sábado, 22 de março de 2014

Poluição atinge 81% dos rios de Salvador, aponta pesquisa

Meio Ambiente

Segundo o coordenador de monitoramento de recursos ambientais e hídricos do Inema, Eduardo Topázio, 17% destes rios estão em condições péssimas e 64% estão ruins. Outros 8% estão bons e 11% regulares.

Davi Lemos 
A Tarde
Crianças brincam e nadam na Lagoa da Paixão,
 apesar do mau cheiro da água

Raul Spinassé | Ag. A TARDE
Levantamento do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) aponta que 81% dos rios que estão exclusivamente no território do município de Salvador têm elevado grau de poluição.
O estudo que indica o índice de qualidade da água estabelece cinco parâmetros de qualidade: péssimo, ruim, regular, bom e ótimo. Nenhum dos rios soteropolitanos atingiu a indicação de ótimo.
Segundo o coordenador de monitoramento de recursos ambientais e hídricos do Inema, Eduardo Topázio, 17% destes rios estão em condições péssimas e 64% estão ruins. Outros 8% estão bons e 11% regulares.
"Muitos rios da cidade nem são mais reconhecidos como tal. As pessoas pensam que são esgoto", comentou Topázio, que divulgou ontem os dados do estudo, véspera da celebração do Dia Mundial da Água.
Eduardo Topázio aponta a ocupação irregular de terras e a falta de saneamento básico como principais contribuidores para a degradação dos rios. E ele acrescentou: "Se considerarmos o total de mananciais em Salvador, levando-se em conta os lagos, as estatísticas estão muito próximas", comparou.

Lagoa da Paixão
Enquanto crianças e adolescentes tomavam distância e pulavam nas águas poluídas da Lagoa da Paixão, em Fazenda Coutos, a auxiliar de serviços gerais Eliene dos Santos, 54, mantinha o olhar fixo nas águas da lagoa.
Desempregada, mãe de 11 filhos e com 18 netos, ela vai às margens com vara de pescar na esperança de tucunarés, traíras ou tambaquis. "Mas hoje não consegui nada. Isso aqui já teve peixe todos os dias", lembra Eliene. "Tem horas que me pergunto como vou alimentar tanta gente".
Menos preocupados, os meninos não ligavam para o aspecto da água. "É só não beber a água", disse o estudante Paulo Ricardo de Jesus da Silva, 14. Próximos às margens da lagoa, muitos barracos despejam ali seus dejetos.
Outro exemplo do abandono é o Rio Camarajipe, que corta a região do Iguatemi. "Aqui só melhora o cheiro quando chove e o rio enche", disse o vendedor Sérgio de Souza, 25.
"Eu acho que falta interesse dos poderes públicos para limpar estes rios. Também chamam este rio de Rio das Tripas. Hoje parece mais o rio para botar as tripas para fora. Tem dias que respirar é difícil mesmo", disse o microempresário Valdir Bomfim, 57.
Fonte - A Tarde  22/03/2014

Desconhecimento popular sobre água é problema a ser enfrentado, diz ONG

Recursos Hidricos

Para ele, a população está muito distante do tema água, que só chama a atenção quando há uma crise instalada. “As pessoas não procuram se informar de onde vem a água que consomem e o que podem fazer para garantir o abastecimento, há um desconhecimento geral. Os governantes têm sua culpa, as empresas e a mídia, também, e essa falta de esclarecimento reflete no cidadão.”

Andreia Verdélio 
Repórter da Agência Brasil 
Rios Arquivo/Agência Brasil
Neste sábado (22), dia em que se comemora o Dia Mundial da Água (22), é importante lembrar que um dos principais problemas que o Brasil precisa enfrentar é a falta de conhecimento da população sobre a realidade dos recursos hídricos no país, afirma o coordenador do Programa Água para a Vida da organização não governamental (ONG) WWF-Brasil, Glauco Kimura de Freitas.
Para ele, a população está muito distante do tema água, que só chama a atenção quando há uma crise instalada. “As pessoas não procuram se informar de onde vem a água que consomem e o que podem fazer para garantir o abastecimento, há um desconhecimento geral. Os governantes têm sua culpa, as empresas e a mídia, também, e essa falta de esclarecimento reflete no cidadão.”
Kimura cita a pesquisa que o WWF faz a cada cinco anos sobre a percepção dos brasileiros sobre a água. Na última, em 2012, mais de 80% dos entrevistados nunca tinham ouvido falar da ANA [Agência Nacional de Águas], que é o órgão regulador dos recursos hídricos. "Há consciência sobre como economizar e de que pode faltar água. Mais de 70% das pessoas sabem dos problemas, mas o desconhecimento ainda é grande”, disse o especialista.
Outro problema é a má governança dos recursos hídricos, acrescenta Kimura. “É muito difícil dizer se vamos conseguir, ou não, suprir nossas demandas e é grande a chance de termos problemas no futuro com a gestão que tem sido feita”, disse ele, destacando que o Brasil está muito bem em termos de leis, como, por exemplo, a Política Nacional de Recursos Hídricos , o Conselho Nacional de Recursos Hídricos e os comitês de bacias hidrográficas, mas que não estão sendo implementados e fiscalizados como deveria.
“Fizemos a lição de casa até um certo ponto e precisamos mudar essa trajetória, fugir das consequências desse cenário que as Nações Unidas [ONU] projetam. Temos um arcabouço legal, bons modelos, mas a vontade política para fazer algo consistente está muito baixa, não só no âmbito federal, mas nos estados e municípios também”, destaca o coordenador do Programa Água para a Vida.
O Relatório de Desenvolvimento Mundial da Água 2014 , de autoria da ONU-Água, prevê que, em 2030, a população global necessitará de 35% a mais de alimento, 40% a mais de água e 50% a mais de energia.
“O tema água esta abaixo das prioridades. A ANA é um órgão técnico de excelência, mas os governos locais não dão conta de implementar os instrumentos que já existem, a sociedade não cobra, e as empresas só se mexem quando têm que cumprir a lei”, argumenta Kimura.
De acordo com ele, o terceiro gargalo na gestão dos recursos hídricos é o mau uso da terra. “As cidades vão crescendo, ficam dependendo de reservatórios, a maioria poluídos, e ocupando áreas de nascentes, que são os ovos de ouro da galinha. O planejamento urbano tem que ser levado muito a sério, e o setor de recursos hídricos precisa estar inserido.”
Para Kimura, na área rural, também há uma tendência de agravamento do problema com a flexibilização do Código Florestal , aprovado em 2012. Para ele, a diminuição das Áreas de Preservação Permanente (APPs), que agora levam em conta o tamanho da propriedade, coloca em risco os mananciais de água.
A Política Nacional de Irrigação, instituída no ano passado, também pode constituir um problema para o especialista do WWF, já que o crédito financeiro e as outorgas para captação de água vão aumentar. “É como uma poupança: estamos dando cada vez mais senhas para acessar a nossa caderneta, mas ninguém põe dinheiro lá. Então, temos que ter um trabalho sério de proteção das nascentes e área de recarga de aquífero”, destaca Kimura, explicando que existem áreas de terra mais permeáveis que outras que precisam ter uma cobertura florestal em cima e que, por desconhecimento das pessoas, são pavimentadas ou assoreadas.
Fonte - Agência Brasil  22/03/2014

Laboratório é criado em São Paulo (capital) para desenvolver soluções de mobilidade urbana

Mobilidade

Umas das missões do laboratório, segundo o prefeito Fernando Haddad, será a de elaborar os requisitos para os novos programas dos controladores de tráfego. Equipamentos que, entre outras coisas, controlam o tempo e a sincronia dos semáforos. Hoje, os dispositivos operam com softwares proprietários, e custam em torno de R$ 80 mil cada um. Haddad espera que, operando com protocolos abertos, o preço diminua até 80%.

Bruno Bocchini 
Agência Brasil
foto - ilustração
A prefeitura de São Paulo lançou hoje (21) o Laboratório de Tecnologia e Protocolos Abertos para a Mobilidade Urbana, que pretende desenvolver soluções tecnológicas para a área de mobilidade urbana.
O projeto visa a padronizar, com protocolos abertos – como os utilizados nos softwares livres -, todas as informações sobre mobilidade urbana da Secretaria de Transportes, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da São Paulo Transportes (SPTrans). Dessa forma, todas as plataformas de dados disponíveis na prefeitura poderão interagir, o que não acorre atualmente.
Umas das missões do laboratório, segundo o prefeito Fernando Haddad, será a de elaborar os requisitos para os novos programas dos controladores de tráfego. Equipamentos que, entre outras coisas, controlam o tempo e a sincronia dos semáforos. Hoje, os dispositivos operam com softwares proprietários, e custam em torno de R$ 80 mil cada um. Haddad espera que, operando com protocolos abertos, o preço diminua até 80%.
“São Paulo está dando um passo importante com vistas a quebrar os protocolos para permitir a produção industrial de equipamentos para a modernização da cidade. Estamos rompendo uma tradição de código fechado, de software proprietário, e migrando para uma situação em que novos players e produtores vão entrar no circuito e produzir o que a gente necessita a um custo muito menor”, disse.
O laboratório de tecnologia contará com R$ 800 mil de recursos orçamentários, e funcionará em parceria com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e da Fundação USP, que gerenciará bolsas de apoio à pesquisa, para estudantes e profissionais interessados.
As bolsas têm valores de R$ 351,90 a R$ 5.908,80, de acordo com o currículo e horas semanais dedicadas ao projeto. A primeira atividade do laboratório ocorrerá amanhã: uma maratona de hackers de 28 horas ininterruptas para desenvolver softwares de mobilidade urbana. Foram disponibilizados dados, por exemplo, sobre velocidade e acidentes na cidade. Os melhores projetos serão premiados.
Fonte - EBC 21/03/2014

sexta-feira, 21 de março de 2014

Presidente russo assina lei de anexação da Crimeia

Internacional

Com isso, a Rússia anunciou a suspensão do desconto que dava à Ucrânia na compra de gás.
A assinatura ocorreu numa cerimônia no Kremlin e transmitida pela televisão, com aplausos dos parlamentares, que cantaram o Hino Nacional russo.

