sábado, 11 de março de 2017

Novas regras para transporte aéreo começam a valer terça-feira

Transporte Aéreo  ✈

As empresas ainda estão definindo como será feita a cobrança de bagagens, portanto, os passageiros devem se informar antes de comprar a passagem, já que cada operador aéreo terá liberdade para decidir a estratégia de mercado que irá adotar. A possibilidade de cobrança de bagagens vai valer para quem comprar passagem a partir de terça, ou seja, quem já tiver comprado o bilhete antes desse dia não vai sofrer as alterações.

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

foto - ilustração/arquivo
Na próxima terça-feira (14), começam a valer as novas regras para o transporte aéreo de passageiros no país, aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Uma das mudanças mais polêmicas é a que permite que as companhias aéreas passem a cobrar dos passageiros pelas bagagens despachadas.
As empresas ainda estão definindo como será feita a cobrança de bagagens, portanto, os passageiros devem se informar antes de comprar a passagem, já que cada operador aéreo terá liberdade para decidir a estratégia de mercado que irá adotar. A possibilidade de cobrança de bagagens vai valer para quem comprar passagem a partir de terça, ou seja, quem já tiver comprado o bilhete antes desse dia não vai sofrer as alterações.
O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) orienta os passageiros a ficarem atentos às regras de cada companhia aérea em relação à cobrança de bagagens. “Além da pesquisa de preço que o consumidor já fazia, ele vai ter que verificar como é o procedimento para despachar as bagagens, porque as empresas podem fazer do jeito que elas quiserem. Ele vai ter que programar quanto vai levar de bagagem na ida e na volta, para pesquisar se aquela companhia aérea está ofertando uma franquia que seja boa para ele”, alerta a advogada do Idec, Claudia Almeida.
Além da liberdade para a cobrança da bagagem despachada, a Anac determinou que a franquia da bagagem de mão deve passar de 5 quilos para 10 quilos. Para a advogada, a mudança vai fazer com que as companhias aéreas tenham um rigor maior com a verificação da bagagem levada na cabine, e haverá uma tendência maior dos consumidores de querer levar mais coisas na mala de mão, para não ter que pagar pelo despacho.
O fim da franquia de bagagens está sendo questionado na Justiça pelo Ministério Público Federal e pela Ordem dos Advogados do Brasil. Além disso, o Senado aprovou um projeto proibindo o fim da franquia, mas a matéria ainda tem que ser analisada pela Câmara dos Deputados.

Empresas
A GOL e a Azul anunciaram que terão uma classe tarifária mais barata para aqueles clientes que não despacharem bagagens. A Latam disse que continuará com a franquia de 23 quilos nos próximos meses, mas ainda este ano passará a cobrar R$ 50 pela primeira mala e R$ 80 pela segunda mala despachada nos voos domésticos. A Avianca disse que não vai cobrar pelo despacho de bagagens no início da vigência da nova resolução, pois prefere estudar essa questão mais profundamente durante os próximos meses.
Atualmente, as companhias são obrigadas a oferecer um limite de bagagem sem custo para os passageiros (23 quilos, no caso de voos domésticos, e duas malas de 32 quilos para voos internacionais). Com a mudança, as empresas terão total liberdade para oferecer passagens com ou sem franquia, que poderá ser contratada na hora da compra da passagem ou no momento do check-in.

Outras mudanças

Além da mudança em relação às bagagens, haverá outras alterações para quem comprar a passagem a partir de terça-feira. Nos anúncios de venda, por exemplo, as empresas deverão informar o valor total a ser pago pelo consumidor, já incluídas as taxas aeroportuárias e tarifas de embarque. Além disso, no caso da venda pela internet, produtos e serviços adicionais não podem estar pré-selecionados, para que o consumidor não acabe comprando algo sem querer.
Com as novas regras, o consumidor terá 24 horas para desistir da compra da passagem sem ônus, no caso de bilhetes comprados com mais de sete dias antes da data do voo. “Para o Idec, isso ainda está aquém do que prevê o Código de Defesa do Consumidor, que estabelece sete dias para o cancelamento da compra”, diz Cláudia. As mudanças de horário, itinerário ou conexão no voo pela companhia devem ser avisadas com antecedência mínima de 72 horas ao passageiro. Se a alteração for superior a 30 minutos, o passageiro tem direito a desistir do voo.
Além disso, as multas para alteração da passagem ou reembolso não podem ultrapassar o valor pago pela passagem.
Outra mudança é que as empresas não poderão mais cancelar automaticamente o trecho de retorno quando o passageiro avisar que não fará uso do trecho de ida. Ou seja, se o passageiro perder o voo de ida, ele pode utilizar o trecho de volta, desde que avise à companhia aérea. A indenização para os casos em que a empresa deixar de embarcar o passageiro, por overbooking, por exemplo, será de cerca de R$ 1 mil para voos domésticos e R$ 2 mil para internacionais.
Se houver extravio de bagagens, o prazo de restituição passa de 30 dias para sete dias, no caso de voos domésticos. Para voos internacionais, o prazo permanece em 21 dias. A empresa deverá ressarcir os passageiros que estiverem fora de seu domicílio pelas despesas em função do extravio de bagagens, como compra de roupas outros itens necessários.
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que poderá intervir caso as empresas aéreas não ofereçam boas condições aos consumidores, depois que as novas regras para o transporte aéreo de passageiros entrarem em vigor. “A fiscalização da agência será intensificada para que todas as regras sejam efetivamente cumpridas. Estamos engajados para que realmente essas medidas funcionem também no Brasil, como já funcionam no restante do mundo”, informou a Anac, em nota.

Veja a lista das novas regras da Anac:

Antes do voo:
- As empresas aéreas deverão informar o valor total a ser pago pelo consumidor no anúncio da passagem, já incluídas as taxas aeroportuárias e tarifas de embarque
- O consumidor deve ser informado sobre as principais regras de alteração do contrato, o valor do reembolso, tempos de voo e conexão e regras de bagagem, como valor de excesso e franquia praticada pela empresa
- Na hora da venda da passagem, serviços e produtos adicionais não podem estar pré-selecionados, para evitar que o consumidor acabe comprando sem querer um serviço
- As empresas devem oferecer passagens com regras mais flexíveis para alterações. Pelo menos uma das opções de passagem deve garantir 95% de reembolso ao passageiro no caso de mudanças
- As multas para alteração da passagem ou reembolso não podem ultrapassar o valor pago pela passagem
- As empresas deverão corrigir erros na grafia do nome do passageiro sem ônus, para evitar problemas de embarque e cobranças indevidas
- O consumidor terá 24 horas para desistir da compra da passagem sem ônus, no caso de passagens compradas com mais de sete dias antes da data do voo
- As mudanças de horário, itinerário ou conexão no voo pela companhia devem ser avisadas com antecedência mínima de 72 horas ao passageiro. Se a alteração for superior a 30 minutos, o passageiro tem direito a desistir do voo
- As empresas aéreas não são mais obrigadas a oferecer franquia de bagagens aos passageiros. As companhias poderão decidir qual franquia de bagagem oferecer e o consumidor poderá escolher o serviço
- A franquia da bagagem de mão passa de 5 quilos para 10 quilos, observado o limite de volume e as regras de segurança da Anac
- As empresas deverão oferecer informações mais claras sobre o pagamento de excesso de bagagem, para evitar o “fator surpresa” no despacho da bagagem. Atualmente, o preço do excesso depende da tarifa comercializada em cada voo. Com a mudança, o passageiro deverá saber quanto vai pagar pelo excesso na hora da compra da passagem
- As empresas devem apresentar regras mais claras sobre procedimentos e documentação para embarque
- Os passageiros devem cumprir requisitos para embarque, como documentos, vistos, vacinas, etc, e deve atender instruções e avisos

Durante o voo:
- O passageiro deve informar a empresa aérea se carrega na bagagem bens de valor superior a cerca de R$ 5,2 mil. O objetivo é evitar conflitos em casos de extravio de bagagem e facilitar eventuais indenizações
- As empresas não poderão cancelar automaticamente o trecho de retorno quando o passageiro avisar que não fará uso do trecho de ida. Ou seja, se o passageiro perder o trecho de ida, ele pode utilizar o trecho de volta, mediante aviso à companhia aérea. A regra vale para voos domésticos
- Caso a empresa deixe de embarcar o passageiro, por overbooking, por exemplo, ele deve ser indenizado em cerca de R$ 1 mil para voos domésticos e R$ 2 mil para internacionais
- A Anac decidiu manter os direitos dos passageiros no caso de atrasos ou cancelamentos de voos, como comunicação, alimentação, transporte e hospedagem. Mas houve alteração na regra: a hospedagem em hotel deve ser oferecida pela empresa apenas em caso de necessidade de pernoite. Em outros casos, a acomodação pode ser feita em outros locais, como nas salas VIP dos aeroportos

Depois do voo:
- As bagagens extraviadas devem ser restituídas em até sete dias para voos domésticos. Atualmente, o prazo é de 30 dias. Para voos internacionais, o prazo permanece em 21 dias
- As despesas do passageiro em função do extravio de bagagem, como compra de roupas e itens necessários, devem ser ressarcidas, no caso de passageiros que estejam fora de seu domicílio. O passageiro deve ser indenizado em até sete dias após o registro do extravio
Fonte - Agência Brasil  11/03/2017

Governador Rui Costa autoriza em Seabra a construção da Barragem de Baraúnas

Infraestrutura Hídrica  🌊

Acompanhado do secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, Rui destacou que o projeto da Barragem de Baraúnas começou em 2012/2013, quando ele ainda era secretário da Casa Civil. “Eu pedi que a presidente Dilma incluísse esta obra no Programa de Aceleração do Crescimento [PAC], e ela garantiu a realização da obra.

