terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Conder avança na requalificação urbana do entorno da Arena Fonte Nova

Urbanismo

O investimento é de R$ 10,5 milhões em todo o projeto com recursos dos governos estadual e federal para a substituição de meio-fio, demolição dos passeios antigos e construção de novos em concreto lavado, com piso podotátil e granito polido, assim como rampas de acessibilidade.Faz parte do projeto o cuidado com a preservação das áreas verdes e a manutenção do conjunto de árvores ao longo do percurso da obra.

Da Redação
foto - Ascom Dircas/Conder
A requalificação urbana do entorno da Arena Fonte Nova chegou à Avenida Castelo Branco, no Vale de Nazaré. A obra, que vai beneficiar as ruas na poligonal ao redor do estádio, está sendo executada pela Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas) da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). As intervenções fazem parte do Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador e segue projeto elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur).
O investimento é de R$ 10,5 milhões em todo o projeto com recursos dos governos estadual e federal para a substituição de meio-fio, demolição dos passeios antigos e construção de novos em concreto lavado, com piso podotátil e granito polido, assim como rampas de acessibilidade. “Para facilitar o acesso de pedestres e pessoas com necessidades especiais, está sendo construída, ao longo do passeio, uma faixa exclusiva de serviços, onde serão colocados postes e lixeiras”, explica Maurício Mathias, titular da Dircas/Conder. A proposta é oferecer, à população, passeios e calçadas de acordo com as normas de acessibilidade. Além disso, em alguns trechos das cinco vias contempladas pelo projeto será implantada nova pavimentação.

Áreas verdes
Faz parte do projeto o cuidado com a preservação das áreas verdes e a manutenção do conjunto de árvores ao longo do percurso da obra. Segundo Maurício Mathias, houve a necessidade de adequar o projeto para preservar as antigas árvores e também ampliar o espaço da vegetação no local. “Construímos uma rampa invertida (com elevação) para transpassar a raiz de uma das amendoeiras, na altura da Fonte do Tororó e, assim, garantir sua preservação”, exemplificou.
A obra de requalificação urbana no entorno da Arena Fonte Nova teve início na Avenida Presidente Costa e Silva, entre o estádio, seguindo até a Estação da Lapa. “Vamos finalizar este trecho com a relocação dos postes para liberar a faixa de percurso para os pedestres”, explica o diretor.
As intervenções vão acontecer também a partir da Avenida Vasco da Gama, tangenciando o Dique do Tororó, até a Arena Fonte Nova, em toda a Rua Djalma Dutra, e na Avenida J.J. Seabra, entre a Sete Portas e a Estação Aquidabã.
Com informações da Sedur Ba.  23/02/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"