sábado, 22 de novembro de 2014

Exposição retrata as mulheres pioneiras nas ciências no Brasil

Ciência & Tecnologia

A curadora da exposição, Simone Pinto, disse que ao vencer edital do CNPq, o museu quis desmistificar, principalmente com os jovens, a ideia de que cientistas vivem só em laboratórios. “Quando a gente montou a exposição, a ideia foi mostrar ao público, em especial para o público escolar, que a mulher fez parte da ciência e continua fazendo parte da construção da ciência no Brasil”, disse Simone.

Alana Gandra - Agência Brasil
EBC
Uma exposição baseada no livro das pesquisadoras Hildete Pereira de Melo e Lígia Rodrigues, aberta ao público no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, aborda as Pioneiras da Ciência no Brasil. O livro foi publicado em 2013 com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
A curadora da exposição, Simone Pinto, disse que ao vencer edital do CNPq, o museu quis desmistificar, principalmente com os jovens, a ideia de que cientistas vivem só em laboratórios. “Quando a gente montou a exposição, a ideia foi mostrar ao público, em especial para o público escolar, que a mulher fez parte da ciência e continua fazendo parte da construção da ciência no Brasil”, disse Simone.
Parte de um laboratório de química foi montado no museu em homenagem à pesquisadora Eloísa Biasotto Mano, nascida em 1924, que compareceu à abertura da exposição, no final de outubro passado. A bióloga Anna Lima aceitou o convite e posou como pesquisadora da área de química.
Engenheira química pela antiga Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Eloísa Mano respondeu pela criação, em 1968, do primeiro grupo de pesquisadores de polímeros do país, que gerou o Instituto de Macromoléculas da UFRJ. O instituto leva o seu nome.
A mais antiga pesquisadora brasileira retratada na mostra do Museu Ciência e Vida é a obstetra Maria Josephina Matilde Durocher, que viveu entre 1809 e 1893. Primeira aluna do curso de obstetrícia da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, Maria Josephina foi nomeada pelo imperador Dom Pedro II e foi a primeira mulher admitida como membro titular da Academia Nacional de Medicina. Parteira da Corte Imperial, ela fez o parto dos netos de Dom Pedro II.
O Museu Ciência e Vida é administrado pela Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro (Fundação Cecierj), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.
A partir de maio de 2015, a exposição se tornará itinerante e deverá percorrer outros espaços de ciências no estado do Rio, nos municípios de Paracambi, de Três Rios e de São João da Barra, informou a diretora do Museu Ciência e Vida, Mônica Dahmouche. Acrescentou que “a mostra está disponível também para outros museus que se interessem pela temática das primeiras mulheres cientistas brasileiras”. Segundo Mônica, poderá ser estabelecida parceria ainda para apresentação da exposição em qualquer museu do estado.
A exposição retrata 24 pioneiras da ciência e tem um enfoque maior nas ciências exatas, uma vez que o museu é dirigido por uma física e conta, entre seus atrativos, com o Planetário Marcos Pontes, nome dado em homenagem ao primeiro astronauta brasileiro, Marcos Cesar Pontes, e a oficina de Robótica. Também estão contempladas na mostra mulheres que se destacaram em outras áreas científicas, como a economista Maria da Conceição Tavares e a psiquiatra Nise da Silveira.
A entrada é gratuita. O agendamento de turmas de escolas para visitação pode ser realizado pelo telefone (21) 2671-7797.
Fonte - EBC  22/11/2014

CBTU assina O.S para elaboração do projeto de modernização dos trens urbanos de Natal

Transportes sobre trilhos

O termo entre a CBTU e a EPC Engenharia, foi assinado pelo representante da Presidência da Companhia, o Diretor Técnico, Sérgio Sessim e contou com a presença da senadora eleita, Fátima Bezerra, que aproveitou para parabenizar a equipe da CBTU....

CBTU - Natal

Foi assinada nesta segunda, 17, a ordem de serviço para elaboração do projeto de modernização dos trens urbanos de Natal. O termo entre a CBTU e a EPC Engenharia, foi assinado pelo representante da Presidência da Companhia, o Diretor Técnico, Sérgio Sessim e contou com a presença da senadora eleita, Fátima Bezerra, que aproveitou para parabenizar a equipe da CBTU, na figura do superintendente, o engenheiro João Maria Cavalcanti, pelas ações realizadas.
A CBTU adquiriu doze composições de VLT, das quais duas se encontram no pátio da Companhia, aguardando a liberação dos laudos conclusivos aos testes para entrarem em operação. A expectativa é de que até o próximo dia 15 de dezembro a operação com o VLT seja iniciada na grade horária comercial, afirmou o Superintendente da CBTU, João Maria Cavalcanti.
Fonte - CBTU  21/11/2014

Em apenas cinco meses, BRT Transcarioca já tem buracos

Transportes/BRT

A obra que custou R$ 1,7 bilhão aos cofres públicos e ainda tem um contrato de R$ 17 milhões para manutenção por dois anos, tem, em diversos locais, buracos cobertos com areia ou até chapas de aço.A má qualidade do asfalto dos novos corredores expressos não é novidade.

Por Atos Moura
O Dia
Foto: Bruno de Lima / Agência O Dia 
Com apenas cinco meses de operação, o BRT Transcarioca já apresenta problemas na pavimentação ao longo dos seus 39 quilômetros, da Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional. A obra que custou R$ 1,7 bilhão aos cofres públicos e ainda tem um contrato de R$ 17 milhões para manutenção por dois anos, tem, em diversos locais, buracos cobertos com areia ou até chapas de aço.
A má qualidade do asfalto dos novos corredores expressos não é novidade. Em janeiro, O DIA mostrou que o Transoeste, com 31 quilômetros, tinha 270 buracos ou remendos, pouco mais de um ano após a inauguração. No Transcarioca, que corta 27 bairros, as piores condições podem ser encontradas entre as estações de Jacarepaguá até Vaz Lobo.
Em frente à Estação Recanto das Palmeiras, na Taquara, há uma cratera mostrada na edição desta terça-feira do DIA , em foto do leitor Netto Neves, que, segundo moradores, está aberta desde o início da operação do BRT. De acordo com o comerciante Celso Maia, que tem um bar em frente à estação, o buraco começou com uma infiltração de água e depois de fazerem reparos, ficou do jeito que está. Ainda segundo contou, há dois dias, funcionários da prefeitura colocaram areia e o fecharam com uma chapa de metal.
“O transporte é bom, mas é muito dinheiro público jogado fora. A obra é nova e já precisa de reparos que não fazem. Daqui a pouco esses buracos vão estragar os ônibus e vai ser mais dinheiro indo embora”, alegou Maia. O desgaste do asfalto não é pontual. Ao longo da pista, além dos buracos, há sinais claros de rachaduras e pequenos furos que com o passar dos dias crescem. Os problemas se repetem em ambos os sentidos da via. Tampões de metal fechando buracos com areia foram encontrados perto das estações Tanque, Ipase, Praça Seca, Vaz Lobo e Vila Queiroz.
O engenheiro civil e conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (Crea-RJ), Antônio Eulálio Pedrosa, afirmou que para a obra já estar apresentado problemas é porque o projeto e execução foram feitos de forma errada. Segundo ele, o asfalto deve durar de 10 e 15 anos sem precisar de reparos. “É preciso saber a quantidade de eixos e de vezes que o veículo vai passar pela via. Daí, se calcula a espessura da camada asfáltica. A pressa em inaugurar faz com que a obra não fique perfeita”, constatou.
Fonte - Blog Meu Transporte  21/11/2014

COMENTÁRIO Pregopontocom

Fica aqui uma pergunta aos "defensores" incondicionais do "BRT" sempre com o mesmo argumento de que o mesmo é mais "barato" e é mais rápido de construir.....Como??????!!!!!!.....R$1,7 bilhão por uma via de 39 km para ônibus...R$66,3 milhões por/KM construído e esse é o resultado!!!!!!!!!!!!!!....

Metrô de Salvador funcionará em horário especial neste sábado para jogo

Metrô de Salvador

Metrô terá horário especial para os torcedores que irão para a Arena Fonte Nova neste sábado, 22 

A Tarde
Da redação
Adilton Venegeroles | Ag. A TARDE
O metrô de Salvador funcionará normalmente neste sábado, 22, das 8h às 13h. Somente as estações Acesso Norte e Campo da Pólvora reabrem às 18h e funcionam até 23h para os torcedores que irão assistir ao jogo do Bahia e Atlético Paranaense, às 20h, na Arena Fonte Nova. O acesso continua gratuito a todos os passageiros.
Fonte - A Tarde 21/11/2014

Cerimônia marca entrega da frota completa das aeronaves de patrulha da FAB

Brasil/Defesa

As aeronaves P-3AM Orion foram recebidas a partir de 2011.A cerimônia realizada na Base Aérea de Salvador,marca para a Força Aérea Brasileira (FAB) o fim do ciclo de recebimento dos novos equipamentos de patrulha. 