Da Redação
foto -  Mateus Pereira/GOVBA
O início da obra da Barragem de Baraúnas, no valor de R$ 92 milhões, para garantir a segurança hídrica para mais de 65 mil baianos, foi autorizado pelo governador Rui Costa nesta sexta-feira (10), no município de Seabra, na Chapada Diamantina. O governador autorizou também a implantação de uma adutora do sistema de água de Seabra, em outro investimento de mais de R$ 400 mil, e a reforma e ampliação de 15 sistemas de abastecimento, beneficiando mais de cinco mil famílias.
Acompanhado do secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, Rui destacou que o projeto da Barragem de Baraúnas começou em 2012/2013, quando ele ainda era secretário da Casa Civil. “Eu pedi que a presidente Dilma incluísse esta obra no Programa de Aceleração do Crescimento [PAC], e ela garantiu a realização da obra. De lá para cá, nós tivemos todo o trâmite até a licitação. O mais importante é que hoje a gente está vindo aqui para assinar essa ordem de serviço, que vai beneficiar também Boninal e Piatã. Todos os municípios da região ganham com isso. O prazo de conclusão é de aproximadamente 18 meses”.
Ainda em Seabra, o governador visitou as obras do Hospital Regional da Chapada Diamantina, entregou oito viaturas das polícias Civil e Militar para municípios da região e título de terra para a Comunidade Quilombola de Capão das Gamelas. Rui também autorizou dois convênios com associações de produtores rurais da região, por meio do Programa Bahia Produtiva.
Edilson Jorge da Silva, 48 anos, morador da comunidade quilombola, recebeu o título da terra onde 77 famílias já tiveram uma produção diversificada, mas que hoje produzem apenas mandioca. “Já produzimos arroz, feijão e milho. Tinha muito brejo, mas secou tudo. Este título traz muitos benefícios, porque garante projetos do governo e que a terra é nossa. Agora ninguém pode tomar”, comemorou.
Já Hildete Rosa, moradora de Riacho das Palmeiras, assinou convênio do Bahia Produtiva com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). “A gente tem cerca de 60 famílias que serão atendidas pelo convênio. Além de ajudar no sustento do dia a dia, ele vai melhorar a renda, principalmente das mulheres e jovens, que não vão precisar sair da região para outras cidades atrás de trabalho. Já estamos começando a fazer cursos para quando a cozinha estiver funcionando. Já adquirimos uma moto, computador, impressora, GPS e agora estamos montando uma cozinha industrial", afirmou Hildete.
Com informações da Secom Ba.  10/03/2017

sexta-feira, 10 de março de 2017

Salvador(BA) tem 22 mil pessoas em situação de rua, aponta levantamento

Direitos Humanos  😡

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira hoje, após um homem ter sido queimado na madrugada de ontem (9), em frente a uma lanchonete no bairro de Nazaré, enquanto dormia. Segundo o MPE, o rapaz está internado em estado grave. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, mas o ministério informou que uma equipe acompanha o caso e a vítima.

Sayonara Moreno
Correspondente da Agência Brasil
foto - ilustração
Cerca de 22 mil pessoas vivem em situação de rua na capital baiana, expostas a violências físicas e psicológicas. O levantamento foi divulgado hoje (10), pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MPE-BA). De acordo com o estudo, os principais fatores que levam as pessoas a viver nas ruas da cidade são conflitos familiares, drogas e alcoolismo. Do total de pessoas nesta situação, cerca de 75% são do sexo masculino e mais da metade tem entre 25 e 44 anos.
Os dados foram divulgados nesta sexta-feira hoje, após um homem ter sido queimado na madrugada de ontem (9), em frente a uma lanchonete no bairro de Nazaré, enquanto dormia. Segundo o MPE, o rapaz está internado em estado grave. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, mas o ministério informou que uma equipe acompanha o caso e a vítima.
Para tratar do problema, o MPE criou o Grupo de Trabalho Institucional de Atenção e Presevação dos Direitos da População em Situação de Rua. De caráter multiprofissional, o grupoé composto por sete entidades de segurança e direitos humanos, que se reúnem constantemente e promovem eventos. Nesses eventos, são discutidas propostasd de política pública para pessoas em situação de rua, como empregabilidade, saúde e educação.
O Ministério Público da Bahia considera grave a situação no estado e destaca a importância de um olhar criterioso para as pessoas que vivem em vulnerabilidade. De acordo com o MPE, outro problema é que, algumas vezes, as pessoas que vivem nas ruas acabam se tornando invisibilizadas.
Fonte - Agência Brasil  10/03/2017

CBTU prioriza novas viagens e suspende temporariamente o Trem da Praia

Transportes sobre trilhos  🚄

A partir deste domingo, 12/03,a CBTU   deixará de operacionalizar temporariamente em Natal,o Trem da Praia.

CBTU
CBTU
A CBTU informa à população que, devido ao incremento da demanda e a consequente necessidade de novas viagens nos dias comerciais (segunda à sexta), deixará de operacionalizar, temporariamente, a partir deste domingo, 12/03, o Trem da Praia em Natal RN.
Essa medida visa adequar a sua frota de VLT´s e a força de trabalho para atender aos novos horários implementados e possibilitar que mais viagens sejam inseridas à grade do sistema nos próximos meses.
Fonte - CBTU  10/03/2017

China inicia obra em nova linha de alta velocidade para conclusão em 4 anos

Transportes sobre trilhos  🚅

A linha Hangzhou-Wenzhou corre por cerca de 331 quilômetros e é a primeira ferrovia de alta velocidade financiada pela parceria público-privada (PPP) conduzida pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma.

Xinhua Português
foto - ilustração
A construção de uma nova ferrovia de alta velocidade entre as cidades de Hangzhou e Wenzhou, ambas no leste da China, começou na quinta-feira e deverá estar concluída até 2021.
A linha Hangzhou-Wenzhou corre por cerca de 331 quilômetros e é a primeira ferrovia de alta velocidade financiada pela parceria público-privada (PPP) conduzida pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma.
Depois da conclusão da construção, o tempo de viagem entre as duas cidades será de cerca de uma hora, ante as 2,5 horas atuais. Os passageiros também poderão viajar até Beijing e a Província de Guangdong no sul do país via a nova linha.
A ferrovia de alta velocidade Wenzhou-Hangzhou é parte de uma iniciativa nacional para estabelecer um sistema moderno e integrado de transporte planejado no 13º Plano Quinquenal (2016-2020).
A China possui a maior rede de ferrovias de alta velocidade do mundo, com mais de 22 mil quilômetros, enquanto a extensão total de rede ferroviária supera os 124 mil quilômetros.
Até 2020, as ferrovias de alta velocidade em operação deverão totalizar 30 mil quilômetros, ligando mais de 80% das grandes cidades.
Fonte - Revista Ferroviária  10/03/2017

Rui Costa autoriza duplicação e pavimentação da estrada da Cascalheira, entre a BA-535 e BA-099

Infraestrutura  🚧

 A solenidade ocorre na nova sede do 10º Grupamento de Bombeiros Militares, na Via Radial A, 193 (em frente ao posto Shell), em Camaçari. No local, o governador fará a entrega de equipamentos e veículos para o 10º GBM e aproveitará para visitar a nova sede da entidade. Rui também fará entrega de equipamentos e veículos para o Grupamentos de Bombeiros Militares do município de Salvador.

Da Redação

Nesta segunda-feira (13), às 9h, em Camaçari, o governador Rui Costa assina autorização para o início das obras de duplicação e pavimentação da estrada da Cascalheira, no trecho do entroncamento da BA-535 e BA-099, em Abrantes. A solenidade ocorre na nova sede do 10º Grupamento de Bombeiros Militares, na Via Radial A, 193 (em frente ao posto Shell), em Camaçari. No local, o governador fará a entrega de equipamentos e veículos para o 10º GBM e aproveitará para visitar a nova sede da entidade. Rui também fará entrega de equipamentos e veículos para o Grupamentos de Bombeiros Militares do município de Salvador.
Local do evento: Indo pela BA-093, passa o primeiro pedágio, Polícia Rodoviária, e segue mais dois quilômetros. Em seguida, pega a direita e entra na BA-512. Ao passar pela ponte do Rio Joanes, segue à direita, onde tem o marco com o nome de Camaçari. Indo em frente, chega à área urbana. A sede da 10º GPM fica em frente ao posto Shell, do lado esquerdo.
Com informações da Secom Ba.  10/03/2017

Destinos do desamparo

Ponto de Vista   🔍

A história que descrevo não é completamente nova. O século 20 foi pródigo em diferentes ditaduras que prometeram segurança e amparo. As multidões acorreram e após anos ou décadas estavam decepcionadas. Logo, à medida que cresce o desamparo, aumentam os riscos da frágil liberdade. Até prova em contrário, a humanidade está vivendo um retrocesso.A extrema-direita após anos quieta, está na liderança e já não se sabe o que poderá ocorrer. 

