sábado, 16 de dezembro de 2017

Cortejo Afro encerra neste domingo (17) a última edição do projeto Concha Negra

Arte & Cultura  🎶

A banda Cortejo Afro, parte integrante do Bloco Cortejo Afro, vai levar sua batida percussiva que mistura ritmos africanos, batidas eletrônicas e pop, intitulada de “revolução musical afro-baiana.Além da apresentação principal, a banda Baiana System e o Núcleo de Ópera da Bahia serão os convidados especiais da quarta edição do projeto. O espetáculo de abertura traz a dupla performática Kaylane e Kathleen.

Da Redação
foto - ilustração
O Cortejo Afro encerra neste domingo (17) a última edição do projeto Concha Negra, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA). Além da apresentação principal, a banda Baiana System e o Núcleo de Ópera da Bahia serão os convidados especiais da quarta edição do projeto. O espetáculo de abertura traz a dupla performática Kaylane e Kathleen.
 A primeira etapa, que vai até o mês de fevereiro, contou com seis entidades convidadas a compor a programação. No próximo ano as apresentações do Olodum (7 de janeiro) e Malê Debalê (4 de fevereiro), encerram o ciclo de um semestre.
A banda Cortejo Afro, parte integrante do Bloco Cortejo Afro, vai levar sua batida percussiva que mistura ritmos africanos, batidas eletrônicas e pop, intitulada de “revolução musical afro-baiana”. Sua origem, dentro dos limites de um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oiá, sob a inspiração e orientação espiritual da Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, Mãe Santinha, atesta toda a sua identidade, autenticidade e força. O último Concha Negra do ano poderá ser acompanhado também pela página oficial do facebook da TVE Bahia, pelo canal do youtube (/tvebahia) ou pelo Portal da TVE Online .
A TVE, canal 10.1, e a rádio Educadora FM, transmitirão ao vivo e com exclusividade a apresentação que encerra o primeiro ano do projeto, a partir das 18h.
Com informações da Secom BA.  16/12/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"