BASV

A Base Aérea de Salvador (BASV) realizou na quarta-feira (19/11) a formatura militar de entrega da frota completa das aeronaves P-3AM Orion. A cerimônia marca para a Força Aérea Brasileira (FAB) o fim do ciclo de recebimento dos novos equipamentos de patrullha. O evento foi presidido pelo Comandante da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito e contou com a presença de autoridades civis e militares, além de representantes da Airbus Defence and Space e da ATECH, empresas responsáveis pela modernização das aeronaves P-3AM. Em julho deste ano foi entregue a última aeronave, o FAB 7206, completando a frota de nove aviões.
O processo de reaparelhamento foi iniciado em março de 2000. Adquiridas dos EUA, as aeronaves passaram por um processo de modernização na fábrica da Airbus Military, em Sevilha, na Espanha. Os sistemas foram atualizados e integrados em um sistema tático de missão, operado por uma tripulação de até 12 militares.

O Esquadrão Orungan (1º/7º GAV), sediado na BASV, já participou de missões de busca e salvamento, reconhecimento eletrônico, patrulha marítima, em especial nas áreas de plataformas de petróleo, e de antissubimarino, com destaques à participação na Operação Joint Warrior, no Reino Unido em 2013, e na Operação Fraterno, na Argentina em 2014. Desde 2011 até hoje, o Esquadrão também formou novos tripulantes entre militares vindos de várias unidades da FAB.
Pontuando o sucesso alcançado pela Unidade Aérea em missões no território nacional, em águas jurisdicionais ou no exterior, o Brigadeiro do Ar Carlos José Rodrigues de Alencastro, Comandante da Segunda Força Aérea (II FAE), afirma que o P-3AM é uma das melhores aeronaves de patrulha marítima do mundo. “Seus tripulantes encabeçam a fila de militares de alto valor, que se orgulham da máquina que voam. Eles sabem da imensa responsabilidade da missão de ser o guardião do Pré-Sal e que agora passam a vislumbrar novas capacidades e recursos”, finalizou.
Fonte - FAB 21/11/2014

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Burocracia trava obra do metrô de BH

Transportes sobre trilhos

De acordo com a assessoria do Ministério das Cidades, para que o processo seja concluído, deverá haver transferência tanto dos ativos (bens e patrimônio) quanto dos atuais funcionários.

Bárbara Ferreira - O Tempo
Renovação. No início do mês, CBTU apresentou
trens que vão começar a circular em janeiro.
segundo previsão informada pela empresa
Uma das grandes promessas para a melhoria do transporte público em Belo Horizonte é a ampliação da atual Linha 1 do metrô da capital e a criação das Linhas 2 e 3. Ainda que a passos lentos, as duas primeiras já tiveram projeto executivo aprovado, mas podem não sair do papel tão cedo por causa de um entrave trabalhista. Assim como em outros Estados, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) está transferindo os metrôs para governos estaduais e municipais, mas só será possível continuar a expansão quando a Metrominas assumir completamente o serviço.
De acordo com a assessoria do Ministério das Cidades, para que o processo seja concluído, deverá haver transferência tanto dos ativos (bens e patrimônio) quanto dos atuais funcionários. A pasta alega que, como a Metrominas não tem plano para absorver os funcionários, o processo não foi concluído. Pela atual proposta, apenas o patrimônio da empresa estaria incluído na mudança, ferindo a Lei 8.639/93, que prevê a transferência completa – tanto ativos quanto de pessoal – das unidades da CBTU para governos locais.
Além disso, de acordo com a advogada Térsia Brito, os empregados transferidos em casos de sucessão de empresas terão que seguir a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) de sucessão, e o sucessor responde pelos direitos trabalhistas dos empregados já existentes.
“Configura-se uma sucessão entre empresas quando há a continuidade de exploração do negócio. Nesse caso, elas vão fazer o mesmo tipo de serviço, que é o transporte, configurando-se a sucessão. Então, tem que haver transferência”, explica Térsia, especialista na área do direito cível.
Modelos. A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop-MG) informou que reformas, ampliação e construção das Linhas 1 e 2 dependem de autorização do Ministério das Cidades, bem como a assinatura do convênio que transfere os bens patrimoniais, administrativos e operacionais da CBTU para a Metrominas.
Ainda segundo a pasta, o governo estadual aguarda posicionamento da União sobre termo de delegação e transferência encaminhado no ano passado.
O Ministério das Cidades declarou que a forma legal da transferência está sendo decidida. Em nota, o órgão cita como exemplo os Estados Bahia e Ceará, que fizeram a transferência – inclusive de funcionários – para os órgãos estaduais e já operam metrôs.

Cronograma
Conclusão. Em agosto, quando o metrô da capital fez 24 anos, a reportagem de O TEMPO mostrou que, se o cronograma de obras for mantido, a expansão deve terminar em cinco anos.

Saiba mais sobre o sistema
Linha 1.  Em operação, vai da Estação Vilarinho, na região Norte da capital, à Eldorado, em Contagem, na região metropolitana. Novo projeto prevê reforma e ampliação, com criação de duas estações: Nova Suissa,na região Oeste, e Novo Eldorado, em Contagem.
Linha 2.  O projeto executivo, que prevê 10,5 km, foi concluído, mas as obras estão paradas há dez anos. O leito de passagem dos trilhos foi construído, e terraplenagem e desapropriações foram iniciadas. O projeto prevê sete novas estações entre os bairros Nova Suissa e o Barreiro.
Linha 3.  Subterrânea, é a mais complexa. Ainda nem teve o projeto executivo aprovado. Foram feitos estudos e sondagens. A Caixa Econômica Federal aguarda adequações do projeto, para liberar os recursos. Serão 4,5 km de extensão, entre os bairros Lagoinha, na região Noroeste, e Savassi, na região Centro-Sul, passando pelo centro, com seis estações no total.
Valor.  Foram pleiteados R$ 2,4 bilhões para a obra da Linha 3. Em abril do ano passado, o Estado assinou com a União termo para a transferência de R$ 52 milhões para projetos de engenharia das três linhas – R$ 28 milhões já foram liberados.
Fonte - O Tempo 21/11/2014

Tucano critica hipocrisia brasileira: ‘Cada um de nós tem um dedão na lama’

Política

Semler é empresário, advogado e administrador de empresas, formado pela universidade norte-americana de Harvard - Intitulado Nunca se roubou tão pouco, Semler inicia o texto com a certeza que “não sendo petista, e sim tucano”, sente-se à vontade para constatar que “essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país”.

Por Redação - Correio do Brasil

“Agora tem gente fazendo passeata pela volta dos militares ao poder e uma elite escandalizada com os desvios na Petrobras. Santa hipocrisia”. A observação é do empresário Ricardo Frank Semler, 55, tucano desde a fundação do PSDB, chefe-executivo (CEO) e sócio majoritário da empresa Semco S/A, empresa brasileira reconhecida, internacionalmente, pela reengenharia corporativa e a implementação dos conceitos da democracia industrial que lhe valeram o destaque ao redor do mundo. Sob sua gestão, os rendimentos da indústria cresceram de US$ 4 milhões, em 1982, para US$ 212 milhões em 2003. Em artigo publicado na edição desta sexta-feira no diário conservador paulistano Folha de S. Paulo, no qual mantém uma coluna semanal, o empresário, advogado e administrador de empresas formado pela universidade norte-americana de Harvard não poupa críticas à sociedade brasileira.
Intitulado Nunca se roubou tão pouco, Semler inicia o texto com a certeza que “não sendo petista, e sim tucano”, sente-se à vontade para constatar que “essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país”.

