quinta-feira, 14 de julho de 2016

Linha 1 do Metrô de Salvador terá esquema especial durante realização dos Jogos Olímpicos

Transportes sobre trilhos

“Assim como na Copa do Mundo de 2014, o metrô terá papel fundamental na locomoção dos torcedores durante os jogos. E será papel ainda mais importante, porque, diferente da Copa, a cidade não terá feriados nos dias de jogos, então o metrô será o meio que transportará os torcedores com a maior previsibilidade e pontualidade”

Da Redação
foto - ilustração/Arquivo
A Arena Fonte Nova será palco de 10 jogos do torneio de futebol das Olimpíadas 2016, e o metrô será o principal condutor dos torcedores e funcionará em esquema especial para ampliar o conforto e a segurança de quem for ao estádio. Detentor da “medalha de ouro”, por conta do seu elogiado funcionamento durante a Copa do Mundo de 2014, o metrô de Salvador tem duas estações nas proximidades da Fonte Nova - Brotas e Campo da Pólvora -, o que facilita a vida dos torcedores que irão aos jogos.
“Assim como na Copa do Mundo de 2014, o metrô terá papel fundamental na locomoção dos torcedores durante os jogos. E será papel ainda mais importante, porque, diferente da Copa, a cidade não terá feriados nos dias de jogos, então o metrô será o meio que transportará os torcedores com a maior previsibilidade e pontualidade”, destaca Grace Gomes, superintendente de Mobilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur).
Nos dias de jogos na capital baiana, o metrô manterá o horário normal de funcionamento – de 5h a 00h –, mas contará com um reforço no número de trens a partir da estação Acesso Norte, o que reduzirá o intervalo de espera para garantir o transporte dos usuários com agilidade e conforto após as partidas, quando todos os usuários saem ao mesmo tempo da Arena.
Além da rapidez, o esquema de transporte envolvendo o metrô trará ainda mais comodidade aos usuários. Os torcedores terão a opção de deixar seus carros no Shopping Bela Vista, que fica ao lado da estação de Acesso Norte. Além disso, haverá uma área, na própria estação, exclusiva para o desembarque de passageiros, ou seja, você pode pegar uma carona até o local e embarcar no metrô.

Mais conforto e menos esforço
Por razões de segurança, o Comitê Olímpico Local (COL) determina um perímetro de isolamento ao redor do estádio, que será feito pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP/BA). A partir do raio determinado, ruas serão fechadas e, consequentemente, sem circulação de veículos. O acesso, portanto, será viabilizado com transporte público. Além do metrô, a Prefeitura de Salvador definirá a logística dos ônibus durante o evento.

Manual Vá de metrô nas Olimpíadas
Onde embarcar: O torcedor poderá pegar o metrô em qualquer uma das outras seis estações da Linha 1 (Estação Pirajá, Bom Juá, Retiro, Acesso Norte, Bonocô ou Lapa) e desembarcar na estação Campo da Pólvora ou na estação Brotas, a depender do setor do seu ingresso. Ingressos dos setores Oeste e Sul devem dar preferência à Estação Brotas. Setores Leste e Norte devem priorizar a estação Campo da Pólvora. A partir da estação Acesso Norte, haverá reforço dos trens com diminuição do intervalo entre os carros. A estação ainda conta com o estacionamento do Shopping Bela Vista.

Horário de funcionamento
O metrô funcionará em horário normal, de 5h a 00h. Exceto no dia do jogo Brasil e Dinamarca, quando somente a Estação Campo da Pólvora estará aberta para embarque até à 1h.

Quanto custa
A passagem de metrô custará o mesmo valor que é praticado atualmente: R$ 3,30. Também será possível fazer a integração entre metrô e ônibus, pagando apenas uma passagem, com uma das 150 linhas urbanas que participam do sistema integrado. Neste caso, é necessário ter um cartão do metrô ou o SalvadorCard. Além disso, o torcedor que vem da Região Metropolitana também poderá chegar ao metrô com uma das 19 linhas metropolitanas que fazem integração com o sistema, pagando apenas o valor da tarifa do ônibus da sua cidade, num intervalo de até 3 horas.
Quem pode usar o metrô durante as Olimpíadas: Aberto ao público. As estações e trens são totalmente acessíveis com rampas, escadas rolantes, elevadores, rota tátil, banheiro adaptado e uma equipe de agentes capacitada para atender a demanda extra.
Com informações da Sedur  14/04/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"