sexta-feira, 6 de outubro de 2017

MetrôRio celebra acordo e fará integração com vans legalizadas da Rocinha e do Vidigal

Transportes sobre trilhos  🚇

A medida, que começa a valer a partir da próxima segunda-feira (09/10), será publicada no Diário Oficial do município do Rio de Janeiro nos próximos dias. Trata-se de um acordo entre o MetrôRio e os permissionários das vans. Nos três primeiros meses, os usuários irão pagar R$ 5 para usar os dois transportes, o que representa uma economia de R$ 2,90 por viagem.

ANPTrilhos*
foto - ilustração/arquivo
O MetrôRio celebrou um acordo com a Prefeitura para dar início à integração com vans que realizam o trajeto São Conrado x Jardim de Alah, atendendo as comunidades da Rocinha e do Vidigal. O desconto, que não envolve diretamente subsidio público, foi concedido integralmente pela concessionária estadual e estava previsto no estudo econômico que viabilizou a construção da Linha 4 pelo Governo do Estado.
A medida, que começa a valer a partir da próxima segunda-feira (09/10), será publicada no Diário Oficial do município do Rio de Janeiro nos próximos dias. Trata-se de um acordo entre o MetrôRio e os permissionários das vans. Nos três primeiros meses, os usuários irão pagar R$ 5 para usar os dois transportes, o que representa uma economia de R$ 2,90 por viagem.
Após esse período, o valor da integração passará a ser de R$ 5,55. Com a medida, o passageiro economizará R$ 2,35 por viagem ou aproximadamente R$ 103,40 mensalmente para usar os dois transportes (média de 22 dias úteis).
Para ter acesso ao benefício, o usuário deverá utilizar um cartão RioCard e a integração deverá ser realizada com o intervalo máximo de duas horas e meia. A integração entre metrô e vans será feita nas estações São Conrado e Jardim de Alah.
– O conceito desta parceria é reforçar a função de cada modal, tanto os alimentadores quanto os de alta capacidade. O sistema de transportes é único e cabe ao poder público realizar ações integradas para orientar sua utilização. Todas as medidas devem ser pautadas no atendimento à população, independentemente da esfera governamental que regula cada serviço – afirmou o secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira.
Para Guilherme Ramalho, presidente do MetrôRio, a integração intermodal é a principal solução para a questão da mobilidade na cidade do Rio de Janeiro.
– O metrô é um meio de transporte de alta capacidade, que precisa de alimentadores para funcionar de maneira racional. As vans atendem a essa necessidade e complementam o trajeto do metrô – destacou.
*Secretaria Estadual de Transportes do Rio de Janeiro
Fonte - ANPTrilhos  06/10/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"