Danilo Macedo 
Repórter da Agência Brasil 
Ag. Brasil
Depois de as duas Câmaras do Parlamento russo ratificarem o tratado, o presidente Vladimir Putin assinou hoje (21) a lei de anexação da Crimeia à Rússia, tornando-a, oficialmente, parte de seu território. A assinatura ocorreu numa cerimônia no Kremlin e transmitida pela televisão, com aplausos dos parlamentares, que cantaram o Hino Nacional russo.
“Hoje vivemos um acontecimento sério e importante. Hoje estamos completando os procedimentos legais com a adição da Crimeia e de Sebastopol à Rússia”, disse Putin. “Quero felicitar todos os habitantes deste país, cidadãos russos, e os habitantes da Crimeia e de Sebastopol por este evento marcante.”
O acordo inicial com as autoridades da Crimeia foi assinado pelo presidente russo na terça-feira (18). O tratado cria mais duas regiões administrativas russas: a Crimeia e a cidade portuária de Sebastopol, onde já está baseada a frota da Rússia no Mar Negro. Putin avisou aos parlamentares que há muito trabalho pela frente e pediu empenho na adaptação da Crimeia ao sistema legal, à economia e à sociedade russos.
Com a anexação formal, a Rússia anunciou a suspensão do desconto que dava à Ucrânia na compra de gás em troca do aluguel da base de sua frota no Mar Negro. O acordo, firmado em abril de 2010, estabelecia um desconto de US$ 100 para cada mil metros cúbicos de gás comercializados pela Rússia para a Ucrânia. O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, disse hoje que, além de suspender o desconto, o governo russo vai cobrar juridicamente o pagamento de uma compensação no valor de US$ 11 bilhões equivalentes ao desconto aplicado nos últimos quatro anos.
A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje que os países europeus dificilmente conseguirão oferecer gás à Ucrânia a um preço equivalente ao que é cobrado pela Rússia. “É preciso dizer que o preço ucraniano do gás foi até agora especialmente baixo. Muitos Estados-Membros da União Europeia pagam mais”.


Fonte - Agência Brasil  21/03/2014

Justiça do DF mantém decisão que suspendeu direitos políticos de Arruda

Política

A 1ª Vara da Fazenda Pública rejeitou recursos apresentados pelos condenados por entender que não houve contradição ou omissão na sentença. Com a decisão, Arruda e o ex-secretário continuam condenados a pagar multa, à perda dos direitos políticos e à proibição de contratarem com o Poder Público.

André Richter 
Repórter da Agência Brasil 
EBC
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) manteve sentença, proferida em fevereiro, que condenou o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda e o ex-secretário de Esportes e Lazer do DF Agnaldo Silva de Oliveira, por improbidade administrativa.
A 1ª Vara da Fazenda Pública rejeitou recursos apresentados pelos condenados por entender que não houve contradição ou omissão na sentença. Com a decisão, Arruda e o ex-secretário continuam condenados a pagar multa, à perda dos direitos políticos e à proibição de contratarem com o Poder Público.
A decisão foi proferida em ação civil pública de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, que denunciou que a contratação de um amistoso entre as seleções de futebol do Brasil e de Portugal em 19 de novembro de 2008 não obedeceu aos trâmites legais.
Segundo a sentença da 1ª Vara de Fazenda Pública, Arruda teve os direitos políticos suspensos por quatro anos e Oliveira por três anos, a contar da data do trânsito em julgado. Os dois deverão pagar multa no valor equivalente a 50 vezes o salário que recebiam na época.
Fonte - Agência Brasil  21/03/2014

Novos ferries iniciam preparação para cruzar oceano em direção a Salvador

Ferry boats 

Batizadas com os nomes do compositor baiano Dorival Caymmi e do líder quilombola Zumbi dos Palmares, as embarcações dobrarão a capacidade de transporte de carros e aumentarão em 75% a de passageiros, conforme a Seinfra.

BN

Os dois novos ferries comprados pelo governo baiano na Grécia estão em preparativos para cruzar o Oceano Atlântico, em direção a Salvador, onde serão integrados à frota do sistema ferry boat, informa a Secretaria Estadual de Infraestrutura. Batizadas com os nomes do compositor baiano Dorival Caymmi e do líder quilombola Zumbi dos Palmares, as embarcações dobrarão a capacidade de transporte de carros e aumentarão em 75% a de passageiros, conforme a Seinfra. “No momento, estão sendo feitas as adaptações necessárias de mobilidade exigidas pela legislação brasileira. As duas embarcações já são nossas, tiveram os novos nomes gravados e, logo que possível, a depender também das condições climáticas, estarão operando, possibilitando mais rapidez e segurança no transporte de passageiros e veículos na Baia de Todos-os Santos”, disse o secretário Otto Alencar. Juntas, as duas embarcações gregas conseguem carregar 380 veículos, capacidade superior à dos cinco atuais ferries. O governo também pretende diminuir o tempo de viagem e espera. Atualmente, os ferries Anna Nery e Ivete realizam a travessia em 45 minutos. A estimativa é que os barcos novos façam o percurso em 35 minutos.
Fonte - Bahia Notícias  21/03/2014

Luta contra o preconceito deve se traduzir em ações concretas, diz ministro

Educação

O ministro da Educação, Henrique Paim, disse hoje (21), Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, que é preciso traduzir todo o embate contra o preconceito em ações concretas.

Paula Laboissière 
Repórter da Agência Brasil 

“Precisamos, a partir da educação infantil, começar nossa verdadeira saga contra a discriminação racial e a valorização da África no Brasil”, disse. “A educação é um instrumento de formação social importante. O único que vai fazer com que tenhamos redenção. Ela é libertadora, especialmente para nós, afro-brasileiros”, defendeu o ministro durante o lançamento de materiais pedagógicos sobre história e cultura africana.
O ministro da Educação, Henrique Paim, participa do lançamento de materiais pedagógicos sobre história e cultura da África Marcelo Camargo/Agência Brasil
Para ele, o lançamento do material representa um grande legado para o Brasil. Ao todo, 32 mil escolas vão receber as publicações, feitas em parceria com a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).
O representante da Unesco no Brasil, Lucien Muñoz, lembrou que a discriminação racial assume diversas formas, mas que cada uma delas representa uma afronta aos direitos humanos e à dignidade. Para ele, a ampla circulação de informação estimula uma melhor aproximação de culturas, o respeito mútuo e o desenvolvimento de uma cultura de paz.
“Contribuir para a redução da discriminação racial no mundo e no Brasil produzindo conhecimento sobre a África e os afro-brasileiros tem sido um esforço que vem sendo desenvolvido nos últimos anos pela Unesco em estreita parceria com o MEC e a Universidade Federal de São Carlos.”
O secretário-executivo da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial, Giovanni Harvey, elogiou a parceria e cobrou que mais órgãos do governo federal se comprometam com o combate à discriminação racial e ao preconceito.
“Teremos um novo patamar quando a sociedade brasileira e os órgãos assumirem para si essa responsabilidade. Esse exemplo vai abrir caminho para que outros gestores públicos possam fazer o que o MEC está fazendo”, destacou.
A publicação Síntese da Coleção História Geral da África, dividida em dois volumes, pretende fornecer subsídios para pesquisadores e estudantes e para a prática pedagógica de professores da educação básica, com o objetivo de ampliar conhecimentos sobre a história e a cultura africana.
Já o livro História e Cultura Africana e Afro-Brasileira na Educação Infantil vai disponibilizar conteúdos para a formação e o conhecimento sobre a riqueza, as diferenças e a diversidade da história e da cultura africana e suas influências na história e na cultura do povo brasileiro.
De acordo com a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação, Macaé Maria Evaristo, o material abre caminho para a implementação da Lei n° 10.639 de 2003, que determina a inclusão de conteúdos sobre a história da cultura afro-brasileira e africana na educação básica.
“Estamos começando com um material específico para a educação infantil, mas vamos também entregar materiais para o ensino fundamental e o ensino médio”, disse. “É importante avançar nessas pautas dentro das escolas”, completou.
O embaixador da República do Zimbábue no Brasil, Thomas Bvuma, também elogiou o lançamento do material didático e lembrou que utilizar a educação como ferramenta para eliminar a discriminação racial permite ampliar o conhecimento e elevar a autoestima de quem sofre preconceito.
“Enquanto o mundo continuar a ter a pobreza ligada à cor e enquanto não houver educação multicultural universal, vamos continuar celebrando o Dia Nacional pela Eliminação da Discriminação Racial”, destacou.
Fonte - Agência Brasil  21/03/2014

Rio Madeira continua subindo em Rondônia

Meio Ambiente

“A previsão é que até o fim do mês o nível do rio chegue a 19,45 metros e depois se estabilize”, disse o coordenador de comunicação da Defesa Civil estadual, tenente-coronel bombeiro Demargli da Costa Farias....

