sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Wagner falará em cadeia estadual de rádio e TV sobre greve da PM

Wagner falará em cadeia estadual de rádio e TV sobre greve da PM
Foto -Tiago Melo / Bahia Noticias
 O governador Jaques Wagner se pronunciará, nesta sexta-feira (3), às 20h, sobre a greve parcial da Polícia Militar, em cadeia estadual de rádio e TV. Em nota, a Secretaria de Comunicação (Secom) aponta que o chefe do Executivo baiano “reafirmará, com veemência, que o governo da Bahia está adotando todas as providências no sentido de assegurar o pleno Estado de Direito Democrático, a segurança e a tranquilidade da população”. De acordo com a Secom, Wagner coordenará, ao longo do dia, as ações que têm sido adotodas pela Secretaria de Segurança Pública para tentar encerrar o movimento grevista. A cúpula da SSP segue reunida para debater as estratégias para conter a mobilização dos PMs paralisados.
Depois de uma dia de pânico – com arrastões,comercio fechado e até mesmo uma morte registrada pela televisão - moradores de Salvador tentam retomar a rotina, apesar da paralisação de parte da Polícia Militar. Pessoas seguem para o trabalho no início da manhã desta sexta-feira (3). Segundo agentes da Transalvador, os ônibus circulam normalmente, ao contrário do que aconteceu na noite de quinta. Os policiais grevistas que invadiram a Assembleia Legislativa permanecem na Casa. O acesso ao pátio onde eles acampam é impedido por três viaturas. Na última terça, PMs da Associação dos Policiais, Bombeiros e seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) paralisaram suas atividades, o que foi considerado ilegal pela Justiça na quinta. Informações do A Tarde.  Fonte - Bahia Noticias 03/02/2012


VEJA AQUI O PRONUNCIAMENTO DO GOVERNADOR JW NA INTEGRA
video


Artigos Relacionados  -   
BA: presidente pede desocupação da Assembleia por grevistas -  BA: cercado por viaturas, prédio da AL tem luzes desligadas

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

DESOCUPA SALVADOR - Passeata do Campo Grande a Praça Municipal



 A passeata realizada hoje pelo movimento DESOCUPA SALVADOR  na cidade a partir das 16,00 hs, saindo do Campo Grande em direção a Praça Municipal onde aconteceu uma grande concentração, em repúdio a desastrosa administração do atual prefeito JH e a calamitosa e catastrófica situação que atravessa a nossa cidade, contou com a presença dos movimentos sociais envolvidos e também com o apoio e comparecimento de diversos setores da sociedade civil,movimentos populares,entidades de classes,sindicatos, partidos políticos e o povo.A manifestação ocorreu em um clima de tranquilidade e ordem com a PM garantindo a segurança do evento em todo o seu percurso.Os manifestantes demonstraram o seu repudio e insatisfação contra a situação de degradação e abandono em que se encontra a capital Baiana e contra a pior e mais danosa administração da qual já foi vitima a cidade de Salvador nos últimos anos.Os manifestantes após a passeata concentraram-se na Praça Municipal onde continuaram com os protestos em frente a sede da Prefeitura, até o inicio da  noite.E o prefeito........mais uma vês SUMIU.........
















 Artigos Relacionados - DESOCUPA SALVADOR  A Privataría Soteropolitana -
Ação do Ministério Publico Federal já investiga supostas irregularidades na concessão do Camarote Salvador pela Sucom - Vamos Salvar Salvador

Mais uma denuncia de VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS em São Paulo

Alguma coisa parece que está fora da ordem...
Nestas ultimas semanas o noticiário de "boa" parte da imprensa  vem denunciando supostos e graves casos de VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS com enfase para o estado de São Paulo e também em outros locais do Brasil.Em São Paulo o episódio da Cracolândia muito contestado por vários setores da sociedade civil, a trágica e cruel desocupação do Pinheirinho com repercussão Internacional e agora mais uma denuncia vem a publico através do jornal da Record.Uma mulher grávida que se encontra cumprindo pena por furtar um enxoval de "recém nascido" ao ser levada para um hospital para dar a luz, 
após o parto cesariana foi mantida algemada  ao leito e supostamente  espancada  por agentes penitenciários e um policial militar.A onde vai parar essa BARBÁRIE?????   - ASSISTAM O VÍDEO -



Artigos Relacionados -

Dilma e os direitos humanos em Cuba   -    -  QUILOMBO RIO DO MACACO   Canudos é aqui, entre Salvador e Simões Filho, na Baía de Aratu...

terça-feira, 31 de janeiro de 2012


Construção de arranha-céus pode ser prenúncio de crise, diz banco
Artigo da BBC Brasil -12/01/2012


A construção de arranha-céus pode ser sinal de que uma crise econômica está próxima, segundo analistas do banco de investimentos Barclays Capital.
Empire State em Nova York 
"Geralmente o edifício mais alto do mundo é simplesmente mais um de uma série de construções de arranha-céus, refletindo um deslocamento errôneo de capital e uma iminente correção da economia", disseram analistas do banco na versão de 2012 do índice de arranha-céus do Barclays Capital, publicado anualmente desde 1999.Segundo o banco, a intensa atividade econômica em torno da construção de arranha-céus, às vezes definidos como prédios acima de 240 metros de altura, coincide com crédito fácil, alta nos preços de terrenos e otimismo excessivo. Mas, muitas vezes, quando a construção dos edifícios termina, a economia já entrou em recessão.O índice dá como exemplos o prédio do Empire State, erguido enquanto a Grande Depressão da década de 1930 se formava, e o atual maior edifício do mundo, o Burj Khalifa, inaugurado pouco antes de a economia de Dubai enfrentar sérias dificuldades. Em 2010, Dubai precisou da ajuda do vizinho Abu Dhabi para evitar a falência do Estado.                                                     

Demolição

O banco lembra que o primeiro arranha-céu, o Equitable Life, construído em Nova York em 1873, coincidiu com uma recessão de cinco anos e foi demolido em 1912. Outros exemplos incluem a Willis Tower, anteriormente conhecida como Sears Tower, inaugurada durante a crise do petróleo de 1974, e as Petronas Towers da Malásia, de 1997, ano da crise financeira asiática. De acordo com as conclusões do índice, China e Índia podem ser os próximos países a ter problemas econômicos.O banco afirma que a China é hoje o país que mais ergue arranha-céus, respondendo por 53% das construções dos prédios mais altos do mundo. Um boom de empréstimos após a crise de 2008 levou a uma alta dos preços dos imóveis no país.Outro estudo, da JPMorgan Chase, diz que o mercado imobiliário chinês pode sofrer uma queda de até 20% nas maiores cidades do país nos próximos 12 a 18 meses. A Índia tem atualmente em construção 14 arranha-céus. Acredita-se que a residência mais cara do mundo seja a do bilionário Mukesh Ambani, que construiu seu arranha-céu particular: um edifício de 27 andares em Mumbai. Jornais locais afirmam que a residência é avaliada em mais de US$ 1 bilhão e precisa de 600 empregados para sua manutenção. Fonte  - BBC Brasil 12/01/2012