Por Abrão Slavutzky - Portogente 
foto - ilustração
Somos desamparados, o desamparo nos acompanha do nascimento à morte. O desamparo está na origem das angústias, tanto a angústia automática quanto a angústia sinal. Há os destinos criativos e os destinos destrutivos do desamparo. Destinos criativos são, por exemplo, as artes, a fraternidade, o trabalho, a vida familiar. Já as drogas são destinos destrutivos, aliviam o desamparo ao mesmo tempo que afundam os drogados. Na política, um destino destrutivo é o anseio de pessoas que ainda se entusiasmam com os regimes autoritários. Buscam um protetor poderoso que promete certezas que aliviam o desamparo das incertezas. A vitória de Donald Trump é um exemplo, porque ele prometeu conduzir os Estados Unidos a uma segurança imaginária. Estamos diante dos inimigos internos da democracia, título do livro de Tzvetan Todorov.
A história que descrevo não é completamente nova. O século 20 foi pródigo em diferentes ditaduras que prometeram segurança e amparo. As multidões acorreram e após anos ou décadas estavam decepcionadas. Logo, à medida que cresce o desamparo, aumentam os riscos da frágil liberdade. Até prova em contrário, a humanidade está vivendo um retrocesso.
Já aqui no Brasil, a democracia com justiça social, uma democracia democrática, também está em declínio. A grande ameaça recente seria a corrupção e hoje esse problema, que não foi resolvido, parece relegado. O problema maior hoje é que a democracia aqui e no mundo está ferida. A extrema-direita após anos quieta, está na liderança e já não se sabe o que poderá ocorrer. A humanidade parece desnorteada, sem rumo, dominada pela incerteza. O pânico do desamparo é propício a saídas salvadoras geradas pela servidão voluntária.
O desamparo também ocorre na vida cotidiana, no dia a dia. Medo de assaltos, medo dos estranhos, e histórias sem fim de violências. Marcar um jantar à noite, hoje, já é toda uma novela de precauções. Outro dia, fui caminhar pela Avenida Protásio Alves e escutei a pergunta se não era perigoso andar na rua muito cedo. Indispensável é seguir caminhando ou vamos nos paralisar. Paralisia de pernas, paralisia de pensamento, paralisia de vida. Precisamos caminhar buscando a alegria de viver. Caminhar hoje sob a corajosa liderança das mulheres norte-americanas que lembram as madres argentinas de Plaza de Mayo.
*Abrão Slavutzky é psicanalista e médico psiquiatra.
Fonte - Portogente  10/03/2017

quinta-feira, 9 de março de 2017

Travessia marítima entre Salvador e Itaparica pelo Ferry-Boat é tranquila nesta quinta(09)

Travessia marítima  🚢

Agora a tarde o sistema Ferry-Boat,estão em operação as embarcações - Pinheiro, Anna Nery, Agenor Gordilho e Ivete Sangalo, com saídas programadas nos horários regulares (de hora em hora).

Da Redação
foto - ilustração/Arquivo
O sistema Ferry-Boat,durante a manhã desta quinta (09), operou com quatro(04) embarcações - Zumbi dos Palmares, Anna Nery, Agenor Gordilho e Ivete Sangalo -, com saídas nos horários regulares (de hora em hora). A embarcação Juracy Magalhães Jr. esteve em stand by, para integrar a operação caso necessário.
Agora a tarde o sistema Ferry-Boat,estão em operação as embarcações - Pinheiro, Anna Nery, Agenor Gordilho e Ivete Sangalo, com saídas programadas nos horários regulares (de hora em hora). A embarcação Juracy Magalhães Jr. se encontra em stand by, podendo integrar a operação,caso haja alguma alteração na demanda.Até o momento,o movimento de pedestres e veículos é tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho.
O sistema disponibiliza uma Central de Atendimento ao Cliente (CAC), localizada no Terminal São Joaquim funcionando de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 7h às 13h.
Contatos - Tel 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  09/03/2017

Praça revitalizada no Pelourinho abre espaço para capoeira e intercâmbio cultural

Infraestrutura Urbana  💃

O Pelourinho respira uma cultura muito grande, é um lugar que tem uma tradição, uma referência mundial. E essa praça hoje em dia respira um pouco isso”, observa Mestre Sabiá, um dos participantes das rodas de capoeira que ocupam o espaço. Já Mestre Nego Ativo destaca o reflexo da revitalização na movimentação do local.

Da Redação
foto - reprodução
Praça Pastores da Noite, Pelourinho. Como no romance de Jorge Amado, o cenário perfeito para a ginga e a arte do jogo de capoeira. O espaço público é mais um recuperado por meio do Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador. Localizada entre o estacionamento 14-M e a Rua das Laranjeiras, a praça é um importante acesso ao Centro Histórico. Foram realizados serviços de jardinagem, pintura, limpeza, drenagem e recuperação do mobiliário urbano.
“O Pelourinho respira uma cultura muito grande, é um lugar que tem uma tradição, uma referência mundial. E essa praça hoje em dia respira um pouco isso”, observa Mestre Sabiá, um dos participantes das rodas de capoeira que ocupam o espaço. Já Mestre Nego Ativo destaca o reflexo da revitalização na movimentação do local. “Que ela possa ter vida, [para] esse movimento continuar provocando esse intercâmbio de pessoas, de culturas e de mentalidades. Aqui a gente vê pessoas do mundo inteiro”.
As melhorias também são motivo de orgulho para moradores e atrativo para visitantes como Cláudia Mafari, moradora de Itabuna, no sul da Bahia. “É a oportunidade de ver que uma praça que é pública está sendo bem utilizada”, afirma. A nova Praça Pastores da Noite é o tema do mais recente de vídeo da série 'Pelas Ruas do Centro Antigo', produzida pela Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom). As obras de requalificação urbana são realizadas pelo Governo da Bahia, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder).
Com informações da Secom Ba.  09/03/2017

Novo sistema do metrô de SP registra uma falha a cada cinco dias

Transportes sobre trilhos  🚇

Na lista de problemas registrados estão as panes classificadas pela companhia –ligada ao governo Geraldo Alckmin (PSDB)– como "ocorrências notáveis", que paralisam as operações por mais de cinco minutos. Também entram na conta falhas levadas para avaliação da Copese (Comissão Permanente de Segurança) da empresa.

Folha de São Paulo - RF
foto - ilustração/Pregopontocom
Implantado com a promessa de ser mais eficiente, rápido e seguro, o novo sistema de controle de trens da linha 2-verde do Metrô de São Paulo registrou uma falha a cada cinco dias em seu primeiro ano de operação integral.
Levantamento obtido pela Folha mostra 76 falhas relevantes do CTBC (Controle de Trens Baseado em Comunicação) no ano passado –capazes de afetar a circulação da linha, ameaçar a segurança ou comprometer o conforto na viagem dos passageiros.
Além disso, a tecnologia adotada com a justificativa de reduzir a distância entre trens e permitir menor espera nas plataformas trouxe ganhos tímidos até agora –de no máximo 2 segundos nos picos. Na lista de problemas registrados estão as panes classificadas pela companhia –ligada ao governo Geraldo Alckmin (PSDB)– como "ocorrências notáveis", que paralisam as operações por mais de cinco minutos. Também entram na conta falhas levadas para avaliação da Copese (Comissão Permanente de Segurança) da empresa.
Outro item incluído no levantamento são episódios que, na avaliação de funcionários da empresa, poderiam levar a acidentes ou comprometeram a operação da linha e a experiência dos usuários.
Por exemplo, em 12 de maio de 2016, quando um trem passou direto pela estação Consolação, sem parar, por problema da nova tecnologia. Um mês antes, um trem precisou ser evacuado pela manhã por ter perdido o sistema. O governo Alckmin diz que o CTBC é um sistema seguro e que sua implantação sem parar a operação é um desafio.
Contratado em 2008, na gestão José Serra (PSDB), a um custo de mais de R$ 700 milhões, o CBTC é objeto de diversas polêmicas. Fabricado pela Alstom, empresa investigada sob suspeita de cartel e fraude em licitações no Metrô, o sistema prometia melhorar a eficiência das linhas 1-azul, 2-verde e 3-vermelha.
Sua entrega foi inicialmente prometida para 2011, mas sofreu sucessivos atrasos. Só em fevereiro de 2016 a linha 2-verde começou a operar integralmente com a nova tecnologia; nos outros ramais da rede, o novo cronograma de entrega se estende até 2021.
Em um acordo com a multinacional francesa em janeiro do ano passado, o governo Alckmin aceitou o novo cronograma e perdoou dívidas que somam R$ 116 milhões.
A principal justificativa para a adoção do sistema (que controla os trens a partir de ondas de rádio, em vez de fibra ótica) era a promessa de queda expressiva no intervalo entre viagens, aumentando os trens em circulação e acomodando mais passageiros.
O ex-presidente do Metrô Luiz Antonio Carvalho Pacheco estimou que esse intervalo passaria de 120 para cerca de 100 segundos. O que se vê na linha 2 é bem diferente.
No pico da manhã, a espera média entre trens foi de 2 minutos e 22 segundos em 2016, ganho de 2 segundos na comparação com 2015, em que esse intervalo foi de 2 minutos e 24 segundos. No pico da tarde, a redução foi de 1 segundo. De 2 minutos e 26 segundos, caiu para 2 minutos e 25 segundos.
"Há anos estamos denunciando o sistema por seu atraso e sua ineficiência. Um gasto de milhões, envolvendo sérias denúncias de corrupção, que prometia mais trens e menos intervalo, o que vemos que não ocorreu", afirma Alex Santana, diretor do Sindicato dos Metroviários, para quem a implantação visa "retirar funcionários" "ao custo de mais ineficiência".

