quarta-feira, 13 de julho de 2016

Bahia avança na implantação da rede própria de fibra ótica

Ciência & Tecnologia

Foi realizada uma reunião na tarde desta terça-feira (12) na sede da Secretaria de Ciência,Tecnologia e Informação (Secti) em Salvador,com o objetivo de iniciar a avaliação e detalhamento das operações e encaminhamentos necessários para fundir as redes de fibra ótica da concessionária responsável pela construção e operação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas e do governo estadual. 

Da Redação
foto - ilustração
A implantação da rede própria de fibra ótica do Estado - Infovia Digital da Bahia – foi discutida durante reunião, na tarde desta terça-feira (12), na sede da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação (Secti), em Salvador. Representantes da Secti, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) e da CCR Metrô Bahia participaram do encontro
O encontro teve o objetivo de iniciar a avaliação e detalhamento das operações e encaminhamentos necessários para fundir as redes de fibra ótica da concessionária responsável pela construção e operação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas e do governo estadual. “Como a fibra da administração estadual está em um longo trecho, é passível de ser interrompida ou mesmo bifurcada. Desta forma, a fibra do metrô vai funcionar como via adicional para que a informação possa trafegar, inclusive, em casos de acidente”, disse o coordenador geral de Infraestrutura de TI da Secti, Grinaldo Oliveira.

Primeiros 300 pontos
Segundo ele, a primeira fase da Infovia está em processo de implantação, coordenado pela Secti, com execução da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb). O passo que falta à rede própria de fibra ótica é conectar os 300 pontos iniciais, instalados em órgãos e autarquias da administração estadual, o que deve ocorrer até novembro deste ano.
No início de maio, a secretaria assinou o contrato com a empresa IPQ, que está executando o serviço de ligação desses primeiros 300 pontos, migrando uma rede que atualmente está limitada à velocidade média de 512kb até 1mb para uma conexão de alta velocidade, que pode atingir até um 1gb, o que representa até duas mil vezes a capacidade atual da rede. Salvador, ao final da implantação prevista para ocorrer em 2017, terá 600 pontos.
Com informações da Secom Ba. 12/07/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"