segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

OAB: É grave a inação do Governo em relação aos brasileiros desaparecidos nas Bahamas

Direitos Humanos  👫

Os brasileiros estariam em um barco, na companhia de dezenas de pessoas de outras nacionalidades. A Guarda Costeira americana tem feito buscas na região, mas até o momento nada foi encontrado. Para o advogado Marcelo Chalreo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Estado do Rio de Janeiro, o quadro é muito grave por pelo menos dois aspectos

Sputnik
foto - ilustração
Está desaparecido desde 6 de novembro um grupo de 19 brasileiros que deixou as Bahamas rumo à Flórida para tentar entrar nos EUA, supostamente de forma clandestina. Por que só agora o Governo brasileiro está agindo?
Os brasileiros estariam em um barco, na companhia de dezenas de pessoas de outras nacionalidades. A Guarda Costeira americana tem feito buscas na região, mas até o momento nada foi encontrado. Para o advogado Marcelo Chalreo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Estado do Rio de Janeiro, o quadro é muito grave por pelo menos dois aspectos:
"Esta é uma situação deplorável que acontece no mundo inteiro", diz Chalreo. "E obviamente, como em toda situação dessa natureza, atinge as pessoas mais pobres e mais necessitadas. É lastimável que isso tenha acontecido com um grupo de brasileiros, 19 brasileiros que estão desaparecidos há quase 60 dias, aparentemente tentando entrar nos Estados Unidos da América do Norte de forma ilegal. E lamentável também é o fato de que as notícias que nos chegam dão conta de que já havia comunicações com o Governo brasileiro sobre o desaparecimento dessas pessoas e não houve qualquer ação, nenhuma intervenção por parte do Governo. Se isso for confirmado, é uma situação muito grave essa inação."
Para o Dr. Marcelo Chalreo, só Brasília tem a resposta para a questão da demora na adoção de providências pelo Governo: "Essa é uma pergunta que tem de ser respondida pelo ministro da Justiça [Alexandre de Moraes]. O ministro da Justiça deve vir a público para dizer o porquê da demora e o porquê da inação. É realmente espantoso saber que o Governo brasileiro não tomou nenhuma medida até o momento. Há que se perguntar à Chancelaria e ao Ministério da Justiça o porquê dessa demora em tomar providências em relação a um fato tão grave, que diz respeito a 19 vidas humanas."
Fonte - Sputnik  26/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"