terça-feira, 19 de abril de 2016

Novos investimentos em Paranaguá

Infraestrutura/Portos

Pelo novo contrato, a TCP expandirá o terminal, para uma área total de 487.189,20 m². A expansão inclui a construção do novo cais público, de 220 metros de extensão. O novo cais será preparado para receber o equipamento do tipo portêiner Super Post Panamax. É capaz de movimentar simultaneamente quatro contêineres de cerca de seis metros de comprimento cada ou dois de cerca de 12 metros de comprimento cada cheios.

Redação Portogente
foto montagem - ilustração
A renovação antecipada do contrato do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) foi assinada, no dia 13 de abril último, com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, dos ministros de Portos, Helder Barbalho, Fazenda, Nelson Barbosa, da secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues. De acordo com o novo prazo do contrato, que venceria em 2023, a empresa deverá atuar até 2048. Em contrapartida, a TCP se compromete a investir cerca de R$ 1,1 bilhão no empreendimento. Esse valor contempla novos investimentos e a substituição de equipamentos e sistemas operacionais do terminal. “Com o novo marco assumimos que o setor privado é fundamental para ampliar os investimentos, modernizando os portos”, destacou a presidenta.
Pelo novo contrato, a TCP expandirá o terminal, para uma área total de 487.189,20 m². A expansão inclui a construção do novo cais público, de 220 metros de extensão. O novo cais será preparado para receber o equipamento do tipo portêiner Super Post Panamax. É capaz de movimentar simultaneamente quatro contêineres de cerca de seis metros de comprimento cada ou dois de cerca de 12 metros de comprimento cada cheios. Ao todo, a empresa poderá utilizar cais linear público de 1.099 metros.
Como resultado desses investimentos, o terminal poderá movimentar e armazenar carga de projeto e terá a capacidade anual de movimentação equivalente a 2,177 milhões de contêineres. Essa conta leva em consideração, que cada contêiner tenha de cerca de 6 metros de comprimento. Com isso, teremos 1 milhão de contêineres a mais sendo movimentados a cada ano. O terminal também consolidará melhorias operacionais proporcionando melhores condições de trabalho à Receita Federal e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Esses investimentos fazem parte do total de R$ 51,28 bilhões previstos para serem aportados no setor portuário brasileiro até 2042.
Fonte - Portogente  19/04/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"