sábado, 25 de maio de 2013

Dois ônibus batem de frente na av. Vasco da Gama...um da Incompetência e o outro do Descaso

Dois ônibus batem de frente na av. Vasco da Gama e deixam dez passageiros feridos

O acidente aconteceu na via exclusiva de coletivos, próximo à delicatessen Perini
Redação Correio 24h

Acidente causou engarrafamento. 
Foto: Reprodução/Jean Conceição
Um acidente entre dois ônibus por volta do meio-dia deste sábado (25) deixou pelo menos dez passageiros feridos na avenida Vasco da Gama, em Salvador. O acidente aconteceu na via exclusiva de coletivos, próximo à delicatessen Perini.
Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), os veículos, da empresa Joevanza e BTU bateram de frente. Os passageiros foram projetados dos assentos e sofreram diversos ferimentos. Não há informação sobre mortos.
A Central de Polícia informou que alguns deles ficaram presos às ferragens. Os feridos foram socorridos por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Eles foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE). O estado de saúde das vítimas não foi divulgado.
Do iBahia .com 25/05/2013


CORREDORES DE ÔNIBUS X CORREDORES DA MORTE

Não é de hoje que viemos alertando para a falta de segurança em virtude da maneira errada e precária com a qual vem sendo operados os corredores exclusivos de ônibus em Salvador sempre colocando em risco constante os seus usuários e os condutores dos veículos,que no final arcam sempre com o peso maior da responsabilidade em caso de um acidente.Não faz muito tempo que um grave e semelhante acidente ocorreu no corredor da Av. ACM próximo ao Iguatemi.Nem precisa ser um especialista para constatar tal fato,basta um minimo de inteligência e um pouco de sensibilidade ou simplesmente alguém que já teve a oportunidade de conhecer alguns deles em outras cidades,São Paulo é um bom exemplo.As primeiras vias exclusivas construídas em Salvador foram concebidas para o trafego de VLTs,sendo adaptadas e usadas como corredores de ônibus  logo após o projeto ( do bonde moderno ) ser abandonado de vez na gestão do prefeito MK.As plataformas centrais para embarque e desembarque de passageiros projetadas para o VLT,permaneceram (os VLTs tem portas nas duas laterais) e não foram modificadas para atender aos padrões dos ônibus aqui utilizados (com portas apenas de um lado) o que seria mais difícil e complicado.O correto então seria se adotar a solução aplicada nas cidades que usam tais corredores com a adoção de veículos,os ônibus,com portas nas duas laterais,ou seja dos dois lados,que acabaria com o intenso ziguezague dos ônibus dentro dos corredores (trafegando nas faixas invertidas),trocando de  faixa constantemente,(operação em X) passando a trafegar na faixa da direita dentro do sentido normal e de acordo com as regras de trânsito vigente no Brasil ( ao invés da utilizada mão inglesa) Dessa maneira ainda facilitariam e melhorariam significativamente a acessibilidade de todos os usuários pois as portas do lado esquerdo dos ônibus eliminam os degraus com o piso do ônibus parando em nível com a plataforma de embarque e desembarque.No entanto essa solução que nunca foi adotada provavelmente atendendo unicamente os interesse dos donos de ônibus que certamente não querem arcar com investimento um pouco mais alto ao adquirir seus novos ônibus optando sempre por modelos mais simples existentes no mercado.A medida que aumentou o numero de veículos em circulação nesses corredores ao longo dos anos,o sistema que já a muito deu sinais de fadiga,começa a mostrar também de maneira mais grave  as suas deficiências e fragilidades agora fazendo vítimas, em virtude da maneira totalmente equivocada e perigosa com que vem sendo operados.O sinal vermelho já esta aceso, resta agora a sensibilidade do poder público para entender a gravidade do problema e fazer valer a sua autoridade como poder concedente de um serviço público e modificar o sistema operacional desses corredores exigindo dos concessionários a  partir de então que a renovação da frota e a a sua ampliação  sejam feitas já com a aquisição de ônibus com portas nas duas laterais ( dos dois lados) pondo um fim a essa arriscada  e perigosa armadilha, a operação ZIGUE-ZAQUE.
Pregopontocom

Greve na Espanha atrasa fase de testes do VLT cuiabano

Cronograma de entrega dos veículos não sofreu alterações, diz Secopa

Secopa


VLT cuiabano: fase de testes dos vagões na Espanha é prorrogada

LISLAINE DOS ANJOS
DA REDAÇÃO
Uma greve geral dos trabalhadores na Espanha fez com que a fase de testes dos vagões do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Cuiabá fosse prorrogada até o dia 7 de junho próximo.

Antes prevista para ser encerrada em 31 de maio, a fase é fundamental para a aprovação e liberação dos trens para o Brasil.
Apesar do imprevisto, a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) mantém o cronograma de entrega dos dois vagões já concluídos para o mês de agosto.
Devido à paralisação, as atividades previstas para os dias 24 e 30 de maio foram adiadas para os dias 3 e 4 de junho.
Agora, a avaliação final e comprovação de resultados para aprovação documental dos testes serão realizadas nos dias 5 e 6 de junho, encerrando a fase de avaliação.
Teste
"Nos testes referentes à tração dos trens, pudemos tracionar com o VLT em linha reta, mesmo que em baixa velocidade, controlada pelo próprio sistema de tração"
A CAF – empresa responsável pela montagem do modal – possui três fábricas com linhas de montagens diferenciadas na Espanha, situadas nas cidades de Beasain, Irún e Zaragoza, região basca no extremo norte do país.
Segundo o engenheiro da Secopa que acompanha a fase de testes em Irún, André Luiz Correia Gomes de Bento, as duas composições passam por testes de tração (movimentação dos trens) e funcionamento dos equipamentos elétricos e eletrônicos que compõem o VLT, além de radiofonia e sistema de GPS.
“Nos testes referentes à tração dos trens, pudemos tracionar com o VLT em linha reta, mesmo que em baixa velocidade, controlada pelo próprio sistema de tração, como parte do processo de verificação e avaliação dos componentes”, explicou.
Nessa fábrica também são feitos os serviços de pintura das caixas dos trens e cabines, trabalhos de instalações de cabeamento e montagens de estruturas, acabamentos internos e externos, além de aplicação de testes físicos.
Ao serem instalados os equipamentos na composição, eles passam por testes de fixação, resistência, condução, receptividade de sinais e transmissões de dados.
O engenheiro explica que os testes são feitos pelo próprio instalador como parte do processo de qualidade e responsabilidade da empresa CAF em suas certificações.
“Nenhum equipamento sai sem antes ser testado e liberado para prova final que é o que estamos monitorando”, afirmou.
Foram feitas também simulações para verificar os sistemas de som e transmissão de mensagens entre o condutor do trem e o Centro de Controle Operacional e também com o restante da composição através de informações transmitidas aos usuários no interior do trem.
Outro trabalho em andamento são os testes referentes à sinalização dos trens.
"Nenhum equipamento sai sem antes ser testado e liberado para prova final que é o que estamos monitorando"“Todos os testes aplicados até o momento foram executados com sucesso e com rigorosa inspeção de qualidade pelos profissionais do próprio fabricante, bem como de representantes de fornecedores de equipamentos específicos que não fabricados pela CAF”, disse.
Implantação do VLT
Constituído de dois eixos, CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro, o VLTserá implantado nos canteiros centrais das principais avenidas de Cuiabá e Várzea Grande: Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), FEB, XV de Novembro, Tenente-Coronel Duarte (Prainha), Coronel Escolástico e Fernando Corrêa da Costa.
O VLT contará com três terminais de integração e 33 estações de embarque e desembarque, com distância média de 600 metros entre um ponto e outro.
A capacidade máxima de cada vagão será de 400 passageiros e a expectativa da Secopa é de que o modal demore em torno de 20 minutos para percorrer, de uma extremidade a outra, cada eixo.
Além de implantar o modal e construir os veículos, entregando-os prontos para operação, o Consórcio VLT Cuiabá – responsável pela execução da obra – também deverá construir obras de arte ao longo dos 22,2 km de trajeto do VLT, sendo cinco viadutos, quatro trincheiras e três pontes.

Fotos - Secopa /MT
Fonte - midianews  24//05/2013

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Governo da Bahia lança edital de licitação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas

Foto - Pregopontocom
Da Redação
Foi lançado na manhã desta sexta-feira  (24/05) o edital de licitação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas numa solenidade realizada  no Hotel Pestana, no  Rio Vermelho em Salvador, com a presença do governador Jaques Wagner e dos prefeitos de Salvador ACM Neto  e de Lauro de Freitas Márcio Paiva.
Um leilão definira a operadora do sistema e será realizado  a partir do dia 15 de julho na  Bovespa, Bolsa de Valores de São Paulo,e no dia 30 no mesmo mês  será divulgada a proposta vencedora. A assinatura do contrato ocorrera no mês de setembro e as obras serão iniciadas a partir de outubro.
Foto-Pregopontocom
 Dentro do prazo de 180 dias a empresa vencedora terá que apresentar um projeto de extensão da Linha 1 até Águas Claras. Está  previsto também no edital a conclusão da Linha 01 (Acesso norte/Pirajá), a construção da Linha 02 (Est,Bonoco/Lauro de Freitas) e a operação de todo o sistema metroviário. A obra que será  através  de uma PPP,Parceria Público-Privada, com investimento previsto de mais de R$ 4 bilhões.
Estiveram presentes também a solenidade vereadores de Salvador e Lauro de Freitas,Deputados Estaduais,o Senador Walter Pinheiro,O presidente da Assembleia Legislativa Marcelo Nilo,o Sec.Cícero Monteiro da Sedur,o Sec.Rui Costa da Casa Civil,a ex prefeita de Lauro de Freitas Moema Gramacho,além de representantes da sociedade civil.O gov. JW em seu discurso falou sobre as diversas obras e projetos previstos pelo governo do estado para a cidade que deverão ter um impacto positivo na melhoria da mobilidade em Salvador e ressaltou a sua disposição de continuar atuando sempre de maneira republicana na parceria com a prefeitura de Salvador independente de ideologias políticas e partidárias,colocando sempre em 1º plano a cidade e a sua população.
Informações e dados da Sedur
Pregopontocom