Leia, a seguir, a íntegra do artigo:
Nossa empresa deixou de vender equipamentos para a Petrobras nos anos 70. Era impossível vender diretamente sem propina. Tentamos de novo nos anos 80, 90 e até recentemente. Em 40 anos de persistentes tentativas, nada feito.
Não há no mundo dos negócios quem não saiba disso. Nem qualquer um dos 86 mil honrados funcionários que nada ganham com a bandalheira da cúpula.
Os porcentuais caíram, foi só isso que mudou. Até em Paris sabia-se dos “cochons des dix pour cent“, os porquinhos que cobravam 10% por fora sobre a totalidade de importação de barris de petróleo em décadas passadas.
Agora tem gente fazendo passeata pela volta dos militares ao poder e uma elite escandalizada com os desvios na Petrobras. Santa hipocrisia. Onde estavam os envergonhados do país nas décadas em que houve evasão de R$ 1 trilhão – cem vezes mais do que o caso Petrobras – pelos empresários?
Virou moda fugir disso tudo para Miami, mas é justamente a turma de Miami que compra lá com dinheiro sonegado daqui. Que fingimento é esse?
Vejo as pessoas vociferarem contra os nordestinos que garantiram a vitória da presidente Dilma Rousseff. Garantir renda para quem sempre foi preterido no desenvolvimento deveria ser motivo de princípio e de orgulho para um bom brasileiro. Tanto faz o partido.
Não sendo petista, e sim tucano, com ficha orgulhosamente assinada por Franco Montoro, Mário Covas, José Serra e FHC, sinto-me à vontade para constatar que essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país.
É ingênuo quem acha que poderia ter acontecido com qualquer presidente. Com bandalheiras vastamente maiores, nunca a Polícia Federal teria tido autonomia para prender corruptos cujos tentáculos levam ao próprio governo.
Votei pelo fim de um longo ciclo do PT, porque Dilma e o partido dela enfiaram os pés pelas mãos em termos de postura, aceite do sistema corrupto e políticas econômicas.
Mas Dilma agora lidera a todos nós, e preside o país num momento de muito orgulho e esperança. Deixemos de ser hipócritas e reconheçamos que estamos a andar à frente, e velozmente, neste quesito.
A coisa não para na Petrobras. Há dezenas de outras estatais com esqueletos parecidos no armário. É raro ganhar uma concessão ou construir uma estrada sem os tentáculos sórdidos das empresas bandidas.
O que muitos não sabem é que é igualmente difícil vender para muitas montadoras e incontáveis multinacionais sem antes dar propina para o diretor de compras.
É lógico que a defesa desses executivos presos vão entrar novamente com habeas corpus, vários deles serão soltos, mas o susto e o passo à frente está dado. Daqui não se volta atrás como país.
A turma global que monitora a corrupção estima que 0,8% do PIB brasileiro é roubado. Esse número já foi de 3,1%, e estimam ter sido na casa de 5% há poucas décadas. O roubo está caindo, mas como a represa da Cantareira, em São Paulo, está a desnudar o volume barrento.
Boa parte sempre foi gasta com os partidos que se alugam por dinheiro vivo, e votos que são comprados no Congresso há décadas. E são os grandes partidos que os brasileiros reconduzem desde sempre.
Cada um de nós tem um dedão na lama. Afinal, quem de nós não aceitou um pagamento sem recibo para médico, deu uma cervejinha para um guarda ou passou escritura de casa por um valor menor?
Deixemos de cinismo. O antídoto contra esse veneno sistêmico é homeopático. Deixemos instalar o processo de cura, que é do país, e não de um partido.
O lodo desse veneno pode ser diluído, sim, com muita determinação e serenidade, e sem arroubos de vergonha ou repugnância cínicas. Não sejamos o volume morto, não permitamos que o barro triunfe novamente. Ninguém precisa ser alertado, cada de nós sabe o que precisa fazer em vez de resmungar.

Fonte - Correio do Brasil  21/11/2014

Linguagem universal para o transporte público passa na Câmara

Acessibilidade

O texto aprovado é um substitutivo ao Projeto de Lei 97/11, do deputado Walter Tosta (PSD-MG), que institui o Programa de Acessibilidade e Mobilidade Urbana. Segundo o texto, essa linguagem universal terá como base números e avisos sonoros e luminosos. Ônibus e paradas deverão ser numerados para facilitar acesso de deficientes visuais 

Mobilidade - Tânia Passos
Agência Câmara
Foto Hélder Tavares DP/D.A.Press
A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que obriga o Poder Público a adotar uma linguagem universal no transporte púbico rodoviário para garantir a acessibilidade e a mobilidade de pessoas com deficiência.
O texto aprovado é um substitutivo ao Projeto de Lei 97/11, do deputado Walter Tosta (PSD-MG), que institui o Programa de Acessibilidade e Mobilidade Urbana. Segundo o texto, essa linguagem universal terá como base números e avisos sonoros e luminosos.
A proposta define que será necessário numerar todas as paradas de veículos coletivos. Dentro dos coletivos, devem ser instalados dispositivos capazes de identificar, em áudio e vídeo, cada ponto e o número da próxima parada.

Locomoção facilitada
A relatora do projeto, deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), acatou o substitutivo aprovado pela Comissão de Viação e Transportes, que analisou a proposta anteriormente. Ela acrescentou uma pequena modificação para adequar a proposta ao termo “pessoas com deficiência”, expresso na Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da Organização das Nações Unidas (ONU).
Gabrilli acredita que adaptar as paradas e os ônibus significa facilitar a locomoção de todos os usuários de transporte público, e não apenas das pessoas com necessidades especiais.
“Por exemplo, uma sinalização na parada de ônibus indicando qual o horário do próximo veículo e seu destino. E, mesmo dentro do ônibus, as pessoas poderiam saber onde o ônibus está e que parada é aquela”, explica a parlamentar.
“Isso é imprescindível para uma pessoa que tem deficiência visual, para uma pessoa que não conhece o destino para onde está indo, uma pessoa distraída… Isso é bom para todo mundo”, avalia.

Projeto bem-vindo
Walter da Costa, de 76 anos, é deficiente visual e utiliza o transporte público com frequência. Ele conta que, no dia a dia, precisa ficar perguntando aos motoristas e passageiros quais são os ônibus e para onde cada um vai. O aposentado diz que o projeto é muito bem-vindo, mas que muita coisa ainda precisa melhorar.
“Ainda falta muita coisa pra acessibilidade. Eu acho que vai chegar em boa hora porque já estávamos na época para ter esse projeto em funcionamento, em evidência. O que vier para nós de acessibilidade é muito importante”, afirma.

Dificuldades
Aparecida de Fátima Guimarães é presidente do conselho diretor da Associação dos Deficientes Auditivo-Visuais e Deficientes Auditivos. Ela prevê dificuldades no cumprimento da mudança, caso o projeto vire lei.
“Tudo que gera custo requer um estudo maior, uma dificuldade maior”, observa. “Mas eu acho que hoje, como o respeito às minorias, o respeito às pessoas com deficiência vem crescendo. Eu creio que, com uma boa explicação, com uma boa dose de sensibilidade, eu acho que nós podemos estar encontrando um alinhamento e um ponto em comum.”

Tramitação
A proposta ainda precisa ser analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Fonte - Diário de Pernambuco  21/11/2014

Governos se comprometem com ações para erradicar fome e subnutrição

Direitos humanos

Firmada por chefes de Estado, a Declaração de Roma destaca importância de se prevenir desnutrição, baixo peso, sobrepeso e baixa estatura em menores de 5 anos e da anemia em mulheres e crianças

Sabrina Craide 
Repórter da Agência Brasil 
Arquivo/Agência Brasil
Promover ações para erradicar a fome e prevenir todas as formas de subnutrição no mundo e aumentar os investimentos para ações efetivas na melhoria da alimentação foram alguns dos compromissos firmados por chefes de Estado reunidos na 2ª Conferência Internacional sobre Nutrição, realizada pela FAO, órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Agricultura e a Alimentação. O evento, que terminou hoje (21) em Roma, reuniu representantes de 170 países.
A Declaração de Roma sobre Nutrição, firmada pelos chefes de Estado durante o evento, destaca a importância de ações para prevenir particularmente a desnutrição, a baixa estatura, o baixo peso e o sobrepeso em crianças abaixo de 5 anos, bem como a anemia em mulheres e crianças. O documento também aborda a crescente tendência de sobrepeso e obesidade e de doenças relacionadas à alimentação.
No encerramento do encontro, o diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano, disse que é hora de assumir o desafio de garantir nutrição adequada a todos e acabar com a fome. "A desnutrição é a causa número 1 de doenças no mundo. Se a fome fosse uma doença contagiosa, nós já teríamos a cura", ressaltou. Os governantes também firmaram um quadro, listando 60 ações que os governos podem incorporar nas suas políticas nacionais de nutrição, saúde, agricultura, educação.
O papa Francisco participou da conferência, pedindo que políticos de todo o mundo vejam os problemas de alimentação e nutrição como questões públicas globais. “Quando a solidariedade falta em um país, isso é sentido em todo o mundo”, disse Francisco.
O ministro da Saúde, Arthur Chioro, chefiou a delegação brasileira que foi ao evento, com cerca de 40 pessoas, entre representantes do governo, parlamentares e da sociedade civil. O ministro ressaltou que os resultados positivos conquistados nas últimas décadas no Brasil são fruto do alinhamento de políticas sociais, de saúde e educação, combinadas com a política econômica e de proteção social.
Fonte - Agência Brasil  21/11/2014

Ferrovia Transnordestina ganha mais três trechos, com 150 quilômetros de extensão, no Ceará

Ferrovias

A ferrovia está com 43% de obra concluída e em execução, e 490 quilômetros de trilhos instalados, de um total de 1.753 quilômetros previstos.

