quinta-feira, 17 de março de 2016

A cidade de Vitória da Conquista é o município mais bem saneado do Norte/Nordeste

Saneamento

No conjunto dos critérios analisados, Vitória da Conquista teve diversos destaques. Com os investimentos feitos pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), para ampliar o atendimento com abastecimento de água, o município alcançou 100% de cobertura em 2014, aparecendo em 1º lugar no ranking juntamente com outros 22 municípios.

Da Redação
foto - Elói Corrêa/GOVBA
Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, aparece mais uma vez como o município mais bem saneado, na região Norte/Nordeste, conforme a classificação do Instituto Trata Brasil no Ranking do Saneamento 2016. Divulgado esta semana, o estudo realizado pela organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) avaliou os 100 maiores municípios brasileiros e os dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS 2014). As cidades de Salvador e Feira de Santana também foram incluídas no relatório.
No conjunto dos critérios analisados, Vitória da Conquista teve diversos destaques. Com os investimentos feitos pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), para ampliar o atendimento com abastecimento de água, o município alcançou 100% de cobertura em 2014, aparecendo em 1º lugar no ranking juntamente com outros 22 municípios. Segundo o gerente regional da empresa, José Olímpio Silveira, diante do crescimento ocupacional da cidade, nos últimos dois anos, o índice atualmente se encontra em 99,8%.
Entre os 100 municípios, Conquista ficou em 9º lugar no índice de perdas de água tratada na distribuição (24,36%), percentual bem menor em relação à média nacional (36,7%). O município também é o 2º colocado em eficiência financeira, com o índice de 4,34% de água produzida e não faturada, enquanto a média brasileira é de 41,9%.
Salvador aparece na 8ª colocação, entre as capitais do País na classificação do Trata Brasil, sendo a capital com melhor índice de tratamento de esgoto coletado. Em Feira de Santana, o destaque é a evolução no controle das perdas de água faturada, que diminuíram de 33,02% para 27,05%.
O Ranking do Saneamento Básico é elaborado pelo Instituto Trata Brasil, desde 2009, em parceria com a consultoria G.O. Associados. O estudo consolida o Ranking do Saneamento tendo por base os dados fornecidos pelas empresas e municípios ao Ministério das Cidades.
Com informações da Secom Ba.  16/032016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"