terça-feira, 13 de outubro de 2015

Movimento de retorno a cidade é intenso nas estradas e no Ferry Boat

Salvador

O sistema de ferry-boat funciona com sete embarcações que saem de meia em meia hora.Na Linha Verde (BA-099), o trânsito ficou lento, do km 26 ao 24, sentido Salvador, por conta de um acidente na via. Também ficou lento do km 30 ao 14 devido à intensidade de veículos voltando para a capital baiana.

A Tarde 
Com informações de Alex de Paula
Margarida Neide | Ag. A TARDE 
As pessoas que aproveitaram o feriado para descansar fora de Salvador já estão retornando para casa nesta segunda-feira, 12. A movimentação pela BR-324 e no sistema ferry-boat foi intensa.
Na Linha Verde (BA-099), o trânsito ficou lento, do km 26 ao 24, sentido Salvador, por conta de um acidente na via. Também ficou lento do km 30 ao 14 devido à intensidade de veículos voltando para a capital baiana.
Os motoristas que decidiram voltar para a cidade pelo ferry-boat esperaram 2 horas para embarcar, enquanto a demora para os pedestres foi de 1 hora. Segundo a Internacional Marítima, o sistema está funcionando com sete embarcações, que saem de meia em meia hora, e também vai seguir direto até a manhã desta terça-feira, 13.

Rodoviária
No terminal rodoviário, a expectativa do coordenador de fiscalização da agência estadual de regulação de transportes (Agerba), Abdu Novais, era que o fluxo maior de passageiros se concentrasse na noite desta segunda e na manhã desta terça-feira, 13.
Além dos 540 horários regulares, as empresas de ônibus adicionaram 300 extras para atender à demanda. As linhas ficam disponíveis para os clientes até esta terça.
Apesar dos horários extras adicionados, alguns passageiros tiveram dificuldade de retornar à capital, a exemplo da estudante Mônica Dantes. Ela viajou para Santo Amaro, sexta-feira, para aproveitar o feriado ao lado da família. "Para comprar a passagem de ida foi tranquilo, porém queria voltar hoje pela manhã e só encontrei passagem no período da tarde. Tinha compromisso marcado e acabei me atrasando", lamentou.
Já a psicóloga Bruna Dias, 29, estava em Feira de Santana e, por comprar passagem com antecedência, não problema para voltar à capital. "Me antecipei porque sei que o fluxo é grande e, apesar de ter ônibus para todos, se eu deixasse para comprar no último momento, não acharia passagem no horário desejado. Melhor revinir", disse Bruna.
Fonte -  A Tarde  1'2/10/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"