Pac.Gov
Marco zero da obra, que fica no distrito de Quimani
do município de Missão Velha, no Ceará.
 Os três novos trechos da ferrovia começam desse ponto.
Mais 150 quilômetros da ferrovia Transnordestina, entre os municípios de Missão Velha e Acopiara, no Ceará, começam a ser construídos nesta terça-feira (21/10), com a assinatura da ordem de serviço dos trechos pelos ministros Miriam Belchior (Planejamento) e Francisco Teixeira (Integração), pelo governador do Ceará, Cid Gomes, e pelo secretário do PAC, Maurício Muniz.
A ferrovia está com 43% de obra concluída e em execução, e 490 quilômetros de trilhos instalados, de um total de 1.753 quilômetros previstos. O lote que liga Salgueiro (PE) a Missão Velha (CE) já foi concluído. Além do Ceará, a Transnordestina passará também por Pernambuco e Piauí, interligando esses estados aos portos de Suape (PE) e Pecem (CE), facilitando o escoamento de produção de grãos da região.
Segundo informou a ministra Miriam Belchior, o contrato do empreendimento privilegia o cumprimento do prazo da obra, caso contrário a empresa responsável terá pagar muito. "Esse é um bom incentivo para que a empresa se responsabilize para cumprir o prazo estabelecido."
Mapa da Ferrovia Transnordestina, que atravessa
os estados do Ceará, Piauí e Pernambuco.
O governador do Ceará, Cid Gomes, lembrou durante o evento que a ferrovia é o vetor de transporte mais barato que existe. "Ele é muito mais barato que o rodoviário e é mais barato que o marítimo. Na hora que você tem um vetor importante como esse aqui no Ceará, ligando com Piaui, Pernambuco, ligando dois portos importantes ao interior, ao sul do Piaui que é um região de grande potencial agrícola e mineral, você está viabilizando toda uma região, que pode virar um ponto de implantação de indústria."
Gomes informou que serão implantados três portos secos no trajeto da ferrovia, um em Missão Velha, outro no sertão central cearense e outro na região norte do estado.
Entenda o que é um 'porto seco'. (http://www.receita.fazenda.gov.br/Aduana/LocaisRecintosAduaneiros/PortosSecos/Default.htm)

Veja apresentação sobre o projeto da ferrovia, feita durante o evento realizado hoje em Missão Velha, pelo diretor da Transnordestina, Edison Coelho. - (http://pt.slideshare.net/PAC_Brasil/apresentao-cear-mpog-out-2014-rev-02)

O novo trecho de 150 quilômetros da ferrovia Transnordestina contará inicialmente com 100 trabalhadores, chegando a 2,4 mil no pico das atividades. O investimento total é de R$ 7,5 bilhões e previsão de entrega da obra para 2016.
Fonte - www.pac.gov.br/noticia  21/11/2014

Veja no vídeo abaixo como são as obras em uma ferrovia:


Santos e São Vicente fecham acordo para integrar a frota municipal e o VLT

Transportes sobre trilhos

De acordo com os procuradores da República que convocaram a reunião, a efetiva integração do VLT com o transporte público dos municípios é fundamental, já que Santos e São Vicente compõem uma das mais importantes regiões metropolitanas do país e que só há sentido na realização da obra se o VLT possibilitar a redução do tráfego do atual transporte coletivo.

G1 
foto - ilustração
As Prefeituras de Santos e São Vicente e a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) firmaram compromisso para que o sistema de Veículo Leve sobre Trilho (VLT), em construção na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, seja integrado ao transporte coletivo de ambas as cidades. O acordo foi fechado com o Ministério Público Federal em Santos e o Ministério Público estadual durante uma reunião na última segunda-feira (17).
De acordo com os procuradores da República que convocaram a reunião, a efetiva integração do VLT com o transporte público dos municípios é fundamental, já que Santos e São Vicente compõem uma das mais importantes regiões metropolitanas do país e que só há sentido na realização da obra se o VLT possibilitar a redução do tráfego do atual transporte coletivo. Os participantes concordaram também sobre a necessidade de aplicar tarifas próximas aos valores do transporte municipal, preferencialmente, mediante o uso de bilhete único.
Em Santos, a prefeitura está revisando o sistema público, com adaptações para a integração. Já São Vicente realizará uma audiência pública para debater a integração. Segundo representantes da EMTU, uma Parceria Público-Privada (PPP) está em andamento para a junção dos ramais intermunicipais às futuras estações.
Os participantes da reunião se comprometeram a apresentar, em até 30 dias, os elementos que comprovem os traçados integrados propostos. Os documentos devem conter justificativas sobre a população a ser atendida, o custo e a redução de tráfego nas demais vias de transporte.

VLT
O VLT vai ligar os terminais Barreiros (São Vicente), Porto e Valongo (ambos em Santos), em uma extensão de 19 quilômetros. O primeiro trecho, com 15 estações em 11 quilômetros entre Barreiros e Porto, deve entrar em funcionamento já no próximo ano. A previsão é de que o sistema transporte atinja até 80 mil passageiros por dia.
Fonte -  Revista Ferroviária 20/11/2014

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

SBB suiça recebera trens gratuitos por atrasos na entrega de trens de dois andares

Transportes sobre trilhos

As entregas foram programados para 2012-19, mas um atraso de dois anos para o projeto foi anunciado em abril de 2012, em parte devido a problemas com o desenho do corpo. De acordo com o novo cronograma de entregas,os trens deverão entrar em serviço a partir de 2017,e todos os trens deverão ser entregues até 2020.

Railway Gazette
Railway Gazette
SUÍÇA: As Ferrovias federais suíças anunciaram em 19 de novembro um novo cronograma,acordado com a Bombardier Transportation, para a entrega de vários trens-elétricos de dois andares de longa distância,expresso Twindexx,encomendados em 2010. Em contrapartida pelo atraso de um ano ocorrido ao longo do prazo de entrega dos trens,a Bombardier vai fornecer a SBB mais três UME adicionais além de peças de reposição gratuitamente,aumentando o pedido para o total de 62 unidades.
O contrato de (SFr1)86 bilhões para 436 veículos concedidos em junho de 2010 foi o maior já feito pela SBB para aquisição de material rodante.As entregas foram programados para 2012-19, mas um atraso de dois anos para o projeto foi anunciado em abril de 2012, em parte devido a problemas com o desenho do corpo. De acordo com o novo cronograma de entregas,os trens deverão entrar em serviço a partir de 2017,e todos os trens deverão ser entregues até 2020.
A primeira composição terá a sua montagem programada em Hennigsdorf na Alemanha no mês de dezembro, e a segunda devera ser concluída em Villeneuve na Suíça em fevereiro. SBB irá analisar a qualidade destes primeiros UME,antes de aprovar a produção em série, e disse que não arriscarar colocar veículos inadequados em serviço.
Fonte - Railway Gazette  20/11/2014

Original Text - http://www.railwaygazette.com/news/passenger/single-view/view/sbb-gets-free-trains-following-double-deck-delays.html

Passagem de ônibus nas capitais está defasada em 12,8%, diz NTU

Transporte público

“No próximo mês alguns municípios deverão reajustar tarifas ou achar recursos para subvenção”, disse Otávio Cunha. “Feitas em algumas cidades, as isenções – em especial do ICMS sobre o diesel – apenas têm ajudado a não dar impactos maiores nas tarifas”, acrescentou. - Prefeitos temem que eventual reajuste nas tarifas de ônibus provoquem manifestações semelhantes as de 2013

Pedro Peduzzi
Repórter da Agência Brasil
foto - Pregopontocom
As passagens de ônibus, nas capitais, estão com uma defasagem média nos preços cobrados de 12,8%. A conta é da Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano (NTU). De acordo com o presidente da entidade, Otávio Cunha, prefeitos receiam que a situação complique ainda mais, com um possível reajuste nos preços das tarifas. Ele destaca que os prefeitos trabalham com a possibilidade de novas manifestações, como as ocorridas em julho de 2013, caso os preços das passagens aumentem.
“No próximo mês alguns municípios deverão reajustar tarifas ou achar recursos para subvenção”, disse Otávio Cunha. “Feitas em algumas cidades, as isenções – em especial do ICMS sobre o diesel – apenas têm ajudado a não dar impactos maiores nas tarifas”, acrescentou.
Segundo ele, o déficit de 12,8% já considera as isenções feitas pelo governo federal na folha de pagamento, que mudou a contribuição patronal na alíquota de faturamento, resultando em uma diminuição de 4% no custo, além de 3,85% relativo à Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).
“Em consequência das manifestações de 2013 houve uma deflação de 5% nas passagens, apenas com as desonerações e reduções”, informou o presidente da associação. De acordo com a NTU, as gratuidades e os benefícios nos sistemas de transporte são outros fatores responsáveis pelo aumento de 17,8% no preço das passagens.
Representante de empresas de transporte coletivo
 reclama de incentivos do governo ao transporte
individual -Arq./Marcelo Camargo/Agência Brasil
A principal reclamação da entidade é a política de incentivo ao transporte individual, promovida pelo governo. “A política de preços do óleo diesel mostra isso. Entre junho de 2012 e novembro de 2014, o preço da gasolina aumentou 23%, enquanto o óleo diesel [principal combustível usado pelos ônibus] aumentou 38%”, disse Cunha.
Se o recorte for entre 2001 e 2014, o diesel contabiliza, segundo a NTU, um aumento de 202%. No mesmo período, as passagens aumentaram 163%, o Índice de Preços ao Consumidor Ampliado foi 128% e a gasolina teve um reajuste de 76%. Otávio Cunha ressalta que o óleo diesel representa 23% do custo total dos serviços de transportes.
Para melhorar a situação das empresas, a NTU apontou algumas alternativas, em entrevista na Confederação Nacional dos Transportes. Entre elas, a criação de um programa emergencial de qualificação do transporte público urbano por ônibus; a adequação da estrutura do governo federal à Lei de Mobilidade Urbana o que, segundo Otávio Cunha, não tem ocorrido; um mutirão nacional em favor dos planos de mobilidade urbana; e o apoio à aprovação da Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 307/13, que destina 70% dos recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) aos municípios, 20% aos estados, e 10% ao governo federal.
“Se metade da subvenção [destinada a municípios] tiver como destino a operação de transporte público, metade dos custos estariam abatidos. Ou seja, reduziria pela metade o preço da passagem de ônibus”, disse o dirigente. Projeções da NTU indicam que, ao todo, seriam arrecadados cerca de R$ 35 bilhões por ano.
Ele propõe que a outra metade dos recursos municipais da Cide, no formato apresentado pela PEC, tenha como destino a infraestrutura de transportes das cidades.
As propostas apresentadas pela NTU para o setor, prevêm a priorização do transporte público sobre o individual, a continuidade dos investimentos federais, estaduais e municipais no transporte, e a implantação de uma política de preços diferenciada para tornar o óleo diesel mais barato.
*Matéria alterada às 15h02 do dia 20/11/2014 para correção do nome do presidente da Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano
Fonte - Agência Brasil  20/11/2014

COMENTÁRIO Pregopontocom

Enquanto permanecer no país a tendência em privilegiar o oligopólio do transporte público na sua grande maioria sobre pneus,rodoviarísta,em detrimento da implantação e expansão dos sistemas de transportes de massa sobre trilhos em conjunto com outras alternativas sustentáveis,dando a eles (setor rodoviário) força para que continuem dando as cartas no seguimento de transportes,enquanto o transporte público não deixar de ser visto apenas como uma atividade simplesmente comercial ou uma fonte incessante de lucros,enquanto o transporte público não for tratado pelos maioria dos administradores como uma "atividade essencial" de utilidade pública e social......vai ser isso ai. 