Enem já registra mais de 5 milhões de inscritos

Enem já registra mais de 5 milhões de inscritos; prazo termina segunda-feira

Mariana Tokarnia
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Termina na próxima segunda-feira (27), às 23h59, o prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. Segundo o Ministério da Educação (MEC), até as 18h18 de hoje (24), 5.199.918 estudantes fizeram o cadastramento. O número se aproxima do total de inscritos no ano passado, 5,8 milhões. A expectativa é ultrapassar a estimativa inicial de 6 milhões. O prazo de inscrição não será prorrogado.
De acordo com o balanço divulgado pelo MEC, São Paulo registra o maior número de inscrições por estado, 809.608, seguido de Minas Gerais, com 564.401 inscritos. O Ceará vem em terceiro, com 393.454, depois vem o Rio de Janeiro, com 379.318 candidatos.
O Enem é destinado aos estudantes que já concluíram ou vão concluir o ensino médio até o fim de 2013, mas pode ser feito também por quem quer apenas treinar para a prova. O exame será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro em todos os estados e no Distrito Federal.
A inscrição é confirmada apenas após o pagamento da taxa ou a confirmação dos dados de isenção. O prazo para o pagamento termina na próxima quarta-feira (29). Estão isentos os concluintes do ensino médio em 2013, matriculados em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica. Também não precisa pagar a taxa quem tiver renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Para os candidatos não isentos, a taxa de inscrição é R$ 35.
Os interessados em fazer a prova devem se inscrever pela internet no endereço do Enem. Para os estudantes que têm dúvidas, a página também traz um passo a passo com orientações detalhadas sobre como fazer a inscrição no exame.
O resultado do exame é usado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior. O desempenho no Enem é também requisito para participação nos programas Universidade para Todos (ProUni) e Ciência sem Fronteiras e para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Estudantes maiores de 18 anos que ainda não obtiveram a certificação do ensino médio podem fazê-lo por meio do Enem.
Fonte - Agência Brasil  24/05/2013

Salário médio do brasileiro aumentou 2,4% de 2010 para 2011

A média mensal ficou em R$ 1.792,61 (3,3 salários mínimos), em termos reais.Os dados fazem parte das Estatísticas do Cadastro Central de Empresas (Cempre) 2011, divulgadas pelo IBGE. Os maiores salários médios foram identificados no Distrito Federal (6,3 salários mínimos), Rio de Janeiro (3,9 salários mínimos), em São Paulo e no Amapá (3,8 salários mínimos), e em Roraima (3,3 salários mínimos)

Flávia Villela
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - O salário médio mensal do brasileiro aumentou 2,4%, em termos reais, entre 2010 e 2011, ficando em R$ 1.792,61 (3,3 salários mínimos). Já o total de salários e outras remunerações aumentou 8%. Os dados fazem parte das Estatísticas do Cadastro Central de Empresas (Cempre) 2011, divulgada hoje (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Os maiores salários médios foram identificados no Distrito Federal (6,3 salários mínimos), Rio de Janeiro (3,9 salários mínimos), em São Paulo e no Amapá (3,8 salários mínimos), e em Roraima (3,3 salários mínimos). As menores participações ficaram no Ceará (2,3 salários mínimos), em Alagoas, na Paraíba e no Piauí (2,4 salários mínimos). O levantamento considerou o valor médio anual do salário mínimo de R$ 510, em 2010, e de R$ 544, em 2011.
Regionalmente, o Sul e o Sudeste, além do Distrito Federal, apresentaram os maiores valores reais, no período de 2008 a 2011, enquanto as regiões Norte e Nordeste apresentaram os menores valores. Apesar disso, o crescimento do salário real foi mais elevado nas capitais das regiões Norte e do Nordeste do país e mais baixo no Distrito Federal e nas capitais da Região Sudeste.
O estudo mostra também que as empresas ativas no país em 2011 possuíam 5,6 milhões de unidades locais (51,9%) na Região Sudeste, que concentrava também 51% das pessoas ocupadas e 55,5% dos salários e outras remunerações. A Região Nordeste ficou na segunda colocação em pessoal ocupado total (17,9%) e, em salários e outras remunerações, em terceiro lugar (14,1%). A Região Sul foi a segunda quanto ao número de unidades locais (21,3%) e em salários e outras remunerações (15,6%).
Ainda segundo o IBGE, entre 2008 e 2011, os salários médios mensais cresceram 8,7%, em termos reais e o pessoal assalariado passou de 38,4 milhões para 45,2 milhões; foram gerados 6,8 milhões de novos vínculos empregatícios, dos quais quase a metade (46,8%) ocorreu em três seções, com destaque para o comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (21,8%). Construção representou 13,2% e atividades administrativas e serviços complementares, 11,8%.
Fonte - Agência Brasil  24/05/2013


Especialistas temem pressões sobre a Mata Atlântica

Apesar de queda da devastação, especialistas temem pressões sobre a Mata Atlântica



Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Em pouco mais de duas semanas, deve ser divulgado o novo levantamento sobre a situação da Mata Atlântica. O monitoramento é feito anualmente pela Fundação SOS Mata Atlântica a partir de imagens captadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
As imagens mais recentes do bioma (2010-2011), que abrange 17 estados, mostram a redução da devastação, incluindo o desmatamento e as queimadas. Apesar da tendência de queda, especialistas temem que as pressões exercidas sobre essas florestas alterem essa trajetória.
Como o bioma é cercado por áreas muito populosas, convive com a constante ocupação. “São desmatamentos pequenos para a expansão de casas [chamado efeito formiga] e quando você vê já foram destruídas áreas grandes. A gente não consegue acompanhar desde o início porque as imagens usadas no monitoramento só captam áreas maiores de 3 hectares”, explicou Marcia Hirota, diretora de Gestão do Conhecimento da SOS Mata Atlântica.

Quase 120 milhões de pessoas vivem nos arredores da Mata Atântica, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente. Os estados que abarcam o bioma respondem por 70% do Produto Interno Bruto (PIB).
Ao lado da importância econômica dessas regiões, estão os serviços prestados pela floresta que as circundam. A biodiversidade da mata, considerada uma das mais ricas do mundo, é responsável, segundo especialistas e o governo, por regular o fluxo dos mananciais hídricos, assegurar a fertilidade do solo, controlar o equilíbrio climático e proteger encostas de serras, evitando desmoronamentos como os que vêm sendo registrados em Teresópolis e em Petrópolis, no Rio de Janeiro.
“A preservação da mata ciliar é uma garantia de sobrevivência para essas populações. Não é simplesmente porque é a casa dos bichinhos, mas é pelos benefícios às pessoas”, disse Marcia. “A água é um assunto que todo mundo entende. Se aquelas nascentes, protegidas pelas florestas, desaparecerem, não teremos água para consumir”, completou.
O estado do Rio de Janeiro vem registrando redução da devastação e o modelo adotado de criação de áreas protegidas privadas e públicas, para manter a diversidade biológica, é apontado como eficiente.
Números do Instituto Estadual do Ambiente do Rio (Inea) mostram que desde 2007 a área das unidades de conservação com proteção integral passou de 117 mil hectares para 204 mil hectares. A proteção aumentou com a criação de quatro parques estaduais (Cunhambebe, Costa do Sol, Lagoa do Açu, Pedra Selada ), a ampliação de mais três parques (Ilha Grande, Três Picos e Serra da Tiririca) e da Reserva Biológica de Araras e a criação de duas áreas de proteção ambiental (APA) estaduais (Rio Guandu e Alto Iguaçu).

Marcia Hirota lembra que o Rio já esteve no topo da lista de devastadores entre 1990 e 1995, com cerca de 140 mil hectares atingidos. De 2010 a 2011, a área devastada somou 51 hectares. “A maior parte do que resta da Mata Atlântica está nas mãos de particulares. A criação de reservas particulares é importantíssima. Foi uma redução violenta, com os menores índices verificados”, disse.
Quanto ao remanescente de vegetação nativa do bioma, a maior parte permanece sem proteção e está fragmentada. O governo federal estuda formas de incentivar a conservação e o uso sustentável, como a recuperação de áreas degradadas.
Os ambientalistas esperam confirmar a trajetória de preservação do bioma - formado por florestas, restingas e manguezais, que já ocuparam aproximadamente 1,3 milhão de quilômetros quadrados. Pelos dados do governo, cerca de 22% da cobertura original estão mantidos e em diferentes estágios de regeneração. Aproximadamente 7% da mata estão bem conservados.
No último levantamento, mesmo com a queda da devastação na Bahia e em Minas Gerais, os números ainda preocupam. Em Minas Gerais, por exemplo, do bioma que já cobriu 46% do território, 27 milhões de hectares, restam apenas 3 milhões de hectares. A Bahia assumiu a segunda posição no ranking com o desflorestamento de 4,6 mil hectares de 2010 a 2011.
Fonte - Agência Brasil  24/05/2013

