório global do Centro RIO+ (em inglês): -https://riopluscentre.org/sp4sd/-
Página de publicações globais do PNUD: -www.undp.org/content/undp/en/home/librarypage/poverty-reduction/-

Sobre o Centro RIO+
O Centro RIO+ foi criado como um legado da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) com o objetivo de manter vivos os compromissos para o desenvolvimento sustentável, tanto no debate público quanto na tomada de decisão.
Fundado em junho de 2013 na cidade do Rio de Janeiro como uma parceria entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Governo do Brasil, o Centro RIO+ é um dos seis centros globais de excelência do PNUD, trabalhando em estreita colaboração com o Departamento de Apoio a Políticas e Projetos em Nova York e com os escritórios nacionais do PNUD em 166 países.
O Centro RIO+ é um polo mundial de convergência de ideias e ações para o desenvolvimento sustentável, produzindo análises e evidências para os escritórios nacionais do PNUD e para os países do Sul Global, para apoiar a implementação de políticas públicas e fortalecer o envolvimento dos cidadãos nos debates internacionais sobre os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.
Fonte - Revista Amazônia 22/06/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"