sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Governo do Maranhão e ITA assinam convênio de Mestrado Aeroespacial

Educação

O curso de mestrado oferecido pela Uema, contará, no corpo docente, com professores do ITA. Um passo importante para a qualificação de mão-de-obra e para impulsionar a retomada do projeto aeroespacial brasileiro a partir da Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).

Da Redação
foto - Handson Chagas/Secap MA
O governador Flávio Dino assinou, na tarde desta quinta-feira (4), um Termo de Cooperação Técnica e Acadêmica com Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) para realização do Mestrado Aeroespacial. O curso de mestrado oferecido pela Uema, contará, no corpo docente, com professores do ITA. Um passo importante para a qualificação de mão-de-obra e para impulsionar a retomada do projeto aeroespacial brasileiro a partir da Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).
Durante a assinatura do Convênio, que contou com a participação do reitor da Uema, Gustavo Pereira, e do reitor do ITA, Anderson Correia, o governador Flávio Dino reiterou a importância do mestrado para formação profissional e cientifica que deverá fortalecer o projeto aeroespacial, que está sendo retomada, com novas negociações com os Estados Unidos e China para uso comercial da base de Alcântara.
“A presença do ITA é muito importante porque é a principal instituição acadêmica em nível nacional na área e agora de modo integrado no Maranhão. Essa é a grande novidade, porque nós temos uma iniciativa conjunta das universidades locais do nosso estado com o ITA para formar mão de obra, recursos humanos, que serão utilizados, com certeza, a partir dessa intensificação e retomada do projeto aeroespacial brasileiro. E dessa vez os maranhenses devem estar prontos a participar”, destacou o governador Flávio Dino.
Segundo o reitor do ITA, Anderson Correia, a presença de professores da Instituição aqui no estado vem atender o interesse a Força Área Brasileira, sendo o braço área espacial da Força, o Centro de Lançamento de Alcântara, que vai apoiar na supervisão das pesquisas e dos trabalhos de mestrado que serão feitos na Uema, com apoio do ITA.
“A tendência é que tendo sucesso a gente deve estar dando continuidade. A ideia é que o mestrado apoie no empreendedorismo da região, apoie a criação de serviços especializados, na formação de gente que vai atuar no Centro e nas empresas que trabalham hoje e nas que podem vir a surgir como resultado do trabalho dos profissionais”, destacou o Anderson.
O reitor Gustavo Pereira, explica que a pós-graduação será profissional, tendo na grande área a Engenharia da Computação e Sistemas e a área especifica a Engenharia Aeroespacial, com professores da Uema, ITA e ainda da Universidade Federal do Maranhão e do Instituto Federal de Educação Tecnológico do Maranhão.
“Esse termo de cooperação assinado hoje pela Uema com ITA vai permitir o oferecimento de uma turma especial do Mestrado de engenharia da computação, uma linha de concentração nova na área de engenharia aeroespacial. Há de se considerar que temos aqui o centro de lançamento de Alcântara, que é um vetor estratégico de desenvolvimento do nosso estado. É um passo importantíssimo que estamos dando e tem a plena convicção que o estado do Maranhão se tornará, em pouco tempo, uma grande referência na formação de profissionais nessa área de desenvolvimento do país”, destacou o reitor, lembrando que ainda este semestre será lançado a seleção e matricula para que se inicia no início do próximo ano as aulas.
Com informações do Governo do Maranhão  04/08/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"