Ana Cristina Campos
Repórter da Agência Brasil
Cheia no Rio MadeiraMedeiros
Divulgação/Prefeitura de Porto Velho
O Rio Madeira continua subindo em Porto Velho, Rondônia, e atingiu 19,38 metros nesta sexta-feira (21), segundo aferição da Agência Nacional de Águas (ANA). O recorde histórico havia sido registrado em 1997, quando subiu 17,52 metros acima do nível normal.
Segundo a Defesa Civil estadual, mais de 3.100 famílias foram afetadas no estado, principalmente em Porto Velho e na região metropolitana, com 1.752 famílias desalojadas e 873 desabrigadas. Outras cidades bastante afetadas são Guajará-Mirim e Nova Mamoré.
“A previsão é que até o fim do mês o nível do rio chegue a 19,45 metros e depois se estabilize”, disse o coordenador de comunicação da Defesa Civil estadual, tenente-coronel bombeiro Demargli da Costa Farias.
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) decidiu ontem, por questões de segurança, suspender temporariamente o tráfego na BR-364, que liga o Acre a Rondônia, nos trechos entre os quilômetros 868 e 862 da rodovia, localizados em Rondônia. A interdição se dá devido ao aumento da lâmina d'água sobre a pista, que nessa quinta-feira chegou a 1,40 metro.
Após reunião ontem com o governador de Rondônia, Confúcio Moura, o governador do Acre, Tião Viana, disse que os dois estados vivem um momento muito delicado. “A estrada [BR-364] está interrompida e só voltará a permitir a trafegabilidade quando houver um acesso por balsa em dois trechos críticos: na região de Jaci-Paraná, em torno de 2,5 quilômetros, e outro na Velha Mutum, que apresenta um trecho de 16 quilômetros inundados”, disse Viana.
O governador acrescentou que, na reunião, foram tratadas todas as alternativas para manter a região do oeste rondoniense e do Acre abastecida. “O prejuízo estimado pela prefeitura [de Porto Velho] e pelo governador de Rondônia já é mais de R$ 1 bilhão. O Rio Madeira segue enchendo e, na última medição, estava em 19,35 metros, quando o limite estimado pelo governador Confúcio Moura era 19,20 metros. Ou seja, estamos além dos limites de expectativa deles”, completou.
Em visita a Rio Branco, capital do Acre, na tarde de sábado (15), a presidenta Dilma Rousseff disse que a construção de uma ponte sobre o Rio Madeira vai ligar o Acre a Rondônia. A única via terrestre que liga os estados castigados pelas cheias é a BR-364, que há quase um mês está parcialmente bloqueada porque a cheia do rio inundou partes da rodovia.
Fonte - Agencia Brasil  21/03/2014

CBTU Utiliza Automóveis da Própria Frota para Transmitir Mensagem de Prevenção a Acidentes

Segurança nos trilhos

A ideia é disseminar as mensagens de prevenção, de forma simples e eficaz. Enquanto alguns veículos da frota da Companhia trafegam pela cidade, o condutor ou passageiro que aguarda no sinal vermelho, por exemplo, poderá ser alertado pela peça publicitária estampada na traseira dos carros da CBTU.

CBTU
cbtu
A CBTU Natal implementou mais uma ação para prevenção de acidentes. Nesta semana, alguns carros da
frota da Companhia foram adesivados com mensagem que visa alertar a população sobre a necessidade de adotar condutas seguras nas proximidades da via férrea.
A ideia é disseminar as mensagens de prevenção, de forma simples e eficaz. Enquanto alguns veículos da frota da Companhia trafegam pela cidade, o condutor ou passageiro que aguarda no sinal vermelho, por exemplo, poderá ser alertado pela peça publicitária estampada na traseira dos carros da CBTU. Este canal de comunicação tem se mostrado extremamente eficaz, já que permite a publicidade passiva e apresenta alto índice de permeabilidade.
Atualmente, a Companhia promove diversos projetos paralelos visando à prevenção de acidentes, como: CBTU nas Escolas, em que alunos recebem cartilhas educativas e são instruídos, por uma equipe da Companhia, sobre como prevenir acidentes
cbtu
relacionados à ferrovia; a campanha em rádio FM, onde spots (chamadas sonoras) alertam pedestres e motoristas para os cuidados a serem adotados durante o transito próximo à linha e cruzamentos da via férrea e BusDoor, no qual anúncios reforçam a importância do ato de Parar, Olhar e Ouvir antes de transpor a via férrea.
Com iniciativas como essas, a CBTU utiliza variados meios de comunicação para incitar a sociedade a adotar condutas seguras diante do sistema de trens urbanos da cidade.
Fonte - Imprensa CBTU Natal  21/03/2014

quinta-feira, 20 de março de 2014

Metrô de Salvador - Parte da BR-324 é bloqueada para transporte de vigas

Metrô de Salvador

Interdição acontece até as 18h
A medida é necessária para a movimentação de vigas da superestrutura da estação que está sendo construída

A Tarde
Da Redação
Divulgação | CCR Metrô Bahia
Parte da BR-324 está interditada, nesta quinta-feira, 20, no sentido Salvador na altura da Estação Retiro (KM 1). A medida é necessária para a movimentação de vigas da superestrutura da estação que está sendo construída. O procedimento faz parte da complementação da linha 1 do Sistema Metroviário de Salvador - Lauro de Freitas, que segue em direção ao bairro de Pirajá.
O transporte de duas vigas de 35m e 120 toneladas cada uma em uma carreta está sendo executada pela concessionária responsável pela construção a CCR Metrô Bahia.
A concessionária informa que a interdição acontece até as 18h desta quinta.
Fonte - A Tarde  20/03/2014

Rússia aprova sanções contra políticos dos EUA

Internacional

Lista inclui conselheiros de Barack Obama e John McCain
Com isso, as pessoas afetadas pela medida estão proibidas de entrar em território russo. Também fazem parte da relação o líder dos senadores democratas, Harry Reid, o presidente da Câmara dos Deputados, John Boehner, o presidente da comissão de relações exteriores do Senado, Robert Menendez, além dos senadores Dan Coats e Mary Landrieu.

Agência ANSA
foto - ilustração
O Ministério das Relações Exteriores da Rússia anunciou nesta quinta-feira (20) a adoção de sanções contra nove dirigentes e parlamentares dos Estados Unidos, incluindo três conselheiros do presidente Barack Obama e do senador republicano John McCain.
Com isso, as pessoas afetadas pela medida estão proibidas de entrar em território russo. Também fazem parte da relação o líder dos senadores democratas, Harry Reid, o presidente da Câmara dos Deputados, John Boehner, o presidente da comissão de relações exteriores do Senado, Robert Menendez, além dos senadores Dan Coats e Mary Landrieu. Já os três conselheiros de Obama atingidos são Caroline Atkinson, Daniel Pfeiffer e Ben Rhodes. "Estou orgulhoso por ter sido incluído na lista daqueles que são contra as agressões de Vladimir Putin", declarou Boehner.
A restrição imposta pela Rússia a políticos norte-americanos é uma resposta às sanções já aprovadas pelo governo dos Estados Unidos contra aqueles considerados responsáveis pela crise na Crimeia, república autônoma que pertencia à Ucrânia e foi anexada por Moscou, assim como a cidade de Sebastopol.
"Foi assinada uma ordem do Executivo que autoriza impor sanções não somente contra indivíduos, mas também contra setores inteiros da economia russa", declarou Obama. As medidas incluem o veto ao ingresso em solo dos EUA e o congelamento de eventuais ativos que as pessoas afetadas possuam no país.
Fonte - Jornal do Brasil

Dilma:número de profissionais no Mais Médicos vai chegar a 13,2 mil até abril

Saúde

“Vamos chegar em abril ofertando os 13.225 médicos conforme havíamos nos comprometido. Pelos critérios da Organização Mundial da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) isso significa aumentar a cobertura para 46 milhões de pessoas”, disse a presidenta.... 

Luana Lourenço 
Repórter da Agência Brasil 

Médicos estrangeiros desembarcam no Brasil para atuar no Mais Médicos Arquivo/Agência Brasil
A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (20) que o Programa Mais Médicos vai contar com 13.225 médicos atuando em todo país até abril, atendendo à demanda apresentada pelos municípios quando o programa foi lançado, em julho de 2013.
“Vamos chegar em abril ofertando os 13.225 médicos conforme havíamos nos comprometido. Pelos critérios da Organização Mundial da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) isso significa aumentar a cobertura para 46 milhões de pessoas”, disse a presidenta, em discurso em Belém, no Pará, onde anunciou recursos para investimentos em mobilidade urbana.
O Pará, segundo Dilma, receberá 537 médicos. A presidenta defendeu o programa e disse que os resultados têm mostrado que o governo acertou na estratégia ao levar profissionais, inclusive estrangeiros, para municípios do interior e das periferias das grandes cidades.
“Sabia que ia ter muita crítica, mas tinha certeza que o povo brasileiro ia saber que estávamos no caminho certo. Tenho muito orgulho do Mais Médicos”, disse a presidenta. “É impossível dar saúde de qualidade se você não tem o médico no posto de saúde”, acrescentou.
Fonte - Agência Brasil  20/03/2014

Cade vai apurar irregularidades em licitações de trens e metrôs

Cartel do Metrô

No inquérito, instaurado em 22 de maio de 2013, a partir da assinatura de um acordo de leniência com a empresa alemã Siemens, o Cade sustenta que “há fortes indícios” da prática de cartel. “O conjunto probatório reunido permite concluir pela presença de fortes indícios de que as empresas e pessoas físicas discriminadas teriam celebrado ajuste com a finalidade de fixar preços, dividir mercado e ajustar condições....

