quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Estudantes criam projeto para enfrentar bullying e preconceito

Educação

Composto por alunos de diferentes idades, o projeto busca caminhos para mudar a realidade da comunidade e enfrentar questões como bullying, preconceito e baixa autoestima. “Eu era o rebelde da escola e tinha uma professora que eu sempre tentava tirar do sério. 

Da Redação
Divulgação
O ditado popular diz que um detalhe é capaz de fazer toda a diferença. A história de Anderson Santos Costa, aluno do 3º ano do Colégio Estadual Professor Hermes Miranda do Val, localizado em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), confirma a afirmação. O estudante teve uma grande mudança de comportamento ao fundar com colegas o Grupo de Apoio e Conselhos (GAC).
Composto por alunos de diferentes idades, o projeto busca caminhos para mudar a realidade da comunidade e enfrentar questões como bullying, preconceito e baixa autoestima. “Eu era o rebelde da escola e tinha uma professora que eu sempre tentava tirar do sério. Quando ela me falou que eu era capaz de mudar a minha história, eu parei. Agora estamos dando apoio consciente aos outros alunos através de um diálogo aberto", afirma Anderson em vídeo da série 'Educar Para Transformar', produzida pela Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom).
O grupo tem o apoio da direção da escola. De acordo com a professora Simone Bocaiuva, a ação também aproximou as famílias do colégio. “Eles [os alunos] mudaram muito. E a maneira com as pessoas enxergam a escola também mudou, a comunidade nos vê agora como referência. Ajudamos a perceber a grandeza que é trabalhar com o ser humano com amor e dedicação”, comenta.
Esse ano, o GAC ganhará reconhecimento internacional ao participar da 'Be The Change Conference’, evento organizado pelo movimento global Design for Change, atuante em 25 países, incluindo o Brasil. Na conferência, realizada em Pequim, na China, em dezembro, serão compartilhados projetos desenvolvidos por estudantes de diversos países, que também participarão de oficinas, workshops e atividades culturais. Rayssa Rodrigues, aluna do Colégio Estadual Professor Hermes Miranda do Val, vai representar o GAC no evento.
Com informações da Secom Ba.  28/09/2016


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"