sexta-feira, 11 de março de 2016

Cem mil embarques já foram realizados na Estação metroviária de Pirajá

Metrô de Salvador

Desde que entrou em operação, em junho de 2014, o sistema metroviário da capital baiana registrou mais de 15 milhões de embarques.Nos horários de pico, a Estação Pirajá é capaz de embarcar até 20 mil pessoas por hora, mas, por enquanto, o fluxo diário tem sido em torno de 2,5 mil embarques. 

Da Redação
foto - ilustração/CCR Metrô Bahia
Com mais de 100 mil embarques desde a inauguração, há pouco mais de dois meses, a Estação Pirajá é a que tem maior capacidade entre as oito estações da Linha 1 do metrô. Nos horários de pico, a estrutura é capaz de embarcar até 20 mil pessoas por hora, mas, por enquanto, o fluxo diário tem sido em torno de 2,5 mil embarques. Quem usufrui das instalações com frequência, como a gerente de salão de beleza, Rose Souza, aprovou o investimento. “Uso o metrô quase que diariamente. A limpeza, o tratamento dos funcionários, o cuidado conosco para que a gente não ultrapasse a linha amarela e entre em atrito com o trem, está tudo perfeito. A climatização e a segurança também são muito boas”.
Desde que entrou em operação, em junho de 2014, o sistema metroviário da capital baiana registrou mais de 15 milhões de embarques. A exemplo das outras estações, para garantir mais tranquilidade aos passageiros, a de Pirajá possui todos os itens de segurança e primeiros socorros, inclusive, desfibriladores para quem tiver uma parada cardiorrespiratória e necessitar de reanimação.
De acordo com o gerente de atendimento da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade, desde que o equipamento foi inaugurado, tudo tem transcorrido dentro da normalidade. “Não tivemos nenhuma ocorrência de segurança pública dentro das instalações do metrô. Temos uma equipe de agentes de atendimento em segurança muito capacitada, que recebeu treinamento de três meses para poder atuar, orientar e atender aos usuários. Tivemos, sim, ocorrência de mal súbito. Alguém que acaba passando mal, então a equipe está preparada para socorrer e atender”.

Acessibilidade
foto - ilustração/CCR Metrô Bahia
Além do sistema de som e das câmeras de videomonitoramento, a acessibilidade foi proporcionada, tanto na Estação, quanto no Terminal Pirajá, de onde partem os ônibus. Elevadores, assentos, rampas, piso tátil e corrimões ajudam pessoas que têm algum tipo de deficiência. Moradora do bairro Vila Canária, a manicure Silmara Santos utiliza regularmente o ônibus e o metrô a partir de Pirajá. Para ela, que é mãe da cadeirante Ismara, 18 anos, a estrutura do novo terminal é bastante superior a do anterior que, na opinião dela, “era muito ruim”. “Melhorou o jeito da gente se locomover aqui. A acessibilidade ficou bem melhor”.
Para deixar as estações e terminais ainda mais confortáveis e atrativos, começaram a ser implantados quiosques que comercializam diversos produtos, de alimentos a presentes. De acordo com Hamilton Trindade, os interessados em espaços comerciais administrados pela CCR Metrô Bahia podem entrar em contato com a concessionária. “Ainda há espaço [em todas as estações]. O requisito é que a pessoa já tenha experiência em empreendimento, algum negócio que ele já tenha. Basta ligar para o telefone (71) 3432-7777 para obter as informações necessárias”.

BAxVI
No próximo domingo (13), tem BAxVI na Arena Fonte Nova e o metrô vai funcionar em horário especial, das 13h às 19h. Após reunião da CCR Metrô Bahia com os diretores dos dois times e a Polícia Militar, ficou decidido que, na ida para o estádio, os torcedores do Bahia, que têm mando de campo, poderão embarcar pela Estação Acesso Norte e os do Vitória, em qualquer uma das outras estações. Após a partida, os tricolores poderão embarcar pela Estação Campo da Pólvora e os rubro-negros pela Estação Brotas, ambas bem próximas da Arena.
Com informações da Secom  11/03/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"