terça-feira, 17 de maio de 2016

Combate ao abuso e exploração sexual infantil é realizado na CBTU em João Pessoa

Educação

Interinstitucional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil e do Adolescente da Paraíba (Redexi) abordaram os usuários com a finalidade de conscientiza-los da importância em coibir e denunciar abusos sexuais contra menores.

CBTU
CBTU
Os passageiros dos trens urbanos foram recepcionados na Estação ferroviária de João Pessoa, na manhã desta segunda feira, 16, com muita informação e um alerta sobre a violência sexual de crianças e adolescentes: Esquecer é permitir, lembrar é combater. Foi com essa mensagem que integrantes da Rede Interinstitucional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil e do Adolescente da Paraíba (Redexi) abordaram os usuários com a finalidade de conscientiza-los da importância em coibir e denunciar abusos sexuais contra menores.
De acordo com a coordenadora do Centro da Mulher 8 de Março, Irene Marinheiro, apesar da redução no número de registros de casos no Estado, a vigilância tem ser permanente para evitar que esse crime continue sendo praticado. Em 2015 foram registrados 72 casos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescente contra 87 catalogados em 2014.
“Apesar do índice ter sido alto no ano passado, houveram avanços. Criamos o Plano de Combate contra esse abuso e exploração; conseguimos realizar várias ações em bairros, escolas e também solidificamos a integração entre os órgãos do governo com as organizações não governamentais”, diz a integrante da Redexi. Este ano, a Rede conseguiu se utilizar de outdoor para fazer o alerta à população.
O dia 18 de Maio é considerado o Dia Nacional de Enfretamento ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes e em João Pessoa haverá um Ato Público no Ponto de Cem Réis, a partir das 14h. Maiores informações através do telefone 3241-8001. Para denunciar abusos e exploração sexual de crianças e adolescentes basta ligar para o número 100 ou 123 ou ainda 0800 282 7969 ou procure o Conselho Tutelar mais próximo de sua residência.
Fonte - CBTU  17/05/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"