sábado, 31 de dezembro de 2016

Armazéns voadores

Tecnologia  🚀

Os armazéns serão transportados por um dirigível e visitarão locais de grande demanda de serviços por drones, como eventos esportivos ou festivais, onde serão vendidas comidas ou lembrança ao público.

Portogente

A Amazon amplia a capacidade dos seus serviços de entrega por drones. Nesse sentido, registrou uma patente de armazéns aéreos equipados com frotas de drones para entregar mercadorias em locais-chave. Os armazéns serão transportados por um dirigível e visitarão locais de grande demanda de serviços por drones, como eventos esportivos ou festivais, onde serão vendidas comidas ou lembrança ao público.
Essa patente também prevê uma série de veículos de apoio para reabastecer a frota aérea. Nos documentos que detalham o projeto, a Amazon diz que a combinação de drones e armazéns voadores, ou "centros de atendimento aéreo", vai entregar mercadorias muito mais rapidamente do que aqueles estacionados em armazéns terrestres.
Está aberta a competição entre empresas que trabalham com drones. Muitas dessas estão lutando para conseguir estender seu alcance relativamente curto, e que normalmente é dependente do tamanho da bateria que carregam.
Como já era esperado, as entregas aéreas vão tomar dimensões inimagináveis na sua logística. E haverá surpresas, portanto, quando o crescimento da estrutura logística das frotas de entrega incorporar o conceito de novas oportunidades, com extenso raio de ação e uma instantaneidade nunca visto antes. Assim, o mundo fica mais ágil.
Fonte - Portogente - 31/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"