Theatro Municipal do Rio estreia nova temporada de O Lago dos Cisnes

Cristina Indio do Brasil
Repórter da Agência Brasil

foto ilustração - nousaimonslart
Rio de Janeiro - A partir de hoje (24), o público terá a oportunidade de assistir a mais uma série de apresentações do balé O Lago dos Cisnes. Depois de sete anos da última temporada, o famoso balé se apresenta no Theatro Municipal, em uma versão criada em 2006 por Yelena Pankova.
Os primeiros bailarinos do San Francisco Ballet, a cubana Lorena Feijoo e o brasileiro Vitor Luiz, são convidados especiais. Os destaques do balé do Theatro Municipal - Márcia Jaqueline, Cláudia Mota, Filipe Moreira e Denis Vieira - completam o corpo de bailarinos.
Na avaliação do diretor artístico do balé do Theatro Municipal, Hélio Bejani, O Lago dos Cisnes é uma das mais importantes obras do repertório do balé clássico mundial. “Ele traz para a cena uma integração de música e coreografia com tamanha genialidade que, mesmo sem o conhecimento da história, é possível perceber as variações ambientais e sentir toda a emoção e dramaticidade sugeridas dentro das características de cada ato. Esta versão de Yelena Pankova foi criada especialmente para a nossa companhia e terá a participação do bailarino Vitor Luiz , que já foi um de nossos artistas principais e retorna”, analisou.
Para a presidenta da Fundação Theatro Municipal, Carla Camurati, a obra é referencial e fundamental no repertório não só do balé do Municipal, como das grandes companhias clássicas do mundo. “É uma das histórias mais importantes pela sua simbologia, ao mesclar magia com os contraditórios sentimentos humanos, brilhantemente traduzidos em movimentos pelos coreógrafos Marius Petipa e Lev Ivanov ”, disse.
A primeira apresentação do balé, em 1877, com coreografia de Julius Reisinger, no Teatro Bolshoi, em Moscou, não teve boa receptividade, mas em 1894, um ano após a morte de Tchaikovsky, autor da música, O Lago dos Cisnes alcançou o sucesso.
O maestro titular da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal, Silvio Viegas, disse que a música de Tchaikovsky é uma aula de orquestração. “Uma obra que exige excepcional técnica e virtuosismo por parte da orquestra, como conjunto ou nas partes solistas, com grande destaque para o violino, agraciado com alguns dos mais belos solos da literatura sinfônica. Música de pura emoção, de incrível beleza e que só poderia sair da pena de um compositor inspirado e genial como Tchaikovsky ”.
Junto com a temporada, começa o projeto Falando de Ballet. As palestras estarão à disposição do público, gratuitamente, diante da apresentação dos ingressos para o balé. Elas vão ocorrer no Salão Assyrio do Theatro Municipal, sempre uma hora e meia antes do início da sessão. Além do diretor do balé do Municipal, a primeira bailarina Ana Botafogo vai participar do projeto conversando com o público sobre a história de O Lago dos Cisnes e apresentando detalhes da montagem.
As apresentações nos dias 24, 28, 29 e 31 serão às 20h. Nos dias 25, 26, 30 e 2 de junho, ocorrerão às 16h e no dia 1º de junho, às 21h.
Os bailarinos convidados Lorena Feijoo e Vitor Luiz participam da montagem nos dias 24, 26 e 29. Nos dias 25, 30 e 1º de junho, os solistas serão Márcia Jaqueline e Filipe Moreira e nos outros dias, Cláudia Mota e Denis Vieira
Os ingressos para frisas e camarotes custam R$ 504,00; para plateia e balcão nobre, R$ 84,00. As entradas do balcão superior serão R$ 60,00 e da galeria, R$ 25,00.
Fonte - Agência Brasil  24/05/2013

O VLT como instrumento de uma política global de mobilidade

VLT -Tramway

O renascimento do VLT na França - Há trinta anos, as autoridades locais têm importante autonomia para desenvolver suas redes de transporte público em um contexto de forte presença do automóvel.

Fotos - developpement-durable.gouv.fr
Atualmente, dezoito cidades francesas têm pelo menos uma linha de VLT e até 2014, outras nove cidades implantarão suas primeiras linhas. Na França, a organização dos transportes públicos é baseada em um sistema de administração descentralizada implementada na década de 1980. Há trinta anos, as autoridades locais têm importante autonomia para desenvolver suas redes de transporte público em um contexto de forte

 
presença do
automóvel. Atualmente, o uso do automóvel está perdendo gradualmente seu lugar para modos de transporte coletivo e o VLT tem ressurgido nos últimos anos.O VLT se impôs ao longo dos anos, porque responde a uma lógica de redesenvolvimento urbano, planejamento de transportes e preocupações ambientais. Esta é uma escolha política: se ancora numa lógica de desenvolvimento sustentável, permite repensar a mobilidade urbana e os projetos de urbanização. O VLT também se tornou uma ferramenta para promover a cidade, pois implantar um VLT significa também querer renovar a imagem da cidade que o acolha.No que diz respeito ao know how, muitas empresas francesas estão envolvidas no desenvolvimento de projetos de VLT e exportam em escala mundial suas competências, que vão desde estudos e construção, até a operação do sistema...

A implantação de um VLT é precedida por uma reflexão global dos deslocamentos dentro da cidade para entender melhor as necessidades de transporte dos habitantes e assim fornecer respostas adequadas.

O VLT como instrumento de uma política global de mobilidade

O VLT é um meio de transporte que oferece vantagens evidentes: capacidade superior a 3000 viajantes por hora por sentido; uma velocidade comercial média de 18 km/h a 22 km/h; regularidade de transporte; conforto elevado; o máximo de acessibilidade; um custo de implantação menor que o metrô: de €13 Milhões/km a € 22 Milhões/km em média para a parte transporte na França.Confrontado com o carro particular, o VLT pode se impôr de modo confiável com a sua plataforma dedicada e sua prioridade nos cruzamentos. Ele permite o compartilhamento da via entre os diferentes modos de deslocamento, inclusive
com bicicleta e pedestre.Em 2010, dezenove cidades francesas possuíam pelo menos uma linha de VLT ou de Metrô: Paris, Lille, Lyon, Marselha e Toulouse com uma rede de metrô e linhas de VLT; Estrasburgo, Bordeaux, Nantes, Montpellier, Grenoble, Saint-Etienne, Valenciennes, Rouen, Orleans, Le Mans, Clermont-Ferrand, Mulhouse e Nice com uma ou mais linhas de VLT; Rennes com uma rede de metrô.O VLT contabiliza 32 km de linhas na região parisiense (220 km subterrâneos) e 375 km de linhas no interior da França (contra 130 km de metrô). Desde que voltou em Nantes em 1985, o VLT continua a crescer pelo interior da França por se inscrever no projeto de mandato das autoridades organizadoras do transporte urbano (AOTU), logicamente marcado pelas eleições municipais (1995, 2001, 2008, 2014). Se considerarmos as redes públicas de transporte coletivo que tem o VLT como modo de estruturação rincipal, este representa menos do que 30% da oferta de quilometragem, no entanto, concentra 55% das viagens na rede. O peso do VLT na utilização dos sistemas franceses é muito importante. Em geral, as cidades que implantaram um sistema pesado de transporte coletivo em via segregada tiveram aumentos no número de usuários mais importante do que outros. Este fenômeno é decorrente do fato que a entrada em circulação das linhas é geralmente acompanhada pelo estabelecimento de uma política global de transporte que tem como objetivo, uma melhor distribuição dos diferentes meios de transporte a serem utilizados. Isto encoraja assim, um maior uso do transporte coletivo: restrições à circulação e estacionamento, implantação de ciclovias e ciclofaixas, gestão da mobilidade (desenvolvimento de planos de deslocamentos de instituições, promoção de novos modos de transporte como a utilização compartilhada de automóveis, a estratégia de urbanização,a promoção do andar a pé, etc. Para além dos números de frequência de uso das redes, o VLT com certeza contribuiu para a transferência modal do automóvel para o transporte coletivo. No entanto, a quantificação desta transferência modal continua de difícil compreensão por conta da aceleração das mudanças das situações individuais dos usuários (mudanças de endereço, troca de emprego, evolução da situação familiar) e porque a implantação do VLT é muitas vezes acompanhada por outras medidas (restrição de capacidade para os carros, política de estacionamento), sendo complexo dissociar efeitos.Pesquisas sobre deslocamentos domésticos* realizadas nas cidades francesas a cada dez anos, permitem acompanhar a evolução na mobilidade do seu território e entender o impacto de alguns projetos. Tem sido observado que as cidades que implantaram uma linha de metrô ou de VLT registraram um aumento na sua mobilidade em transportes públicos maiores que as demais.Existem hoje mais projetos de VLT do que nunca:• Toulouse abriu a sua primeira de linha de VLT no final de 2010;• Angers e Reims, em 2011; • Brest e Le Havre, em 2012;• Dijon, Tours e Lens em 2013; • Besançon em 2014.Esses projetos se somam às novas linhas ou extensões de redes de Saint-Etienne, Lyon, Bordeaux,Montpellier, Nantes ...
Pesquisa -  Pregopontocom 
Fonte - http://www.developpement-durable.gouv.fr/  24/05/2013

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Governo lança licitação do metrô nesta sexta-feira


O governador Jaques Wagner e os secretários de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, e da Casa Civil, Rui Costa, lançam nesta sexta-feira (24) o edital de licitação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. A solenidade será às 9h, no Hotel Pestana, no bairro do Rio Vermelho.
O edital contempla a finalização da Linha 1 (trecho Acesso Norte – Pirajá) e apresentação do projeto de extensão até Águas Claras, construção da Linha 2 (Bonocô – Lauro de Freitas) e operação de todo o sistema metroviário. A obra será realizada por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP), com investimento de mais de R$ 4 bilhões.

