sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Servidores da Transalvador decidem manter greve durante o Carnaval

Transito

Após dois dias de paralisação parcial das atividades, os servidores da Transalvador decidiram pela deflagração de greve.“Há mais de um ano estamos tentando negociar o aumento do valor pago a título de gratificação devida aos servidores nas operações especiais, porém sem sucesso, e com prejuízo para toda categoria”, informou Luiz Bahia,presidente da Astram.

Tribuna da Bahia
foto - reprodução TB
Após dois dias de paralisação parcial das atividades, os servidores da Transalvador decidiram pela deflagração de greve, tendo em vista a manutenção, por parte da Autarquia, de intransigência em não negociar o aumento dos valores da gratificação dos servidores para a Operação Carnaval.
“Há mais de um ano estamos tentando negociar o aumento do valor pago a título de gratificação devida aos servidores nas operações especiais, porém sem sucesso, e com prejuízo para toda categoria”, informou Luiz Bahia, presidente da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (Astram).
A Astram informa que mesmo não sendo considerado serviço ou atividade essencial, com base na Lei de Greve, os servidores se comprometem a manter, durante o movimento, parte do efetivo que ficará a cargo de prestar atividades que forem indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade no período.
Fonte - Tribuna da Bahia  04/02/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"