segunda-feira, 5 de junho de 2017

Estratégias sustentáveis reduzem consumo de energia e água nas estações do Metrô de Salvador

Sustentabilidade   🚇

Pensando em transporte público, o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas se destaca por ser um meio de transporte menos poluente, pois utiliza energia elétrica em sua maioria oriunda de hidrelétrica, limpa e renovável.E não somente o transporte sobre trilhos contribui para o meio ambiente, mas as estações também foram planejadas pela CCR Metrô Bahia dentro dos princípios da sustentabilidade ambiental.

Da Redação
divulgação/CCR
Neste Dia do Meio Ambiente (5/6) é natural que as pessoas reflitam sobre como ter uma vida mais sustentável. Pensando em transporte público, o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas se destaca por ser um meio de transporte menos poluente, pois utiliza energia elétrica em sua maioria oriunda de hidrelétrica, limpa e renovável. E não somente o transporte sobre trilhos contribui para o meio ambiente, mas as estações também foram planejadas pela CCR Metrô Bahia dentro dos princípios da sustentabilidade ambiental.
As luminárias das plataformas, mezaninos e acessos que possuem iluminação natural permanecem desligadas parcial ou totalmente durante o dia, respeitando os níveis estabelecidos pelas normas vigentes. A luz natural possibilita uma economia de até 50% no consumo total de energia. Quando escurece, e também em algumas estações subterrâneas, lâmpadas de LED garantem a iluminação plena com redução do consumo, representando em média, 50% de economia de eletricidade.
As escadas rolantes funcionam constantemente, mas possuem um temporizador que reduz sua velocidade na ausência de usuários, contribuindo para a economia de energia, só retornando à velocidade normal quando alguém passa por um sensor. Essa medida representa cerca de 40% de redução no consumo de energia.
As estações também armazenam água das chuvas, que são utilizadas para a limpeza de bacias sanitárias dos banheiros, ação que representa, em média, 65% da demanda diária de água nas estações. Mesmo a água utilizada na limpeza dos trens, no Complexo Integrado de Operação e Manutenção Pirajá, é até 85% de reuso.
O gerenciamento de resíduos é outro destaque da CCR Metrô Bahia. Todas as instalações da empresa possuem lixeiras adequadas para o descarte seletivo do lixo. Resíduos recicláveis (papel/papelão e plástico) coletados internamente são segregados e doados para cooperativas de reciclagem. Em 2016, 4,8 toneladas de material foram encaminhadas para a Cooperativa de Coleta Seletiva Processamento de Plástico e Proteção Ambiental – CAMAPET. Madeiras são doadas para reaproveitamento pela indústria de cerâmica, como fonte de energia nas fornalhas.

Metrô sustentável
O metrô é um importante vetor da ampliação da mobilidade urbana de Salvador, trazendo com ele a melhoria da qualidade ambiental, contribuindo para a redução do número de automóveis e ônibus nas ruas e para a melhoria da qualidade de vida dos soteropolitanos. Cada trem do metrô é capaz de transportar 1.000 passageiros por viagem – o que equivale, por exemplo, a mil automóveis ou cerca de 25 ônibus a menos nas ruas de Salvador.
O metrô é um modal de transporte de cunho social, pois desloca milhares de pessoas durante o dia, e ambiental, por seus princípios da sustentabilidade: movido a energia elétrica limpa e renovável, com baixa emissão de CO2. O metrô de Salvador já transportou mais de 34 milhões de pessoas desde junho de 2014 e tem previsão de conclusão total até o fim de 2017.
As Linhas 1 e 2 funcionam das 5h à meia-noite, inclusive em feriados e nos finais de semana, com cobrança de tarifa – R$ 3,60. No metrô, o usuário pode utilizar o cartão da CCR Metrô Bahia, o SalvadorCARD e o Metropasse.
Com informações da CCR Metrô Bahia  05/06/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"