sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Estádio de Pituaçu em Salvador está entre os melhores do Brasil,aponta pesquisa

Esporte

Em janeiro de 2009, o Estádio de Pituaçu foi entregue à população baiana completamente requalificado. O investimento na obra, coordenada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), foi de R$ 55 milhões. Além de toda a modernização, o equipamento teve a capacidade de público duplicada de 16 mil para 32 mil espectadores. 

Da Redação
foto - ilustração
Com o objetivo de propor melhoria dos estádios brasileiros nos quesitos de conforto, segurança, acessibilidade e condições sanitárias e de higiene, o Ministério do Esporte apresentou na manhã desta quinta-feira (28), em São Paulo, o resultado de pesquisa inédita, realizada pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Estádios (Sisbrace). O Estádio Roberto Santos, conhecido como Estádio de Pituaçu, em Salvador, foi classificado com quatro bolas, sendo atribuído pela pesquisa número máximo de até cinco bolas.
O critério adotado pelo Sisbrace corresponde às "estrelas" usadas nos hotéis. Cada estádio vistoriado pode receber de uma bola – atribuída aos estádios mais desconfortáveis – a cinco bolas – para aqueles que apresentam melhores condições nos quesitos analisados. Nesta primeira edição, o Sisbrace vistoriou 155 estádios.
A Arena Fonte Nova, também em Salvador, e outros estádios que participaram da Copa do Mundo de 2014 receberam cinco bolas, como Maracanã, Arena Corinthians, Mineirão, Mané Garrincha, Castelão, Beira-Rio, Arena Pernambuco, Arena da Baixada, Arena das Dunas e Arena da Amazônia.
“É uma alegria enorme para nós, do Governo do Estado, especialmente da Sudesb, ver o reconhecimento da qualidade e eficiência de Pituaçu. Desde a sua completa reforma, em 2009, o equipamento recebe da Sudesb todos os cuidados para preservar e valorizar o investimento público que ali foi feito. O êxito deste trabalho está aí demonstrado em mais esse resultado, lembrando que o gramado de Pituaçu já tinha sido eleito, no passado, pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), jogadores e imprensa esportiva como o melhor do país”, destaca o diretor da Sudesb, Elias Dourado.
Há dois anos, o equipamento esportivo abriu as portas para o esporte de base e amador, sediando partidas da Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Copa 2 de Julho, Copa Metropolitana, Copa Salvador Cup, entre outras. Com a classificação atribuída, o Estádio de Pituaçu foi igualado, em termos de conforto, ao estádio de Manaus, que sediou jogos da Copa do Mundo, em 2014, e ao Morumbi, do Esporte Clube São Paulo.
Outros estádios baianos também foram avaliados. A pesquisa concedeu três bolas ao Lomanto Júnior (Vitória da Conquista), duas bolas ao Manoel Barradas/Barradão (Salvador) e uma bola ao Alberto Oliveira (Feira de Santana) e ao Luiz Viana Filho (Itabuna). Em todo o país, 51 estádios receberam três bolas, 59 ganharam duas bolas e 29 alcançaram uma bola.

Requalificação
foto - ilustração
Em janeiro de 2009, o Estádio de Pituaçu foi entregue à população baiana completamente requalificado. O investimento na obra, coordenada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), foi de R$ 55 milhões. Além de toda a modernização, o equipamento teve a capacidade de público duplicada de 16 mil para 32 mil espectadores.
Na Copa do Mundo de 2014, Pituaçu foi um dos estádios utilizados como centro oficial de treinamento por seleções que jogaram em Salvador. Em 2016, o estádio já está oficializado como um dos campos de treinamento para algumas das 10 seleções masculina e feminina de futebol que disputarão, em Salvador, os jogos das Olimpíadas Rio 2016.
Com informações da Secom Ba.  28/01/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"