Entendimento
Em entrevista à Folha, Antonio Marcio Barros Silva, gerente de manutenção do Metrô, afirma que o CTBC é um sistema seguro, com avanços em relação ao sistema operacional anterior, e que a companhia teve o desafio de aprender com essa tecnologia ao mesmo tempo em que a instalava –e sem paralisar as operações.
"Nós tivemos o desafio de instalar o sistema enquanto operávamos a linha, transportando milhares de pessoas por dia. Também estamos aprendendo com o CTBC, e eletrônica não tem como prever antes de que maneira vai funcionar", disse. Os testes com o sistema na linha 2-verde começaram em 2011.
O gerente da empresa afirma ainda que o Metrô contabiliza apenas os chamados incidentes notáveis -aqueles que paralisam as operações por mais de cinco minutos. Nessa contabilidade, a linha 2 registrou 19 ocorrências em 2016, quando começou ali a operação integral do CTBC.
Barros Silva explicou também que, de todos os casos apresentados, apenas um processo foi aberto na Copese (Comissão Permanente de Segurança) com relação à linha 2, e que houve a desclassificação desse caso. Na avaliação da companhia, portanto, não houve nenhum incidente desse gênero em 2016.
Quando questionado sobre outros tipos de problemas que não entram nessa categoria, como as ocasiões em que os trens passaram direto por determinadas estações, o gerente de manutenção da companhia afirmou que essas situações geram "desconforto ao usuário, mas não o colocam em risco".
"São falhas corriqueiras. É importante dizer que o CTBC trabalha com redundância, com uma margem de segurança. Ao notar uma falha, ele a isola, e segura a movimentação dos demais trens", afirma Barros Silva, que dá dois exemplos de benefícios alcançados com o uso desse novo sistema.
O primeiro deles é uma economia de gastos com os freios dos trens. Como as composições andam mais próximas, há velocidade mais estável no sistema como um todo, o que gera menos uso das pastilhas de freio e reduz o consumo de energia.
O segundo benefício já alcançado é a inclusão de um novo trem para atender ao maior volume de passageiros no horário de pico. "Nós antes tínhamos 22 composições. Com o novo sistema, conseguimos chegar a 23 no carrossel. O número poderia ser maior, mas os gastos também subiriam, e a demanda está bem atendida no momento."
Barros Silva diz ainda que o CTBC representa um ganho de segurança para o metrô. "Inclusive por ser de outra geração, mais moderna. Nós operamos com o mesmo sistema desde o início, na década de 1970", afirma.
O responsável pela manutenção dos trens reforça também que, por lidar com vidas humanas, a companhia nunca arrisca colocar um trem que apresente qualquer sinal de problema em operação, ainda que isso signifique maior lotação nas composições.
Fonte - Revista Ferroviária  09/03/2017

Mulheres vão às ruas em São Paulo em dois grandes atos para marcar o 8 de março

Direitos Humanos  👧👩

Dois protestos partiram de locais diferentes, um da Praça da Sé e outro do Museu de Arte de São Paulo (Masp), mas se encontraram no centro da capital, reunindo cerca de 30 mil pessoas, segundo a organização. A Polícia Militar não indicou o número de participantes. Os protestos se posicionaram contra as propostas de reforma da Previdência (Proposta de Emenda à Constituição -PEC 287) e trabalhista, além da violência, o machismo e a favor da legalização do aborto.

Camila Maciel e Ludmilla Souza
Repórteres da Agência Brasil
Rovena Rosa/Agência Brasil
Mulheres foram às ruas de São Paulo nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, para celebrar e manifestar. Dois protestos partiram de locais diferentes, um da Praça da Sé e outro do Museu de Arte de São Paulo (Masp), mas se encontraram no centro da capital, reunindo cerca de 30 mil pessoas, segundo a organização. A Polícia Militar não indicou o número de participantes. Os protestos se posicionaram contra as propostas de reforma da Previdência e trabalhista, além da violência, o machismo e a favor da legalização do aborto.
“Além da questão da violência e da legalização do aborto, outra violência contra a classe trabalhadora é, em especial, a PEC [Proposta de Emenda à Constituição] 287 [que trata da Previdência]”, disse Juneia Batista, secretária nacional da Mulher Trabalhadora da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Procurada pela Agência Brasil, a Secretaria Especial da Previdência Social do governo federal informou, por meio da assessoria de imprensa, que não iria se manifestar sobre os protestos.
O ato na Sé teve início após a Assembleia das Trabalhadoras Cutistas contra a Reforma da Previdência, que foi realizada em frente ao prédio do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), no Viaduto Santa Efigênia. No Masp, na Avenida Paulista, professores da rede estadual também fizeram assembleia antes de sair em caminhada. A atividade teve como propósito mobilizar professores para uma greve geral da educação anunciada para este mês.
A estudante Mariane Garcia, 20 anos, da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (Upes), resolveu apoiar o ato dos professores no Masp. “Nós visamos a qualidade educacional neste dia das mulheres. As professoras precisam ser mais valorizadas”, avaliou. Eliane Vendranmetro, do Sindicato dos Especialistas da Educação de São Paulo, participou da concentração na Praça da Sé e, para ela, não há o que comemorar neste dia. “Estamos atravessando um período de muitas perdas com a reforma [da Previdência] e o prejuízo maior é das mulheres”, opinou.
O ato no Masp foi também convocado pelas redes sociais por coletivos feministas como parte de uma mobilização internacional chamada 8M. “Este é um movimento internacional de greve de mulheres, uma iniciativa que começou com as mulheres da Argentina, o [movimento] Nenhuma a Menos, e que se somou ao movimento nos Estados Unidos contra [o presidente Donald] Trump. Isso porque a violência é um problema mundial e que se soma a um problema social”, explicou Ana Pagu, do Movimento Mulheres em Luta, uma das organizações que compõe o 8M no Brasil.

Diversidade

A indígena Mbo' Y Jegua'i, da tribo Guarani Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, participou do ato em São Paulo. “A nossa vinda para cá é para denunciar o genocídio contra o povo indígena e, principalmente, contra as nossas mulheres”, justificou.
A ajudante de serviços gerais Eronilde Mendes foi ao ato com as duas netas. “Vim ao ato para protestar pela reforma da Previdência e pela luta contra discriminação às lésbicas. Minhas netas vieram representar a mãe, que é lésbica, e por isso acho que não podemos perder nossos direitos e liberdade”, disse.
A arquiteta Maria Raquel Rangel, 28 anos, participa de um grupo de estudos feminista de psicologia e acredita que o 8 de março é um momento ápice de expressão das mulheres. “O movimento feminista está dentro da gente. E é o momento para colocar para fora, porque tudo pede essa mobilização: acabar com a violência, acabar com as mortes”, defendeu.
Também era possível perceber a presença de muitos homens no ato. Foi o caso do professor aposentado Ênio Buckione que acompanhou a esposa Deise Maria Santos Aguiar. Para ele, “o 8 março no Brasil se encaixa nesse quadro de luta contra a reforma da Previdência e de resistência”.
Fonte - Agência Brasil  09/03/2017

Reformas e a desigualdade social

Ponto de Vista  👐 👐

Entre os especialistas, há quem diga que o tom dessas reformas propostas reforça e amplia as desigualdades sociais. Citando a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Ministério Público do Trabalho (MPT) afirma, em notas técnicas divulgadas neste ano, que a “flexibilização” das contratações de pessoal nos últimos vinte anos não foi capaz de melhorar as condições gerais de vida dos trabalhadores e não impulsionou o crescimento sustentado das respectivas economias que a adotaram, porém ela contribuiu para o crescimento das desigualdades em muitos países.

Rodrigo Medeiros* - Portogente
foto - ilustração/WEB
Um necessário debate qualificado sobre as reformas institucionais propostas precisa ser aprofundado. Em um país no qual a desconfiança social generalizada nas instituições é alta, a aceleração do processo de discussão parlamentar não contribui para a pacificação política nacional. Nesse sentido, algumas reflexões publicadas são muito oportunas. Afinal, a "fada da confiança" não conseguiu empreender a mágica da virada na economia brasileira.
O artigo do cientista político Fernando Limongi, publicado no "Valor Econômico” (6/3/2017), é interessante para começar. Segundo Limongi, “todos concordam que ajustes são necessários e, mesmo, inadiáveis. Trata-se, isto sim, de considerar alternativas e, sobretudo, de discutir a sério os custos sociais envolvidos”. Esses custos não podem ser simploriamente colocados na conta da defesa de interesses corporativos. De acordo com o professor, esta “não é a primeira vez que a sociedade brasileira é convocada a fazer sacrifícios em nome de um futuro melhor. Já o fez por um longo tempo sem que os resultados prometidos se materializassem”. Há, portanto, razões históricas para desconfianças.
Entre os especialistas, há quem diga que o tom dessas reformas propostas reforça e amplia as desigualdades sociais. Citando a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Ministério Público do Trabalho (MPT) afirma, em notas técnicas divulgadas neste ano, que a “flexibilização” das contratações de pessoal nos últimos vinte anos não foi capaz de melhorar as condições gerais de vida dos trabalhadores e não impulsionou o crescimento sustentado das respectivas economias que a adotaram, porém ela contribuiu para o crescimento das desigualdades em muitos países. A emergência do populismo de direita integra esse processo.
A prosperidade compartilhada contribui para o bem-estar coletivo. Nesse sentido, em artigo publicado no “Financial Times” (3/3/2014), Jonathan Ostry, vice-diretor do Departamento de Pesquisa do Fundo Monetário Internacional (FMI), pondera que “se a tributação progressiva é usada para financiar investimentos em infraestrutura pública, ou de saúde e educação para os menos abastados, ela pode realmente contribuir para o crescimento econômico”.
Sociedades mais desiguais possuem um padrão de crescimento mais frágil e menos sustentável. Portanto, seria um grande erro reformista para um país imaginar que se possa concentrar apenas no crescimento e deixar que as desigualdades cuidem de si mesmas. Para um país que já viveu um tempo no qual “a economia vai bem, mas o povo vai mal”, o necessário debate sobre as desigualdades sociais não deve ser jogado para o segundo plano.
*Rodrigo Medeiros é professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes)
Fonte - Portogente  09/03/2017