Ivan Richard 
Repórter da Agência Brasil 
Ag.Brasil
Após dez meses de investigações sigilosas, a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) instaurou hoje (20) processo administrativo para apurar prática de cartel em licitações de trens e metrôs, ocorridas entre 1992 e 2003, nos estado de São Paulo, Minas Gerais, do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. De acordo com o Cade, 18 empresas e 109 funcionários são suspeitos de participar do esquema.
No inquérito, instaurado em 22 de maio de 2013, a partir da assinatura de um acordo de leniência com a empresa alemã Siemens, o Cade sustenta que “há fortes indícios” da prática de cartel. “O conjunto probatório reunido permite concluir pela presença de fortes indícios de que as empresas e pessoas físicas discriminadas teriam celebrado ajuste com a finalidade de fixar preços, dividir mercado e ajustar condições, vantagens ou abstenção em licitações públicas relativas a projetos de metrô e ou trens”, diz o inquérito.
As testemunhas ouvidas pelo Cade confessaram ter participado de um esquema fraudulento com objetivo de eliminar a competição das concorrências. Além da Siemens, também teriam participado do cartel a Alston Brasil Energia e a Hyundai-Rotem Co. Ainda de acordo com o Cade, as licitações que estão sendo apuradas totalizam contratos de cerca de R$ 9,4 bilhões.
Fonte - Agência Brasil  20/03/2014

Empresas de telefonia pagam mais de R$ 3 bilhões em multa por mau serviço

Telefonia

Comissão que investiga a má qualidade dos serviço de telefonia móvel e fixa no estado. De acordo com Geovani Menezes, assessor de Relações Institucionais da Anatel, nos últimos três anos houve a arrecadação de mais de R$ 3 bilhões com multas aplicadas nas operadoras de telefonia.

Rivânia Nascimento - TB
foto - ilustração
Um dia após o Procon-BA divulgar o cadastro de reclamações do ano de 2013, o qual colocou os serviços de telefonia no topo do ranking das reclamações dos consumidores, representantes da Agência Nacional de Telefonia (Anatel), e operadoras de telefonia móvel participaram, ontem, na Assembleia Legislativa, da Comissão que investiga a má qualidade dos serviço de telefonia móvel e fixa no estado. De acordo com Geovani Menezes, assessor de Relações Institucionais da Anatel, nos últimos três anos houve a arrecadação de mais de R$ 3 bilhões com multas aplicadas nas operadoras de telefonia.
Ele destacou que esse montante vai para o Tesouro Nacional e que uma das resoluções tomadas pela agência é justamente reverter esse valor em melhoria no setor. “Essa resolução de número 653 vai permitir que a agência reverta o recurso das multas em benefício para o consumidor”, declarou.
Outra novidade anunciada por Menezes foi a implantação, a partir do mês de julho, do Sistema Integrado de Gestão (SIG) que, segundo ele, trará inúmeros benefícios para o consumidor, como cancelamento de linhas pela internet ou por telefone, facilidades na contestação de contas. Além do acesso às contas e recargas realizadas. Nesse sistema, as operadoras serão obrigadas a fornecer para os clientes um sumário com preços de tarifas das outras operadoras, inclusive para os pré-pagos que representam cerca de 78% no pais, de acordo com Menezes.
A empresa de telefonia Oi ocupou a primeira e a segunda posições do ranking (Telemar Oi - Telemar Norte Leste S/A - e Oi - TNL PCS S/A -, respectivamente) dos mais reclamados, somando 1699 reclamações. Referente a esses dados, Fernando Ornelas, gerente regional da Anatel, disse que a agência continua atenta aos serviços prestados de forma irregular pelas operadoras e continuará aplicando medidas punitivas.
“Falta habilidade das operadoras em atender a reclamações dos consumidores. A telefonia representa hoje 87% das reclamações. Embora tenha um índice de resoluções positivo, isso sobrecarrega a agência, além de aumentar custos. A fiscalização, que é feita com base nas principais queixas dos consumidores, continuará acontecendo de forma rigorosa principalmente no estado da Bahia”, relatou.
Questionamento
O deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB) questionou os representantes da Anatel, presentes na reunião da CPI da Telefonia, sobre a ineficiência das operadoras no plano de expansão da cobertura móvel nas zonas rurais do estado, o estágio de funcionamento da banda larga 4G em Salvador e o prazo para melhor configuração do serviço na capital e Região Metropolitana. Além disso, o parlamentar cobrou a aplicação do dinheiro das multas na melhoria dos serviços telefônicos. Na sessão, os dirigentes da Agência relataram a apuração de R$234 milhões gerados a partir das multas, cobradas às empresas de telefonia móvel.
Segundo Lomanto Jr., são “alarmantes e inúmeras” as reclamações dos consumidores baianos, em relação aos serviços prestados pelas operadoras de telefone fixo e móvel, sendo “escandalosa” a forma com que os clientes são tratados pelas empresas. O parlamentar relatou as queixas referentes também ao atendimento no call center da Anatel. “As pessoas precisam ligar milhares de vezes até serem atendidas, sem contar quando as ligações são transferidas de ramal em ramal e depois caem, frustrando a expectativa dos consumidores de realizarem suas reclamações”.
O gerente regional da Anatel, Fernando Ornelas, admitiu o problema na central de atendimento da Agência. “Isso já está sendo monitorado. Quem puder, por enquanto, deve fazer a reclamação por outros meios, como exemplo a internet”, disse.
Fonte - Tribuna da Bahia  20/03/2014

quarta-feira, 19 de março de 2014

Jaques Wagner anuncia R$ 1,3 bilhão para mobilidade urbana em Salvador

Mobilidade

Além dos novos corredores, o governador cantou a pedra de quando o metrô começa a circular: junho deste ano. O chefe do Executivo baiano disse acreditar que a ampliação do itinerário deverá sair até 2015. Ele também lembrou das obras que acontecem na região da Paralela.

Victor Pinto -TB
TB
O governador Jaques Wagner (PT) garantiu presentear Salvador com novidade no quesito mobilidade urbana. O pacote anunciado ocorre em comemoração ao aniversário de 465 anos de fundação da capital do estado, que acontece no próximo dia 29. Durante entrevista no seu programa de rádio semanal, Conversa com o Governador, o petista destacou que liberará R$ 1,3 bi em obras. As intervenções do estado vão girar em torno dos bairros populares, como a construção de vias de acesso a pontos estratégicos, a exemplo da Orla à Av. Suburbana, além de investimentos no metrô soteropolitano.
“Em primeiro lugar, eu quero deixar, desde já, meus parabéns a todos os soteropolitanos por mais um aniversário de nossa querida capital. Vamos assinar ordem de serviço para dois corredores transversais fundamentais, que vão ligar a Suburbana e a BR-324 até a Orla Atlântica, com um prazo de três anos de execução. O primeiro vai ter treze quilômetros, que vai ligar a nossa Orla até a Avenida Suburbana, no trecho Lobato, passando pelo Alto do Cabrito, pela Capelinha e Pirajá, fazendo a interligação da Pinto de Aguiar com a Gal Costa. Então, só para você ter uma ideia da dimensão dessa obra, alguém poderá sair da Suburbana, na altura do Lobato, e vim chegar aqui em Patamares, através da Pinto de Aguiar, na praia, na orla de Salvador”, anunciou.
A mobilidade norteou a campanha municipal de Salvador em 2012 e a ideia de Wagner é de se aproximar da capital, tida pela oposição como abandonada pelo petista, para assim poder melhorar sua imagem junto a Salvador e conseguir angariar votos ao seu candidato à sucessão, o secretário da Casa Civil, Rui Costa (PT).
Além dos novos corredores, o governador cantou a pedra de quando o metrô começa a circular: junho deste ano. O chefe do Executivo baiano disse acreditar que a ampliação do itinerário deverá sair até 2015. Ele também lembrou das obras que acontecem na região da Paralela.
“E temos também outras obras de mobilidade – o próprio metrô – que roda agora 11, 12 de junho no seu primeiro trecho, que sai da Lapa até o Retiro e depois do Retiro, logo em seguida, vamos completá-lo até Pirajá, previsto já para janeiro de 2015, e finalmente a conclusão de toda a linha 2 para abril de 2017. Além disso, todo o povo de Salvador está vendo aí a obra do governo do Estado – o Complexo Viário Imbui– Narandiba, que são dois grandes viadutos, 60% da obra já está executada. Eu espero entregá-la em julho de 2014, além da Pinto de Aguiar que a gente está fazendo também toda a duplicação com seis pistas, sendo duas para transporte exclusivo coletivo e BRT, e 50% da obra já está pronta, e devemos entregar em junho de 2014”, disse.
O petista finaliza o programa avaliando que “são obras extremamente importantes, e quando todas elas estiverem concluídas – algumas já vão ser entregues agora – o conjunto delas mais o metrô, eu não tenho dúvida que o governo do Estado estará dando o maior dos presentes a Salvador”.
Fonte - Tribuna da Bahia  19/03/2014

Sergipe tem o 2º melhor desempenho do Nordeste na geração de empregos

Sergipe/Economia

Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram 1.365 novas admissões no estado, o que significou um crescimento de 0,46%, no mês de fevereiro