Consulta Pública

O edital do Sistema Metroviário esteve disponível para consulta pública e contribuições durante 90 dias. Nesse período, também foram realizadas audiências públicas em Salvador e Lauro de Freitas para discutir e detalhar o projeto, além de uma missão internacional liderada pelo governador, que apresentou o Sistema Metroviário a investidores europeus e asiáticos.
Fonte - Sedur  23/05/2013

Dilma indica Luís Roberto Barroso para o Supremo



Luana Lourenço e Débora Zampier
Repórteres da Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff indicou hoje (23) o advogado constitucionalista Luís Roberto Barroso para o Supremo Tribunal Federal (STF). Barroso vai ocupar a vaga do ex-ministro Carlos Ayres Britto, que deixou o tribunal em novembro de 2012. O anúncio foi feito há pouco pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, após reunião entre Dilma e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

O novo ministro do STF é professor de direito constitucional e procurador do estado do Rio de Janeiro. “O professor Luís Roberto Barroso cumpre todos os requisitos necessários para o exercício do mais elevado cargo da magistratura do país”, diz nota divulgada pela Presidência.
A indicação de Barroso será encaminhada nas próximas horas ao Senado Federal, onde o futuro ministro passará por sabatina.
Barroso é o quarto indicado por Dilma para o Supremo Tribunal Federal – os três primeiros indicados por ela foram os ministros Luiz Fux, Rosa Weber e Teori Zavascki.
Luís Roberto Barroso é natural de Vassouras (RJ) e se formou na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Ele advoga desde 1981 e é especialista em direito constitucional. Seu nome já havia sido cotado para o Supremo. Em diversos julgamentos, especialmente os ligados a temas socais, os ministros costumam fazer referência a suas ideias para fundamentar decisões.
Barroso ganhou projeção nacional devido à atuação no Supremo em vários processos de repercussão. Ele defendeu o ex-ativista político italianoCesare Battisti, as uniões estáveis homoafetivas, as pesquisas com células-tronco embrionárias, a interrupção da gestação de fetos anencéfalos e a proibição do nepotismo. Em todos esses casos, as teses de Barroso saíram vitoriosas.
Recentemente, na condição de procurador do estado do Rio de Janeiro, conseguiu que o STF suspendesse os efeitos da Lei dos Royalties, que estabeleceria novo regime de partilha dos valores obtidos pela exploração de petróleo e gás natural.
Fonte - Agência Brasil  23/05/2013

Bolsa Família teve impacto na queda da mortalidade infantil

Pesquisa revela: Bolsa Família teve impacto na queda da mortalidade infantil

Repórter da Agência Brasil

Brasília – Uma pesquisa feita para avaliar os impactos do Programa Bolsa Família nas taxas de mortalidade infantil mostra redução de 17% na mortalidade de crianças menores de 5 anos, entre 2004 e 2009. A pesquisa foi feita com dados de cerca de 50% dos municípios brasileiros e revela que o programa contribuiu, principalmente, para a redução dos óbitos em decorrência da desnutrição. A pesquisa registra que o Programa Saúde da Família também contribuiu para a queda dos números.
Os dados apontam que a condicionalidade do Bolsa Família de determinar que as crianças estejam com o cartão de vacinação em dia foi um ponto importante, já que aumentou a cobertura de imunização contra doenças como sarampo e pólio. O aumento da renda das famílias beneficiadas, que ampliaram o acesso a alimentos e bens relacionados à saúde, também é citado. Esses fatores foram destacados pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.
“O Bolsa Família melhorou a alimentação das mães. Os estudos mostram que as família se dedicam a comprar comida com esses recursos e isso já é um elemento de alteração do padrão de vida da criança. Ter acompanhamento pré-natal também contribui muito porque a criança já é cuidada antes mesmo de nascer”, disse.
A pesquisa aponta que o Programa Saúde da Família, que oferece atenção básica à saúde, teve papel na redução da mortalidade causada por doenças como diarreia e infecções respiratórias. A redução no número de grávidas que davam à luz sem receber atendimento pré-natal também foi registrada pela pesquisa.
“Os dois programas se complementam para evitar o adoecimento das crianças na primeira infância. É importante observar como uma pequena quantia de dinheiro pode ter tamanho benefício em relação à mortalidade infantil”, avaliou Maurício Barreto, mestre em saúde comunitária e titular em epidemiologia do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
A pesquisa foi conduzida pelo mestre em saúde comunitária da UFBA, Davide Rasella, com a participação de pesquisadores da instituição. Os resultados foram publicados pela revista The Lancet, periódico científico da área de saúde, com sede no Reino Unido.
Fonte - Agência Brasil  23/05/2013

Desoneração das passagens de ônibus - Mantega confirma retirada de PIS e Cofins

Mantega confirma retirada de PIS e Cofins das passagens de ônibus


O ministro da Fazenda informou que o governo vai adotar medidas para desonerar as passagens, em mais uma iniciativa para combater a inflação. “Está confirmada, sim, a retirada do PIS/Cofins das passagens de ônibus”. Ele explicou que a redução tributária poderá ser feita por medida provisória, mas não deu detalhes se a decisão incluirá as tarifas de metrô...

Daniel Lima*
Repórter da Agência Brasil
Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou que o governo vai adotar medidas para desonerar do PIS e da Cofins as passagens de ônibus, em mais uma das iniciativas para combater a inflação. “Está confirmada sim, a retirada do PIS/Cofins das passagens de ônibus”, disse hoje (23) ao chegar ao Ministério da Fazenda.
O ministro indicou que a redução tributária poderá ser feita por medida provisória, mas não deu detalhes se a decisão incluirá as tarifas de metrô.
Ontem (22), a prefeitura de São Paulo anunciou reajuste de 6,67%, nas tarifas de ônibus. A partir de 2 junho, o valor da passagem passa de R$ 3 para R$ 3,20. No mês passado, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, já tinha anunciado um reajuste de tarifas para a cidade.
*Colaborou Elaine Patricia Cruz
Fonte - Agência  Brasil   23/05/2013





Desemprego fica praticamente estável e chega a 5,8% em abril


Pesquisa Mensal de Emprego mostra estabilidade nas seis regiões metropolita- nas pesquisadas pelo IBGE, tanto em relação a março (5,7%) quanto a abril do ano passado (6%). A população ocupada (22,906 milhões de pessoas) também não se alterou significativamente




Flávia Villela
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - O desemprego em abril chegou a 5,8% (1,4 milhão de pessoas) nas seis regiões metropolitanas investigadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada hoje (23) aponta que houve estabilidade tanto em relação a março (5,7%) quanto a abril do ano passado (6%). A taxa de desocupação apresentou seu menor valor para um mês de abril desde o início da série histórica, em 2002.
A população ocupada (22,906 milhões de pessoas) também não se alterou significativamente nas duas comparações. O número de trabalhadores com Carteira de Trabalho assinada no setor privado ficou praticamente estável (11,452 milhões de pessoas), ao registrar alta de 0,1% em relação a março passado. Em comparação com abril de 2012, o crescimento alcançou 3,1% – mais 342 mil postos de trabalho com carteira assinada em um ano.
Ainda segundo o IBGE, o rendimento médio real habitual dos trabalhadores (R$ 1.862,40) manteve-se sem variação significativa (-0,2%) na comparação com março e cresceu 1,6% na comparação com abril de 2012.
Já a massa de rendimento médio real habitual dos ocupados (R$ 43 bilhões) não variou em abril e, na comparação com março, cresceu 2,4% em relação a abril do ano passado.
A Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE é feita nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.
Edição: Talita Cavalcante//Matéria alterada para esclarecer informação corrigida pelo IBGE. O índice é o menor para o mês de abril desde 2002 e não 2003.
Fonte - Agência Brasil  23/05/2013



Os médicos de Cuba Espanha e Portugal

O caso dos médicos estrangeiros

Por Hermann Hoffman, no sítio da Adital:

Não tem volta. Não adianta o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Médica Brasileira (AMB) se desesperarem mais. O Governo Federal determinou: médicos espanhóis, portugueses e cubanos agora podem trabalhar no Brasil, nas áreas que muitos médicos brasileiros não querem ir. É oficial.
foto ilustração - redebrasilatual
Primeiro o acordo foi Cuba e agora com a Espanha. Só falta Portugal chegar a um entendimento. Os médicos formados nestes países chegarão ao Brasil nos próximos meses, e já adianto, a partir de 9 de julho, a empresa aérea Cubana iniciará voos noturnos semanais de Cuba para São Paulo.
Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, os médicos estrangeiros podem trabalhar sem a revalidação dos diplomas por três anos, mas também, sem direito de se transferirem para as grandes capitais, como São Paulo. A medida será um paliativo para a deficiência de médicos nos pequenos municípios do Brasil.
Sobre o registro para exercer a profissão, um tema polêmico e o alvo principal das agressões do CFM e AMB, o ministro Padilha, informou que os profissionais terão uma autorização exclusiva para que só possam atuar em regiões específicas, onde há falta de médicos. Ele excluiu a possibilidade que a revalidação dos diplomas seja feita por provas como o Revalida, já que com esta modalidade o profissional estaria livre pra trabalhar em todo Brasil e não haveria a fixação nas zonas mais carentes.
O critério capital estabelecido pelo Governo Federal, para as cooperações médicas internacionais estão baseadas no descarte automático de países que tenham a taxa de médicos por 1.000 habitantes, inferior a do Brasil (1,95), como é o caso da Bolívia que tem 0,5 médicos por 1.000 habitantes ou o Paraguai que possui 1,3 por 1.000. Em contrapartida, países da região como Cuba, que conta com quase 7,0 médicos por cada 1.000 habitantes, a maior quantidade de médicos por habitantes do mundo, está incluído. De Cuba são esperados mais de 6 mil médicos que já passaram por aulas de português. Espanha e Portugal também irão enviar estes profissionais para o Brasil de acordo com o ministério da Saúde. Também serão descartados os médicos formados nas universidades que não sejam reconhecidas pelos próprios países.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que o Brasil possui 17,6 médicos para cada 10 mil pessoas, enquanto a Áustria possui 48 médicos a cada 10 mil cidadãos, contra 40 na Suíça, 37 na Bélgica, 34 na Dinamarca, 33 na França, 36 na Alemanha e 38 na Itália. É importante, que além da falta de médicos no Brasil, existe uma péssima distribuição geográfica. Em 2011, dos quase 372 mil médicos registrados no país, aproximadamente 209 mil estavam concentrados na Região Sudeste, e pouco mais de 15 mil na Região Norte, o cenário fiel da trágica distribuição no território nacional, fator que também estimula a entrada de médicos do exterior.
Por fim, para aqueles médicos e estudantes que preparam uma manifestação nacional, no próximo dia 25 de maio, contra a entrada de médicos estrangeiros no Brasil pela via proposta pelo Governo Federal, recomendo humildemente: mais que protestarem por um aumento necessário de médicos, é imprescindível tomarem doses de um bom antídoto chamado humanismo. Assim exercerão a medicina para o povo mais necessitado, por um povo carente e com o povo que clama.
Quem nos tira o direito a legalidade, subtrai do povo as possibilidades.
Fonte - Blog do Miro  23/05/2013

