domingo, 8 de maio de 2016

Incêndios gigantescos fora de controle afetam produção de petróleo no Canadá

Internacional

Estima-se que o fogo tenha consumido uma área de mais de 200 mil hectares até a meia-noite de sábado, indicou a agência de gestão de emergências de Alberta em seu mais recente relatório.As condições relacionadas ao fogo são extremas”, escreveu a agência, sobretudo por causa das temperaturas, que chegam a 30º Celsius durante o dia, os ventos, que sopram a 40 quilômetros por hora

Da Agência Lusa
foto - ilustração
Uma série de incêndios gigantescos fugiram do controle e duplicaram de tamanho nas proximidades de Fort McMurray, no Canadá, alertou o governo, que demonstrou preocupação com o impacto do fogo sobre a economia e a indústria petrolífera.
Estima-se que o fogo tenha consumido uma área de mais de 200 mil hectares até a meia-noite de sábado, indicou a agência de gestão de emergências de Alberta em seu mais recente relatório.
“As condições relacionadas ao fogo são extremas”, escreveu a agência, sobretudo por causa das temperaturas, que chegam a 30º Celsius durante o dia, os ventos, que sopram a 40 quilômetros por hora, e o terreno seco, depois de dois meses sem chuva.
Os impactos econômicos são enormes. Segundo os especialistas, as petrolíferas Suncor, Syncrude e Shell reduziram sua produção total de um milhão de barris por dia, o que representa um quarto de toda produção do Canadá, resultando em um prejuízo de dezenas de milhões de dólares por dia.
Mais de 1 mil e 400  bombeiros, 133 helicópteros e 27 caminhões-tanque combatem os 43 focos de incêndio diferentes que atravessam a província de Alberta.
Sete focos de incêndio estão totalmente fora de controle nos arredores de Fort McMurray, capital da produção de petróleo na costa oeste do Canadá.
A única boa notícia é os incêndios “continuam a afastar-se” de Fort McMurray e dos locais de produção de petróleo para o nordeste, segundo Chad Morrisson, da agência de gestão de emergências. Ele acrescentou que o fogo não representa uma ameaça para as populações, embora provoque danos graves ao ecossistema.
Um clima mais fresco e úmido, com possibilidade de chuva nos próximos dias, poderia também contribuir para conter ou acalmar as chamas.
Entretanto, seria preciso chuvas fortes, pois precipitações fracas não bastariam, de acordo com a autoridade.
“A situação permanece imprevisível e perigosa. É um incêndio enorme, perigoso e sem controle”, disse o ministro de Segurança Pública, Ralph Goodale.
O Governo estimou que 80 mil moradores de Fort McMurray tenham sido retirados da área, número que pode chegar a 100 mil pessoas, somando-se as ordens de retirada de três cidades mais ao sul e de uma reserva indígena.
Este é já considerado o maior desastre natural da história do Canadá. A reconstrução da cidade de Fort McMurray terá um custo previsto de 9 bilhões de dólares canadenses.
Fonte - Agência Brasil  08/05/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"