domingo, 4 de setembro de 2016

Governo do Estado entrega mais uma obra de mobilidade em Salvador (Ba)

Infraestrutura Urbana

Com investimento de R$ 50 milhões, o novo sistema viário é formado por uma via marginal à BR-324, com extensão de cerca de dois quilômetros, incluindo um viaduto sobre a Rua Celika Nogueira. O conjunto de novas vias totaliza 4,2 quilômetros e dispõe de alças de acesso à BR-324, além de uma pista apta a operar o BRT. Ciclovia, passeios com piso tátil, escadas, passagem para pedestres, sinalização e paisagismo completam a obra do Governo do Estado.

Da Redação
Secom Ba.
Mais uma obra de mobilidade urbana em Salvador será entregue pelo Governo do Estado. A segunda etapa da Linha Vermelha (BR-Águas Claras) será inaugurada pelo governador Rui Costa, neste domingo (4), durante evento voltado para as famílias diretamente beneficiadas com as novas vias.
"Essa obra é uma das intervenções que o Governo do Estado realiza para melhorar a mobilidade urbana de Salvador. Ela resolve o problema do trânsito local, melhorando a vida da população de Águas Claras, Cajazeiras e região. Quando estiver completa, vai ligar o Subúrbio a Orla Atlântica, passando pela Avenida Orlando Gomes, que já inauguramos. Aqui do lado, teremos a nova estação rodoviária, uma estação de Metrô, além do BRT. Será a nova entrada da cidade, onde quem chegar poderá escolher entre ir de Metrô até o centro, ou pegar um BRT para a Orla, enfim, são investimentos que transformam nossa mobilidade e são resultado de muito planejamento”, afirmou o governador Rui Costa, que inaugura o novo sistema às 9h deste domingo.
Executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), a obra integra a futura Avenida 29 de Março, responsável pela ligação entre a Avenida Orlando Gomes - já duplicada pelo Governo - e a BR-324. Essas intervenções urbanas fazem parte da Linha Vermelha, corredor transversal que vai ligar Piatã ao Subúrbio Ferroviário.

Secom Ba
Com investimento de R$ 50 milhões, o novo sistema viário é formado por uma via marginal à BR-324, com extensão de cerca de dois quilômetros, incluindo um viaduto sobre a Rua Celika Nogueira. O conjunto de novas vias totaliza 4,2 quilômetros e dispõe de alças de acesso à BR-324, além de uma pista apta a operar o BRT. Ciclovia, passeios com piso tátil, escadas, passagem para pedestres, sinalização e paisagismo completam a obra do Governo do Estado.

Trânsito e desenvolvimento
Com a entrada em operação do segundo trecho concluído da Linha Vermelha, a expectativa é que seja resolvido o problema crônico dos engarrafamentos no local. Para que isso ocorra, seis novas rotas para circulação de veículos estarão disponíveis. O novo sistema viário vai beneficiar quem mora e trafega por Águas Claras e outras milhares de pessoas que utilizam, diariamente, a BR-324. Também serão facilitados os acessos ao bairro de Cajazeiras, à Via Regional e à BA-528 (Estrada do Derba).
Os novos fluxos de tráfego do sistema – detalhados ao final deste texto – estarão disponíveis a partir do dia 7 de setembro, feriado da Independência do Brasil. De acordo com a Conder, a medida foi tomada para garantir que a adaptação dos motoristas às novas rotas ocorra sem transtornos para o trânsito, em um dia de pouca circulação de veículos na região.

Secom Ba.
Além de garantir mais fluidez no trânsito de uma das áreas mais populosas de Salvador, o novo sistema vai valorizar imóveis e empreendimentos comerciais da região. A expectativa é que essa área da capital baiana se transforme em um grande ponto de integração dos diferentes modais de transporte, tendo em vista que foi lançada, no dia 13 de agosto, a licitação para a ampliação da Linha 1 do metrô até Águas Claras-Cajazeiras.
"Esta obra inaugura um novo vetor de expansão e desenvolvimento para nossa cidade. Nesta região, também será construída a nova rodoviária, o terminal de integração metropolitano e urbano, e uma estação de metrô, a partir da expansão da Linha 1, saindo de Pirajá. Portanto, irá gerar uma maior valorização de Águas Claras, Cajazeiras e adjacências, tanto imobiliária quanto econômica, propiciando o surgimento de novos empreendimentos e, consequentemente, gerando mais emprego e renda para a população", explicou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins.

Tramo 3 da Linha 1 do metrô
O Tramo 3 será implantado pelo lado esquerdo da rodovia BR-324, no sentido Salvador - Feira de Santana, tendo início no KM-622, em Pirajá, e final no KM-616, próximo ao viaduto de Águas Claras. O governo estadual desenvolveu estudos para integrar o Tramo 3 a novos projetos de transporte público, como os sistemas BRT das Avenidas 29 de Março e Gal Costa e o VLT da região do Subúrbio, bem como a futura Estação Rodoviária, que também será construída em Águas Claras.
As intervenções no Tramo 3 incluem duas estações – Campinas de Pirajá e Águas Claras/Cajazeiras – e um terminal de integração em Águas Claras. As duas passarelas de pedestres, localizadas nas proximidades da loja Makro e em Campinas, passarão por reforma e adequação. As duas novas estações irão atender à demanda que será criada com o metrô. Ao final da obra, a Linha 1 terá 17,5 quilômetros de extensão e passará a contar com dez estações, se estendendo da Lapa até Águas Claras/Cajazeiras.
Estão previstas também obras de melhorias nas adjacências do Tramo 3, a exemplo da ampliação do ramo esquerdo do trevo de Campinas; implantação do sistema de drenagem ao longo da linha do metrô; urbanização e paisagismo, tanto ao longo da linha quanto na via marginal, estações e terminal de integração.
Todas as etapas da obra serão realizadas de forma a impactar o mínimo possível no tráfego da região. A metodologia de intervenção para construção do trecho será submetida à análise e aprovação da concessionária Via Bahia, empresa que gerencia a rodovia BR-324, durante o desenvolvimento do projeto básico.

BR-Águas Claras terá maior integração do Norte-Nordeste
“Aqui estamos integrando regiões importantes da cidade, e deste ponto chegaremos até o Bairro da Paz. No outro sentido, chegaremos até Paripe. A parte da cidade que era de difícil acesso ficou com acesso rápido e facilitado, e vai melhorar ainda mais porque, com todas as obras prontas, aqui terá a maior integração do Norte-Nordeste, com ônibus intermunicipais, metrô e BRT, disse o governador Rui Costa durante a inauguração da segunda etapa da Linha Vermelha, na manhã deste domingo (4), num evento voltado às famílias diretamente beneficiadas com a obra.
Para o governador, a entrega de mais uma obra de mobilidade do Governo do Estado na capital baiana está "mudando a vida das pessoas, valorizando a região onde moram as pessoas simples". Rui lembra que "quem morava aqui, e levava horas para chegar ou sair agora, conta [agora] com uma infraestrutura privilegiada, que facilita em muito em acesso. Com a chegada do metrô, por exemplo, o trajeto até o Centro da cidade, que chegava a demorar entre uma hora e meia e duas horas, levará cerca de 15 minutos. É com muita alegria e orgulho que participamos dessa inauguração junto à população que mais vai se beneficiar dessas intervenções", afirmou.
Com informações da Secom Ba.  04/09/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"