segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Acordo unificará tarifas de integração metrô/ônibus

Transportes sobre trilhos

A divulgação oficial do modelo está inicialmente prevista para esta segunda-feira, 30, mas pode ser alterada, para que esteja assegurada a clareza dos termos e não sejam gerados eventuais ruídos de comunicação.

Yuri Silva* - A Tarde
foto - ilustração/Pregopontocom
A integração dos ônibus de Salvador e da Região Metropolitana com o metrô da capital - acertada na última sexta-feira entre governo estadual, prefeitura e concessionárias - vai provocar a unificação das tarifas desses três sistemas.
A divulgação oficial do modelo está inicialmente prevista para esta segunda-feira, 30, mas pode ser alterada, para que esteja assegurada a clareza dos termos e não sejam gerados eventuais ruídos de comunicação.
Fontes ouvidas pela reportagem de A TARDE garantem que ainda esta semana os detalhes definidos serão publicados. O acordo, segundo apuração de A TARDE, foi aprovado tanto pela CCR Metrô Bahia quanto pelo Sindicato de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps). Outra ideia ventilada anteriormente, da criação de um sistema de ônibus exclusivo para alimentação do metrô, que circularia em um raio de 5 km no entorno das estações, foi descartada pelas partes.
Essa proposta, que excluiria a integração dos trens com as linhas que atualmente já existem na cidade, havia sido definida no contrato que transferiu a responsabilidade das obras e da operação do metrô da prefeitura para o governo do estado da Bahia.
Até o começo da semana, esta era considerada a mais viável por gestores municipais. Porém, o governo do estado e os empresários de ônibus da capital baiana discordavam dessa posição.

Detalhes
As secretarias de Comunicação Social (Secom) e de Desenvolvimento Urbano (Sedur) confirmam que a divulgação do acordo depende apenas dos últimos ajustes. Já o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, preferiu não comentar o assunto. Diz que a responsabilidade pela divulgação ficou com o governo.
O prefeito ACM Neto também evitou divulgar mais informações sobre o acordo. Ele disse que prefere "esperar o governador decidir de que maneira quer fazer esse anúncio".
"O assunto está resolvido, agora vamos esperar o momento de o governo anunciar. Já fechou o valor, haverá integração total dos ônibus com o metrô. Ontem, ao fim do dia, foi fechado um acordo que envolve todas as partes: o transporte metropolitano, o transporte urbano e o metrô", afirmou o líder do Executivo municipal.
Até o fechamento desta edição, o valor da tarifa também não havia sido divulgado, mas, em modelos de integração tarifária desse tipo, um único sistema de bilhetagem tem que ser criado. Caso Salvador siga a mesma lógica, o Salvador Card e o Metropasse da Região Metropolitana darão lugar a um cartão que poderá ser usado em qualquer modal de transporte.
O contrato que transferiu o modal para o governo estadual previa uma tarifa de integração fixada de R$ 1,10. Nesse caso, o passageiro pagaria esse valor ao pegar um ônibus ou metrô duas horas após ter embarcado em um dos dois modais, não tendo que pagar duas tarifas.
*Colaborou Luan Santos
Fonte - A Tarde  30/11/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"