Metrô de Recife - Passageiros relatam falhas no sistema na volta da Arena Pernambuco

Passageiros relatam falhas no metrô na volta da Arena Pernambuco

Foto - ilustração  DP

Diário de Pernambuco
A volta da Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, na noite desta quarta-feira (22), foi tensa para alguns passageiros do Metrô do Recife. Os usuários relataram que o veículo parou várias vezes durante o trajeto. Alegando problemas técnicos, o maquinista interrompia a viagem e ficava cerca de dez minutos em algumas estações, para poder seguir.
O produtor Caio Túlio Duque, 25 anos, passou pela situação. "Não cheguei a ver o final do jogo, saí antes porque tinha que trabalhar amanhã. Saí da arena por volta das 21h30. O metro parou no meio do caminho, com bastante gente dentro, inclusive várias pessoas em pé", contou.
De acordo com Caio Túlio, na ida ao estádio aconteceu a mesma coisa."Mas a situação foi ainda pior, porque os vagões estavam completamente lotados. Juntaram-se as pessoas que voltavam do trabalho com as que iam para a arena".
Ainda de acordo com o produtor, a estação Cosme e Damião, a última, localizada nas proximidades da arena, aparentava ainda estar em construção. "Havia muita poeira, como se a obra não tivesse acabado".
Na página do Facebook do Diario de Pernambuco há vários relatos de passageiros sobre as paradas do Metrorec. Alguns confirmam a informação de que na Estação Alto do Céu, os usuários precisaram descer e trocar de vagão.
A reportagem do Diario tentou, sem sucesso, falar com a assessoria de imprensa do Metrorec.
Fonte  - Diário de Pernambuco  22/05/2013

Ferroviários em Assembleia exigem que prefeitura e estado se decidam quanto aos pagamentos

Em assembleia, ferroviários exigem que prefeitura e estado se decidam quanto aos pagamentos

Cerca de 100 pessoas, entre ferroviários e moradores do subúrbio, estiveram presentes em assembleia realizada na Estação de Periperi, no final da manhã desta quarta-feira (22). Durante o encontro, os
manifestantes expressaram insatisfação, sobretudo com a Prefeitura de Salvador e o Governo do Estado que, no dia 22 de abril, em acordo entre o prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Jaques Wagner (PT), passou a Companhia de Transportes de Salvador (CTS) para o poder estadual, e desde então não ocorreu o pagamento dos trabalhadores da empresa, que reivindicam os salários de abril e o cartão alimentação/refeição de maio. A greve já dura 14 dias e atinge cerca de 15 mil usuários do serviço.
Fonte - Bahia Notícias  22/05/2013

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Moradores do Quilombo Rio dos Macacos se encontram com Wagner


                               Foto: Carol Garcia/ Secom
    Os moradores da comunidade quilombola Rio dos Macacos, localizada no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, se reuniram no final da manhã desta quarta-feira (22), com o governador Jaques Wagner, na sede Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O grupo reivindicou a posse do terreno que é disputado pela Marinha do Brasil. O governador se colocou como mediador do processo e prometeu seu apoio ao processo de negociação entre as partes. “Eu quero ajudar a terminar este conflito, levar os argumentos deles até o Governo Federal e articular uma solução”, disse. Wagner afirmou que a Marinha já fez uma proposta e que, na resolução, os quilombolas terão direito a água, moradia, aposentadoria.
    Fonte - Bahia Notícias 22/05/2013

Adutora do São Francisco será inaugurada nesta quinta

    Governador Wagner e ministro Bezerra participam de cerimônia
    O governador Jaques Wagner (PT) e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, inauguram nesta quinta-feira (23) a adutora do São Francisco, no distrito de Rio Verde, em Itaguaçu, no Vale do São Francisco. Nesta quarta (22), o secretário da Casa Civil, Rui Costa, e o ministro Bezerra, além do presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz, se reuniram em Brasília para tratar do novo convênio que amplia o programa "Água para Todos" e novo acordo de cooperação técnica entre a pasta e o governo da Bahia. Ficou acertado ainda que a Codevasf vai lançar o aviso de licitação para a ocupação, por meio da Concessão de Direito Real de Uso (CDRU), de aproximadamente 250 lotes irrigáveis em 4,3 mil hectares do projeto Baixio de Irecê. No mesmo evento desta quinta, será assinado um termo de compromisso entre a Codevasf e a prefeitura de Xique-Xique para inclusão social de agricultores familiares em 667 hectares do entorno do projeto.
    Fonte - Bahia Notícias 22/05/2013

No Dia Mundial da Biodiversidade, Rio faz repovoamento de peixes

Da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O Dia Mundial da Biodiversidade, celebrado hoje (22), foi marcado pelo início da quarta etapa de repovoamento de peixes no Rio Paraíba do Sul, no sul do estado. A ação foi promovida pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que pretente realizar até o próximo dia 6 de junho mais três ações, quando 44 mil filhotes de peixes serão soltos.
Foto ilustração - ultadownloads 
O programa de repovoamento foi lançado após o vazamento de 8 mil litros do inseticida endosulfan, produzido pela empresa agroquímica Servatis, no município de Resende, no dia 18 de novembro de 2008. O acidente que atingiu o Paraíba do Sul, em uma extensão de cerca de 400 quilômetros, provocou a morte de 150 mil toneladas de peixes. Responsável por 85% do abastecimento de água da região metropolitana do Rio, o Paraíba de Sul corta 37 municípios do estado
De acordo com a presidenta do Inea, Marilene Ramos, mais de 1.700 pescadores, que sobrevivem exclusivamente da atividade no rio, foram afetados pelo acidente ambiental. Ela informou que o incidente ocorreu justamente no período reprodutivo dos peixes, o que comprometeu a produção nos últimos anos
"Estamos tentando resgatar essa área, que ficou bastante comprometida após o acidente com a Servatis. Essas ações de repovoamento contribuem para a manutenção da biodiversidade e para a melhoria da produção pesqueira na região. Temos ainda a intenção de implementar medidas ambientais para preservar a vegetação das margens do Paraíba do Sul", disse Marilene.
Nas novas operações de repovoamento foram utilizados 1.000 surubins-do-Paraíba, que constam da lista de espécies mais ameaçadas no estado, 2 mil curimbatás-de-lagoa, 1.000 piabanhas e 40 mil lambaris, todos fornecidos pela Estação de Hidrologia e Aquicultura de Paraibuna, das Centrais Elétricas de São Paulo.
O presidente da colônia de pescadores de Barra Mansa, Aurélio Dias, disse que aos poucos o trabalho dos pescadores vai voltando ao normal.
"Estamos bem contentes com essas medidas que estão sendo tomadas. Favorecem o meio ambiente e nos dão melhores condições para desenvolver o nosso trabalho, que ficou tão prejudicado nos últimos tempos".
Os eventos que integram o Programa de Recuperação da Fauna Nativa do Rio Paraíba do Sul incluem a comemoração pelos seis anos do projeto de pesquisa e prevenção ambiental que monitora as águas do rio, desenvolvido pela Votorantim Siderúrgica em parceria com o Inea e a Fundação Educacional Ciência e Desenvolvimento, ligada à Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Até agora, foram realizadas três operações de repovoamento, em 2009, 2010 e 2012, que resultaram na soltura de cerca de 175 mil filhotes no Paraíba do Sul.
Fonte -  Agência Brasil 22/05/2013

Dilma é a segunda mulher mais poderosa do mundo no ranking da revista Forbes



Danilo Macedo
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff é a segunda mulher mais poderosa do mundo, de acordo com o ranking da revista norte-americana Forbes divulgado hoje (22). Dilma, que tinha ficado em terceiro lugar na última lista, conquistou a posição até então ocupada por Hillary Clinton, que deixou a Secretaria de Estado dos Estados Unidos e agora aparece em quinto. A chanceler alemã, Angela Merkel, manteve a primeira colocação dos últimos anos.
Segundo a revista, Dilma tem, na metade de seu primeiro mandato, o desafio de reverter o menor crescimento econômico do país registrado nos dois últimos anos, em relação à última década. A publicação ressalta, no entanto, que “sua ênfase no empresariado inspirou uma nova geração de empreendimentos”.
A Forbes também destaca que agora Dilma tem um novo aliado, com a eleição, no início do mês, do brasileiro Roberto Carvalho de Azevêdo como diretor-geral da Organização Mundial do Comércio.
Outra brasileira que também subiu no ranking é a presidenta da Petrobras, Graça Foster, que passou da 20ª para a 18ª posição. A publicação apresenta Graça Foster como comandante da maior empresa do hemisfério sul por vendas e valor de mercado e destaca a Bacia de Santos como “uma das fronteiras de petróleo mais promissoras do mundo”, e o aumento da demanda por gasolina no Brasil nos últimos dez anos, mais de quatro vezes maior do que a média mundial.
Fonte - Agência Brasil  22/05/2013

