sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Oposição neoliberal votou contra a diminuição do número dos Ministérios

Política

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de terça-feira, 16, o texto-base da Medida Provisória do Governo que prevê a reforma administrativa. Uma das medidas contempladas por essa reforma é a redução do número de Ministérios, de 39 para 31.

Sputnik
imagem-Sputnik
Dilma Rousseff anuncia reforma administrativa com corte de 8 ministérios e redução de gastos em contratação e salários
O Deputado Federal Ênio Verri, do PT do Paraná, analisa a medida e a sua tramitação, destacando que houve um amplo apoio, “inclusive um partido que estava se colocando claramente como oposição, o Partido Socialista Brasileiro – PSB, também votou favorável, e tivemos ampla maioria dos votos”.
“O que nos surpreendeu foi o papel ocupado pela oposição, que escolheu um novo líder, e esse novo líder, Antônio Imbassay, disse à imprensa nacional que nas pautas que favorecessem o Brasil eles não fariam uma oposição irresponsável – e votaram contra. Votaram contra a redução dos Ministérios, contra a redução dos cargos comissionados, o que nos surpreendeu, porque a oposição no Brasil é neoliberal, defende o Estado mínimo, defende, inclusive, o fim do Estado. Eles olham só sob a lógica da iniciativa privada, e no momento em que estamos votando pela redução dos Ministérios, o que é benéfico, devido à conjuntura em que vivemos e vai muito mais em direção ao conceito deles do que ao nosso, votaram contra.”
Segundo ainda o Deputado Ênio Verri, isso mostra que o discurso da oposição continua sendo um e “na prática é absolutamente irresponsável contra o Brasil”.
“A verdade é que em nenhuma votação eles ultrapassaram os 100 votos, o que fez com que o Governo tivesse uma vitória respeitável em todas as votações e emendas apresentadas.”
Fonte - Sputnik  18/02/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"