sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Governo federal vai liberar verba para estudos do VLT e do metrô na Asa Norte (DF)

Transportes sobre trilhos

Está marcada para o dia 16 de dezembro a assinatura dos contratos para o lançamento do edital dos estudos das duas obras.Na data, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, vai liberar a verba necessária para a realização dos estudos. Ainda não há data para o lançamento do edital. A notícia foi antecipada pelo presidente do Metrô, Marcelo Dourado.

Fato Online - RF
foto - iulustração
A expansão do metrô até o fim da Asa Norte e a implantação de VLTs (Veículo Leve sobre Trilhos) no Eixo Monumental e ao longo da W3 podem finalmente sair do papel. Está marcada para o dia 16 de dezembro a assinatura dos contratos para o lançamento do edital dos estudos das duas obras.
Na data, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, vai liberar a verba necessária para a realização dos estudos. Ainda não há data para o lançamento do edital. A notícia foi antecipada pelo presidente do Metrô, Marcelo Dourado.
Dourado havia dito que haveria oito estações na Asa Norte e uma delas seria próxima à Universidade de Brasília, na quadra 107. Os detalhes, no entanto, só serão decididos após a conclusão dos estudos, cujo prazo depende do edital.
Expansão
A prometida expansão do Metrô está atrasada. Estava previsto para o final deste ano o lançamento do edital para a construção da primeira estação na Asa Norte – na altura do HRAN –, e de mais duas em Ceilândia e duas em Samambaia. Mas isso não deve acontecer. De acordo com a comunicação do Metrô, ainda não há prazo definido, “mas será em breve”. O primeiro edital será de uma estação em Samambaia.
Os recursos para essas cinco estações já foram liberados pela Caixa Econômica Federal. No total, são R$ 557 milhões.
O presidente do Metrô, Marcelo Dourado, culpou a crise pelo atraso. “Ainda estamos em tratativas com a Caixa Econômica e com o Ministério das Cidades. Mas não na velocidade que gostaríamos. A crise atrasou o fluxo de desembolsos do Governo Federal”, disse.
Fonte - Revista Ferroviária  10/12/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"