terça-feira, 27 de outubro de 2015

Ibametro interdita radar na Avenida Paralela

Transito

Ibametro interdita radar que multou Monza a 368 km/h na Av. Paralela em Salvador.Após a análise ficou constatado que a faixa (1) da esquerda para a direita, sentido aeroporto, se encontrava em desacordo conforme a Metrologia Legal. A verificação foi realizada cinco vezes e em três delas não foi obtida a imagem do veículo. Por precaução, o radar foi interditado pelo Ibametro e só será liberado depois que o defeito for sanado e passar por nova verificação.

Da Redação
Ascom/Ibametro
Salvador - O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), autarquia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), realizou na madrugada desta terça-feira (27) a verificação do radar na Avenida Paralela, em Salvador, que multou diversos veículos com velocidades muito altas, inclusive um Monza a 368 km/h amplamente noticiado pela imprensa na semana passada.
Após a análise ficou constatado que a faixa (1) da esquerda para a direita, sentido aeroporto, se encontrava em desacordo conforme a Metrologia Legal. A verificação foi realizada cinco vezes e em três delas não foi obtida a imagem do veículo. Por precaução, o radar foi interditado pelo Ibametro e só será liberado depois que o defeito for sanado e passar por nova verificação.

Ascom/Ibabetro
O diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal, que acompanhou a verificação no local, faz um alerta ao cidadão para que, ao receber uma multa, verifique se o radar se encontra dentro do padrão de conformidade, e, caso contrário, questione a multa administrativamente. Junto ao Ibametro, ele deve ver a confiabilidade entrando no site, clicando no banner Psie (Portal de serviços do site do Ibametro), clicar em consulta de instrumentos, preencher o tipo de instrumento (medidor de velocidade) e os campos Estado e Município, checando a situação de cada radar da cidade”.
A verificação de radares é obrigatória, anual e toda vez que ocorrem reparos nos equipamentos. Ao ser instalado, o instrumento é averiguado. Depois passa pelo radar utilizando um padrão de velocidade por 25 vezes, admitindo um erro de 0,1 quilômetro por hora. As verificações são periódicas, com o padrão cinco vezes. Caso o instrumento passe por reparos, o responsável deve desativá-lo até que o Ibametro ateste que o instrumento está medindo a velocidade dentro da faixa tolerável. Em caso de dúvidas, o cidadão poderá entrar em contato com a ouvidoria do Ibametro pelo 0800-071-1888 ou pelo site do órgão.
Com informações da Secom Ba.  27/10/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"