sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Aeromóvel de Canoas,projeto tem apoio garantido pelo Ministério das Cidades

Transportes sobre trilhos  

O evento reuniu os parceiros institucionais do projeto, apresentado pelo coordenador executivo do Comitê Gestor de Implantação do Aeromóvel e secretário municipal da Fazenda, Marcos Bosio. Ele mostrou detalhes do funcionamento desse meio de transporte, que terá capacidade para 24 mil passageiros hora-sentido.

Jornal Sul 21
foto - ilustralção/Trensurb
O secretário nacional de Transporte e Mobilidade, Dario Rais Lopes, garantiu que a implantação do aeromóvel em Canoas tem total apoio do Ministério das Cidades. “O sistema tem que dar certo para servir de exemplo ao Brasil”, afirmou Lopes, que participou do Seminário sobre o Projeto do Sistema Aeromóvel em Canoas, na tarde de quarta-feira (2).
O evento reuniu os parceiros institucionais do projeto, apresentado pelo coordenador executivo do Comitê Gestor de Implantação do Aeromóvel e secretário municipal da Fazenda, Marcos Bosio. Ele mostrou detalhes do funcionamento desse meio de transporte, que terá capacidade para 24 mil passageiros hora-sentido. Bosio destacou, ainda os aspectos de segurança, baixo ruído, impacto ambiental mínimo e possibilidade de integração com ônibus e as estações da Trensurb.

Linha 1 em execução
Atualmente, ocorre a readequação da rede de água no trecho da primeira fase da linha 1, com 4,6 quilômetros, entre a estação Mathias Velho da Trensurb e a avenida 17 de Abril (no ponto próximo à Brigada Militar), no bairro Guajuviras. No dia 10 deste mês, será aberto edital de licitação para adequação da rede elétrica. A previsão é de iniciar os testes em novembro deste ano. O Município já obteve financiamento de R$ 149,26 milhões para o pacote tecnológico e de R$ 137,73 milhões para obras civis, por meio do PAC/Caixa Econômica Federal e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) Pró-Inovação.

Sugestões
O secretário Lopes apresentou sugestões com base nos aspectos institucional, operacional e econômico. Indicou os pontos positivos do projeto e fez recomendações relativas a outros que considera mais sensíveis, como a integração tarifária, as alternativas em caso de falhas no sistema e a acessibilidade universal nas estações. Comentou, ainda, que as experiências exitosas em transporte coletivo sobre trilhos – os BRTs de São Paulo e do Rio de Janeiro – têm as operadoras de ônibus como sócios.

Tecnologia gaúcha
Para o secretário adjunto de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Estado, Renato Oliveira, o aeromóvel de Canoas é um “laboratório inovador de tecnologia” que pode servir de case para outros municípios. Disse que o interesse maior do governo gaúcho é apoiar o aperfeiçoamento dessa tecnologia, que considera uma oportunidade para o Rio Grande do Sul exportar tecnologia e uma solução para a mobilidade urbana.

Salto para o futuro
O presidente da Trensurb, Humberto Kasper, considera o projeto “um salto para o futuro”, afirmando que, em Porto Alegre, a empresa provou que a tecnologia é viável. “Agora, a Trensurb tem o papel de contribuir com sua experiência, para que o sistema de Canoas seja ainda mais eficiente”, declarou.
O Seminário teve, ainda, integrantes do Comitê Gestor, representantes do Ministério das Cidades da Caixa Econômica Federal, do Banrisul, da Vicasa, da Sogal, do BNDES, da Ulbra, da Aeromovel Brasil S.A. e de secretarias municipais.
Fonte - ANPTrilhos  05/02/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"