Concluída a reforma de 79 bondes elétricos M31(VLTs) da cidade de Gotemburgo

Transportes sobre trilhos  🚄

Ekova e Cegelec concluem a reforma dos bondes eléctricos(VLTs) de Gotemburgo.A reforma teve início em Junho de 2011,após assinatura de um contrato de KC170m. Esta é a segunda reforma dos bondes(VLTs) que foram construídos pela ASEA em 1984/92 como M21s de duas seções. 

Da Redação
Gotemburgo Spårvägar - Tramways
As empresas checas Ekova Electric e Cegelec Praha concluíram a reforma de 79 bondes elétricos M31 de Göteborg, com a última entregue ao operador Göteborgs Spårvägar em 7 de março.
A reforma teve início em Junho de 2011,após assinatura de um contrato de KC170m. Esta é a segunda reforma dos bondes(VLTs) que foram construídos pela ASEA em 1984/92 como M21s de duas seções. Em 1998/2002, a Mittenwalder Gerätebau acrescentou uma secção central de piso baixo em cada bonde,aumentando assim a extensão de todos eles para 30,6 m.
A Gotemburgo Spårvägar (Tramways) é uma empresa de transportes municipal da cidade de Gotemburgo há mais de 130 anos.Com aproximadamente 160 quilômetros de linhas é responsável por um dos principais sistemas de transportes na região.Além de operar o sistema de bondes elétricos(VLTs),opera também algumas linhas de ônibus,e oferece uma gama de outros serviços em torno de transportes públicos.
Com informações do Metro Reporter  08/03/2017

quarta-feira, 8 de março de 2017

Todo dia é dia da mulher

Dia da mulher  👧👩



Mulheres no "Comando" - Metrô de Salvador

Transportes sobre trilhos  🚇

O Metrô de Salvador fica ainda mais bonito quando conduzido por mãos femininas empoderadas,além da presença marcante delas em outras áreas do sistema.




Pregopontocom
Secom-Ba











CCR Metrô Bahia




Casa Castro Alves estreia espetáculo em homenagem às mulheres

Cultura  🎦

As apresentações seguem em cartaz até 25 de março (nos dias 9, 10, 11, 17, 18, 24 e 25), sempre às 17h. A ideia contribui ainda para reflexão sobre performance de gênero, no calendário de atos políticos e artísticos pelo Dia Internacional da Mulher. A iniciativa tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, via Edital de Teatro da Fundação Cultural (Funceb), Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

Da Redação
foto -  Mariana David/Ascom TCA
O espetáculo Loucas do Riacho estreia na quinta-feira (9), às 17h, na Casa de Castro Alves (Rua do Passo, 52, Carmo), no Centro Histórico de Salvador. A apresentação une reflexões sobre a representação da loucura, a performatividade de gênero e a simbologia da água. As apresentações seguem em cartaz até 25 de março (nos dias 9, 10, 11, 17, 18, 24 e 25), sempre às 17h. A ideia contribui ainda para reflexão sobre performance de gênero, no calendário de atos políticos e artísticos pelo Dia Internacional da Mulher. A iniciativa tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, via Edital de Teatro da Fundação Cultural (Funceb), Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.
No espetáculo, seis atrizes-dançarinas e um ator-dançarino dramatizam os fluxos de um rio e o público se vê convidado a mergulhar nessas águas, onde as dimensões de arte e ritual se aproximam. A direção e concepção é de Raiça Bomfim, com realização da Gameleira Artes Integradas. Segundo Raiça, o espetáculo é desdobramento de outro, intitulado Ofélia – Sete Saltos para se Afogar. “Agora ampliamos para outros corpos e vozes a ideia da transfiguração da personagem da tragédia Hamlet de Shakespeare”. Ela fez ainda os Estudos para Ofélia, a performance Cidade Afogada e o livro Manual de Afogamento.
A casa Castro Alvez onde acontece a atração recebeu apoio financeiro via Edital do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), em 2009. A casa foi batizada pela sua proprietária, a estilista Márcia Ganem, com o nome do poeta baiano Castro Alves (1847-1871), que residiu dos sete aos dez anos na edificação. O Ipac e a Funceb são vinculados à Secult. Ambas as iniciativas têm apoio do Projeto ‘Dei Valor!’, do Instituto. “A nossa intenção é dar visibilidade e disseminar as práticas e ocupações bem-sucedidas de imóveis no Centro Histórico”, ressalta o diretor geral do Ipac, João Carlos de Oliveira. A Casa de Castro Alves é um empreendimento de Márcia Ganem inaugurado em 2013. O casarão do século XIX passou por serviços de acabamento, colocação de piso e pintura, com recursos do Edital de Patrimônio do Ipac.
Com informações da Secom Ba.  08/03/2017

Mais de 500 mulheres são agredidas por hora no Brasil, mostra pesquisa

Direitos Humanos  👩

As agressões verbais e morais, como xingamentos e humilhações, atingiram 22% da população feminina. Ao longo do ano passado, 29% das mulheres passaram por algum tipo de violência, física ou moral. Entre as pretas (expressão usada pelo IBGE), o índice sobe para 32,5% e chega a 45% entre as jovens (de 16 a 24 anos).

Daniel Mello
Repórter da Agência Brasil

Arquivo/Marcello Casal Jr./Agência Brasil
A cada hora, 503 mulheres sofreram algum tipo de agressão física em 2016, segundo pesquisa do instituto Datafolha encomendada pelo Fórum de Segurança Pública. O estudo, divulgado hoje (8), foi feito com entrevistas presenciais em 130 municípios brasileiros. No total, foram 4,4 milhões de mulheres, 9% da população acima de 16 anos, que relataram ter sido vítimas de socos, chutes, empurrões ou outra forma de violência.
As agressões verbais e morais, como xingamentos e humilhações, atingiram 22% da população feminina. Ao longo do ano passado, 29% das mulheres passaram por algum tipo de violência, física ou moral. Entre as pretas (expressão usada pelo IBGE), o índice sobe para 32,5% e chega a 45% entre as jovens (de 16 a 24 anos).
Foram vítimas de ameaças com armas de fogo ou com facas 4% - 1,9 milhão de mulheres. Espancamentos e estrangulamentos vitimaram 3%, o que representa 1,4 milhão de mulheres, enquanto 257 mil, 1% do total, chegaram a ser baleadas.
A cada três brasileiros, incluídos homens e mulheres, dois presenciaram algum tipo de agressão a mulheres em 2016, desde violência física direta, a assédio, ameaças e humilhações. O percentual é de 73% entre as pessoas pretas e 60% entre as brancas.

Companheiros e conhecidos
A maior parte dos agressores, segundo os relatos das mulheres, era conhecida (61%). Os cônjugues, namorados e companheiros aparecem como responsáveis em 19% dos casos. Os ex-companheiros representam 16% dos agressores. A própria casa das vítimas recebeu o maior percentual de citações como local da violência (43%). Entre as mulheres entre 35 e 44 anos, 38% das agressões partiram dos namorados ou conjugues.
Sobre as reações após a violência, 52% disseram não ter feito nada após a agressão, 13% procuraram ajuda da família, 12% buscaram apoio de amigos e 11% foram a uma delegacia da mulher. Entre as mais jovens (16 a 24 anos), o índice das que não fizeram nada após a agressão é de 59%.
O assédio atingiu 40% das mulheres no último ano. Entre as mais jovens (16 a 24 anos), o percentual chega a 70%, sendo que 68% ouviram comentários desrespeitosos quando estavam na rua. O índice é de 52% entre a população feminina entre 25 e 34 anos. Nesse grupo, 47% foram assediados na rua, 19% no ambiente de trabalho e 15% no transporte público.
Fonte - Agência Brasil  08/03/2017

CBTU Recife inicia operação de segundo trem com carro feminino

Transportes sobre trilhos  🚇

Até o final de abril, todos os trens terão carro rosa no Recife. Vai mudar um pouco o funcionamento e vamos ter melhoria. Em função disto, estamos hoje, no Dia da Mulher, fazendo uma homenagem e demonstrando nossa preocupação com nossas passageiras

CBTU
CBTU
Nesta quarta, 08 de março, Dia Internacional da Mulher, a CBTU Recife iniciou a operação do segundo trem com carroa exclusivo para mulheres. Segundo o superintendente da Companhia, Leonardo Villar, até o fim de abril todas as composições contarão com um espaço reservado para o público feminino. O chamado “carro rosa” opera de segunda a sexta nos horários de pico, das 6h e 8h30 e das 16h30 às 19h30.
“Até o final de abril, todos os trens terão carro rosa no Recife. Vai mudar um pouco o funcionamento e vamos ter melhoria. Em função disto, estamos hoje, no Dia da Mulher, fazendo uma homenagem e demonstrando nossa preocupação com nossas passageiras", afirma o superintendente.
O primeiro trem com carro exclusivo foi posto em operação em 16 de janeiro. Em média, 250 mulheres são transportadas nele por viagem, com um total de 2500 por dia. Com a adição do novo trem, 5000 passageiras passarão a contar com o serviço. A professora Eunice da Cunha, que utiliza o metrô todos os dias, destaca que os homens têm respeitado o 'carro rosa'. "Eles têm evitado entrar no espaço. Ficam com raiva, mas respeitam", comenta.
Fonte CBTU  08/03/2017

CIA pesquisou maneiras de hackear carros inteligentes

Internacional  🚗

Nos explosivos segredos da CIA "Vault 7", publicados pela WikiLeaks na terça-feira, a organização advertiu que a CIA, entre uma miríade de outras façanhas intrusivas, tem investigado maneiras de cortar e manipular os sistemas de controle de carros e caminhões para uso em operações secretas.

