quinta-feira, 26 de maio de 2016

Metrô de Santiago (linha 6) terá energia renovável

Transportes sobre trilhos

A linha 6 do Metrô de Santiago (Chile) terá 60% da sua demanda de energia elétrica atendida por duas fontes renováveis,uma eólica e outra fotovoltaica.Os dois sistemas juntos,deverão reduzir as emissões de CO2 do Chile em torno de 130 000 toneladas por ano

Da Redação
foto - Railway Gazette
Presidente Michelle Bachelet visitou em 23 de maio,o local da futura estação Estadio Nacional da Linha 6 do Metrô de Santiago, para anunciar a assinatura de dois acordos que farão com que 60% das suas necessidades de energia elétrica sejam supridas a partir de fontes renováveis.
Durante o prazo de 15 anos,42% das necessidades energéticas deverão ser fornecidas pela estação de energia solar El Pelicano,enquanto 18% deverá ser gerada pelo parque eólico em San Juan. Ambos deverão estar em plena produção a partir de 2018,representando um investimento pelo governo de US $ 500 milhões.
Os novos acordos deverão reduzir as emissões de CO2 do Chile em torno de 130 000 toneladas por ano.A Presidenta Bachelet disse que os passageiros na linha 6 do Metrô de Santiago viajarão em um sistema,cujo modelo se preocupa com o planeta,contribuindo dessa forma para a redução da quantidade de emissões de carbono,proporcionando um futuro sustentável e melhor para todos.
Com informações da Railway Gazette 25/05/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"