sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Eduardo Paes apresenta VLT na Praça Mauá, Zona Portuária do Rio

Transportes sobre trilhos

Ao apresentar o primeiro trem do VLT que chegou ao Rio, em julho, Paes disse que será um dos mais importantes meios de transportes do Rio, já que vai integrar todos os modais: trens, barcas, BRTs, ônibus e metrô.

Globo.com - RF
foto - ilustração
O prefeito Eduardo Paes exibiu na noite desta quinta-feira (15) o primeiro trem do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) a chegar na Praça Mauá, Zona Portuária do Rio. Em sua conta no Instagram, o prefeito publicou três fotos, se referindo a um teste do novo sistema de transporte da cidade.
Em uma das imagens, o trem aparece ao lado Cidade do Samba. Na outra, Paes exibia o interior do trem. A última mostrava o VLT com o Museu de Arte do Rio ao fundo. "E eis q o VLT faz sua primeira parada na Praça Mauá", escreveu o prefeito.
São previstos 32 trens para o sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que vai fazer o transporte de passageiros entre o Centro e a Zona Portuária do Rio. O VLT vai ligar a Rodoviária ao Aeroporto Santos Dumont.

'Bonde do futuro'
Ao apresentar o primeiro trem do VLT que chegou ao Rio, em julho, Paes disse que será um dos mais importantes meios de transportes do Rio, já que vai integrar todos os modais: trens, barcas, BRTs, ônibus e metrô.
"O VLT é o bonde do futuro. A cidade até hoje se ressente de lá atrás ter feito uma opção pelo rodoviarismo. O VLT vai permitir que as pessoas deixem o carro em casa, vai ser a libertação dos automóveis. Ele não foi feito para as Olimpíadas. Foi construído para tornar a cidade mais justa e melhor. Os testes já devem começar ao longo do segundo semestre e no primeiro semestre de 2016 já estaremos em operação", disse Paes.
O prefeito destacou também, na época, que com o novo sistema de transporte pretende também uma mudança de comportamento do carioca, já que o VLT não vai ter catraca nem bilheteria. Os passageiros poderão utilizar o Bilhete Único ou por cartões que serão validados em máquinas no interior do veículo.
Fonte - Revista Ferroviária  16/10/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"