Prefeitura de Osasco (SP) pode adotar “trem urbano” (VLT) contra trânsito


Intenção é adotar esse tipo de transporte público para fazer trajeto entre os bairros e o Centro da cidade 

Graciela Zabotto
Web Diário
A cidade de Osasco pode adotar, como nova alternativa de transporte público, os veículos leves sobre trilho (conhecidos também pela sigla VLT), uma espécie de “trem urbano”, porém menos pesado e mais compacto que os tradicionais, movido a eletricidade.
A ideia foi defendida pelo prefeito Jorge Lapas há duas semanas, durante posse do Conselho Municipal de Meio Ambiente, como forma de incentivar o uso do transporte público, reduzir o número de carros nas ruas e, ao mesmo tempo, a emissão de poluentes.
“Aqui em Osasco, temos dois corredores que podem receber esse novo meio de transporte: as avenidas Visconde de Nova Granada e Hirant Sanazar, o que permite a articulação com os demais meios de transporte”, disse.
Em entrevista ao Diário, na última semana, Lapas confirmou o projeto, afirmando que ainda está em fase de estudos pela administração municipal. Segundo o prefeito, as condições topográficas permitem que a cidade tenha um VLT. Mas essa é uma proposta a longo prazo, que será aprimorada por meio do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.
“Vamos iniciar a licitação para contratar o plano municipal de mobilidade e reordenar o sistema de transporte. É um projeto que demora um ano e pouco para ser elaborado, mas acredito que deve apontar esse tipo de solução para que o transporte entre o centro e os bairros não seja realizado só por ônibus”, completou.
O VLT também está previsto no projeto do Corredor Itapevi-São Paulo/Butantã, no trecho Jandira-Osasco, realizado pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transporte Urbano).
Fonte - São Paulo Trem Jeito  22/05/2013

terça-feira, 21 de maio de 2013

SEMINÁRIO Sistema Viário Oeste ponte SSA / Itaparica

Ponte Salvador/Itaparica

O evento aconteceu no Teatro da Uneb, no campus I da Universidade, tendo inicio as 8:30 hs.Participaram do seminário o secretário do planejamento, José Sérgio Gabrielli, o reitor da UNEB, Lourisvaldo Valentim os prefeitos de Itaparica, Raimundo Nonato da Hora e de Vera Cruz, Antônio Magno Filho.

Da Redação
ponte SSA-Itaparica 
A Uneb (Universidade do Estado da Bahia) e a Seplan (Secretaria do Planejamento do Estado) realizaram nesta terça-feira 21, o seminário “Sistema Viário Oeste / Ponte Salvador Itaparica”. O evento aconteceu no Teatro da Uneb, no campus I da Universidade, tendo inicio as 8:30 hs.
Participaram do seminário o secretário do planejamento, José Sérgio Gabrielli, o reitor da UNEB, Lourisvaldo Valentim os prefeitos de Itaparica, Raimundo Nonato da Hora e de Vera Cruz, Antônio Magno Filho. O evento também contou com a participação do coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade Eduardo Nunes, e do vice-coordenador da pós-graduação, Antônio Dias além do Prof.Paulo Ormindo.O Sec.J.Sergio Gabrielli fez uma longa exposição com mostra
foto - Pregopontocom
visual sobre o projeto,a modelagem,a sua construção as vantagens e os benefícios sobre os diversos aspectos,segundo a ótica do governo,que a ponte trara para Salvador e Itaparica incluindo a expansão urbana da Capital em direção a ilha além do atalho que proporcionará a ponte na ligação da BR 101 com o litoral norte baiano em direção ao Nordeste.Logo apos o Prof. Paulo Ormindo na sua longa intervenção apresentou soluções alternativas a construção da "ponte" a principal delas uma via radial,incluindo trechos de ferrovia,que contornaria toda a Baia de Todos os Santos distante em média 3 km do litoral passando por várias cidades do recôncavo e áreas industrias ao longo do percusso chegando até próximo de Salinas das Margaridas através da ligação de uma ponte menor,do porte a atual ponte do Funil,alcançando a Ilha de itaparica..Segundo o Prof. Paulo Ormindo através dessa ligação levaria-se cerca de 1:30 h de viagem de Salvador a Itaparica,mais ou menos o tempo atual de uma viagem feita através do sistema Ferry Boat contando o tempo de espera,a viagem,o embarque e desembarque nos terminais,e ainda assim seria um tempo bem menor do que uma viagem
foto - Pregopontocom

atualmente feita via a BR.324/Sto.Antonio de Jesus/Nazaré/Itaparica.Um grande grupo de moradores de várias localidades da ilha estiveram presentes e fizeram vários protestos com cartazes e palavras de ordem,e entre os temas abordados as prováveis desapropriações,algumas já em curso,segundo denunciaram os próprios moradores.Presentes também representantes de Salvador,entidades civis e profissionais ligados as áreas de Engenharia,Arquitetura e Urbanismos,professores e estudantes da universidade(Uneb),movimentos sociais entre eles o Salvador sobre Trilhos,por nos representado,outras entidades representativas entre elas o Germen, e mais a participação da sociedade civil.Moradores do entorno da Estrada da Rainha presentes ao evento,aproveitaram a oportunidade e reclamaram dos graves problemas existentes no bairro decorrentes da execução das obras da Via Expressa,que tem trazido sérios transtornos e desconforto aos moradores do local, ainda sem solução.As queixas foram encaminhadas diretamente durante o tempo destinado a fala do público, ao Sec. J.Sergio Gabrielli que se comprometeu em examinar o assunto.Outras audiências deverão se agendadas para a continuidade das discussões sobre o tema.
Pregopontocom 21/05/2013

Representantes de ONGs vão monitorar implementação do Código Florestal no país

EBC
O grupo também pretende avaliar o desempenho dos estados na aplicação da nova lei, aprovada no ano passado 

Carolina Gonçalves
Agência Brasil
Brasília – Representantes de organizações não governamentais (ONGs) vão monitorar, a partir de hoje (21), a regulamentação e a implementação do Código Florestal no país. O grupo também pretende avaliar o desempenho dos estados na aplicação da nova lei, aprovada no ano passado. O acompanhamento das políticas será feito a partir de um observatório que foi apresentado hoje (21), em Brasília, por especialistas do Instituto de Pesquisas Ambientais da Amazônia (Ipam), do WWF-Brasil, do SOS Mata Atlântica, do Instituto Centro de Vida (ICV) e do Instituto Socioambiental (ISA), entre outras organizações.
“A implementação efetiva da lei com garantias de avanços só vai ocorrer se tiver uma mobilização informada da sociedade. Sem isso não temos como garantir que o Cadastro Ambiental Rural [CAR] e o Programa de Regularização Ambiental [PRA] não sejam apenas uma maquiagem verde”, explicou André Lima, advogado do Ipam.
Segundo Lima, a ferramenta estará disponível para qualquer pessoa interessada em acompanhar a implementação do código. Ele explicou aos integrantes da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados que o observatório foi criado para identificar com mais clareza onde estão as dificuldades para tornar a lei prática e tentar apontar soluções para os problemas.
“Temos alguns gargalos observados hoje. Faltam recursos humanos nos órgãos ambientais estaduais e municipais. O governo federal não tem como cadastrar todas as propriedades e monitorar. Isso terá que ser descentralizado e a tecnologia utilizada hoje já mostra que trará problemas no futuro pelas limitações da resolução das imagens cartográficas”, disse.
Integrantes da organização não governamental The Nature Conservancy (TNC) disseram que a experiência acumulada ao longo de oito anos pela ONG pode contribuir com a meta de cadastramento dos imóveis rurais. Suelma Rosa, representante da TNC no Brasil, disse que a organização foi a primeira a implantar o CAR em grande escala no país. O projeto da TNC é voltado para municípios que compõem o arco do desmatamento na Amazônia, como São Félix do Xingu (PA), Paragominas (PA), Lucas de Rio Verde (MT) e cidades do oeste da Bahia.
‘É melhor que o governo leve mais tempo para se preparar melhor para essa implementação do que saia promovendo um CAR sem proposta. O cadastro é o meio e não o fim para a implementação de um projeto de recuperação ambiental”, disse, destacando que sem os elementos básicos de avaliação sobre o tamanho real de áreas e de quanto é preciso recuperar, o CAR não cumprirá sua função.
As ONGs, que encaminharam uma carta para a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, ressaltando o interesse em participar do processo, destacaram que o observatório não será usado como plataforma política. De acordo com o grupo, a função será coletar, sistematizar e analisar informações. Além de apontar indicadores que mostram como está a implementação do CAR e do PRA em todas as regiões do país, o grupo quer identificar, nos estados, as dificuldades de regulamentação e cumprimento do novo Código Florestal.
Durante todo o dia, o grupo ficou reunido em um seminário de balanço sobre as medidas que foram adotadas até hoje. Pelos números divulgados pelas organizações, nenhum estado aprovou o Programa de Regularização Ambiental, cerca de 4,5 milhões de propriedades rurais ainda precisam ser registradas no Cadastro Ambiental Rural e o Artigo 41, que prevê incentivos econômicos para as propriedades rurais que não desmataram ilegalmente, ainda não foi regulamentado.
Os prazos ainda não expiraram e o governo sinalizou que as regulamentações estão em fase final de conclusão. Durante o evento, o ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça, disse que a lei foi aprovada com muita polêmica e divisão de posições e que agora é preciso que as autoridades se voltem para a implantação das regras para que a falta de uma regulamentação não esbarre em outras decisões, como a que o tribunal terá que tomar agora em relação aos produtores dispensados do Imposto Territorial Rural (ITR).
O Código Florestal está em vigor desde o dia 25 de maio de 2012, depois de uma tramitação polêmica que dividiu posições no Congresso Nacional e provocou diversas críticas por parte de agricultores e ambientalistas.
Fonte - Agência Brasil  EBC  21/05/2013