ASN
Indústria / Foto: Vieira Neto
O Brasil registrou um crescimento geral do nível de emprego bastante satisfatório em fevereiro último, com a criação de 260.823 novos postos de trabalho e uma variação do estoque de 0,64%. Seguindo esse mesmo ritmo, Sergipe alcançou o segundo melhor desempenho do Nordeste no mês analisado. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram 1.365 novas admissões no estado, o que significou um crescimento de 0,46%.
Conforme análise do economista Magaiver Correia, do Departamento Técnico da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), dentre os setores destaca-se o de Serviços, com 679 admissões, puxado pelo subsetor de ensino que contratou 342 novos profissionais e registrou uma variação de estoque de 2,39%. “Outros subsetores que contrataram expressivamente foram os de serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção, redação e de comércio e administração de imóveis, valores mobiliários e serviços técnicos”, destacou.
De acordo com ele, a indústria de transformação também obteve resultados importantes no emprego, com 315 contratações, o que representou uma variação de 0,66%. “Os segmentos que impulsionaram o bom desempenho foram a indústria de calçados (133 admissões; variação de 2,39%) e a indústria de produtos de minerais não-metálicos (94 admissões; variação de 1,51%)”, disse Magaiver ao observar que ambos os segmentos vinham apresentando baixos níveis de criação de emprego.
Outro ramo industrial em destaque foi a fabricação de material elétrico e de comunicações, que registrou a maior variação de estoque do emprego no estado: 8,63%. “Esse segmento foi ampliado recentemente com a chegada da Yazaki, fabricante de chicotes elétricos para a indústria automotiva”, atestou ao ressaltar que no campo das demissões, o maior saldo negativo ficou por conta da indústria química, de produtos farmacêuticos, veterinários e perfumaria, com menos 60 empregos nesse período.
Para Magaiver, a retomada das contratações na indústria cerâmica vincula-se ao crescimento na Construção Civil, que representa o terceiro setor em geração de empregos, com 303 novos empregados e uma variação de 0,93%. “O Comércio também registrou saldo positivo, com 164 novos empregos (variação 0,26%), concentrados essencialmente no segmento varejista (125 admissões)”, explicou ao divulgar que os demais setores de serviços industriais, de utilidade pública, agropecuária, administração pública e extrativismo mineral registraram os seguintes saldos negativos respectivamente: 46, 34, 13 e três demissões. “Já em termos municipais, o emprego gerado em fevereiro esteve concentrado na capital e sua região metropolitana, o que equivale a 88% do total registrado”, concluiu.
De acordo com o secretário da Sedetec, Saumíneo Nascimento, esta evolução dos empregos em Sergipe possui correlação direta com o desenvolvimento econômico do setor empresarial sergipano (indústrias, setor de comércio, setor de serviços e turismo, etc.). “Grande parte destes setores são incentivados pelo Governo do Estado, na perspectiva de geração de emprego e renda para a sociedade. Esta, inclusive, uma das maiores preocupações do governador Jackson Barreto, inserir mais empreendimentos que possibilitem oportunidades de emprego para a população”, informa Saumíneo, acrescentando que a sinalização do governador Jackson Barreto, no momento de negociação para atração de novos investimentos para o estado, sempre é sobre a possibilidade de criação de novos empregos.
Fonte - ASN (Agência Sergipe de Notícias) 19/03/2014 

Dilma - O governo quer implantar transporte sobre trilhos

Transportes sobre trilhos

Durante discurso que teve como mote principal o anúncio de ações do Programa Água para Todos na cidade, iniciativa que pretende garantir o acesso à água para as populações rurais dispersas e em situação de extrema miséria, Dilma falou sobre vários projetos, entre eles sobre transporte público.

Francisco Carlos de Assis
Agência Estado
foto - ilustrtação
A presidente da República, Dilma Rousseff, disse na tarde desta quarta-feira, 19, em Sobral, cidade cearense que se localiza a 238 quilômetros de Fortaleza, que o governo federal está determinado a implantar transporte sobre trilhos em todas as cidades de porte médio do País.
Durante discurso que teve como mote principal o anúncio de ações do Programa Água para Todos na cidade, iniciativa que pretende garantir o acesso à água para as populações rurais dispersas e em situação de extrema miséria, Dilma falou sobre vários projetos, entre eles sobre transporte público. Falou da sua convicção de que metrô e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) são os grandes transportes de massa do futuro.
Dilma elogiou a iniciativa do prefeito de Sobral, Veveu Arruda (PT-CE), e do governo do Estado, Cid Gomes, que estão dando os primeiros passos para implantar o VLT na cidade. "O governo federal está determinado a implantar transportes sobre trilhos em todas as cidades médias do Brasil. Sobral vai ter seu VLT bem antes de ter os grandes problemas que uma cidade grande tem", disse.
Fonte - A Tarde  19/03/2014

Governo pretende votar Marco Civil nesta quarta (19)

Marco Civil

Após diversas reuniões com lideranças da base aliada, o governo cedeu em um ponto considerado polêmico: a obrigação de que empresas provedoras de conexão e aplicações de Internet manterem em território nacional estrutura de armazenamento de dados, os chamados data centers. Agora, a intenção é debater e votar a proposta na quarta (19).

Luciano Nascimento 
Repórter da Agência Brasil 
Ag.Brasil
Com a previsão de que o projeto de lei do Marco Civil da Internet (PL 2.126/11) finalmente vá a votação, nos próximos dias, o governo tenta formar consenso em torno da proposta que define os direitos e deveres de internautas e de provedores de acesso e conteúdo na internet.
Após diversas reuniões com lideranças da base aliada, o governo cedeu em um ponto considerado polêmico: a obrigação de que empresas provedoras de conexão e aplicações de Internet manterem em território nacional estrutura de armazenamento de dados, os chamados data centers. Agora, a intenção é debater e votar a proposta quarta (19).
O Artigo 12 do texto do relator, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), determinava que o governo poderia, por meio de decreto, obrigar os provedores de conexão - "que exerçam suas atividades de forma organizada, profissional e com finalidades econômicas - a instalarem ou utilizarem estruturas para armazenamento, gerenciamento e disseminação de dados em território nacional, considerando o porte dos provedores, seu faturamento no Brasil e a amplitude da oferta do serviço ao público brasileiro".
Após reunião, no início da noite desta terça-feira, com líderes do PSD, PCdoB, PSD, PR e PROS o governo admitiu retirar o artigo que gerou descontentamento com alguns partidos da base aliada. Por outro lado, os partidos decidiram acatar a previsão de neutralidade de rede, que consta no projeto.
"Ficou bastante claro que os partidos aprovaram a neutralidade e que iremos fazer um ajuste para a questão dos data centers, enfatizando a questão da soberania nacional", disse Ideli Salvatti.
"Nós vamos reforçar a redação do Artigo 11 para que não haja brecha sobre os dados coletados e armazenados no Brasil, para que não haja nenhuma dúvida sobre a aplicação da legislação nacional nessa matéria", disse Molon ao explicar que a redação foi incluída no projeto após a revelação dos casos de espionagem do governo brasileiro, por parte dos Estados Unidos, revelados pelo ex-consultor que prestava serviços à Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês) norte-americana, Edward Snowden.
A posição do governo foi reforçada na Câmara dos Deputados pelos líderes do PSD, Moreira Mendes (RO), e do PROS, Givaldo Carimbão (AL). Do ponto de vista do PSD, estamos saindo com o assunto liquidado para aprovar na íntegra o projeto, ressalvado o ponto do data center", disse Mendes. "A base do governo está pronta para votar nesta quarta (19)", completou Carimbão.
Desde o início da semana, o governo vem se reunindo com os parlamentares na tentativa do governo de domar a base aliada em torno da proposta. Ontem, Ideli se reuniu com o líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ), principal opositor do projeto, mas sem consenso.
Hoje pela manhã, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e Ideli Salvatti se reuniram com líderes da base aliada para tentar convencer os parlamentares de alguns pontos discordantes. Ao final do dia, o movimento do governo começou a surtir efeito e o principal ponto defendido pelo governo, o da neutralidade de rede, recebeu o apoio da base aliada, menos o PMDB, que já tinha apresentado uma proposta na semana passada para se contrapor ao projeto defendido pelo governo.
O PMDB é contra a neutralidade da rede. Em diversas ocasiões, o líder do partido na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), disse que a bancada votaria contra a proposta do marco civil.
O relator do Marco Civil da Internet, Alessandro Molon (PT-RJ), e o governo defendem a neutralidade de rede, princípio pelo qual as empresas que gerenciam conteúdo ou vendem acesso à Internet, ficam proibidas de dar tratamento diferenciado aos usuários.
Molon diz que se o texto for retirado, aumenta o risco de pacotes diferenciados de serviços. Quem pagar mais terá maior acesso a dados, como vídeos e streaming, enquanto os demais só poderão adquirir pacotes com acesso restrito a redes sociais e e-mails.
O projeto prevê ainda que qualquer modificação ou discriminação de conteúdo na neutralidade será feita mediante decreto, e só poderá ocorrer em casos de priorização de serviços de emergência, ou a partir de requisitos técnicos indispensáveis à prestação adequada dos serviços e aplicações.
Já o substitutivo do PMDB, limita a neutralidade da rede e possibilita a existência de contratos com pacotes em que a provedora de conexão faça contratos com pacotes com condições especiais: só e-mails; só acesso a redes sociais; só acesso a vídeos etc.
Além do PMDB, o DEM também apresentou texto alternativo que poderá se levado a plenário. Na proposta apresentada pelo DEM, não haverá exceções para a neutralidade de rede. "O conceito de neutralidade não pode, em nenhuma hipótese, ser definido ou pormenorizado por meio de regulamento ou decreto", diz a proposta, que também exclui a previsão de instalação de data center no país para a guarda de dados.
"Os data centers, como está posto no texto reivindicado pela presidenta Dilma [Rousseff], vai encarecer as conexões de Internet no Brasil, porque você vai ter que replicar data center de grande escala no mundo para o Brasil, e isso vai encarecer para o consumidor" disse o líder do DEM, Mendonça Filho (PE), para quem a neutralidade da rede do projeto do governo é falsa.
Molon refutou o argumento. De acordo com o deputado petista, a proposta apresentada pelo DEM é que traria prejuízo para os brasileiros que acessam a Internet, uma vez que se o princípio for retirado haverá diferenciação entre os internautas que poderão pagar por pacotes diferenciados, com maior acesso a dados, e os que só poderão adquirir pacotes com acesso restrito. "Se essa emenda fosse aprovada, isso inviabilizaria a Internet como conhecemos", disse Molon.
O Marco Civil da Internet tranca a pauta da Câmara desde outubro do ano passado. Diante da intenção do governo de iniciar a votação amanhã, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse que o texto vai começar a ser discutido em plenário nesta quarta (19), mas calcula que a votação pode sair até a próxima terça-feira (25).
"Havia o risco de chegarmos ao plenário e, por manobra legítima de obstrução, não votarmos. O ministro Cardozo vai estar aqui na quarta (19) para a última reunião a respeito do marco civil, e a partir da próxima terça-feira esta Casa terá que ter a sua pauta destrancada", disse Alves.
Para a ministra Ideli Salvatti, o ideal é que a votação seja realizada na quarta (19). "Se houver condições políticas, pretendemos votar, reforçou.
Fonte - Agência Brasil 18/03/2014 

