quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Mais imóveis do Centro Histórico de Salvador ganham nova pintura

Infraestrutura urbana  🏠

A ação integra a manutenção do território tombado, realizada pelo Governo do Estado, e compreende ainda a reforma de telhados, praças, paisagismo e recuperação do pavimento. Atualmente, os operários estão concentrados na pintura da área externa da Fundação Casa de Jorge Amado, no Largo do Pelourinho.

Da Redação
foto - Tita Moura/Conder
A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), segue realizando a pintura dos casarões no Centro Histórico de Salvador. A ação integra a manutenção do território tombado, realizada pelo Governo do Estado, e compreende ainda a reforma de telhados, praças, paisagismo e recuperação do pavimento. Atualmente, os operários estão concentrados na pintura da área externa da Fundação Casa de Jorge Amado, no Largo do Pelourinho.
“Em dois meses já concluímos a pintura de 31 casarões localizados nas ruas Gregório de Matos, João de Deus, 28 de Setembro e Largo do Pelourinho. O trabalho é feito de maneira permanente”, explica o gestor da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas), Maurício Mathias. Segundo ele, o próximo passo será a pintura de mais 16 casarões na Rua Alfredo de Brito.
A pintura é feita por blocos de casa, o que facilita a logística do serviço e minimiza os transtornos para moradores e visitantes. Recentemente, por exemplo, a Conder finalizou a recuperação do piso e da calçada da Ladeira do Carmo. “Essas edificações são importantes marcos históricos. A pintura e reforma dos telhados são indispensáveis à sua manutenção, já que as fachadas estão sujeitas a uma série de patologias que provocam danos à pintura, causadas pela retenção de umidade e componentes químicos presentes nas alvenarias e revestimentos antigos”, acrescenta.

Fundação Casa de Jorge Amado
Seguindo a política de valorização e ocupação da área do Centro histórico de Salvador, o Governo do Estado, por meio da Conder, disponibilizou um imóvel à Fundação Casa de Jorge Amado (FCJA). Trata-se de um casarão do século XIX, próximo à sede da instituição, com 540 metros quadrados, situado na Rua Alfredo de Brito. Além da pintura, realizada pela Dircas/Conder, a FCJA vai restaurar o imóvel para receber o espaço Zélia Gattai, que abrigará parte do acervo da instituição. “A Fundação agradece à Conder pela pintura de seus prédios, que veio em oportunidade muito especial, quando a instituição comemora seus 30 anos de existência”, afirma a diretora da FCJA, Ângela Fraga.

Patrimônio Histórico

A recuperação de praças e largos também integra a série de ações para manutenção da área do Centro Histórico, por onde circulam 530 mil pessoas anualmente. Um exemplo é a Praça Thereza Batista, que foi recuperada pela Conder, com a troca da estrutura metálica e da cobertura, pintura das fachadas dos imóveis que compõem a praça, além da reforma do palco e camarins.
A reforma da Praça Pastores da Noite, no Pelourinho também foi concluída. Localizada entre o estacionamento conhecido por 14-M e a Rua das Laranjeiras, o local é um importante acesso ao Centro Histórico de Salvador. A Conder finaliza agora a recuperação da fachada do prédio histórico do Lar Franciscano Santa Isabel e da Praça do Lar Franciscano, que será mais uma opção de lazer do Centro Histórico de Salvador.
Com informações da Secom Ba.  16/02/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"