Pilotos brasileiros fazem primeiro voo teste no caça Gripen, na Suécia

Brasil

O Brasil fez um acordo com a empresa sueca Saab para a compra e transferência de tecnologia de 36 aeronaves do tipo Gripen NG, por R$ 5,4 bilhões

Agência Brasil
Foto: Agência Força Aérea
Os pilotos da Aeronáutica Gustavo de Oliveira Pascotto, 33 anos, e Ramon Santos Fórneas, 32, fizeram na manhã de ontem o primeiro voo no caça Gripen D, na Suécia. O Brasil fez um acordo com a empresa sueca Saab para a compra e transferência de tecnologia de 36 aeronaves do tipo, por R$ 5,4 bilhões.
Os pilotos estão no país europeu para um treinamento. Antes de voarem, eles tiveram de fazer um teste em uma centrífuga para verificar se eles poderiam enfrentar condições de até 9 vezes a força da gravidade sem passar mal. A Força Aérea Brasileira (Fab) estuda a compra de mais 108 Gripens, além dos 35 já acertados.
Fonte - Diário de Pernambuco  20/11/2014

Ônibus climatizados começarão a circular em Fortaleza

Fortaleza

A partir do dia 3 de dezembro, outros cinco coletivos com ar condicionado serão incluídos à frota. Até 2020, todos os veículos devem ser trocados - As linhas que vão receber os veículos não foram definidas; a preferência será a dos corredores exclusivos

DN

Cinco novos ônibus com ar-condicionado devem começar a circular em Fortaleza na próxima semana. Os veículos fazem parte da nova frota, os quais, de acordo com determinação da Prefeitura, devem ser obrigatoriamente climatizados. Ainda não foram definidas quais linhas receberão os coletivos, mas, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), terão preferência as que trafegam nas faixas exclusivas.
O anúncio foi feito ontem pelo presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira. Segundo ele, os veículos recém-adquiridos, pertencentes à empresa São José Transporte Urbano, pretendem fornecer conforto aos usuários, proporcionando viagens mais agradáveis. No entanto, Barreira destaca a necessidade de complementação entre a renovação da frota e as medidas de priorização do transporte público iniciadas nos últimos meses em Fortaleza, em especial a implantação de corredores dedicados unicamente aos ônibus.
"Um dos grandes desafios é fazer a frota produzir viagens mais rápidas. Sem o corredor exclusivo, o ar-condicionado não agrega valor. Nada vai amenizar uma viagem de 40 minutos, que deveria ser feita em 15. Com os corredores, os passageiros terão uma viagem melhor, mais rápida, e, agora, climatizada", destaca o chefe do sindicato.

Substituição
Conforme ele, a partir do dia 3 de dezembro, outros cinco ônibus climatizados serão incluídos à frota. Nos próximos meses, a expectativa é que mais veículos com ar-condicionado passem, aos poucos, a circular na cidade. Até 2020, todos os coletivos devem ser substituídos. Esse foi o prazo dado pelo prefeito Roberto Cláudio no início deste mês.
Para Barreira, houve avanços no transporte coletivo da Capital nos últimos meses, atribuída, principalmente, às faixas exclusivas implantadas em avenidas como Bezerra de Menezes, Universidade, Santos Dumont, Dom Luís, Domingos Olímpio e outras. De acordo com as estimativas do Sindiônibus, nos trechos com os espaços reservados, a velocidade dos ônibus dobrou.
"No tempo total das viagens, o resultado ainda é pouco, mas no trecho do corredor, a velocidade dobrou e diminuiu o tempo pela metade. Pode ser pouca diferença, mas para as pessoas que usam, com certeza mudou bastante", acredita o presidente.
O sindicato estuda a implantação das faixas na Avenida Perimetral e também espera a finalização do corredor para ônibus completo na Avenida Bezerra de Menezes, que deve ser entregue até o começo do próximo ano. A expectativa é terminar 2015 com 120 Km desses corredores exclusivos em Fortaleza.
Fonte - Diário do Nordeste  20/11/2014

Servidores denunciam segregação profissional na Transalvador

Salvador

A categoria alega falta de diálogo e interesse da Superintendência em resolver demandas dos servidores que estão em desvio de função há cerca de 20 anos, desempenhando atividades de fiscalização na capital baiana.

TB
foto - ilustração
Trabalhadores da Superintendência de Trânsito e Transportes de Salvador (Transalvador) farão uma paralisação de advertência na próxima segunda-feira (24). A decisão foi tomada em assembleia, realizada ontem (19), na sede do órgão, no Vale dos Barris.
A categoria alega falta de diálogo e interesse da Superintendência em resolver demandas dos servidores que estão em desvio de função há cerca de 20 anos, desempenhando atividades de fiscalização na capital baiana.
Além da questão do desvio de função, outras reclamações são acrescentadas pelos trabalhadores, como a negativa na distribuição de fardamento; falta de pagamento do ticket-alimentação das operações especiais nos dois últimos anos; diferenciação salarial entre profissionais de função semelhante e a não inclusão no Plano de Cargos e Vencimentos (PCV) aprovado em julho deste ano. Cerca de 130 servidores também alegam estar sofrendo assédio moral dentro do órgão por denunciarem essas condições ultrajantes de trabalho.
Fonte - Tribuna da Bahia  20/11/2014

Juventude negra reivindica mais participação política

Direitos Humanos

“Foi um despertar coletivo para a necessidade de ter uma organização que dialogasse com a juventude e com o movimento hip hop Samambaia”, conta Marcus Dantas, o Markão Aborígine, 29 anos. Ele relata que os integrantes decidiram “se organizar e passar a reivindicar direitos que são historicamente violados”.

Helena Martins
Repórter da Agência Brasil 
Rapper e educador social Henrique QI, 22 anos,
 e Marcus Dantas, o Markão Aborígine, 29 anos
 Valter Campanato/Agência Brasil
Em Samambaia, região administrativa do Distrito Federal (DF), a existência de poucos espaços públicos e áreas de lazer levou a própria comunidade a se organizar para construir uma praça. Mas a presença dos jovens incomodou. Para evitá-la, moradores retiraram os bancos e as mesas que eram usados nos encontros. O exemplo retrata uma lógica recorrente: o reconhecimento dos jovens, sobretudo, negros, como sujeitos perigosos e que devem ser mantidos à margem.
Sem equipamentos como praças, salas de cinema e bibliotecas, resta a esses jovens ocupar lugares sem infraestrutura, por vezes inseguros, ou ainda construir os próprios espaços de convivência. Esta foi a opção do Artsam (Arte Solidária, Autônoma e Militância). O grupo reúne jovens que, por meio de diversas expressões culturais, como a música e o teatro, procuram dialogar com a comunidade.
“Foi um despertar coletivo para a necessidade de ter uma organização que dialogasse com a juventude e com o movimento hip hop Samambaia”, conta Marcus Dantas, o Markão Aborígine, 29 anos. Ele relata que os integrantes decidiram “se organizar e passar a reivindicar direitos que são historicamente violados”.
“Não dava para a gente ficar reclamando uma política pública de cultura. Decidimos colocar o cinema na rua. Então, a gente faz um cineclube, vai para as praças e para as garagens das casas fazer debates”, explica.
Além dos cineclubes, os integrantes do Artsam, moradores de Samambaia, do Recanto das Emas e de outras regiões administrativas do DF, desenvolvem uma série de atividades, como saraus, ensaios abertos e escolas de formação. O coletivo também participa de ações com outros movimentos sociais, como o plebiscito popular pela reforma política e a luta contra as opressões.
A organização da juventude negra e moradora da periferia é um dos pontos destacados pelos integrantes do grupo, que reclamam da falta de representação política dessa população e de, muitas vezes, serem os brancos a terem a voz valorizada, mesmo quando falam sobre a questão racial.
“Em qualquer lugar que a gente vá, principalmente institucional, a gente não tem uma maioria de negros e negras atuando. A gente ainda tem a elite branca, classista e racista aparecendo como salvadora da pátria de um negro, querendo defender pautas de moleques que apanham da polícia quase todos os dias, na periferia”, avalia Henrique QI, 22 anos, rapper e educador social.
A opinião é compartilhada por Markão. Embora comemore conquistas, como a ampliação do acesso à universidade e ao mundo do trabalho, ele aponta que a desigualdade permanece, o que gera uma grande demanda por participação em diversas esferas da sociedade.
“Há uma demanda de participação no mundo do trabalho, no cinema, em uma festa. Uma demanda de se colocar, de espaço de fala. E como isso foi historicamente arrancado da gente, muitas vezes eles vão participar de outras maneiras para serem vistos e vistas, daí a gente pode pensar nos submundos que existem”, destaca Markão.
Um desses espaços é o mercado ilegal do varejo de drogas. Henrique conta que chegam à periferia não apenas drogas, mas também armas, que acabam sendo usadas para matar esses jovens. Por isso, ele aponta a importância de debates sobre a legalização das drogas e a proposta de mudança na idade penal, por exemplo, para envolver esses jovens. “A gente tem noção do perfil que está sendo eliminado [jovens negros], mas não proporciona [a eles] espaço de fala”, destaca.
Fonte - Agência Brasil  20/11/2014