terça-feira, 18 de março de 2014

Primeiro VLT da CBTU chega à João Pessoa até julho deste ano

Transportes sobre trilhos

De acordo com o gerente industrial da Bom Sinal, Ademar Brasil, empresa responsável pela fabricação dos trens que vão circular nas cidades de João Pessoa (PB) e Natal (RN), a montagem dos trens está dentro do cronograma estabelecido no contrato entre a Bom Sinal e a CBTU. 

CBTU
foto - cbtu
A primeira composição de três carros do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) estará chegando à capital paraibana até o fim do primeiro semestre deste ano. Foi o que garantiu nesta terça feira (18) o superintendente da CBTU em João Pessoa, Lucélio Cartaxo, ao realizar inspeção técnica na fábrica Bom Sinal, em Barbalha, no Ceará. Ao todo, oito trens novos substituirão os atuais que fazem o trajeto entre Cabedelo e Santa Rita.
Cartaxo revelou que ficou satisfeito com o ritmo dos trabalhos na montadora. “Os serviços estão bastantes adiantados e no mais tardar em junho estaremos recebendo a primeira composição em Cabedelo e após a chegada do primeiro comboio, a cada dois meses estaremos recebendo mais uma composição até concluir as oito”, acrescenta.
foto - cbtu
De acordo com o gerente industrial da Bom Sinal, Ademar Brasil, empresa responsável pela fabricação dos trens que vão circular nas cidades de João Pessoa (PB) e Natal (RN), a montagem dos trens está dentro do cronograma estabelecido no contrato entre a Bom Sinal e a CBTU. “O processo de montagem tem 10 etapas, estamos entrando na sexta fase e até o final do mês de maio ou início de junho deste ano estaremos entregando a primeira composição em João Pessoa”, afirma o gerente industrial.
Cartaxo disse ainda que com os novos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade, a CBTU terá orçamento para realizar as obras necessárias para tornar o sistema mais moderno e seguro. “Com os R$ 166 milhões iremos construir mais quatro estações, relocar as estações de Bayeux e Jacaré, recuperar e modernizar as nove restantes, reformar a via permanente, readaptar a Oficina de Cabedelo para atender a demanda de manutenção do VLT, murar todo o sistema e instalar cancelas eletrônicas em todas as passagens de nível (PN) com a finalidade de reduzir os acidentes no trecho”, explica.
O VLT é um trem moderno, rápido e seguro. Ele pode desenvolver até a 80km/h de velocidade. Possui capacidade para 450 pessoas por viagem e pesa cerca de 100 toneladas. Ele é dotado de bancos em fibra, ar condicionado, circuito interno de tv, sistema sonoro de informação, controle computadorizado e totalmente acessível.
Fonte -Imprensa CBTU João Pessoa 18/03/2014

Concursos abrem 18 mil vagas com salários de até R$ 22 mil

Utilidade Publica

O Banco do Brasil está com inscrições abertas para concurso público que irá preencher cadastro de reserva para os cargos de auxiliar de enfermagem do trabalho, técnico de segurança do trabalho, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho.
As inscrições custam R$ 45 e R$ 83, dependendo do cargo, e devem ser realizadas até o dia 20 de março por meio do site da Cesgranrio.

TB
foto - ilustração
Concursos públicos em todo o País com inscrições abertas oferecem atualmente 18.307 vagas para todos os níveis, com salários de até R$ 22 mil, como no caso das vagas para juiz de direito substituto no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. As oportunidades são para diversas regiões do País. Confira processos seletivos que estão na fase inicial.
Algás
A Gás de Alagoas S.A. (Algás) abriu inscrições para preencher 100 vagas com salários de até R$ 5.750,20. Os cargos são de assistente de processos organizacionais, técnico de processos operacionais, analista de processos organizacionais e engenheiro.
As inscrições vão até o dia 10 de abril e a taxa varia de R$ 60 a R$ 80. Os interessados devem se candidatar por meio do site da Copeve.
Banco do Brasil
O Banco do Brasil está com inscrições abertas para concurso público que irá preencher cadastro de reserva para os cargos de auxiliar de enfermagem do trabalho, técnico de segurança do trabalho, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho.
As inscrições custam R$ 45 e R$ 83, dependendo do cargo, e devem ser realizadas até o dia 20 de março por meio do site da Cesgranrio.
Dicas, perguntas e erros na hora da entrevista de emprego
Corsan
A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) abriu inscrições para preencher 242 vagas em diversos cargos (confira o edi al). Os salários variam de R$ 2.290,97 até R$ 6.154,00, mais vantagens.
As inscrições devem ser realizadas até o dia 21 de março por meio do site. As taxas são de R$ 63,69 e R$ 145,21.
Fundacentro
Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro) abriu inscrições para preencher 30 vagas de nível médio. Os salários variam de R$ 2.205,20 a R$ 4.793,20.
De acordo com o edital, as vagas são para Belém, Distrito Federal, Campinas (SP), Campo Grande, Curitiba, Porto Alegre e São Paulo. As inscrições devem ser realizadas até o dia 4 de abril por meio do site da Vunesp. A taxa é de R$ 52.
Funarte
Fundação Nacional das Artes (Funarte) abriu inscrições para concurso público que irá preencher 50 vagas de nível médio e superior, conforme o edital. Os salários variam de R$ 2.818,02 a R$ 4.247,82.
Entre as vagas disponíveis estão contador, administração e planejamento, contrarregra, assistente administrativo e assistente financeiro. As inscrições devem ser realizadas até o dia 3 de abril por meio do site da FGV Projetos.
Hospital das Clínicas da UFMG
O Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está com inscrições abertas para preencher 1.474 vagas. As vagas são para pessoas formadas em nível médio e superior (confira as vagas no edital), com salários de até R$ 7.744,00.
As inscrições devem ser realizadas no site do Instituto APCD até o dia 27 de abril. As taxas são de R$ 35 e R$ 55, dependendo do cargo escolhido.
Hospital das Clínicas da UFPE
A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares abriu inscrições para preencher 881 vagas e cadastro reserva no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). As vagas são para cargos de nível médio e superior, conforme o edital, e os salários variam de R$ 1.630 a R$ 7.774.
As inscrições devem ser realizadas até o dia 27 de março por meio do site, e as taxas variam de R$ 30 a R$ 50.
Marinha
A Marinha abriu processo seletivo para preencher 2.200 vagas para aprendizes de marinheiro. O salário não foi informado no edital.
Para se inscrever é necessário ter 18 anos completos e menos de 22 anos. As inscrições devem ser realizadas até o dia 20 de março por meio do site www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressona marinha.mar.mil.br.
Polícia Civil
A Polícia Civil abriu inscrições para preencher 1.384 vagas de investigador de polícia. O jornada de trabalho é de 40 horas semanais e o salário é de R$ 3.160,08.
Para participar do concurso, os candidatos devem ter nível superior em qualquer área. As inscrições vão até o dia 13 de abril por meio do site www.vunesp.com.br. A taxa é de R$ 63,92.
Receita Federal
A Receita Federal abriu inscrições para o concurso público que visa preencher 278 vagas de auditor fiscal, com salários de R$ 14.965,44. Para participar da seleção, os candidatos devem ter diploma de curso superior concluído em qualquer área.
As inscrições podem ser feitas no período de 13 a 27 de março pelo site www.esaf.fazenda.gov.br. A taxa é de R$ 130.
TJ Rio de Janeiro
O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro abriu inscrições para preencher 22 vagas de juiz substituto. O cargo exige nível superior em direito, além de experiência mínima de três anos de atuação na área. O salário é de R$ 22.797,33.
As inscrições devem ser realizadas até o dia 11 de abril por meio do site da Vunesp. A taxa é de R$ 200.
Secretaria de Saúde do Amazonas
A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) abriu concurso público para preencher 11.646 vagas para os níveis fundamental, médio e superior. Os editais com os cargos podem ser consultados na página da FGV Projetos.
As inscrições devem ser efetuadas exclusivamente pela internet por meio do site da FGV até o dia 24 de março. As taxas variam de R$ 40 a R$ 60, dependendo do cargo.
Fonte - Tribuna da Bahia  18/03/2014