Criação de empregos no país tem crescimento de 0,49% em abril

Heloisa Cristaldo
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O país criou em abril 196.913 empregos com carteira assinada, um aumento de 0,49% em relação ao mês anterior, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. O número é a diferença entre 1.938.169 contratações e 1.741.256

demissões no período. Apesar do saldo mensal ser o maior desde maio do ano passado, o resultado para os meses de abril é o pior desde 2009.
Para o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, o crescimento do saldo de admissões registrado em abril é representativo. “Esses todos são números que nos encorajam a dizer que nós teremos, no decorrer deste ano, um expressivo crescimento e aumento na geração de novos empregos”, disse.
Nos últimos 12 meses, foram criados 1.087.410 de postos formais de trabalho, crescimento de 2,79% em comparação ao período anterior. De janeiro de 2011 a abril de 2013, a criação de empregos chegou a 4.139.853. De acordo com a pasta, abril foi o mês em que se verificou “crescimento generalizado” entre oito setores da economia.
O setor de serviços liderou a geração de empregos no mês, com aumento de 75.220 postos de trabalho, representando um acréscimo de 0,46% no número de vagas. Em seguida está a indústria de transformação, com aumento de 40.603 postos de trabalho, um acréscimo de 0,49%. Em terceiro lugar ficou a agricultura, com abertura de 24.807 postos de trabalho, um aumento de 1,59% no mês.
Ontem, no programa semanal Café com a Presidenta, Dilma Rousseff adiantou os dados referentes ao crescimento de empregos em abril e destacou o desempenho do setor de serviços. O resultado, de acordo com a presidenta, se deve à elevação do nível de vida dos brasileiros. "A população modifica o seu padrão de consumo, demanda mais serviços e de forma mais diversificada", explicou.
O ramo das instituições financeiras foi o único a registrar queda na geração de empregos, perdendo 107 vagas de trabalho. A redução no mês ficou em 0,02%.
O estado de São Paulo tem o número de empregados contratados no país, com 80.227 vagas preenchidas. É seguido por Minas Gerais, com 23.523 novas admissões e Paraná, com 18.937. O pior resultado foi registrado em Alagoas, onde 13.646 vagas de trabalho foram fechadas.
Fonte - Agência Brasil  21/05/2013

Linha Leste do Metro de Fortaleza - Cinco consórcios disputam a construção

Cinco consórcios disputam construção  Linha Leste do Metrofor

13 empreiteiras entregaram os envelopes para participar do maior processo licitatório em 20 anos
foto -  JL Rosa

13 empreiteiras, reunidas em cinco consórcios, entregaram os envelopes para participar da licitação para as obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, o maior processo licitatório em 20 anos, nesta terça-feira (21), na Comissão Central de Concorrências da Procuradoria Geral do Estado.

Nova linha será integrada aos trechos Sul e Oeste no Centro
Os consórcios Cetenco-Acciona (Cetenco Engenharia e Acciona Infraestructura); Construcap-Copasa-Linha Leste (Construcap CCPS Engenharia e Comercio e Sociedad Anonima de Obras y Servicios - Copasa); Mendes Júnior-Soares da Costa-Isolux (Mendes Júnior Trading e Engenharia , Sociedade de Construções Soares da Costa S.A do Brasil e Isolux Projetos e Instalações); Metrofor (Construtora Andrade Gutierrez, Construtora Norberto Odebrecht Brasil e Serveng Civilsan-Empresas Associadas e Engenharia); e Mobilidade Urbana (Construções e Comércio Camargo Corrêa, Construtora Queiroz Galvão e Construtora Marquise) apresentaram os documentos de habilitação e propostas de preços à Comissão, que irá analisar as habilitações e verificar a documentação dos consórcios, abrindo, posteriormente, o prazo para contestações. Depois, será marcada a abertura das propostas de preços.
Confira mapa das linhas do Metrofor
Orçada em R$ 2,5 bilhões (apenas obras civis), a nova linha terá 12,4 km de extensão e interligará o Centro ao Fórum Clovis Beviláqua e irá contar com 12 estações: Sé, Luíza Távora, Colégio Militar, Nunes Valente, Leonardo Mota, Papicu, HGF, Cidade 2.000, Bárbara de Alencar, Centro de Eventos e Edson Queiroz. Além dessas, haverá integração com os trechos Oeste e Sul, na estação central Chico da Silva e integração com o ramal do Paraganba-Mucuripe e os terminais de ônibus.
A Linha Leste será operada por trens elétricos que irão transportar uma média de 400 mil pessoas diariamente. Segundo o secretário da Infraestrutra de Fortaleza, Adail Fontenele, a previsão é que, até o final de 2014, o trecho esteja funcionando entre o Centro e o Papicu.

Projeto "Mobilidade Grandes Cidades"
O projeto, que deve ter as obras iniciadas no segundo semestre de 2013, integra o Programa "Mobilidade Grandes Cidade", do Governo Federal, que garantiu uma verba de R$ 2 bilhões para a obra, sendo 50% do valor proveniente do Orçamento Geral da União e a outra metade de financiamento da Caixa Econômica Federal.
Será disponibilizada ainda pelo Governo Estadual, a verba de R$ 1 bilhão, que será usada para contemplar os quatros sistemas metroviários de Fortaleza, através de Parceria Público-Privada, que irá financiar projetos, administração da obra, desapropriações e remoção de interferências.
Fonte - Diário do Nordeste  21/05/2013

CBTU João Pessoa recebe trem de Recife

 CBTU

Adicionar legenda
Uma composição ferroviária composta por cinco carros e uma locomotiva pertencentes à CBTU em Recife chegou neste domingo, 19, à capital paraibana para reforçar a operação comercial durante o mês de junho. Esse trem irá substituir uma composição local que será deslocada para a cidade de Campina Grande, a 120 km de João Pessoa, onde fará oito viagens do trem do forró.
Uma tripulação da CBTU em João Pessoa se deslocou até a cidade do Recife (PE) na quinta feira, 16, e conduziu a composição até metade do caminho. Outra seguiu para o trecho, onde assumiu o trem e o trouxe até a capital paraibana. De acordo com as equipes de maquinistas, o trecho ferroviário entre os estados da Paraíba e Pernambuco está bastante precário, o que atrasou a viagem e consumiu quatro dias no trajeto, que pode ser feito em até 10h.
A composição pernambucana permanece em João Pessoa até o mês de julho. Ela foi gentilmente cedida pelo superintendente da CBTU em Recife, José Marques, que entende da necessidade de integrar o turismo ferroviário pelo país. Ele atendeu a um pedido do titular da CBTU em João Pessoa, Lucélio Cartaxo.
Fonte - Revista Ferroviária  20/05/2013

Presidente em exercício da Câmara diz que Joaquim Barbosa é “fator de crise entre os Poderes”

Mariana Jungmann
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), classificou como “lamentáveis” e “desairosas” as declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, a respeito dos partidos políticos brasileiros e da relação entre os Poderes Executivo e Judiciário.
Vargas criticou o presidente do Supremo que, segundo ele, tem desrespeitado as instituições. “O que ele [Joaquim Barbosa] vem fazendo ultimamente é apostar na crise entre os Poderes. Ele é o fator de crise. Nós podemos dizer que hoje se há uma crise entre o Legislativo e o Judiciário este fator se chama Joaquim Barbosa que não pode se comportar como tutor da sociedade e nem como censor do Congresso Nacional”, disse.
Em uma palestra em um centro universitário em Brasília, Barbosa disse que o Congresso é “inteiramente dominado pelo Poder Executivo” e que os partidos políticos não têm “consistência ideológica e programática” e que eles são “de mentirinha”. Mais tarde, o presidente do STF divulgou nota na qual diz que não teve a intenção de criticar ou fazer juízo de valor a respeito da atuação do Legislativo e de seus integrantes. No documento, o ministro alega que estava fazendo um “exercício intelectual em um ambiente acadêmico”.
Irritado com as declarações, o presidente em exercício da Câmara disse que Barbosa “não se dá o respeito” e “não está à altura” do cargo de presidente do Poder Judiciário. Ele lembrou que o presidente do STF recentemente destratou presidentes de associações de classe da magistratura por causa do que ele considerou um lobby pela aprovação no Congresso de emendas constitucionais para a criação de tribunais regionais.
“Não são as primeiras [declarações] lamentáveis que ele dá. Já fez isso com representantes do Judiciário, já fez isso com integrantes do próprio Congresso Nacional em alguns momentos. Isso não está a altura do representante de um Poder como o Supremo Tribunal Federal, que deveria apostar na relação harmônica e colaborativa entre os Poderes e não como o militante de uma causa ou como alguém que se manifesta com paixão ou até com desdém em relação a outro Poder. Então, lamentamos muito. Isso não tem nada a ver como STF, apenas com o presidente do Supremo, que não está a altura do cargo que ocupa no momento”, disse o presidente em exercício da Câmara.
Por fim, André Vargas lembrou que os deputados e senadores são eleitos pelo voto popular e acusou Barbosa de “não ter apreço pela democracia”. Ele defendeu a atuação dos parlamentares e disse que “se o Brasil vai bem é porque o Congresso Nacional vota bem”, se referindo à solidez com que o país tem passado pela crise econômica internacional.
O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que está em viagem aos Estados Unidos, divulgou nota, por meio de sua assessoria de imprensa, lamentando as declarações de Joaquim Barbosa.
“Uma desrespeitosa declaração como essa não contribui para a harmonia constitucional que temos o dever supremo de observar”, disse Henrique Alves. “E, com a responsabilidade e maturidade que tenho, não quero nem devo tensionar o relacionamento entre os Poderes. O Parlamento e os partidos políticos, sustentáculos maiores da democracia brasileira, e todos os seus integrantes, sem exceção, legitimados pelo voto popular, continuarão a exercer o pluralismo de pensamentos, palavras e ações em favor do Brasil mais justo e democrático. Tenho consciência que esse é o verdadeiro sentimento do Poder Judiciário, do Poder Executivo e do Poder Legislativo”, concluiu.
A crise entre os Poderes Legislativo e Judiciário se arrasta há meses com diversos episódios de troca de acusações entre os dois lados. Recentemente a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara chegou a aprovar uma proposta de emenda à Constituição que submetia ao Congresso Nacional as súmulas vinculantes e decisões do Supremo que considerassem leis inconstitucionais.
Fonte - Agência Brasil 20/05/2013

