terça-feira, 15 de março de 2016

Ponte estaiada da Linha 4 do metrô Rio começa a ganhar sistema de sinalização

Transportes sobre trilhos

"Essa é uma importante etapa da obra, onde estão sendo lançados na ponte estaiada os cabos de sinalização, responsáveis por transmitir para o centro de controle operacional do metrô as informações sobre a circulação dos trens no trecho oeste. 

O Repórter - RF
foto - ilustração
A Linha 4 do metrô começou a receber o sistema de sinalização na ponte estaiada. O início da instalação foi acompanhado pelo secretário de Transportes, Rodrigo Vieira. O trabalho começou após a finalização da colocação dos trilhos na via permanente, pelo Consórcio Rio Barra.
"Essa é uma importante etapa da obra, onde estão sendo lançados na ponte estaiada os cabos de sinalização, responsáveis por transmitir para o centro de controle operacional do metrô as informações sobre a circulação dos trens no trecho oeste. Seguimos dentro do cronograma, trabalhando com as equipes de forma totalmente integrada", disse Rodrigo Vieira.
A ponte estaiada passa sobre o canal da Barra da Tijuca, entre o Morro do Focinho do Cavalo e a Estação Jardim Oceânico, com 320 metros de extensão e 72 metros de altura. Será o único trecho onde as composições da Linha 4 serão vistas fora do subterrâneo. Quando for inaugurada, a ponte estaiada terá iluminação especial assinada pelo artista das luzes Peter Gasper.
A entrega da via permanente na ponte estaiada é um marco. A MetrôBarra está implantando a sinalização do trecho entre o Jardim Oceânico e São Conrado. Então agora é a arrancada final, para que a gente possa terminar esse trecho e, em seguida, finalizar o trecho sul. Nosso pessoal está muito motivado e, nos próximos 140 dias, já estaremos prontos para operar", explicou Pedro Augusto Cardoso, Diretor de Implantação do Projeto Linha 4, que acompanhou o secretário Rodrigo Vieira na visita técnica.
A Linha 4 do metrô vai transportar mais de 300 mil pessoas por dia, retirando das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. Serão seis estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, Gávea, São Conrado e Jardim Oceânico) e 16 quilômetros de extensão. A inauguração acontecerá ainda este ano.
Fonte - Revista Ferroviária  15/03/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"