Sputnik
foto - ilustração
"Em outubro de 2014, a CIA também estava pesquisando métodos para infectar os sistemas de controle de veículos usados por carros e caminhões modernos", disse o WikiLeaks em um comunicado. "A finalidade de tal controle não é especificada, mas permitiria que a CIA se envolvesse em assassinatos quase indetectáveis".
Muitos veículos atuais são agora controlados principalmente por sistemas de computador — incluindo controle de freio, airbags, aceleração, direção, fechaduras e outros sistemas vitais.
Em 2014, os hackers Charlie Miller e Chris Valasek, usando seus laptops enquanto estavam no carro, assumiram um Jeep Grand Cherokee conduzido por um repórter da Wired enquanto eles estavam viajando. A demonstração foi chocante e levou ao recall de 1,4 milhões de veículos. No ano anterior, os hackers comprometeram um Ford Escape e um Toyota Prius, enquanto estavam sentados no banco de trás.
Os relatórios de hackers de veículos estavam contidos no primeiro lote de vazamentos da CIA, intitulado "Year Zero". O Wikileaks publicou 8.761 documentos e arquivos que eles alegam serem do Centro de Ciber Inteligência da CIA em Langley, Virgínia.
O denunciante da NSA Edward Snowden também falou sobre o assunto, tweetando, "Ainda trabalhando com a publicação, mas o que o Wikileaks tem aqui é realmente um grande negócio. Parece autêntico".
Fonte - Spuninik   08/03/2017

terça-feira, 7 de março de 2017

Embraer apresenta o E195-E2, o jato comercial de nova geração mais eficiente no mundo

Aviação comercial  ✈

O E195-E2 tem potencial de mudar significativamente o perfil de frota das companhias aéreas em todo o mundo. Tendo custo por viagem 20% menor e custo por assento similar ao de aviões maiores, o E195-E2 torna-se o avião ideal tanto para crescimento de empresas regionais como complementação de frota de empresas de baixo custo e de linhas principais”

Da Redação
Embraer
A Embraer apresentou nesta terça-feira, em cerimônia realizada na unidade da Empresa em São José dos Campos, a maior aeronave da segunda geração da família de E-Jets e também o mais eficiente avião comercial do mundo para rotas domésticas: o E195-E2. Com voo inaugural previsto para os próximos meses, o jato deverá entrar em serviço no primeiro semestre de 2019.
“O E195-E2 tem potencial de mudar significativamente o perfil de frota das companhias aéreas em todo o mundo. Tendo custo por viagem 20% menor e custo por assento similar ao de aviões maiores.
Embraer/YouTube
O E195-E2 tem três fileiras a mais de assentos quando comparado ao E195 da atual geração, podendo ser configurado com 120 lugares em duas classes de serviço, ou até 146 em classe única. A aeronave também tem aumento significativo de alcance, de mais de 800 quilômetros (450 milhas náuticas), o que possibilitará viagens de até 4.500 quilômetros (2.450 milhas náuticas) de distância.
A aeronave tem uma asa desenvolvida especialmente para o modelo, com o maioralongamento entre jatos de corredor único, aumentando a eficiência de consumo de combustível. Além de uma especificação mais equilibrada, a Embraer usou toda a experiência de mais 17 milhões de horas voadas nos E-Jets atuais, com uma frota de mais 1.300 unidades, para chegar a um projeto de otimização para o E2. Por exemplo, sendo concebido com uma combinação inteligente de materiais, o E195-E2 consegue ter capacidade de transportar 10% mais passageiros que o concorrente direto e ainda assim ter o mesmo peso.
“Introduzimos na comprovada plataforma de E-Jets todas as novas tecnologias que agregam valor aos clientes. Um exemplo é a quarta geração de fly-by-wire que permitiu a redução de 20% da área da empenagem, minimizando o arrasto e o peso,” explica Luís Carlos Affonso, Vice-Presidente de Operações, Embraer Aviação Comercial. “O avião terá uma economia de até 24% de consumo e 20% nos custos de manutenção por assento quando comparado ao atual E195. Parte dessa economia será atingida pela nova tecnologia de motores, mas o grande diferencial competitivo do E195-E2 está na otimização da estrutura e dos seus vários sistemas.”
A Embraer vai utilizar dois aviões na campanha de certificação do E195-E2. O primeiro protótipo será utilizado nos ensaios de aerodinâmica e desempenho, enquanto o segundo avião, que também deve realizar o voo inaugural até o fim deste ano, será empregado na validação de tarefas de manutenção e de interior.
Com informações da Embraer  07/03/2017


Desmatamento na Amazônia foi sete vezes maior do que a área do RJ em 2016

Meio ambiente  🌿

São aproximadamente 40 mil espécies de plantas, mais de 400 de mamíferos e quase 1.300 de pássaros. Isso sem falar nos milhões de insetos.Segundo o Greenpeace, nos últimos 40 anos a floresta já perdeu 18% de sua área e, infelizmente, o número não para de subir. No final de 2016, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) divulgou relatório sobre o desmatamento na região. 

The Greenest Post - RA

É praticamente impossível não ficar admirado com a imponência da floresta Amazônica. Seja pelo alto, pela terra ou pela água, a gigante verde ainda impressiona com seus 6,9 milhões de quilômetros quadrados. São aproximadamente 40 mil espécies de plantas, mais de 400 de mamíferos e quase 1.300 de pássaros. Isso sem falar nos milhões de insetos.
Entretanto, essa gigante da biodiversidade está correndo sérios riscos – e não é de hoje. Segundo o Greenpeace, nos últimos 40 anos a floresta já perdeu 18% de sua área e, infelizmente, o número não para de subir. No final de 2016, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) divulgou relatório sobre o desmatamento na região. O resultado foi o pior desde 2008, com aumento de 29% em relação a 2015.
A floresta perdeu 7.989 km² de área verde. Isso equivale a 1,14 milhão de campos de futebol. É sete vezes o tamanho da cidade do Rio de Janeiro (1.255 km²) ou dez vezes a área de Nova York (789 km²). Foram 451 milhões de árvores derrubadas, o que corresponde à população de Brasil, Alemanha e Rússia juntas. Se cada uma dessas árvores fosse enfileirada, poderíamos ir e voltar da lua 23 vezes. E todo esse estrago em apenas um ano. Deu para sentir o tamanho do drama?
“O impacto do desmatamento é muito grande. É uma perda em termos de biodiversidade e recursos naturais. Você propicia processos de erosão. Os danos são muito grandes”, explica Leonardo Sobral, gerente de Certificação Florestal do Imaflora.
Em 2015, o Brasil assinou o Acordo de Paris, documento que visa reduzir a emissão de gases de efeito estufa na atmosfera. E esse aumento no desmatamento preocupa os avanços do país com relação a isso, já que foram liberadas aproximadamente 586 milhões de toneladas de gás carbônico.
Fonte - Revista Amazônia  07/03/2017

PIB fecha 2016 com uma queda de 3,6%

Economia  $

A magnitude da queda, olhando o biênio, é a maior desde 1948", disse ela, que explicou que a série histórica do IBGE para o PIB começa em 1947, mas apenas em 1948 há dado de variação anual. Em outros períodos, algumas atividades econômicas davam uma segurada na economia. Nesse biênio, foi disseminado na economia toda, o que não é muito comum de acontecer.