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Autorizado financiamento para obras de ampliação do metrô entre Pirajá e Águas Claras/Cajazeiras

Transportes sobre trilhos

Governo da Bahia recebe autorização da Assembleia Legislativa do estado,para a captação de recursos junta a CEF,para obras de construção do 3º trecho da linha 1 do metrô de Salvador entre a Estação Pirajá e Águas Claras-Cajazeiras.

Da Redação
Com informações da Secom Ba.
foto - Pregopontocom
A contratação do recurso da ordem de R$ 800 milhões para que o Governo do Estado dê continuidade às obras da Linha 1 do Metrô de Salvador, no trecho que liga as estações Pirajá e Águas Claras/Cajazeiras, com extensão de 5,5 quilômetros, foi autorizada por unanimidade, nesta terça-feira (18), pela Assembleia Legislativa da Bahia.
O Projeto de Lei 20.931/2014 foi enviado pelo governador Jaques Wagner em setembro deste ano. O recurso será captado pelo Poder Executivo Estadual junto à Caixa Econômica Federal e, posteriormente, será lançada a licitação para as obras.

Obras
O empréstimo que sera tomado pelo Governo do Estado da Bahia junto à Caixa Econômica Federal destina-se a futura ampliação da linha 1,o 3º trecho, compreendido entre a Estação Pirajá e Águas Claras-Cajazeiras com 5,5 Km de extenção.
As novas estações da Linha 1 do Sistema Metroviário de Salvador a entrarem em operação serão Bom Juá, Pirajá e Bonocô. No segundo ramal, a linha 2, o primeiro trecho será da estação Acesso Norte(RT do Abacaxi),Detran,estação Iguatemi, com previsão de entrega para outubro do próximo ano,o segundo trecho com outras quatro estações, Pernambués, Imbuí, Cab e Pituaçu, com previsão de inicio de operação em abril de 2016, em outubro de 2016  mais quatro novas estações, Flamboyant,Tamburugy, Bairro da Paz e Mussurunga. Com a entrega da Estação Aeroporto em abril de 2017, a linha 2 passara a operar com 19 estações previstas no contrato de concessão com a operadora CCR Metrô da Bahia,e a população passara a contar com as duas linhas do metrô em operação.
Pregopontocom  19/11/2014

Caminhadas e atos públicos marcam Dia Nacional da Consciência Negra em Salvador

Direitos Humanos

O objetivo da ação é resgatar a memória do ator baiano Mario Gusmão, que teve contribuição importante na história do movimento negro.

Secom
foto - Igualdade Racial
A primeira atividade da campanha ‘Novembro Negro’, em Salvador, nesta quinta-feira (20), quando se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra, é a 6ª Lavagem da Estátua de Zumbi, que em 2014 foca a luta contra o extermínio da juventude negra. O ato público acontece, às 9h, na Praça da Sé, com apresentação da banda Tambores de Búzios.
Para as 15h, está marcado o início da 14ª Caminhada da Liberdade, do Curuzu ao Pelourinho, com a participação dos principais blocos afro do Brasil. O objetivo da ação é resgatar a memória do ator baiano Mario Gusmão, que teve contribuição importante na história do movimento negro.
Tendo concentração, às 14h, e saída prevista para as 16h, no Campo Grande, a 35ª Marcha da Consciência Negra Zumbi dos Palmares, em 2014, é inspirada no tema “20 anos sem Lélia González”, em homenagem à líder negra.
Às 22h, começa a 7ª Alvorada dos Ojás, no Corredor da Vitória, Dique do Tororó, entrada do Aeroporto e Itapuã. O Ojá - uma das peças mais importantes do vestuário do Povo de Santo – vai ser amarrado em árvores desses locais num gesto de manifestação pela paz. As atividades são organizadas por diversas entidades do movimento negro.

Campanha
Iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), a campanha ‘Novembro Negro’ tem o objetivo de incentivar a reflexão sobre as políticas públicas voltadas para promoção da igualdade racial, na perspectiva de consolidar e aprofundar o enfrentamento das desigualdades raciais na Bahia. A programação completa está disponível no site - http://www.igualdaderacial.ba.gov.br/ - .
Fonte - Secom Ba. 19/11/2014

Travessia de escunas Salvador-Mar Grande segue suspensa

Salvador

A Astramab decidiu manter suspensa nesta quarta-feira, 19, a travessia de escunas de turismo no trecho Salvador-Mar Grande, devido ao mau tempo que provoca ondas elevadas.Linha Salvador-Morro de São Paulo continuará sendo feita com conexão em Itaparica. 

Da Redação
Gildo Lima | Ag. A TARDE
A Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) decidiu manter suspensa nesta quarta-feira, 19, a travessia de escunas de turismo no trecho Salvador-Mar Grande, devido ao mau tempo que provoca ondas elevadas.
Já a linha Salvador- Morro de São Paulo continuará sendo feita com conexão em Itaparica. Os catamarãs zarpam do Terminal Náutico, no Comércio, e atracam em Itaparica, local de onde sai ônibus até Ponta do Curral, em Valença. Em seguida, os usuários fazem a travessia de lanchas até o Morro.
Apesar da modificação no roteiro, a Astramab informa que a tarifa se mantém no valor de R$ 75 por pessoa. Os horários para o Morro de São Paulo são 8h30, 9h, 10h30, 13h e 14h30.
Fonte - A Tarde  19/11/2014

Mantega comemora o resultado do IPCA-15 em outubro

Economia

Com base nos últimos resultados da economia, Mantega diz que "talvez" não precise mais aumentar a taxa de juros - Ministro da Fazenda destaca que 2014 pode encerrar com superávit primário mas evita comentar as mudanças previstas no texto do projeto de lei relatado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR)

Daniel Lima 
Repórter da Agência Brasil 
Fabio Rodrigues Pozzebom /Agência Brasil
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, comemorou o resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15), que teve variação de 0,38% em novembro , abaixo das inflações de outubro e no mesmo mês do ano passado. O indicador foi divulgado hoje (19), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. No caso, é levado em conta dados coletados entre 14 de outubro e 12 de novembro.
“Significa que a inflação está crescendo menos e o que é uma boa notícia. Esta época do ano, a inflação estaria acelerando um pouco, mas não está. Outra notícia boa é o desemprego. Caiu mais ainda e está em 4,7%. Inflação para baixo e desemprego diminuindo, portanto emprego melhorando”, disse.
O ministro indicou que, "talvez, com os últimos resultados", não seja preciso mais elevar os juros para conter a inflação ou recalibrar a política de juros. Para ele, tudo dependerá da forma como será conduzida a política fiscal e do comportamento da inflação. “Com a inflação de hoje, mais moderada, significa que não é necessária nenhuma medida adicional. Isso é a minha opinião. Mas o Copom - Comitê de Política Monetária, do Banco Central (BC)- tem autonomia. O que posso dizer hoje é que a inflação está mais baixa”, avaliou.
Diante da insistência de um dos repórteres se o que tinha dito significava não subir mais os juros, Mantega respondeu: “Imagina. Sempre será necessário subir ou descer os juros. É uma permanente na política monetária. Ela tem que ser flexível. Agora, quando a inflação cai, bom, não sei. Você é quem resolve”, disse se dirigindo ao repórter.
Sobre o Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br), divulgado na última segunda-feira, que mostrou uma expansão de 0,59% no terceiro trimestre deste ano, na comparação com os três meses anteriores, o ministro avaliou que é um “bom número”. “Se for confirmado no PIB – Produto Interno Bruto, que é a soma dos bens e riquezas produzidos no país -, significa que não terá havido recessão porque um dos trimestres, que era negativo, vai ficar positivo”, ponderou.
Antonio Cruz/Agência Brasil
O ministro comentou sobre as mudanças propostas ao Congresso Nacional para alterar o resultado primário do Governo Central. Mantega disse que a equipe econômica trabalha para ter um superavit em 2014, mas não quis comentar a mudança do relator Romero Jucá (PMDB-RR) no texto do projeto de lei, trocando o termo “meta de superávit primário” para “meta de resultado”.
De acordo com Mantega, a mudança na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), proposta pelo governo, é que poderá haver um abatimento maior utilizando as desonerações que o governo concedeu para que o setor produtivo pudesse continuar a enfrentar a crise. Mantega não quis falar em números porque, segundo ele, o relatório de avaliação de receitas e despesas, esperado para sexta-feira (21), será discutido na tarde de hoje, na Casa Civil, durante o encontro da junta orçamentária. O ministro considerou possível um crescimento de 2% do resultado primário.
“Vamos avaliar ainda a partir desse crescimento da economia. Você sabe o que melhora do [superávit] primário e o crescimento maior da economia, que neste segundo semestre está mostrando, sim, um crescimento. Ajudará inclusive, no ano que vem pois poderemos entrar 2015 com uma taxa de crescimento maior e ajudará a fazer um primário em trono de 2% no próximo ano”.
Fonte - Agência  Brasil 19/11/2014