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Rússia oferece ao Brasil aviões de caça "Su-35 "

Oferta está fora da concorrência internacional de compra de aeronaves de combate para a Força Aérea 


.Caça Su-35 em voo de exibição

A Rosoboronexport (empresa estatal russa de exportação de armamento) ofereceu ao Brasil, fora do âmbito de concorrência internacional, caças Su-35 e sistemas de defesa antiaérea Pantsyr.Caça Su-35 em voo de exibição
A informação foi dada neste domingo, 19, à agência de notícias RIA Novosti, citando Serguei Ladygin, chefe da delegação da Rosoboronexport à exposição de armas em Lima, no Peru. "Apesar do fato de a Rússia ter se retirado da licitação, fizemos paralelamente uma oferta à parte brasileira, de participarmos, fora do contexto da concorrência, com os sistemas Pantsyr e os jatos Su-35. Nossa oferta está sendo examinada", explicou Ladygin.
Serguei Ladygin observou que a Rússia está disposta a transferir toda a tecnologia de produção do caça. "Estamos prontos para transferir 100% de tecnologia do jato Su-35, com os elementos de tecnologia de aeronaves de quinta geração."
Em 2009, a Rússia saiu com seu avião Su-35 da lista da concorrência brasileira, em que permaneceram apenas a Suécia, com o Gripen, os Estados Unidos, com o F-16, e a França, com o Rafale.
Fonte - Diário da Russia  19/05/2013

domingo, 19 de maio de 2013

Brasil inicia maior operação já feita nas fronteiras do país


Ag.Br

Ao todo, 25 mil militares e agentes das polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e de agências governamentais participam da Operação Ágata 7, considerada pelo Ministério da Defesa a maior mobilização feita pelo governo brasileiro no combate aos ilícitos, abrangendo a linha de fronteira do Oiapoque (AP) ao Chuí (RS)


Forças Armadas iniciam operação ao longo de toda fronteira brasileira

Da Agência Brasil
Brasília – O Ministério da Defesa informou hoje (18), em nota, que as Forças Armadas iniciaram nesta manhã a Operação Ágata 7 em toda extensão da fronteira brasileira com dez países sul-americanos. Ao todo 25 mil militares e agentes das polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e de agências governamentais participam desta edição, considerada pelo ministério, a maior mobilização realizada pelo governo brasileiro no combate aos ilícitos entre o Oiapoque (AP) e o Chuí (RS).
De acordo com o Ministério da Defesa, antes de a operação ser deflagrada, “o governo manteve contatos com os países vizinhos para o repasse de informações sobre o emprego do aparato militar”
A Ágata integra o Plano Estratégico de Fronteiras (PEF) sob a coordenação do Ministério da Defesa e comando do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA). A execução cabe à Marinha, ao Exército e à Força Aérea Brasileira (FAB).
Ainda segundo a Defesa, durante a mobilização militares estarão atentos aos principais crimes transfronteiriços como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais, contrabando de veículos, imigração e garimpo ilegais.
Ao longo de toda a fronteira terrestre, as tropas contarão com os centros montados nos Comandos Militares da Amazônia (CMA), em Manaus; do Oeste (CMO), em Campo Grande; e do Sul (CMS), em Porto Alegre.
Em quase dois anos já foram realizadas seis edições da Operação Ágata em uma faixa de fronteira que compreende 27% do território nacional onde estão 710 municípios, sendo 122 cidades limítrofes e 588 não limítrofes.
A fronteira tem 16.886 quilômetros de extensão, sendo 7.363 quilômetros de linha seca e 9.523 quilômetros de rio, lagos e canais. São 23.415 quilômetros de rodovias federais. Os estados de fronteira são: Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os países vizinhos são: Guiana Francesa, Guiana, Suriname, Venezuela, Colômbia, Bolívia, Peru, Paraguai, Argentina e Uruguai.
Fonte - Agência Brasil 19/05/2013

Ministra pede que população siga o calendário de saques do Bolsa Família


Mariana Branco e Yara Aquino
Repórteres da Agência Brasil

Brasília - A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, fez hoje (19) um apelo para que a população siga o calendário do governo para saque do benefício do Programa Bolsa Família e não procure as agências da Caixa Econômica Federal e dos Correios antes da data.
Para a ministra, o boato de que o programa seria suspenso não prejudica o governo, mas a população. “Não consigo entender o que alguém ganharia [com o boato]. O governo não vai ser prejudicado, pois o Bolsa Família já está consolidado. Esperamos que seja um mal entendido”, disse.
A ministra declarou desconhecer relatos de usuários nas redes sociais que dizem ter conseguido sacar o benefício antes da data e que demonstraram temor de que isso sinalizasse uma interrupção futura do programa.
“Se a pessoa conseguiu sacar antes, é mais um motivo para não se preocupar, pois o dinheiro estava lá”. Segundo Tereza Campello, os recursos para o pagamento dos benefícios estão garantidos, mas é preciso obedecer ao cronograma. “Começamos a pagar sexta-feira [17], como previsto, e amanhã [20] segue normalmente”, disse.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal abra inquérito para apurar a origem do boato sobre a suspensão do Bolsa Família.
Segundo a ministra, a presidenta Dilma Rousseff está monitorando o assunto e sua principal preocupação é que as famílias sejam tranquilizadas quanto à continuidade do pagamento do benefício.
O Bolsa Família completará dez anos em outubro deste ano e, atualmente, atende a 13,8 milhões de famílias e a 50 milhões de pessoas. De acordo com Tereza Campello, no início da gestão de Dilma Rousseff o orçamento do programa era R$ 14 bilhões e saltou para os R$ 24 bilhões previstos para 2013. "É um programa que nunca foi contingenciado", declarou.
Um levantamento da Caixa Econômica Federal mostra que na região Nordeste houve tumulto para tentativa de saque em nove agências de Alagoas, 15 da Bahia, 14 de Pernambuco, 18 da Paraíba, 34 do Ceará, 8 do Piauí e 13 do Maranhão.
Segundo o banco, foi registrada confusão ainda no Rio Grande do Norte e em Sergipe. Até o momento, não foi divulgado o balanço em outras regiões. Mais cedo, a Presidência da República havia relatado também corrida de beneficiários a agências da Paraíba, do Amazonas e do Rio de Janeiro.
Fonte - Agência Brasil 19/05/2013

Golpe da Coca-Cola não é manchete

Por Altamiro Borges

A Coca-Cola é uma das maiores anunciantes do mundo e do Brasil. Isto talvez explique o silêncio da mídia comercial diante de uma decisão da Justiça na semana passada. A fábrica da multinacional estadunidense em Minas Gerais foi multada em irrisórios R$ 460 mil por reduzir a quantidade de refrigerante nas embalagens de 600 ml para 500 ml. A multa, aplicada originalmente pelo Procon-MG, foi mantida pela Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que entendeu que "a informação da alteração da embalagem foi prestada de forma insuficiente diante da força das marcas, o que causou dano aos consumidores".
Ainda segundo a sentença, "fala-se, aqui, de produtos altamente conhecidos – Coca-Cola, Fanta, Sprite e Kuat –, em relação aos quais o consumidor já desenvolveu o hábito de guiar-se mais pela marca e menos pelos detalhes do rótulo. Exatamente por isso, o fornecedor deveria ter zelado, preventivamente, para que a informação sobre a redução de volume fosse deveras ostensiva, clara e precisa, preservando a confiança do consumidor... A redução do volume dos refrigerantes, sem qualquer mudança da embalagem já reconhecida há vários anos pelo consumidor, implicaria violação do direito do consumidor à informação clara, precisa e ostensiva".
Segundo a fabricante, a mudança no tamanho da embalagem ocorreu em 2006 em partes de Minas Gerais e na região serrana do Rio de Janeiro. A maquiagem do produto, que resultou em "aumento disfarçado" do preço dos refrigerantes, segundo denúncia do Procon, garantiu maiores lucros à filial da multinacional ianque. O roubo, porém, não mereceu as manchetes dos jornalões e nem foi motivo de comentários ácidos dos "calunistas" de plantão das emissoras de rádio e televisão. Um tipo de corrupção passiva!
Fonte - Blog do Miro  19/05/2013