Vinicius Lisboa
Repórter da Agência Brasil
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, fechou 2016 com uma queda de 3,6%.
Em 2015, a economia brasileira já tinha recuado 3,8%. Segundo dados divulgados hoje (7), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB de 2016 ficou em R$ 6,3 trilhões. Segundo o IBGE, os números do PIB de 2015 e 2016 representam a maior recessão desde 1947.
Segundo a coordenadora de Contas Regionais do IBGE, Rebeca Palis, já houve anos em que a retração foi maior que 2016, mas nunca a economia brasileira havia somado 7,2% de queda em um biênio.
"A magnitude da queda, olhando o biênio, é a maior desde 1948", disse ela, que explicou que a série histórica do IBGE para o PIB começa em 1947, mas apenas em 1948 há dado de variação anual.
"Em outros períodos, algumas atividades econômicas davam uma segurada na economia. Nesse biênio, foi disseminado na economia toda, o que não é muito comum de acontecer. Serviços foram muito afetados, o que não acontecia muito", explicou.
O resultado negativo dos dois anos fez o PIB do país voltar para o patamar registrado no terceiro trimestre de 2010, segundo o IBGE.
No último trimestre de 2016, o PIB recuou 0,9% em relação ao trimestre anterior e caiu 2,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Agropecuária cai 6,6%
O setor da economia que sofreu a maior queda em 2016 foi a agropecuária, com uma contração de 6,6%. Na indústria, a queda foi de 3,8%. O segmento de serviços teve um recuo de 2,7%, segundo o IBGE.
Se analisado apenas o quarto trimestre, houve queda na indústria (-0,7%) e nos serviços (-0,8%) em relação ao terceiro trimestre do mesmo ano. Nessa base de comparação, houve crescimento de 1% na agropecuária.
Já na comparação do quarto trimestre com o mesmo período de 2015, todos os setores caíram, com destaque para o recuo de 5% na agropecuária. Indústria e serviços apresentaram retração de 2,4%.
Durante o ano de 2016, o desempenho negativo da agropecuária se deveu ao desempenho da agricultura. Já a indústria contou com uma queda de 5,2% na construção e de 2,9% na indústria extrativa mineral. Houve resultados positivos nas atividades de eletricidade e gás, esgoto e limpeza urbana com crescimento de 4,7%.
Os serviços foram puxados para baixo pela recuo do comércio, de 6,3%, e pelo resultado negativo dos outros serviços, de -3,1%. Atividades imobiliárias avançaram 0,2%.
Fonte - Agência Brasil  07/03/2017

segunda-feira, 6 de março de 2017

Governador Rui Costa entrega Anel Viário que desafoga tráfego pesado em Candeias

Infraestrutura  🚚 🚗

A obra foi realizada pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), em convênio com a Petrobras, que envolveu um investimento superior a R$ 24 milhões e deve beneficiar cerca de 175 mil pessoas que vivem, trabalham e circulam pela região.

Da Redação
foto - Ulgo Oliveira
O Anel Viário de Candeias e a rotatória que ligam as BAs 522 e 523, totalizando mais de oito quilômetros de pistas, foram inauguradas na manhã desta segunda-feira (6) pelo governador Rui Costa. “As carretas pesadas, além de levar riscos à população, desgastavam a cidade. Portanto, todas as carretas pesadas, com produtos químicos e perigosos, passam a trafegar por esse Anel Viário, e, com isso, a população se sente mais segura”, disse Rui, sobre a obra realizada pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), em convênio com a Petrobras, que envolveu um investimento superior a R$ 24 milhões e deve beneficiar cerca de 175 mil pessoas que vivem, trabalham e circulam pela região.
Após a inauguração, Rui assinou ordem de serviço para início das obras de contenção de encostas Rua Beco do Boi, no bairro Sarandy nas ruas Dom Pedro I, Santa Clara e Cajueiro, situadas no Centro, e na Rua Joana Angélica, no bairro Malembá. No momento está sendo feito “um trabalho preventivo de contenção da descida de água e da limpeza para enfrentar o período de chuvas. Uma encosta dessa, em geral, dura um ano para ser feita, mas será possível fazer o trabalho inicial, o que já traz uma certa segurança à população”.
A visita do governador à cidade inclui ainda a entrega da ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES), assinatura de autorizações de lançamentos de licitações para recuperação da BA-522 (trecho Entrocamento da BA 523/São Francisco do Conde, para ampliação da ponte que fica na mesma rodovia estadual. Acompanharam Rui os secretários estaduais de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto.
Com informações da Seinfra Ba.  06/03/2017

Observatório aponta trabalho infantil como “vilão” do Carnaval

Trabalho infantil   👀

Os dados confirmam uma tendência, que já era uma preocupação, mas, por outro lado, demonstram que o problema foi enfrentado. O acompanhamento aos Centros de Convivência, com vistorias constantes, e a garantia dos direitos dessas crianças e adolescentes foi, sem dúvida, uma conquista do Plantão Integrado”, destaca o secretário da SJDHDS, Carlos Martins.

Da Redação
foto - ilustração
Após sete dias de trabalho durante o Carnaval, o Observatório de Violação dos Direitos das Crianças e Adolescentes apresenta os dados recolhidos pelo Plantão Integrado, coordenado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). De acordo com os dados, o grande “vilão” do Carnaval de Salvador foi o trabalho infantil.
“Os dados confirmam uma tendência, que já era uma preocupação, mas, por outro lado, demonstram que o problema foi enfrentado. O acompanhamento aos Centros de Convivência, com vistorias constantes, e a garantia dos direitos dessas crianças e adolescentes foi, sem dúvida, uma conquista do Plantão Integrado”, destaca o secretário da SJDHDS, Carlos Martins.
Dos mais de 1,4 mil atendimentos apurados, 778 foram referentes ao trabalho infantil, o que representa mais de 55%. Destes atendimentos, 127 eram de crianças trabalhando diretamente. Enquanto outras 625 acompanhavam familiares, dos quais mais de 64% estavam acompanhados da mãe. O circuito Dodô (Barra-Ondina) foi o que apresentou os maiores índices de trabalho de crianças e adolescentes, com 54%. Crianças entre 0 e 12 anos estiveram em maioria nos atendimentos, com 54% do total.

Demanda espontânea

Apesar dos altos índices de trabalho infantil, os dados também apresentam números positivos, como os de demanda espontânea, quando a família procura os órgãos de proteção de forma voluntária. O índice foi de 28%, segundo maior, com 391 casos. O alto número de demanda espontânea aponta uma consolidação do trabalho do Plantão Integrado e do Observatório de Violação dos Direitos das Crianças e Adolescentes, em seu terceiro ano no Carnaval de Salvador.
“Esse é um dado importante porque mostra a consolidação do Plantão Integrado e dos Centros de Convivência. Muitas crianças passavam os dias nos centros e voltavam à noite para casa com seus pais. Outras passaram todo o período do Carnaval aos cuidados dos centros”, explica a coordenadora de Proteção à Criança e ao Adolescente da SJDHDS, Iara Farias. A violência física, com 108 casos (7,70%), o uso de álcool e outras drogas, com 57 casos (4,10 %), e a violência sexual, com cinco ocorrências (0,40%), foram outros dados apontados pelo Observatório.

Visitas de verificação

Durante o Carnaval, representantes da SJDHDS e dos órgãos parceiros, no Plantão Integrado, também fizeram visitas nos Centros de Convivência, na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) e Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca). A ação verificou possíveis falhas e a eficacia do fluxo.
Além das delegacias especializadas, foram realizadas visitas no Centro de Convivência Teixeira de Freitas, no bairro de Nazaré, no Centro de Convivência do Calabar, no Centro Integrado de Atendimento do Bonocô e no Centro Integrado de Atendimento de Ondina. Nas visitas, a qualidade dos serviços oferecidos foram ressaltadas.
Com informações da Secom Ba. 06/03/2017

Poluição ambiental causa morte de 1,7 milhão de crianças por ano no mundo

Meio Ambiente  🌏

O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS).O estudo Herdando um Mundo Sustentável: Atlas sobre a Saúde das Crianças e o Meio Ambiente (tradução livre) revela que grande parte das causas mais comuns de morte entre crianças com idade entre um mês e 5 anos – diarreia, malária e pneumonia – pode ser prevenida por meio de intervenções já conhecidas para reduzir riscos ambientais, como o acesso à água tratada.

Paula Laboissière
Repórter da Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Mais de uma em cada quatro mortes de crianças menores de 5 anos em todo o mundo são atribuídas a ambientes considerados insalubres. Todos os anos, riscos ambientais – como poluição do ar, água não tratada, falta de saneamento e higiene inadequada – tomam a vida de 1,7 milhão de crianças nessa faixa etária. O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS).
O estudo Herdando um Mundo Sustentável: Atlas sobre a Saúde das Crianças e o Meio Ambiente (tradução livre) revela que grande parte das causas mais comuns de morte entre crianças com idade entre um mês e 5 anos – diarreia, malária e pneumonia – pode ser prevenida por meio de intervenções já conhecidas para reduzir riscos ambientais, como o acesso à água tratada.
“Um ambiente poluído é um ambiente mortal, particularmente para crianças pequenas”, disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan. “Seus órgãos em desenvolvimento e sistemas imunológicos, além de seus pequenos corpos e vias aéreas, as tornam especialmente vulneráveis ao ar sujo e a água contaminada”, afirmou.
As exposições prejudiciais, segundo a entidade, podem começar já no útero materno, o que aumenta o risco de parto prematuro. Além disso, quando bebês e crianças em idade pré-escolar são expostos à poluição do ar em ambientes internos e externos e à fumaça de cigarro, o risco de pneumonia na infância aumenta, assim como a chance de desenvolver doenças respiratórias crônicas, como asma.

