quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Rodoviários prometem parar contra reforma da Previdência

Paralisação/Rodoviários  🚌

A data da paralisação foi escolhida por ser o mesmo dia em que está prevista a votação da matéria no Congresso Nacional. Segundo o presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo (Fttresp), Valdir de Souza Pestana, a categoria está pronta para a greve. 

Portogente
divulgação
Mais de 2 milhões de trabalhadores rodoviários do Estado de São Paulo ameaçam parar, no dia 19 de dezembro próximo (terça-feira), contra a Proposta de Emenda à Constituição 287/2016, a da reforma da previdência. A decisão foi aprovada em plenária da categoria na segunda-feira (11).
A data da paralisação foi escolhida por ser o mesmo dia em que está prevista a votação da matéria no Congresso Nacional. Segundo o presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo (Fttresp), Valdir de Souza Pestana, a categoria está pronta para a greve. “Não será preciso nenhum esforço”, garante.
O sindicalista explica que os ônibus municipais, intermunicipais e interestaduais simplesmente não sairão das garagens. A convicção do dirigente deve-se, segundo ele, ao grande descontentamento dos trabalhadores com uma reforma que acabará com o direito sagrado da aposentadoria.
Fonte - Portogente  13/12/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"