segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Edifício Sulacap símbolo da arquitetura Art decó pode ser Patrimônio da Bahia

Patrimônio histórico 🏠

Os Editais do Estado 2016 reuniram R$ 30 milhões do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). “É fundamental pensarmos na proteção para imóveis modernistas, Art déco, ecléticos ou neoclássicos, e não só para barrocos, como aplicado nos últimos 50 anos na Bahia”, afirma o diretor-geral do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural do Estado (Ipac), órgão vinculado à Secretaria de Cultura do Estado (Secult) e responsável pela política estadual de proteção aos bens culturais, João Carlos de Oliveira.

Da Redação
foto -  Jefferson Vieira-Ascom/Ipac
Com sete andares, 121 salas e quatro lojas, formas dinâmicas e arredondadas, o Edifício Sulacap, representante ilustre da arquitetura Art déco em Salvador, está com tombamento provisório e o dossiê para o tombamento definitivo no Conselho Estadual de Cultura (CEC). Se for a ação for concretizaa, o prédio, inaugurado em 1946, passa a ter prioridade nas linhas públicas de financiamento. Na Bahia, uma delas são os Editais com recursos para projetos, obras e restaurações.

foto -  Jefferson Vieira-Ascom/Ipac
Os Editais do Estado 2016 reuniram R$ 30 milhões do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). “É fundamental pensarmos na proteção para imóveis modernistas, Art déco, ecléticos ou neoclássicos, e não só para barrocos, como aplicado nos últimos 50 anos na Bahia”, afirma o diretor-geral do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural do Estado (Ipac), órgão vinculado à Secretaria de Cultura do Estado (Secult) e responsável pela política estadual de proteção aos bens culturais, João Carlos de Oliveira.

foto -  Jefferson Vieira-Ascom/Ipac
O governo federal protege os bens de importância nacional, via Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura (MinC), e as prefeituras atuam nos patrimônios de relevância regional. “Promovemos ainda dossiês sobre os edifícios Caramuru (Comércio), Dourado (Graça), A Tarde (Praça Castro Alves), Oceania (Farol da Barra) e Hospital Aristides Maltez (Brotas)”, informa João Carlos.

foto -  Jefferson Vieira-Ascom/Ipac
Concebido pelos arquitetos Anton Floderer e Robert Prendice e instalado na esquina da Avenida Sete de Setembro com a Rua Carlos Gomes, em frente à Praça Castro Alves, o Sulacap tem características Art déco como composição simétrica e escalonamento (andares menores superpostos). Segundo a arquiteta do Ipac, Lígia Larcher, autora do parecer para tombamento, o prédio "detém formas aerodinâmicas que remetem ao design industrial, aos transatlânticos, trens e automóveis, sugerindo velocidade, mais um item da modernidade urbana na arquitetura Déco. Ele é relevante por sua estética e monumentalidade”. Saiba mais no site do instituto.
Com informações da Secom Ba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"