Principais causas de morte entre crianças

Dados da OMS sobre as cinco principais causas de morte entre crianças menores de 5 anos ligadas ao ambiente em que vivem alertam que, todos os anos:
- 570 mil crianças menores de 5 anos morrem em razão de infecções respiratórias como pneumonia, atribuídas à poluição de ambientes internos e externos e à fumaça de cigarros;
- 361 mil crianças menores de 5 anos morrem em razão de diarreia, como resultado do baixo acesso à água tratada, ao saneamento e a condições adequadas de higiene;
- 270 mil crianças morrem durante o primeiro mês de vida por conta de condições como a prematuridade, que poderia ser prevenida por meio do acesso à água tratada, ao saneamento e a unidades de saúde;
- 200 mil mortes de crianças menores de 5 anos provocadas por malária poderiam ser prevenidas por meio de ações ambientais, como a redução de focos de reprodução de mosquitos e melhorias no armazenamento de água potável;
- 200 mil crianças menores de 5 anos morrem em razão de lesões não intencionais atribuídas ao ambiente em que vivem, como envenenamento, quedas e afogamento.
Fonte - Agência Brasil   06/03/2017

Linha Norte de Natal tem viagens extras de trem inseridas temporariamente pela CBTU

Transportes sobre trilhos  🚄

A CBTU irá inserir viagens extras em sua grade horária, temporariamente, visando amenizar o problema de mobilidade enfrentado pela população da Zona Norte, disponibilizando viagens às 05h40 e 16h40, partindo da Estação Nova Natal, com destino a Ribeira

CBTU
Divulgação/CBTU
A partir desta terça-feira, 7 de março, a população da Zona Norte de Natal contará com mais três opções de horário no sistema de trens urbanos da capital, entre os bairros da Ribeira e Nova Natal, de segunda à sexta. A CBTU irá inserir viagens extras em sua grade horária, temporariamente, visando amenizar o problema de mobilidade enfrentado pela população da Zona Norte, disponibilizando viagens às 05h40 e 16h40, partindo da Estação Nova Natal, com destino a Ribeira, onde está situada a Estação Central de Natal; Ainda ocorrerá uma viagem extra às 16h05 partindo da Ribeira com destino a Nova Natal.
De acordo com Leonardo Diniz, Superintendente da CBTU NATAL, a entrega de novas composições de VLT estão permitindo à Companhia melhorar os serviços prestados à população, a partir da inserção de novas viagens e do incremento dos índices de pontualidade e regularidade do sistema.
Com as viagens extras, os usuários do sistema de trens passarão a contar com a oferta de 15 viagens diárias na Linha Norte, ligando a Ribeira à Nova Natal.
Com informações da CBTU  06/0-3/2017

Ferry-Boat tem movimento intenso nesta segunda (06) sentido Bom Despacho Salvador

Travessia marítima  🚢

Agora a tarde o sistema Ferry-Boat esta em operando co sete(07) embarcações - Anna Nery, Dorival Caymmi, Agenor Gordilho, Ivete Sangalo, Juracy Magalhães Jr, Pinheiro e Zumbi dos Palmares - com saídas a cada 30 minutos.Neste momento, o fluxo de passageiros segue intenso somente para veículos em Bom Despacho e tranquilo para ambos em São Joaquim

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
A ITS,operadora do sistema Ferry-Boat,informa que na manhã desta segunda-feira (06),o fluxo de passageiros e de veículos foi intenso em Bom Despacho e tranquilo para ambos em São Joaquim,com o sistema operando com sete (07) embarcações - Anna Nery, Dorival Caymmi, Agenor Gordilho, Ivete Sangalo, Juracy Magalhães Jr., Pinheiro e Zumbi dos Palmares,e com saídas a cada 30 minutos.
Agora a tarde o sistema Ferry-Boat esta operando com sete(07) embarcações - Anna Nery, Dorival Caymmi, Agenor Gordilho, Ivete Sangalo, Juracy Magalhães Jr, Pinheiro e Zumbi dos Palmares - com saídas a cada 30 minutos.Neste momento, o fluxo segue intenso somente para veículos em Bom Despacho e tranquilo para passageiros e veículos em São Joaquim.
Para os viajantes que desejarem utilizar o serviço de Hora Marcada,deverão consultar o site da ITS (portalsits.internacionaltravessias.),para verificar a disponibilidade de vagas para embarque e a compra das passagens efetuando o pagamento através de cartões de débito ou credito.
Uma Central de Atendimento ao Cliente (CAC), localizada no Terminal São Joaquim funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 7h às 13h
Contatos - Tel 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  06/03/2017

Serviço Travessia no Maranhão comemora um ano e anuncia novos serviços

Mobilidade  🚌

Para comemorar a data, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) e a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) anunciam nesta terça-feira (7), às 9h, no auditório da MOB, novos serviços que buscarão beneficiar ainda mais o público do programa

Da Redação 
foto - Gilson Teixeira
Em fevereiro, um dos programas de maior nível de satisfação do Governo do Estado completou um ano. Desde o seu lançamento, o ‘Travessia’ vem revolucionando a vida dos usuários permitindo-lhes o direito de ir e vir com mais dignidade. Para comemorar a data, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) e a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) anunciam nesta terça-feira (7), às 9h, no auditório da MOB, novos serviços que buscarão beneficiar ainda mais o público do programa.
O ‘Travessia no Cinema’, ‘Travessia na Praia’ e ‘Travessia na Folia’ integrarão o Serviço Travessia, incluindo novas formas de atendimento às pessoas com deficiência já cadastradas, e, tudo isso, de modo completamente gratuito.
Além desta novidade, o ‘Travessia’ também inova o serviço de transporte gratuito porta a porta ao disponibilizar, em cada van, uma cadeira de rodas nova. A ideia surgiu após a agência identificar que algumas pessoas deixavam de utilizar o Travessia por não possuir, ao menos, uma cadeira de rodas para se locomover.

Novos serviços, mais lazer.

O ‘Travessia no Cinema’ passou a ser uma realidade em ações-piloto ocorridas em um cinema, na capital, nos últimos fins de semana. Para dar início aos novos serviços, cinco pessoas usuárias do Travessia e seus acompanhantes foram convidados para o sábado de lazer com direito a filme, pipoca e refrigerante – tudo a escolha dos presentes – gratuitamente.
A tarde de diversão foi marcada por muita alegria e emoção, não só aos usuários do ‘Travessia’ mas, principalmente, aos acompanhantes, afinal, dos cinco convidados, quatro nunca tinham ido ao shopping, tampouco ao cinema. “Vai fazer um ano que a Sarah Ramize (15 anos) utiliza o Travessia. Nós temos um ano de Travessia. Eu utilizo mais para ir ao médico e fazer o tratamento. Se não fosse o Travessia ela nem fazia o tratamento porque o táxi é muito caro. Lazer é a primeira vez que a gente está vindo. Tô feliz demais! Ela nunca tinha vindo ao cinema. É a primeira vez de várias, em nome de Jesus”, comemora Laércia da Conceição, mãe da Sarah, moradora do São Raimundo.
Os novos serviços têm como principal objetivo disponibilizar uma opção de lazer a esse público, por meio do ‘Travessia’, nos fins de semana, como explica o presidente da MOB, Artur Cabral. “Nós vimos uma necessidade de criar mais algumas opções de lazer para essas pessoas mais necessitadas que, por diversos motivos, até financeiros, acabavam não utilizando o nosso serviço para fazer essa opção de lazer que é um direito deles. Nós começamos a trabalhar quais seriam as possibilidades e a primeira foi o cinema. No caso desses serviços, é uma inversão da comunicação. A coordenação do Travessia convida as pessoas ao invés de esperar a marcação, e o que nós sentimos nessa primeira ação é que o Travessia não só dá qualidade de vida, ele muda a vida das pessoas. Das cinco pessoas que foram assistir o filme, quatro delas nunca tinham ido ao cinema”.
Para completar a diversão dos fins de semana, os domingos serão marcados pelo ‘Travessia na Praia’. Será instalado um posto do Travessia na Praia de São Marcos com cadeiras totalmente adaptadas para banho. “Nós vimos que havia uma baixa utilização desse serviço aos domingos e nós entendemos que um dos problemas é que as cadeiras utilizadas não são adaptadas para andar na praia. Então providenciamos a compra dessas cadeiras, vamos criar um ponto específico na praia de São Marcos para que essas pessoas possam ir com seus familiares aos finais de semana”, explica Cabral.
O lazer não fica por conta somente dos dois serviços. O ‘Travessia na Folia’ esteve em funcionamento na temporada carnavalesca. Quem desejou cair na folia pôde sair de casa sem preocupações, uma vez que o serviço funcionou em horário estendido a fim de garantir a brincadeira dos foliões, e, ao longo do ano, permanecerá disponível em outras festividades, como o São João.

Um ano de Travessia
Com capacidade de atendimento para até 1000 viagens/mês, o Serviço ‘Travessia’ é executado em quatro veículos do tipo VAN, adaptadas, climatizadas e com capacidade para levar até três cadeirantes e seus acompanhantes na Região Metropolitana de São Luís (Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa) e Imperatriz (Davinópolis e Senador La Rocque). Em São Luís, o serviço ampliou seu atendimento a deficientes visuais e crianças com microcefalia. O serviço já realizou mais de 5.000 atendimentos, que resultaram em 11.026 viagens apenas na Região Metropolitana de São Luís.
“De todos os trabalhos e projetos que viemos desenvolvendo, esse é o que mais nos orgulha e nos emociona. Cada vez que a gente se envolve nesse projeto, nós vemos o quanto ele é útil e necessário para uma parte significativa da população que se encontrava muito desassistida pelo Estado. O Estado agora chega aos mais necessitados”, finaliza Cabral.
Com informações da MOB Maranhão