quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Proseguem as obras de manutenção no Centro Histórico de Salvador

Centro Histórico 🏠

A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder),segue com obras de manutenção no Centro Histórico de Salvador.A ação faz parte da manutenção do território tombado, realizada pelo Governo do Estado, e compreende também reforma de telhados, praças, paisagismo e recuperação do pavimento.O trabalho é feito de maneira permanente.

Da Redação
foto - Ascom Dircas/Conder
A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), concluiu a pintura de 31 casarões localizados nas ruas Gregório de Matos, João de Deus, 28 de Setembro e Largo do Pelourinho, Centro Histórico de Salvador.
A ação faz parte da manutenção do território tombado, realizada pelo Governo do Estado, e compreende também reforma de telhados, praças, paisagismo e recuperação do pavimento. O trabalho é feito de maneira permanente. Recentemente, a Conder finalizou a recuperação do piso e da calçada da Ladeira do Carmo.
“A pintura é feita por blocos de casa, o que facilita a logística do serviço e minimiza os transtornos para moradores e visitantes”, explica Milton Melo, superintendente Operacional da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder), responsável pela execução do trabalho. Outros imóveis também serão contemplados até o final do ano nas ruas João de Deus, Laranjeiras e Gregório de Matos, sendo três já em andamento.
Segundo ele, a ação é indispensável à preservação das edificações, importantes marcos históricos da capital baiana. “As fachadas estão sujeitas a uma série de patologias que provocam danos à pintura, causadas pela retenção de umidade e componentes químicos presentes nas alvenarias e revestimentos antigos”, acrescenta.

foto - Ascom Dircas/Conder
Conservação do patrimônio
Como parte do trabalho de conservação do patrimônio histórico, a Dircas/Conder também está realizando a limpeza e pintura externa do Lar Franciscano Santa Isabel, palacete em estilo colonial do século XVII, fundado em 1848. No local está sendo construída mais um espaço de lazer, a Praça Ary Barroso, com área de 470 metros quadrados.
A recuperação de praças e largos também integra a série de ações para manutenção da área do Centro Histórico, por onde circulam 530 mil pessoas anualmente. Um exemplo é a Praça Thereza Batista, que foi recuperada pela Conder, com a troca da estrutura metálica e da cobertura, pintura das fachadas dos imóveis que compõem a praça, além da reforma do palco e camarins.
A reforma da Praça Pastores da Noite, no Pelourinho também foi concluída. Localizada entre o estacionamento, conhecido por 14-M e a Rua das Laranjeiras, o local é um importante acesso ao Centro Histórico de Salvador. Lá, foram realizados serviços de jardinagem, pintura, limpeza, desobstrução da tubulação para melhorar a drenagem e recuperação do mobiliário urbano. Atualmente, está sendo realizada a revisão elétrica da Praça Pedro Arcanjo.
Com informações da Secom Ba.  01/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"