Rendimento médio da população sobe para R$ 2.122,10

Economia

Trabalhador tem rendimento médio maior em outubro segundo o IBGE.A média nas seis regiões metropolitanas pesquisadas foi R$ 2.122,10 contra R$ 2.075,39 anteriormente.A média nas seis regiões metropolitanas pesquisadas foi R$ 2.122,10 contra R$ 2.075,39 anteriormente.

Vinícius Lisboa 
Repórter da Agência Brasil 
Agencia Brasil
O rendimento médio real habitual da população ocupada no Brasil subiu 2,3% em outubro ante setembro, divulgou hoje (19) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A média nas seis regiões metropolitanas pesquisadas foi R$ 2.122,10 contra R$ 2.075,39 anteriormente.
Também foi constatada alta no rendimento em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a média era de R$ 2.041,10. Nessa comparação, o crescimento chegou a 4%.
A massa de rendimento médio real habitual, total pago à população ocupada, foi R$ 50,1 bilhões em outubro, o que representa um crescimento de 3,1% ante setembro e de 3,8% em relação ao mesmo mês do ano passado.
O grupamento de atividade com o maior rendimento médio real habitual foi a educação, a saúde, os serviços sociais, a administração pública, a defesa e a seguridade social, com R$ 2.883,50. Apesar disso, nesse grupo ocorrreu queda de 0,2% ante setembro. O maior crescimento foi o da indústria extrativa, de transformação e distribuição de eletricidade, gás e água, com 6,4%. A média desse grupo é R$ 2.248,70.
A pesquisa também mostra que os militares e funcionários públicos tiveram o maior rendimento médio em outubro, de R$ 3.557,90, mas caíram 1,5% na comparação com setembro. A categoria que mais avançou foi a das pessoas que trabalham por conta própria, que subiu 5,2% em relação a setembro e 6% na comparação com o mesmo mês do ano passado. A renda média delas ficou em R$ 1.873,70, atrás dos empregados com carteira assinada no setor privado, que ganharam R$ 1.917,20. Os empregados sem carteira, no setor privado, receberam em média R$ 1.498,60.
Fonte - Agência Brasil  19/11/2014

CMTP promete duplicação dos trilhos do metrô e oito novos trens em Teresina PI

Transportes sobre trilhos

O anúncio das melhorias do transporte público em metrô da capital piauiense foi feito durante entrevista ao PI TV 1ª edição. O diretor da Companhia Metropolitana disse que o prazo da execução do trabalho varia entre dois e quatro anos.

G1
Foto - Iustração
O diretor da Companhia Metropolitana de Teresina, Antônio Luiz Sobral, anunciou nesta terça-feira (18) a modernização de todo o sistema metropolitano de Teresina. Segundo ele, oito novos veículos serão adquiridos, as estações serão modernizadas e as linhas duplicadas e vedadas, ou seja os trilhos ficarão isoladas para a população, que hoje tem acesso em vários pontos.
Os usuários que se utilizam todo dia do metrô reclamam da falta de conforto e da insegurança dentro do transporte. O ar condicionado não funciona. "É um transporte bom, barato, mas está precisando de alguns reparos. Tiraram os policiais de dentro dos metrôs", disse o senhor Flávio, que todo dia se utiliza do transporte.
O anúncio das melhorias do transporte público em metrô da capital piauiense foi feito durante entrevista ao PI TV 1ª edição. O diretor da Companhia Metropolitana disse que o prazo da execução do trabalho varia entre dois e quatro anos. "A previsão é que as obras sejam iniciadas em 2015 e com a assinatura do convênio para a execução do trabalho é um processo irreversível, e com isso a população de Teresina vai ter um sistema moderno e que vai diminuir o tempo de espera".
Segundo o diretor, com as melhorias que serão realizadas no sistema metroviário de Teresina a expectativa é que o período de espera diminua de 40 minutos para 15 minutos, aumentando a demanda de 10 mil para 50 mil usuários. O valor da passagem custa R$ 0,50 e para a Companhia espera-se que, depois das melhorias, pelo menos "80 mil pessoas utilizem o sistema por dia" em Teresina.
Fonte - Revista Ferroviária  18/11/2014

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Palace Hotel de Salvador será restaurado

Salvador Antiga

Conhecido por baianos e turistas como um dos cartões-postais de Salvador, o espaço será restaurado pelo arquiteto David Bastos, que promete resgatar a história da cidade, com a reabertura de espaço considerado um ícone construído em 1934. 

Tamirys Machado - TB
Foto: Reginaldo Ipê
O tradicional prédio do Palace Hotel, localizado na Rua Chile, centro da cidade, será revitalizado após quase 10 anos desativado. Conhecido por baianos e turistas como um dos cartões-postais de Salvador, o espaço será restaurado pelo arquiteto David Bastos, que promete resgatar a história da cidade, com a reabertura de espaço considerado um ícone construído em 1934.
As obras no Palace hotel iniciam em dezembro. Serão 81 quartos, além de áreas de convivência, como restaurantes e salão de festas, com capacidade para 300 pessoas. A previsão para reinauguração é no segundo semestre de 2015. A restauração do prédio tem a finalidade não só de proporcionar mais um espaço para Salvador, mas de interligar com outros locais históricos da cidade como o Espaço Glauber Rocha e o Teatro Gregório de Matos, ambos situados nas proximidades.

Revitalização
Para Claudio Marques, Diretor do Espaço Glauber Rocha, a revitalização do equipamento dará uma vida à região, impactando de forma positiva. “É imprescindível que tenhamos outros equipamentos de cultura voltados para o turismo na região. Não pode ter apenas o cinema, tem que ter uma vida complementar, para que a sociedade ocupe aquele espaço”, pontuou. Ele ressaltou a importância da iniciativa. “Fico muito feliz, espero que o Fasano venha o quanto antes, assim como o Teatro Gregório de Matos. Assim a população dará a devida importância que o espaço tem”, afirmou. A obra é uma iniciativa do empresário paulista com experiência na hotelaria internacional Antonio Mazzafera, que ainda não não revelou detalhes do projeto.
Comerciantes e frequentadores do local comemoram a requalificação do hotel. A dona da loja de bordados, Erenice Silva, que fica em frente ao Hotel, torce pela agilidade da reforma. “É uma ótima notícia porque atrai turista, então torço muito para que não demore as obras e o movimento aqui melhore. A minha loja é diferenciada das demais porque é só de bordado e isso acaba encantando turistas”, disse.
A gerente do restaurante Arca do Tesouro, Eliene Santos, ao lado do Palace, diz que a principal clientela é de funcionário público que trabalha nos prédios ao redor, mas com um hotel desse porte funcionando a tendência é agregar também outro público. “Espero que melhore, com o fluxo maior de pessoas, principalmente os turistas, porque vem mais gente almoçar aqui”, afirmou. O taxista Eduardo Gonçalves também comemorou a iniciativa. “Será ótimo, principalmente para nós taxistas por conta dos visitantes que usam muito táxi. Uma cidade bem frequentada, com boas opções de lazer, de hotéis, é bom para todo mundo”, pontuou. Já o funcionário do Restaurante Maria Preta, Edson Santana, disse que o movimento caiu depois da proibição do estacionamento na área, e com mais um hotel, o movimento aumenta. “Vai melhorar mais o movimento e isso é muito bom. Perdemos muitos clientes por conta do estacionamento que proibiram aqui, mas em época de festa na cidade a movimentação é boa”, disse. Vendedores ambulantes também já esperam melhorias nas vendas. “Se já tivesse reformado seria melhor, mas sempre há tempo”, afirmou o Zé do quebra-queixo, ambulante que há 20 anos vende o típico doce da Bahia na Praça da Sé.
Fonte - Tribuna da Bahia  18/11/2014

