sexta-feira, 11 de março de 2016

Tribunal de Contas pede explicações sobre trens parados do Metrô de São Paulo

Metrô de SP

Os trens “canibalizados” estão no pátio Itaquera, e são das frotas recém reformadas K e L, além de uma composição nova da frota H, segundo denúncia dos metroviários relatadas no jornal “Folha de São Paulo”.

Renato lobo - VT
imagem de William Molina
Após denuncias de funcionários do Metrô de São Paulo sobre paralisação de pelo menos cinco trens, onde peças das composições foram usadas em outras, em operação, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) solicitou explicações.
Os trens “canibalizados” estão no pátio Itaquera, e são das frotas recém reformadas K e L, além de uma composição nova da frota H, segundo denúncia dos metroviários relatadas no jornal “Folha de São Paulo”.
A solicitação foi feita pelo Conselheiro Antonio Roque Citadini, segundo despacho do Diário Oficial do Estado. Apesar da paralisação, a operação dos trens não foi afetada por que se trata de uma reserva técnica, segundo a companhia. O Metrô disse ainda em nota ao jornal, que os trens estão em manutenção periódica.
Fonte - ViaTrolebus  11/03/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"