domingo, 11 de dezembro de 2016

Projeto do ônibus elevado chinês esta abandonado

Tecnologia 🚏

Segundo o China News, o protótipo de 22 metros revelado em agosto está parado e acumulando poeira em seu local de testes há cerca de dois meses. Quem contou foram dois homens que cuidam da vigilância da área, em Qinhuangdao. 

China News,The Paper,Sina Finance

O projeto chinês de um ônibus elevado, que permite que uma faixa dupla de carros passe por baixo dele em horários de rush no trânsito,está abandonado.
Segundo o China News, o protótipo de 22 metros revelado em agosto está parado e acumulando poeira em seu local de testes há cerca de dois meses. Quem contou foram dois homens que cuidam da vigilância da área, em Qinhuangdao. Um deles, aliás, informou que os responsáveis não estavam podendo nem contratar seu patrão, que tem uma firma de segurança.
As informações fazem total sentido. Basta dar uma olhada no site do projeto, que apesar de ainda estar no ar, não é atualizado desde 15 de setembro. Um outro jornal, The Paper, conseguiu falar com um funcionário anônimo da TEB Technology Limited, empresa responsável pelo projeto, e descobriu que a companhia está enfrentando problemas financeiros desde novembro, e que seu único investidor (um magnata de Pequim chamado Huayingkailai) se recusou a injetar mais verbas no tal ônibus. O homem, aliás, estaria sendo investigado por lavagem de dinheiro.
O Paper, aliás, foi mais além e obteve informações de que as equipes de projeto e gestão da TEB teriam se mudado da cidade — o que deixa no ar uma dúvida: quem iria voltar lá para “limpar” a área de testes e remover o “trambolho” de lá? O local, que é uma pista de 300 metros, está inclusive atrapalhando a infraestrutura da cidade, que poderia ter sido ampliada para melhorar as vias de trânsito e abrir espaço para os carros.
De acordo com um contrato entre a TEB e o distrito chinês, a empresa teria que ter concluído seus testes até o dia 31 de agosto, a menos que pagasse para uma extensão do prazo concedido. Pelo visto, isso não aconteceu e, em vez de pagar para continuar, ela se viu sem capital e abandonou o projeto. A empresa ainda havia citado que construiria um segundo local de testes, este com 3 Km de extensão, em Zhoukou — o que não aconteceu.
Agora que a companhia já chamou a atenção do mundo inteiro com seu projeto totalmente inusitado, vai ser difícil sumir do mapa e fingir que nada aconteceu. As informações ainda estão muito nebulosas e ninguém sabe, ao certo, explicar o real motivo do abandono do ônibus elevado no local de testes.
Fonte - Revista Amazônia  11/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"