COMENTÁRIO Pregopontocom

O centro histórico de Salvador não pode continuar relegado a um plano inferior,com vem acontecendo a décadas desde quando perdeu o seu comercio,uma boa parte do centro financeiro e administrativo, juntamente com o seu público para a região do Iguatemi e seu entorno.Essa mudança,na base do vai levando,trouxe prejuízos inequívocos para a nossa cidade pois ao invés de se criar novas zonas onde se redistribuísse equitativamente as aéreas de comercio e financeira da cidade,além de setores administrativos,apenas aliviando a área central,o que se viu foi uma verdadeira debandada,uma migração em massa para a região do Iguatemi e entorno e o consequente abandono do antigo centro "nervoso" de Salvador.
As consequências foram catastróficas em todos os sentidos,a alta concentração imobiliária e demográfica na nova região,resultado dessa transferência irracional,interferiu negativamente nos diversos aspectos urbanos da região,transito,transportes,saturação das vias existentes gerando constantes transtornos e engarrafamento diários no local e com isso um alto preço tem sido pago pela simples falta de planejamento pensando no futuro da cidade,tudo foi feito simplesmente olhando para o dedão do pé...Por outro lado o abandono da região central da cidade não só por aqueles que a deixaram e se deslocaram para o novo local,mas também pelo poder público que pouco fez para restaurar e revitalizar o famoso centro da cidade de Salvador, com a sua imponente Rua Chile,o Palácio Rio Branco,o Elevador Lacerda,fez com que o centro histórico caísse em decadência passando longe dos seus áureos tempos das Duas Américas,Sloper,Adamastor (Que funcionou embaixo do Hotel),o antigo Hotel Meridional que deu lugar ao Edf.Braúlio Xavier,Magazine Florensilva,Mesbla,O Girasol, na Av. Sete e tantos outros conjuntos arquitetônicos cuja a beleza e antiguidade ajudaram a escrever paginas da história da nossa cidade por muito tempo,e através dele conta-las para seus moradores e visitantes.Quando se abandona locais históricos de uma cidade a sua história se perde nas lembranças que se apagarão com o tempo, e por não serem mais vistas deixarão de ser lembradas.Logradouros,Prédios,casas e monumentos, antigos e históricos,são com paginas de um grande livro de história ao alcance dos nossos olhos,Talvez seja o Palace Hotel,que nos fins de tardes proporcionava grandes saraus musicais em seu salão,uma chama ainda resistente prestes acender uma nova e vigorosa esperança de revitalização da velha Salvador.E quem sabe,mesmo que sonhando,futuramente possamos andar em belos bondes modernos (VLTs) subindo e descendo da Pça. da Sé até o Campo Grande(Canela) em vias de mão dupla sem carros com ciclovias e com calçadas largas para que possamos todos,bater pernas,olhar vitrines fazer compras,encontrar amigos e no fim das tardes em botecos agradáveis bater um bom papo enquanto contemplamos a beleza dessa jovem senhora chamada Salvador.

Mostra destaca a contribuição de Zózimo Bulbul para a cultura negra

Cultura

Zózimo Bulbul foi primeiro ator negro a protagonizar uma novela na televisão brasileira, Vidas em Conflito, na extinta TV Excelsior, em 1969. No cinema, atuou ao longo de 50 anos de carreira em mais de 30 filmes e foi diretor em 12, entre curtas, médias e longas-metragens.

Paulo Virgílio 
Repórter da Agência Brasil 
Exposição Zózimo Bulbul - Uma Alma Carioca está em cartaz
 no Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), com memórias do
cinema negro protagonizado pelo ator e cineasta
 falecido em 2013 - Fernando Frazão/Agência Brasil
O ator e cineasta Zózimo Bulbul, que morreu em janeiro de 2013, aos 75 anos, ganha nesta Semana da Consciência Negra uma exposição em sua homenagem no Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), no Rio de Janeiro. A mostra Zózimo Bulbul – Uma Alma Carioca, uma Celebração à Vida e ao Orgulho da Origem Africana, aberta na noite de hoje (18), mostra, em fotos e filmes, a trajetória do artista e de sua contribuição para a afirmação da cultura negra.
Zózimo Bulbul foi primeiro ator negro a protagonizar uma novela na televisão brasileira, Vidas em Conflito, na extinta TV Excelsior, em 1969. No cinema, atuou ao longo de 50 anos de carreira em mais de 30 filmes e foi diretor em 12, entre curtas, médias e longas-metragens. Criou o Centro Afro Carioca de Cinema, responsável por um evento anual que promovia a aproximação entre cineastas brasileiros, africanos e caribenhos.
“Com esta exposição, eu quero compartilhar com as pessoas o que ele fez de importante e o enorme amor que ele tinha pela África, tema que fez parte de toda a sua vida”, disse a curadora Biza Vianna, viúva de Zózimo. Figurinista e cenógrafa, ela criou uma ambientação para a sala principal da exposição, transformada em um set de filmagens, onde serão exibidos ao longo da mostra os filmes dirigidos por Bulbul.
Fernando Frazão/Agência Brasil
A mostra está dividida em quatro segmentos, que acompanham as etapas da vida do artista, sempre tendo como pano de fundo a cidade do Rio de Janeiro: Família e Juventude;Sucesso – o Sonho; Cinema – Dificuldades; e oCentro Afro Carioca de Cinema. Este último segmento destaca a grande realização de Zózimo, que foi a de criar uma ponte com o Continente Africano por meio do cinema. “Ele era muito respeitado pelos cineastas africanos e atuou como ator no filme A Deusa Negra, do diretor nigeriano Ola Belogun, filmado em 1979”, disse Biza Vianna.
A exposição fica em cartaz até 18 de janeiro de 2015 e pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 12h às 19h. A entrada é grátis e o Centro Cultural Justiça Federal fica na Avenida Rio Branco, 241, na Cinelândia, centro do Rio.
Fonte - Agência Brasil  18/11/2014

Travessia Salvador-Mar Grande continua suspensa

Salvador

Segundo Astramab ventos atingem 25km/h.O mar agitado e os fortes ventos na Baía de Todos-os-Santos deixam as condições de navegação impróprias para as embarcações do sistema. As escunas de turismo não vão operar nesta terça.

A Tarde
Da Redação
Lúcio Távora - Ag.A Tarde
A travessia marítima do Sistema Salvador-Mar Grande continua suspensa nesta terça-feira, 18, devido ao mau tempo. O mar agitado e os fortes ventos na Baía de Todos-os-Santos deixam as condições de navegação impróprias para as embarcações do sistema. As escunas de turismo não vão operar nesta terça.
O presidente da Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), Jacinto Chagas, considera improvável que a travessia Salvador-Mar Grande retome as operações ainda nesta terça. Ainda segundo o presidente os ventos chegam a 25 Km.
Os catamarãs da linha Salvador-Morro de São Paulo operaram com conexão em Itaparica.
Fonte - A Tarde  18/11/2014

Pesquisadores encontram no mar da Bahia espécies desconhecidas

Meio Ambiente

Especialistas no Brasil e no mundo se mobilizam para batizar nova espécie.Entre os animais encontrados, desconhecidos até então pela ciência, estão o Ijmaia sp, peixe também chamado “nariz de geleia”; o Urophycis sp, um tipo de merluza; o Peristedion sp, peixe conhecido como “cabrinha de fundo”, e o Scyliorthinus sp, um pequeno tubarão que atinge o tamanho máximo de 50 cm.

TB
Foto: Projeto Tamar
Pesquisadores do Projeto Tamar, patrocinado pela Petrobras, descobriram novas espécies de animais marinhos habitantes das profundezas do mar. Entre os animais encontrados, desconhecidos até então pela ciência, estão o Ijmaia sp, peixe também chamado “nariz de geleia”; o Urophycis sp, um tipo de merluza; o Peristedion sp, peixe conhecido como “cabrinha de fundo”, e o Scyliorthinus sp, um pequeno tubarão que atinge o tamanho máximo de 50 cm.
Além da descoberta, os pesquisadores comemoram outro feito: três fêmeas do tubarãozinho tiveram 50 filhotes em cativeiro. Os pequenos tubarões alimentam-se de peixes, crustáceos e lulas, depositam ovos em cápsulas quase retangulares de 6 cm x 3 cm sobre corais e vegetação de fundo e os filhotes nascem com 10 cm.
Agora, especialistas em peixes do Brasil e do mundo se mobilizam para ajudar o Tamar a dar um nome ao tubarãozinho e um trabalho científico a respeito da nova espécie está em andamento. Alguns exemplares de tubarãozinho podem ser vistos pelo público nas exposições permanentes do Tamar denominadas 'Submarino Amarelo', realizadas na Praia do Forte, na Bahia, e no Oceanário de Aracaju, em Sergipe.
As descobertas foram feitas entre 2009 e 2014 na Praia do Forte, na Bahia, durante o acompanhamento de testes no mar com um anzol circular que diminui a captura incidental de tartarugas em 60% e aumenta em 100% as chances de sobrevivência pós-captura.
O Projeto Tamar, patrocinado pela Petrobras no âmbito do Programa Socioambiental, é o mais antigo a receber patrocínio da companhia. Já se vão 33 anos de parceria bem sucedida. E, agora, em 20 de novembro, o projeto completa 35 anos de existência.
Por meio do Programa Petrobras Socioambiental, a Petrobras prevê investir R$ 1,5 bilhão, até 2018, em projetos de todo o país, com foco nas linhas de atuação Produção Inclusiva e Sustentável, Biodiversidade e Sociodiversidade, Direitos da Criança e do Adolescente, Florestas e Clima, Educação, Água e Esporte.
Fonte - Tribuna da Bahia  18/11/2014