Edital para projeto do VLT Natal sai em abril

Transportes sobre trilhos

A licitação no valor de R$ 6 milhões, em regime diferenciado de contratação, envolve projeto de modernização para as linhas que passarão a ser chamadas de Amarela, Verde e Azul, com viagens Ribeira-Parnamirim, Ribeira-zona Norte, e zona Norte-Ceará-Mirim, respectivamente. Essas linhas correspondem ao trajeto atual feito pelos trens da CBTU na Região Metropolitana de Natal

Tribuna do Norte (RN)
foto - ilustração
Está prevista para o próximo mês de abril a publicação do edital para contratação da empresa que vai elaborar o projeto executivo de modernização das linhas férreas da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Natal, onde vão circular os Veículos Leve sobre Trilhos (VLTs). Paralelamente, reuniões com governos municipais das cidades por onde passam os trilhos começam na primeira semana de abril, com audiência pública marcada para o dia 7 na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em Natal.
A licitação no valor de R$ 6 milhões, em regime diferenciado de contratação, envolve projeto de modernização para as linhas que passarão a ser chamadas de Amarela, Verde e Azul, com viagens Ribeira-Parnamirim, Ribeira-zona Norte, e zona Norte-Ceará-Mirim, respectivamente. Essas linhas correspondem ao trajeto atual feito pelos trens da CBTU na Região Metropolitana de Natal.
Segundo o superintendente da CBTU Natal, João Maria Cavalcanti, além do percurso dos VLTs, o projeto a ser elaborado fará relocação das estações, com reformas e reparos nas da Ribeira, de Extremoz e do Pitimbu, demolição das demais já existentes e construção de outras 27 paradas. Está incluso ainda recursos para construção de três túneis ou viadutos (que será definido após discussão com a Prefeitura) a serem implantados nos cruzamentos da ferrovia com as avenidas Bernardo Vieira, Mário Negócio e Capitão Mor Gouveia. A expectativa é que o resultado da licitação saia em maio.
O projeto de modernização prevê desmembramento das atuais linhas Norte e Sul em três linhas que passarão a ser identificadas por cores: Azul, Amarela e Verde. A primeira terá 24 quilômetros de extensão e oito estações; a Amarela com 17 km e 12 estações; e a Verde com 15 km e 10 estações. Para isso, foi liberado pelo governo federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para Mobilidade, o valor de R$ 311,65 milhões, que custeará toda a obra, sem contrapartida. O anúncio da liberação da verba foi feito pela presidente Dilma Rousseff na última quinta-feira (13).
Segundo João Maria Cavalcanti, foram comprados pela CBTU 12 VLTs e duas locomotivas, mais modernas que as atuais, no valor total de R$ 154 milhões. O primeiro VLT chega a Natal em maio, possivelmente dois deles, e começa a fase de teste. “Com a chegada dos novos veículos, eles passam para fase de teste e devem entrar em circulação em agosto”, afirma o superintendente. Ele acrescenta que a montadora dos VLTs mandará equipes para treinar o pessoal que trabalhará com a nova frota. A companhia espera reduzir o tempo de espera da atual 1h30 para 20 minutos, enquanto o número de passageiros deve aumentar de 6 mil para 60 mil por dia.
A CBTU já pensa em novo seminário sobre expansão dos VLTs em Natal, com data provável para o mês de maio. A ministra Miriam Belchior, da pasta de Planejamento, Orçamento e Gestão, sinalizou interesse em participar e deve comparecer.
Além do projeto de modernização, a CBTU apresentou em dezembro do ano passado um pré-projeto de expansão das ferrovias, implantando VLTs nas regiões centrais da cidade através de quatro novas linhas, que teriam o seguinte percurso: Branca, de Parnamirim a Nísia Floresta; Marrom, da Ribeira ao campus da UFRN; Laranja, formando anel viário pelas avenidas Mor Gouveia e Jaguarari, interligando as linhas Amarela e Marrom; e a linha Roxa, formando outro anel viário que ligará as cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo do Amarante, passando pelo Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves.
A CBTU pretende executar primeiro a linha Marrom, passando pela avenida Jaguarari e por Candelária até chegar à UFRN. “A [linha] Ribeira-Campus seria a primeira a ser executada, mas ainda estamos nos estudos iniciais dessa expansão, que será trabalhadas após a modernização das linhas já existentes. Agora, que a compra de veículos e os recursos pelo PAC foram superados, a próxima etapa é conseguir recursos para expansão das linhas”, afirma João Maria Cavalcanti.

CONCURSO
Foto - CBTU
Em decorrência das mudanças que o sistema ferroviário do Estado vem passando, a CBTU Natal fará contratação de pessoal via concurso público. As 75 vagas a serem ocupadas em Natal incluem diversas áreas para ensinos Superior e Médio, além de cargos técnicos. O concurso vai ofertar 525 vagas em todas as unidades da companhia no país. As provas estão inclusas no concurso nacional da CBTU, a serem aplicadas, na primeira fase (provas objetivas e discursivas), no Rio de Janeiro, em Recife, João Pessoa, Natal e Maceió. A segunda fase só será aplicada em Recife.
As inscrições podem ser feitas no site www.consulplan.net, das 14h da próxima quinta-feira (20), até as 23h59 do dia 22 de abril. No mesmo endereço eletrônico já está disponível desde ontem o edital com mais detalhes como valores de inscrição, salários, cargos ofertados e conteúdo a ser cobrado nas provas. A data prevista inicialmente para aplicação das provas é 25 de maio, em dois turnos.
Fonte -  Revista Ferroviária  18/03/2014

"Marcha da Família Alienada" é ópera bufa - Bob Fernandes

Política







Daqui duas semanas, os 50 anos do golpe militar que enterrou o Brasil numa ditadura de 21 anos.
Num país em que 55 milhões de pessoas usam internet há espaço para dizer e acreditar no que se quiser.
Mesmo que seja algo sem pé e, principalmente, sem cabeça. Há quem, no próximo sábado, pretenda reeditar em 200 cidades a "Marcha da Família com Deus".
Em 64, tal "Marcha" foi uma das muitas senhas para o golpe e a instalação da ditadura.....
Bob Fernandes

Receita do setor de serviços varia 9,3% em um ano, diz IBGE

Economia

O maior crescimento foi registrado nos serviços prestados às famílias, que cresceram 12,1% e tiveram peso de 9,6% na taxa geral. O maior impacto continua sendo o do setor de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, que responde por 34,4% da taxa nacional e avançou 10,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior, com altas em todos os seus componentes: 9,8% no transporte terrestre, 18,3% no aquaviário, 16,3% no aéreo e 8,6% na armazenagem, serviços auxiliares de transporte e correio.

Vinícius Lisboa, repórter da Agência Brasil 
foto - ilustração
A receita do setor de serviços começou o ano de 2014 com crescimento de 9,3% em relação a janeiro de 2013, divulgou hoje (18) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa representa aumento de 1 ponto percentual em relação a dezembro, que teve o valor revisado para 8,3%.
O maior crescimento foi registrado nos serviços prestados às famílias, que cresceram 12,1% e tiveram peso de 9,6% na taxa geral. O maior impacto continua sendo o do setor de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, que responde por 34,4% da taxa nacional e avançou 10,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior, com altas em todos os seus componentes: 9,8% no transporte terrestre, 18,3% no aquaviário, 16,3% no aéreo e 8,6% na armazenagem, serviços auxiliares de transporte e correio.
Os serviços de informação e comunicação também aumentaram a participação na taxa geral em janeiro, mês em que participaram com 32,3% da variação. Esse tipo de serviço teve receita 7% maior no primeiro mês de 2014. Os serviços profissionais, administrativos e complementares tiveram variação anual de 8,1%, e o item outros serviços variou 6,2%.
Todas as unidades da Federação tiveram alta na receita dos serviços, com destaque para o Distrito Federal, onde o crescimento chegou a 19,1%. Goiás (17,8%) e Paraíba (17%) também cresceram de forma mais acentuada e em Mato Grosso (0,6%) e no Pará (1,4%) as altas foram menores.
Com variação de 11,2%, São Paulo respondeu por 52,6% do resultado nacional, ou 4,9 pontos percentuais dos 9,3% de crescimento brasileiro. O Rio de Janeiro, que cresceu 8,2%, teve a segunda maior participação, com 12,8%.
O Distrito Federal liderou o crescimento dos sertores de serviços profissionais, administrativos e complementares, de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio e de outros serviços. No caso dos serviços prestados às famílias, o maior crescimento foi no Espírito Santo, com 21,4%, e nos serviços de informação e comunicação, Goiás cresceu mais, com variação de 27,7%.
Fonte - Agência Brasil  18/03/2014

Brasil surpreende e abre 260,8 mil vagas formais de trabalho em fevereiro

Economia

Em janeiro deste ano foram criados 30 mil postos com carteira assinada, de acordo com dados ajustados.
Pesquisa da Reuters feita com analistas de mercado mostrou que a expectativa, pela mediana das previsões, era de abertura de 110 mil novas vagas, com as projeções variando entre 91 mil e 130 mil novos postos.

