quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Metrô alcança marca de 10 milhões de passageiros transportados

Transportes sobre trilhos

A contagem começou desde o início da operação assistida, em junho de 2014, e é uma forma de medir a adesão da população ao equipamento. Atualmente, o Metrô de Salvador transporta diariamente uma média de 45,5 mil passageiros. “Essa é uma prova de como as pessoas estão, de fato, utilizando o sistema para seus deslocamentos. 

Da Redação
foto - Daniele Rodrigues
O Metrô de Salvador, após 1 ano e 4 meses de funcionamento, chega à marca de 10 milhões de passageiros transportados. Para comemorar o marco foi realizado um evento na Estação Brotas, na manhã desta quarta-feira (14). A auxiliar de enfermagem Terezinha Rodrigues, 35 anos, simbolizou o marco. “Eu sempre utilizo o metrô para voltar para casa. Já estive em metrôs de outros locais e garanto que o daqui não perde para nenhum, o serviço é muito bom”, assegurou. Terezinha, que mora em Simões Filho, deixa o trabalho em Brotas, pega o trem até Bom Juá e depois outro veículo para sua cidade.
A partir de novembro, os ônibus metropolitanos passam a fazer integração na Estação Retiro. Posteriormente, essa integração passará para Pirajá, facilitando a vida de Terezinha e de outros moradores da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Os projetos de mobilidade que estão sendo conduzidos pelo Governo do Estado também preveem a construção de um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) Metropolitano, que vai passar pelas cidades de Simões Filho, Dias D’Ávilla, Camaçari e Candeias.
A contagem começou desde o início da operação assistida, em junho de 2014, e é uma forma de medir a adesão da população ao equipamento. Atualmente, o Metrô de Salvador transporta diariamente uma média de 45,5 mil passageiros. “Essa é uma prova de como as pessoas estão, de fato, utilizando o sistema para seus deslocamentos. O metrô é a melhor opção para transporte porque é rápido, seguro e confortável”, destacou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins.

Obras 
foto - ilustração/Hyundai Rotem
“A cada dia, mais gente tem aderido ao transporte em Salvador e isso só reforça como o sistema é funcional e tem atendido às expectativas dos soteropolitanos”, afirmou o presidente da Companhia de Transportes da Bahia (CTB), Eduardo Copello. O sistema metroviário da capital baiana, após 14 anos sem sair do papel, só começou a se concretizar em 2013, quando o Governo do Estado assumiu a gerência do projeto, antes sob responsabilidade da Prefeitura. Após processo licitatório, a CCR Metrô Bahia venceu o certame e iniciou as obras do equipamento.
“As obras do metrô avançam em ritmo intenso, da Rótula do Abacaxi, passando pela Avenida Antônio Carlos Magalhães, início da Avenida Paralela e no seu canteiro central, no sentido Aeroporto. Comparada a outras obras de metrô, em outros estados brasileiros, é a que tem o ritmo mais rápido”, destaca o diretor-presidente da CCR Metrô Bahia, Luis Valença.

Estações
Atualmente, o sistema funciona em operação assistida com seis estações (Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte, Retiro e Bom Juá), totalizando aproximadamente 10 quilômetros da Linha 1. Até o fim de outubro, a Linha do 1 do metrô de Salvador estará concluída. Serão 12 quilômetros e oito estações, ligando a Lapa ao bairro de Pirajá. A Estação Bonocô será a próxima a ser inaugurada. Já Pirajá está quase finalizada e será concluída até o dia 30.
O funcionamento da Estação Pirajá marcará o início da operação comercial do modal, que será integrado aos ônibus metropolitanos e urbanos. Além das obras que vão finalizar a Linha 1, as obras da Linha 2 seguem em ritmo acelerado, com diversas frentes de trabalho. Desde as regiões do Acesso Norte e o bairro de Pernambués, passando pelo Iguatemi, Rodoviária e já na Avenida Paralela, onde o metrô seguirá pelo canteiro central até o Aeroporto. A Linha 2 terá 13 estações e 23 quilômetros de extensão.
Com informações da Sedur Ba.  14/10/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"