quinta-feira, 24 de março de 2016

Tarifas de ônibus urbanos e semiurbanos terão aumento de R$ 0,30 em São Luís (Ma)

Transportes

Tarifa de ônibus aumenta em R$ 0,30 em toda Região Metropolitana de São Luís a partir de sexta-feira.Segundo a SMTT, o reajuste partiu dos empresários que estiveram pressionando a Prefeitura Municipal para autorizar o reajuste. Os empresários dizem estar acumulando prejuízos mensais e não terem condições de pagar os salários dos funcionários

Rodrigo Santos - O Imparcial

Em reunião na tarde desta quarta-feira, na Associação Comercial de São Luís, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET), Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB) decidiram pelo reajuste no preço das tarifas do transporte coletivo em São Luís em 11,8%.
Segundo a SMTT, o reajuste partiu dos empresários que estiveram pressionando a Prefeitura Municipal para autorizar o reajuste. Os empresários dizem estar acumulando prejuízos mensais e não terem condições de pagar os salários dos funcionários. O mês de abril, de acordo com o Sindicato, não poderia ser pago sem o reajuste das passagens.
De acordo com Canindé Barros, secretário da SMTT, desde a última paralisação dos rodoviários vem negociando com o Sindicato.
“Nós estávamos negociando com o sindicato, entramos na justiça para circular pelo menos os 70% da frota, conseguimos normalizar e agora repassamos a inflação que equivale a 11,8%, para não atrasar os salários e nem combustível que já aumentou 4 vezes”, contou o secretário.
A porcentagem de reajuste, segundo os empresários, tem como objetivo suprir a defasagem do valor das passagens em São Luís com relação aos valores praticados em outras capitais do país.


Frota renovada
Ainda de acordo com Canindé Barros, quanto à qualidade no transporte público, a prefeitura tem o objetivo de renovar toda a frota.
“De 980 ônibus novos, 380 já circulam pela cidade, ou seja, já houve um aumento na média de 5.6. Existem empresas que têm ônibus acima de 10 anos de uso. Todas terão que renovar a frota!” enfatizou Canindé.

Licitação
O secretário Canindé Barros ainda anunciou que a licitação para o transporte público terá edital aberto na próxima semana.
“Nós estamos em busca de transporte de qualidade. Na próxima semana, no máximo, já será aberto o edital para empresas especializadas em transporte de passageiros interessadas em participar da licitação das novas linhas de ônibus”, disse o secretário.
De acordo com a assessoria da MOB, o reajuste é uma readequação tarifaria com base em planilhas que legisla a passagem urbana.
Os reajustes foram nas linhas de São Luís, administradas pela SMTT e da Região Metropolitana de São Luís, administradas pela MOB.
Os valores das tarifas não aumentam desde março de 2015, quando houve reajuste de 16% nas tarifas. Após três dias de protestos, a prefeitura anunciou redução de R$ 0,20 no valor do reajuste das tarifas.

Os aumentos nas tarifas entram em vigor a partir de sexta-feira.
Confira tabela:
Linhas Urbanas - R$ 1,90 vai para R$ 2,20 - R$ 2,20 vai para R$ 2,50 - R$ 2,60 vai para R$ 2,90

Linhas Semi-Urbanas - R$ 2,60 vai para R$ 2,90 - R$ 2,80 vai para R$ 3,10 (com ar-condicionado)

Progressão da passagem
Um levantamento que O Imparcial teve acesso demonstra que São Luís possui uma das tarifas mais baixas do Brasil com base nos preços das passagens nos últimos 16 anos. Separamos algumas cidades para comparar, levando em conta a regionalidade (são 15 capitais do Norte e Nordeste do país).
Em 2001, a passagem de São Luís era a quinta mais barata, custando em média R$ 0,998. Somente quatro capitais praticavam preços menores: Belém (R$ 0,85), Natal (R$ 0,95), João Pessoa (R$ 0,85) e Recife (R$ 0,90).
Em 2002, houve uma inversão. São Luís passou a ter uma das mais caras passagens. A média era o segundo maior valor, ficando atrás apenas de Fortaleza.
Em 2003, nova reviravolta, com a passagem local custando, em média, R$ 1,314 (a 7º mais barata). Em 2006 (dez anos atrás), a passagem ludovicense era a 3º mais barata, custando, em média R$ 1,576 (atrás apenas de Belém e Teresina).
Na gestão João Castelo e na gestão Edivaldo Holanda Júnior, a passagem de São Luís se manteve como a mais barata das 15 capitais do levantamento. Em 2012 (último ano de Castelo), a passagem média era R$ 1,981 (a que mais se aproximava era a tarifa de Teresina, custando R$ 2,10). O preço se manteve estável em 2013, tendo como mais próximas as capitais Teresina (R$ 2,10) e Fortaleza (R$ 2,00).
Em 2014, subiu, mas, mesmo assim, ficou abaixo de todas as outras: R$ 1,998 (as mais próximas eram as tarifas de Teresina e Macapá, a R$ 2,10).
Em 2015 e 2016, novas subidas (R$ 2,350 e R$ 2,511), porém sempre abaixo de outros preços.

Evolução da passagem em São Luís
Norte e Nordeste (15 capitais)

2001 – 5º mais barata
R$ 0,998 (atrás apenas de Belém, Natal, João Pessoa, Recife)

2002 – 2º mais cara
R$ 1,314 (a frente apenas de Fortaleza)

2003 – 7º mais barata
R$ 1,314

2006 – 3º mais barata
R$ 1,576 (atrás apenas de Belém e Teresina)

2012 – mais barata
R$ 1,981 (a mais próxima era a tarifa de Teresina, custando R$ 2,10)

2013 – mais barata
R$ 1,981 (as mais próximas eram as tarifas de Teresina, a R$ 2,10, e Fortaleza, a R$ 2,00)

2014 – mais barata
R$ 1,998 (as mais próximas eram as tarifas de Teresina e Macapá, a R$ 2,10)

2015 – mais barata
R$ 2,350 (as mais próximas eram as tarifas de Belém e Fortaleza, a R$ 2,40 cada, e Natal, a R$ 2,35)

2016 – mais barata
R$ 2,511 (a mais próxima é a de Porto Velho, a R$ 2,60)
Fonte - O Imparcial  23/03/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"