Reportagem de Luciana Otoni
foto ilustração - Ag.Brasil
(Reuters) - O Brasil registrou abertura de 260.823 vagas de trabalho no mês passado, melhor resultado para meses de fevereiro desde 2011, influenciada por altas contratações no setor serviço, na indústria e na construção civil.
O número, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apresentado nesta segunda-feira pelo Ministério do Trabalho, é mais que o dobro dos 123,4 mil postos gerados em fevereiro do ano passado.
Em janeiro deste ano foram criados 30 mil postos com carteira assinada, de acordo com dados ajustados.
Pesquisa da Reuters feita com analistas de mercado mostrou que a expectativa, pela mediana das previsões, era de abertura de 110 mil novas vagas, com as projeções variando entre 91 mil e 130 mil novos postos.
Em fevereiro, as contratações foram lideradas pela forte expansão do emprego no setor serviços, que apresentou contratação líquida de 143,3 mil pessoas. Por subsetores destacaram-se as instituições de ensino e os segmentos de alimentação, de transportes, de comunicação e de saúde.
A indústria da transformação mostrou contratação líquida de 51,9 mil trabalhadores, enquanto a construção civil teve admissão líquida de 25 mil operários. O comércio gerou 19,3 mil novas vagas e a agricultura, mais 6 mil postos.
A elevada geração de vagas ocorre em um mês de fevereiro que não contou com o feriado do Carnaval.
A economia brasileira mostra os primeiros sinais de que atividade neste início de 2014 está em ritmo positivo, com produção industrial e varejo em alta. Ainda assim, especialistas avaliam que ainda é cedo para acreditar que a economia não vai desacelerar neste ano.
Mesmo com a volatilidade, o mercado de trabalho continua sendo uma das âncoras do governo da presidente Dilma Rousseff, que tentará a reeleição este ano.
Fonte - R7.com  17/03/2014

Prefeitura de Salvador gasta recursos do Turismo com festas desnecessárias

Opiniâo

Durante os dias da festa o que se vê são carros de turismo vazios e agentes de viagem sem clientes, mas com contas para pagar. Quem ganha dinheiro são transportadores, camarotes, blocos e cervejarias, a maioria parceiros privados da secretaria de Turismo do estado e da própria Prefeitura, através da Saltur.

José Queiroz -TB
foto - ilustração
Festas não atraem turistas! Nem mesmo o Carnaval, evento que prejudica sensivelmente a indústria turística do município, por causa da alta de preços e falta de mobilidade e segurança em toda a cidade. Durante os dias da festa o que se vê são carros de turismo vazios e agentes de viagem sem clientes, mas com contas para pagar. Quem ganha dinheiro são transportadores, camarotes, blocos e cervejarias, a maioria parceiros privados da secretaria de Turismo do estado e da própria Prefeitura, através da Saltur.
O prefeito ACM Neto tem recebido críticas e tem tentado justificar com a alegação de ‘patrocínios’, mas esse dinheiro é deduzido de impostos através das leis de incentivo fiscais, e desfalca as necessidades básicas do contribuinte, sim, que não usufrui do lucro gerado pela generosidade de gestores públicos e seus parceiros. No caso do Turismo, governantes tem usado e abusado da desculpa de que isto atrai visitantes, e não é verdade, ao contrário, além de afastá-los, os recursos gastos ao longo dos últimos anos serviriam para recuperar o Centro da cidade - que é o que o Turismo precisa! - especialmente desde 2013, na gestão de Guilherme Belintani, titular da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura de Salvador, que também é empresário da noite.
O último Reveillon foi uma autêntica demonstração de improbidade administrativa! 4 dias, mais de R$ 6 milhões! Como se o Centro da cidade não tivesse outras necessidades e prioridades, e Salvador tivesse tanto o que comemorar, pois além de ter o próprio Centro arruinado física e socialmente, não tem serviço de praia para baianos e turistas, e é a terceira cidade mais violenta do país. R$ 28 milhões foi o anunciado para os 8 dias de carnaval, mas se for investigado, seguramente, a cifra é bem maior! E o prefeito ACM Neto vai patrocinar para seus parceiros mais um absurdo carnaval em junho! Porém, o que despertou a indignação de boa parte da cidade, e da maior parte da indústria turística - aquela que não é parceira do Estado ou da Prefeitura - especialmente a comunidade do Pelourinho, é a farra com dinheiro público que vai ser feita durante 8 dias, por conta do aniversário da cidade! E ainda haverá mais festa na Páscoa!
O turismo de Salvador precisa do Centro Histórico, serviço de praia e segurança! O prefeito ACM Neto não tem cumprido as promessas que fez ao Pelourinho quando precisou de apoio para eleger-se, não teve coragem, ou seu partido não tem interesse, de concluir a reforma do bairro, rodeado por ruínas de prédios e ruínas humanas que espantaram baianos e turistas. O descaso com o Patrimônio da Humanidade repercutiu até fora do país! E não adianta inventar atrativos, o turista quer o bairro de Jorge Amado, quer curtir praia, quer hotéis bons, mobilidade, serviços profissionais e segurança! O resto é conversa fiada, é mentira oficial, é incompetência, é desvio dos muitos recursos que são gerados ali e outros que o bairro tem direito por diversas vias, nacionais e internacionais. Instituições públicas e civis se beneficiam e se omitem com o que está acontecendo no Pelourinho. A gota d’água para os defensores do Centro Histórico foi o anúncio da venda de mais 300 casarões, que foi feita no último Natal!
Fonte - Tribuna da Bahia  17/03/2014

segunda-feira, 17 de março de 2014

Viadutos de Salvador um risco constante

Cidade

Viadutos de Salvador são um risco
Além de buracos, alguns estão com pilares de sustentação corroídos

Maíra Côrtes -TB
Foto: Romildo de Jesus/Tribuna da Bahia
A situação dos viadutos de Salvador tem preocupado tanto a população quanto especialistas. A falta de manutenção e os riscos oferecidos são visíveis na maioria das estruturas que existem na cidade. Rachaduras, ferro exposto, infiltrações e até buracos são condições facilmente encontradas em viadutos por onde passam pedestres, carros e veículos de carga pesada.
No viaduto localizado em cima da Av. Graça Lessa, sentido Ogunjá, os pedaços de ferro e a infiltração assustam pedestres como o armador de móveis Raimundo Silva. “Eu sempre passo por debaixo desse viaduto. Moro aqui perto há mais de vinte anos e nunca vi nenhuma manutenção sendo realizada nele. Esses ferros aqui mostram que a estrutura está bem fragilizada”, aponta.
No viaduto do Politeama a situação é ainda mais crítica. O péssimo estado de conservação se reflete nos buracos e placas de cimento soltas. “Qualquer pessoa mais distraída pode cair na pista e correr o risco de ser atropelada. O risco aumenta ainda mais para um idoso ou alguém com dificuldade de locomoção”, lembra a vendedora Sandra Castro, que passa diariamente pelo local.
Segundo o presidente do Sindicato da Arquitetura e da Engenharia (Sinaenco) Seção Bahia, Eduardo Azevedo Tourinho, há mais ou menos três anos, os problemas de construções antigas como pontes, túneis e viadutos de Salvador foram relatados em um estudo feito pelo sindicato. “O objetivo era mostrar às autoridades competentes que muitos equipamentos estão com urgência de intervenções”, alerta.
Tourinho lembra que esses viadutos, na época em que foram construídos, não passavam tantos carros e caminhões de grande porte como atualmente. “Nem todos eles foram projetados para essa realidade e, por isso, é preciso ter um pouco mais de atenção com essas estruturas e se organizar para isso. Sai mais barato fazer a manutenção preventiva do que corrigir o problema”, destaca.
Fonte - Tribuna da Bahia 17/03/2014

Falha causa atrasos na Linha 1 - Azul do Metrô de SP

Metrô de SP

De acordo com o Metrô, um defeito acometeu o sistema pneumático de um trem parado na plataforma da Liberdade, às 7h15. As pessoas que estavam dentro da composição tiveram que desembarcar, mas o trem ficou quase 40 minutos estacionado na estação.


O Estado de S. Paulo 
foto - ilustração
Uma falha em um trem na Estação Liberdade, na Linha 1-Azul, causou transtornos aos passageiros do Metrô de São Paulo na manhã desta segunda-feira, 17. Como reflexo da pane, as demais composições circularam com a velocidade reduzida. Além disso, houve formação de filas grandes fora das estações, atrasando o embarque dos usuários.
De acordo com o Metrô, um defeito acometeu o sistema pneumático de um trem parado na plataforma da Liberdade, às 7h15. As pessoas que estavam dentro da composição tiveram que desembarcar, mas o trem ficou quase 40 minutos estacionado na estação.
Só às 7h53 a composição foi removida do local. A partir daí, o Metrô informou que a linha estava em processo de normalização. A reportagem apurou que na Estação Tucuruvi chegou haver controle de fluxo de passageiros, ou seja, funcionários restringiam a entrada de pessoas na parada, a fim de evitar superlotação da plataforma, o que provocou filas extensas do lado de fora.
O problema impactou outras linhas, como a 2-Verde e a 3-Vermelha, onde os trens rodaram com a velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações.
Fonte - A Tarde  17/03/2014